Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

24
Ago 19

[Envolvendo o Continente Americano e o Futuro do Mundo.]

 

Teoria da Conspiração baseada numa Premonição

(Eleitoral/Primária/Presidencial)

Candidato Presidencial derrotado nas Primárias Republicanas de 2016

(nos EUA)

Nelas saindo vitorioso o seu rival Donald Trump.

ted-cruz-trump.jpg

Ted Cruz

Mais tarde com TRUMP enfrentando e vencendo nas Presidenciais (surpreendentemente)

A candidata Democrata Hillary Clinton.

Confirmando-se a PREMONIÇÃO de TED CRUZ

E cumprido o 1º Segredo,

(do “Botão Incinerador”)

Depois dos primeiros sinais,

(abandono do TNP)

Seguindo-se a Revelação do 2º Segredo

(do “Botão Nuclear”)

– De acordo com o autor da premonição,

Só mesmo com o dedo de Trump,

Por acaso estando lá.

(sobre o botão)

Faltando apenas confirmar o Alvo.

(para nervosismo da Rainha da Dinamarca)

 

“Face ao cenário do “PULMÃO DO NOSSO PLANETA A ARDER (a AMAZÓNIA), sendo HIPÓCRITA que a maior parte das críticas venham de quem já destruiu o “OUTRO PULMÃO (nesse caso, estando os países integrando o G7) − face aos seus negócios aí instalados/a instalar, pouco se importando até hoje com o estado de saúde do (pulmão) SOBREVIVENTE.”

 

ECmM_hbXsAEq21w.jpg

Bolsonaro e o seu Botão Incinerador

 

Com o TRUMP SUL-AMERICANO (JAIR BOLSONARO) a carregar no BOTÃO INCINERADOR e a deitar FOGO à AMAZÓNIA − e em SÃO PAULO certamente por feitiçaria, transformando o DIA em NOITE – poder-se-á confirmar o cenário há dois anos previsto por TED CRUZ do TRUMP NORTE-AMERICANO (DONALD TRUMP) carregar no BOTÃO NUCLEAR – confirmando-se a premonição, tendo como alvo não só a RAINHA mas também a DINAMARCA (mas poupando o investimento, a Gronelândia):

 

“I don’t know anyone who would be comfortable

with someone who behaves this way

having his finger on the [nuclear] button.

We’re liable to wake up one morning and Donald,

if he were president,

would’ve nuked Denmark.”

(Ted Cruz − New Hampshire − February 2016)

 

5d5dd160fc7e93f37d8b45b6.JPG

Trump e o seu Botão Nuclear

 

Revelando-nos como é tão fácil destruir a TERRA (recorrendo a um Evento Apocalíptico Artificial), bastando para tal colocar na mão de indivíduos – ou seja do HOMEM − os privilégios próprios de um Deus, sendo o seu utilizador (e usufrutuário dessas prerrogativas) apenas uma das suas Criações (uma réplica do molde original, mas não o original). Nem sequer ainda tendo percebido a presa (já depois de duas Guerras Mundiais, milhões de morte e campos de concentração) os processos de encantamento inicial (sob diversas máscaras) do predador.

 

(imagens:  Shutterstock/Mark Wilson/Getty/people.com − Emmanuel Macron/@Emmanuel Macron/twitter.com/rt.com − Reuters/Stringer/rt.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 23:53

09
Jan 18

Sendo necessários muitos mais até se lá chegar

(ao Botão)

 

Enquanto qualquer observador (interessado) ‒ situado num dos Continentes da Terra (sendo estes 5) e entendendo (minimamente) a distribuição dos diferentes Poderes (concentrados em Países e Corporações) a nível do nosso Planeta (de momento a Terra) ‒ se vai (mesmo que lentamente) apercebendo e interiorizando de tudo o que se passa (já que sendo bem visível, mesmo que a nível de consequências, sendo indesmentível) no Mundo, a conclusão imediata que tira (especialmente) desde a simultânea Eleição de Trump (permitida pelos REP) e o início da campanha Anti-Trump (promovida pelos DEM) ‒ tentando catalogá-lo como Louco e impulsionando-o como outro Louco para uma possível Loucura ‒ é que o Mundo que conhecemos está nestes dias do em que vivemos bastante menos Seguro.

 

BUTTON-koterba.jpg

Os Botões

 

“North Korea best not make any more threats to the United States. They will be met with fire and fury like the world has never seen.”

(Donald Trump/08.08.2017)

 

Em 7 de Janeiro de 2018 e a poucos dias da passagem do 1ºaniversário sobre a tomada de posse do 45º Presidente Norte-Americano (20 de Janeiro de 2017) ‒ pelos Republicanos, o milionário Donald Trump ‒ com os conflitos Económicos um pouco por todo o lado e à escala Global a manterem-se ou a agravarem-se (com os EUA rasgando unilateralmente acordos), com a crise Financeira a parecer não querer ter fim iniciando uma nova (e talvez decisiva/definitiva) bipolarização Mundial (com a criação de um Novo Banco Mundial sediado na China) ‒ os Impérios erguem-se e caiem ‒  e finalmente (e o mais grave deste cenário que já vai passando entre os nossos dedos e da Comunidade Internacional) com os EUA acenando a partir da ONU com os seus infinitos Dólares (informando que quem recebe deve pagar), expondo a sua Supremacia Militar Global a todos Nós (sendo capazes de destruir a Terra mais vezes que todo o Mundo, incluindo russos, chineses e talvez uns quantos Alienas) e simultaneamente (parecendo um plano pré-planeado entre corporações e militares) iniciando desde já a implantação de raízes para potenciais (pelos vistos deles tirando proveito) novos e mais perigosos (o Homem mantem-se mas as Armas evoluem tomando o seu lugar transformando-nos em subobjectos) conflitos (como o que parece agora arrancar num dos países do Eixo do Mal o Irão, lançando o caos total naquela região e colocando a Europa em Alerta para uma nova ‒ e talvez fatal ‒ invasão).

 

Fire-and-Fury-Associated-Press-640x480.jpg

O Livro

 

I’ve had to put up with the Fake News from the first day I announced that I would be running for President. Now I have to put up with a Fake Book, written by a totally discredited author. Ronald Reagan had the same problem and handled it well. So will I!”

(@real DonaldTrump/twitter.com/07.01.2018)

 

Nos últimos dias e (talvez) devido à penúria informativa ainda oriunda da época de Natal (reforçada pela Passagem de Ano) ‒ não havendo notícias nada melhor que fabricar ou no mínimo redecorar ‒ à falta de melhor (mas mantendo-se a mesma Besta) falando-se de dois Botões e até (será memória, será cultura ou apenas mais Fake News?) de mais um Livro: de um lado com TRUMP e KIM cada um com o seu botão (um maior do que o outro) prestes a despoletarem uma Guerra Nuclear (como se outros países como o Paquistão e Israel não o pudesse também já fazer) e do outro lado com um escritor imitando o processo de produção e montagem do Código da Vinci mas aplicando-o ao Presente e a alguém vivo, baseando-se em suposições, mexeriquices e outros temas escaldantes (e tendo em atenção as capacidades deste escritor em construir um bom romance), edificando e solidificando (com o necessário suspense imposto pela mentira e o diz que diz) uma narrativa credível (por emocionante) e escrevendo um livro de arrasar (Donald Trump) ‒ e assim se passando a uma análise política tipo Passadeira Vermelha.

 

(imagens: Jeffrey Koterba/Omaha World Herald/CagleCartoons.com/ 2018/washingtonpost.com e Pablo Martinez Monsivais/Associated Press/breitbart.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 14:30

Dezembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO