Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Brasil e Covid-19 ─ Catástrofe em Versão Genocídio (material e humana)

Sexta-feira, 23.04.21

Hoje sexta-feira dia 23 de abril de 2021 (pelas 22:00) e quanto aos números desta PANDEMIA do vírus SARS CoV-2 provocando a doença (podendo ser mortal) COVID-19, com o BRASIL a registar +64.939 infetados (total de 14.237.078), +2.659 óbitos (total de 386.416) e com 8.318 doentes internados em estado grave/crítico (em UCI): sendo (a 23.04) o 2º país do Mundo em novos casos de infeção (3º no total) e o 1º país do Mundo em nº de mortes (2º no total), uma verdadeira Catástrofe, um crime.

 

file-20210422-15-83b168.jpg

Brasil

(Pandemia Covid-19)

 

Olhando para a História do Brasil (esse país de mais de 200 milhões de habitantes, sendo em área o 5º maior do Mundo) e ignorando todo o seu passado histórico (desde o período pré-colonial, passando pela sua colonização por Portugal e saltando um pouco após a sua Independência, até à ditadura militar e finalmente à 6ª República), chegando-se ao século XXI e às presidências de F. H. Cardoso (1995/2002), de L. I. Lula da Silva (2003/20010), de Dilma Rousseff (2011/2016), de Michel Temer (2016/2018) e de Jair Bolsonaro (2019/?):

 

E nestes 21 anos deste o início de século no Brasil, ainda há poucos anos um país considerado e respeitado internacionalmente, integrando um vasto leque de países não alinhados e em vias de desenvolvimento ─ começando a tornar-se uma espécie de mini potência do Mundo ─ em apenas 2 anos (10% desse tempo) com o atual presidente (e SUPER) Jair Bolsonaro a destruir todo esse crédito acumulado (destruindo a sociedade e a economia brasileira), deitando fogo ao Brasil (à Amazónia) e aos próprios brasileiros (deixando-os ser dizimados pela Covid-19).

 

file-20210422-21-19j5xth.jpg

Pandemia no Brasil

(Infetados/dia)

 

E quanto à Pandemia do vírus SARS CoV-2 juntando-se ao “Top 3 Clube Privado Covid-19”, constituído por EUA e MÉXICO (e já com um suplente de reserva, a ÍNDIA).

 

Detendo o recorde Mundial de nº de mortes/dia (por Covid-19) ─ 4.250 vítimas mortais a 8 de abril ─ com o sistema de saúde em colapso (falta extrema de equipamento e recursos humanos), com milhares de pessoas sobretudo da classe mais baixa e de cor a morrerem (abandonados), com a falta de oxigénio a agravar-se (mesmo com os milhares de mortos registados, continuando a ser desviado para a Indústria) e tudo isto (e como afirma o artigo do site theconversation.com) a ser baseado apenas em 3 fatores aparentemente resolúveis ─ quando ainda-por-cima o Brasil num “Estado de Emergência Vermelho Carregado” se debate já com outras estirpes/variantes mais contagiosas/infeciosas ─ perigosas e letais ─ que o coronavírus original (como será o caso do coronavírus P1):

 

file-20210422-13-17fcf73.jpg

Jair Bolsonaro

(Presidente do Brasil)

 

Resolver o problema da extrema desigualdade (aumentando exponencialmente desde a “expulsão” de Dilma) ─ afetando sobretudo gente de cor, pobres e desempregados ─ abandonar o liberalismo selvagem (por ex. a precaridade no trabalho e os cortes na Saúde e na Educação) e ainda estando na base de tudo o “Problema Bolsonaro”.

 

E se perguntarem qual a resposta para este último e fulcral problema (sendo certo que caindo, de seguida desabando tudo), sendo simples, clara e até já tendo sido utilizada (antes, sempre com sucesso e só havendo danos materiais, nunca humanos) esta opção de solução designada e mundialmente conhecida como “IMPEDIMENTO”.

 

Se possível e como os outros, sendo “todos iguais e não havendo exceções”, com pena efetiva de prisão ─ até em termos de comparação (ser poder Vs. Estar preso) e por experimentação (a única forma de aprender).

 

(imagens: Sebastião Moreira/EPA, Joedson Alves/EPA e

Johns Hopkins University CSSE, em theconversation.com)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 22:14

Boa Noite ─ Covid-19 no Mundo

Segunda-feira, 19.04.21

À entrada desta nova fase de Desconfinamento em Portugal, com o nº de infetados Covid-19 nos últimos 7 dias a aumentar no Mundo (+29%), com a Ásia (+36%) e a Europa (-5%) ─ apesar da descida desta última ─ a terem a maior contribuição. Na Europa liderando a França.

 

Imagem1.jpg

Liderando no aparecimento recente de novos infetados (últimos 7 dias)

a Índia/ASI (1,4M), os EUA/AMN (0,5M), o Brasil/AMS (0,5M),

a França/EUR (0,2M), a África do Sul/AFR (0,1M) e Papua Nova Guiné (0,0M)

 

Quase nem se notando no gráfico (as respetivas barras), com a Oceânia a revelar de longe, a menor contribuição para o nº de Infetados Globais. E quanto à América do Sul (o 3º continente mais afetado) com os valores em ligeira subida (com forte contribuição do Brasil).

 

(dados: worldometers.info ─ imagem: Produções Anormais)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 02:10

Brasil ─ Depois de Fogo nas Árvores, Fogo no Povo

Quarta-feira, 31.03.21

E enquanto os incidentes em MYANMAR (antiga Birmânia) se intensificam crescendo o número de vítimas mortais ─ numa luta envolvendo dos dois lados, militares e políticos golpistas e corruptos, um deles sendo mulher e ainda Nobel da Paz ─ sendo acompanhados pelas centenas de desaparecidos em Cabo Delgado (Moçambique) ─ tudo se resumindo a uma luta entre duas partes interessadas no mesmo, a exploração de gás na região (pela Total), de um lado tendo mercenários (da Total) e do outro terroristas (do ISIS) ─ no outro lado do Atlântico, tomando como referência o “país-irmão” (Portugal) e literalmente “A Morte Continua Na Rua”:

 

“Brazil on Tuesday reported 3.780 COVID-19 deaths, a new record.”

(Brasil/São Paulo/Reuters/yahoo.com/30.03.2021)

 

2021-03-30-bolsonaro-covid.jpg

Jair Bolsonaro

Conferência de Imprensa (sobre o Covid-19)

Palácio da Alvorada ─ Brasília ─ 24.03.2021

 

Com o coronavírus responsável (SARS CoV-2) pela Pandemia de Covid-19, causando no país de JAIR BOLSONARO o BRASIL num só dia 1/4 do total global de mortes registadas ─ um recorde mundial.

 

Tendo inicialmente lançado o Brasil numa grande crise socioeconómica (já vinda de trás, mas com a sua política agressiva e prepotente do presidente, sendo agravada) por falta de decisões concretas e eficazes cada vez mais próxima do limite (do suportável), vendo a situação a “embrulhar-se” perigosa e aceleradamente com a chegada do VÍRUS, deparando-nos aí com um JAIR BOLSONARO à deriva incapaz de reconhecer o que ele próprio via e optando pelo Negacionismo:

 

2021-03-29-brazil-graves.jpg

Campo da Esperança

Fila de sepulturas novas (Covid-19) ainda recentes

Cemitério Campo da Esperança ─ Brasília ─ 23.03.2021

 

E entre demissões e admissões sucessivas de vários “Ministro-Bolsonaro” tentando adiar o inevitável demitindo/admitindo mais meia-dúzia e manipulando números ─ dado o elevado nº de mortes e a situação incontrolável, os “Números Covid-19”.

 

Mas nunca podendo esconder os números conhecidos (devido à manipulação, facilmente podendo ser X2 ou X3) neste início de quarta-feira 31 de março pelas 23:00 TMG registando: um total de 12.664.058 Infetados (2º Ranking Mundial/RM), de 317.936 de mortes (2ºRM), de 1.271.639 ainda ativos (3ºRM), de 8.318 em estado grave/crítico (3ºRM) e de 1.488 mortes/1 Milhão (aqui e pela sua extensão ─ não vá Bolsonaro aproveitar ─ 19ºRM).

 

maxresdefault.jpg

Fórum Covid-19

Brasil ─ Crise e Pandemia de Coronavírus

Harvard ─ 30.03.2021

 

Faltando apenas conhecer o que acontecerá a Bolsonaro tendo já nas suas mãos mais de 300.000 mortos:

 

Sendo ele conhecido nacional e internacionalmente ─ até pelo que diz e pelo que faz (infelizmente de mal e muitas vezes criminoso ─ veja-se antes a Amazónia e depois a Covid-19) ─ como um dos maiores do mundo no combate contra o tratamento da doença Covid-19, apenas por segundo ele “tal doença não existir” (sendo uma Gripe).

 

Esperando-se brevemente uma resposta dos EUA ─ ou não fosse Bolsonaro, o “Trump Sul-Americano” ─ podendo até (e pela grande emergência) ser mesmo um ataque (dado os norte-americanos andarem por todo o lado).

 

[Entre árvores (da Amazónia) e povo (do Brasil) a grande obra-inimaginável e prima (ou outro familiar qualquer) de Jair Bolsonaro.]

 

(imagens: Eraldo Peres/AP/pri.org ─ i.ytimg.com)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 12:26

O Mundo ─ Ao 81º dia do Ano II Covid-19 (22/03)

Segunda-feira, 22.03.21

Numa rápida observação das diversas Pandemias ocorridas nos últimos 40 anos (fim do séc. XX, início do séc. XXI), pelo número de vítimas mortais provocadas destacando-se logo 3 (agora sendo 4):

 

Imagem1.jpg

Óbitos por Covid-19

Top 10 Óbitos/Global

 

Gráfico ↑

EUA, BRASIL e ÍNDIA liderando bem destacados, no nº de Infetados e de Vítimas mortais. Com os números vindos dos EUA a esmagar-nos, asfixiando-nos de seguida com outros podendo vir a ser piores ─ no Brasil, na Índia e ainda (aqui por taxa de mortalidade elevadíssima) no México.

 

(1º) a “Gripe de Hong Kong” (1968/70) provocando 1 milhão de mortos, (2º) a “Gripe Asiática” (1957/58) provocando 1,1 milhão de mortos e (3º) o surto de HIV/AIDS (1981/presente) provocando 25,0/35,0 milhões de mortos ─ e agora surgindo (4º) o COVID-19 (finais de 2019/presente) tendo até ao momento (22.03.2021 03:54 TMG) provocado mais de 2,7 milhões de mortos (2.727.680). Não esquecendo a gripe sazonal (INFLUENZA) provocando entre 0,3/0,7 milhões de mortos por ano.

 

Pandemia

Período

Mortes/Ano

(milhões)

 

Gripe de Hong Kong

 

1968/70

0,3/1,0

Gripe asiática

 

1957/58

0,6/2,2

 

Influenza

 

(Sazonal)

0,3/0,7

HIV/AIDS

 

1981/presente

0,6/0,9

COVID-19

2019/presente

 

0,9/2,7

 

Comparando (valores aproximados e com alguma amplitude de variação, por consulta diferenciada) números e por ser um caso grave e bem atual (até pela sua elevada mortalidade, num ano vitimando mortalmente mais de 2,3 milhões de pessoas, numa média de 195.000/mês), destacando-se a pandemia do vírus SARS CoV-2 responsável pelo aparecimento da doença infecto-respiratória (e mortal) Covid-19, se colocada perante as consequências mortais da (crónica/periódica) GRIPE (Influenza), verificando-se a primeira (coronavírus) poder ser 9X mais mortal do que a segunda: confirmado pelo atual nº de mortes/ano por Covid-19, no limite 5X/10X superior ao da Gripe (anual). Da lista (anterior) de 5 a pior.

 

Imagem 2.jpg

Taxa de Mortalidade por Covid-19

Top 10 Óbitos/Global

 

Gráfico↑

Como exemplo catastrófico das consequências desta Pandemia, para além da elevada taxa de mortalidade (taxa média de 2%) na Itália e na GB (3,1% e 2,9% respetivamente), a estrondosa explosão ocorrida no MÉXICO (taxa de 9%). Em Portugal na média (2,1%) quanto à taxa de mortalidade.

 

Estando-se nesta segunda-feira dia 22 de março a atravessar o 81º dia do ano de 2021, depois dos derradeiros dias (19 em 2021) do REP Donald Trump na presidência (até 19 de janeiro de 2021), estando o mesmo lugar agora ocupado há 62 dias consecutivos pelo DEM Joe Biden, 46º Presidente dos EUA e Líder da ainda inquestionável “Maior Potência Mundial”: pelos seus Dólares e Armamento, o resto (as outras áreas) vindo de arrasto. Nestes últimos 62 dias de governação Democrata (com a esquerda ignorada/Tulsi Gabbard, o centro-esquerda afastado/Bernie Sanders, o centro em espera/Kamala Harris e o centro-direita mais uma vez e infelizmente regressando/”Hillary Clinton by Joe Biden”) e falando da Pandemia nada parecendo ter mudado: fora as vacinas (dado o açambarcamento global das mesmas, por parte dos EUA) nada de visível e impactante se fazendo (exceto o cheque, não o sendo para todos) ─ de modo a aliviar o ambiente geral socioeconómico que acompanha esta PANDEMIA ─ continuando-se na mesma “Rota de Trump” como os números (COVID-19) o comprovam. Em 22 de março e falando desta Pandemia com os EUA a continuarem a liderar em tudo (de Negativo, como Infetados e Óbitos) ─ acompanhados mais abaixo pelo caos instalado no México e pelo “Império Mortal do Trump Sul-Americano” (Brasil c/ Jair Bolsonaro) ─ mantendo-se apesar da descida um nº algo elevado de infeções e de óbitos: para além da ameaça de um retorno (nova vaga) face ao aparecimento de novas estirpes do vírus (ainda-por-cima vacinando-se as pessoas com a vacina que deveria ser a do ano passado, mas de facto sendo melhor que nada) ─ vendo-se alguns sinais (para já muito ligeiros) disso, na América e na Europa.

 

(dados: worldometers.info ─ imagens: Produções Anormais)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 13:18

Covid-19 a 06.06

Sábado, 06.06.20

Quando o vírus SARS-CoV-2 através da Pandemia Covid-19 (pelo mesmo provocada) já infetou 6,808,936 indivíduos (perto de 0.09% da população mundial), vitimou mortalmente (VM) 396,946 (5,8% dos infetados) apresentando ainda 3,311,756 recuperados (48,6% dos infetados)

 

CV1.jpg

 

─ Com os maiores crescimentos de VM nas últimas 24 horas

a serem dirigidos aos EUA (1,161), ao México (+816),

ao Brasil (+586), à Grã-Bretanha (+357) e à Índia (+286)

 

Associando-se desde já o maior número de vítimas mortais globais ao Continente Americano, com os EUA (do presidente Donald Trump) a liderarem no Hemisfério Norte e o Brasil (do presidente Jair Bolsonaro) no Hemisfério Sul.

 

E na Europa com a Grã-Bretanha (do 1º Ministro Boris Johnson) a acompanhá-los.

 

A nível Global com o número diário de infetados a continuar a crescer, mas por outro lado com o número de VM a manter a sua tendência de decrescimento.

 

Quanto a Portugal registando 33,969 infetados, 1,465 VM (taxa de mortalidade de 4.3%), 68 em estado grave/crítico (em UCI) e um total de 20,526 recuperados (60.4% dos infetados).

 

E entre os 215 países infetados por este coronavírus, com Portugal a ocupar o 24º lugar em VM.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 00:47

Covid-19 ─ Portugal & Mundo

Quarta-feira, 03.06.20

Com o número de vítimas mortais (VM) mantendo-se nos dois dígitos ao contrário do nosso vizinho (europeu) a Espanha ─ tendo registado no decorrer do processo um total muito maior de VM ─ confirma-se mais uma vez a (falta de) estratégia política do nosso Governo e respetivo Ministério da Saúde (e DGS), fazendo como sempre e com estes mesmos responsáveis (vindos da “normalidade”, de antes do período Covid-19) o mínimo possível, agora “esticando o dedo e pondo-se à boleia” (ou seja esperando pela resolução do problema, esperando pela confirmação da chegada milhões): e enquanto as vítimas mortais diárias se mantem (até a Espanha tem ultimamente registado 1 ou zero VM), simultaneamente e encoberta pela Pandemia de SARS-CoV-2 os restantes doentes (sobretudo os dependentes dos tratamentos na região de Lisboa e Vale do Tejo) continuam esmagadoramente sem consultas, cirurgias e a morrer, “pelos vistos em silêncio”.

 

CV1.jpg

Portugal

 

Como tal sendo importante chamar de novo a este palco a responsabilidade do Ministério da Saúde pelo mau funcionamento deste sector ─ aliás já anteriormente reconhecido, mas reconduzido e assim reafirmado pelo nosso 1º Ministro ─ culpado por inação pela progressiva destruição do Serviço Nacional de Saúde, iniciada em tempos passados (PSD/CDS) pelo mesmo “guru contabilista” (regressado então entusiasmado pelo que ocorria na Saúde totalmente privatizada, nos espetaculares EUA) agora responsável (“coveiro”) pela destruição da CGD: correndo-se o risco de esquecer o sacrifício de todos os profissionais ligados à Saúde (alguns começando já a receber folhas salariais/mensais de 60 euros), acabando-se por premiar aqueles que já anteriormente e por reconhecido incompetência (tal como na Educação) deveriam ter sido afastados (demitidos) mas pelo contrário (provocatoriamente apenas para demonstrar/confirmar a autoridade do fraco) sendo reconduzidos.

 

O que seria um Escândalo pois a Memória (tal como a Cultura e ao contrário do que o poder pensa) não se apaga. Nem mesmo com 50 anos de Fascismo e outros 30 de Cavaquismo.

 

CV2.jpg

Mundo

 

Já no que diz respeito ao panorama Global a caminho da conclusão do primeiro semestre do “Novo Normal” (jogando “Eles” com o significado da palavra “normal”, mantendo tudo e desse modo tratando-nos mais uma vez como “anormais”) com Portugal entre 215 países de 5 continentes ocupando o 24º lugar em vítimas mortais (VM), pela sua população (sensivelmente a mesma da Grécia), recebendo até do nosso outro colega do outro extremo europeu ─ a Grécia (17 VM/1Milhão) com 179 VM ─ um firme não à entrada de turistas portugueses (Portugal 8X mais VM do que na Grécia), equiparando-nos (142 VM/1M, com alguma razão) à Itália (556 VM/1M), França (445VM/1M), Espanha (580 VM/1M) e Grã-Bretanha (585 VM/1M): quando os dois destinos mais seguros por periféricos (o nosso ainda mais gritante, do que a dos gregos) poderiam ser os extremos ─ Portugal e a Grécia ─ excelentes pois como “destinos turísticos” (mas esperando-se como o faz muitas vezes o nosso Governo que ninguém repare).

 

Screenshot_2020-06-03 Brazil Coronavirus 560,737 C

Brasil

 

E nem sequer valendo a pena falar dos EUA e do Brasil (mergulhados numa enorme confusão e juncados por inúmeros cadáveres) ─ os péssimos exemplos representando cada Hemisfério (Norte e Sul) ─ um comandado pelo TRUMP ORIGINAL o outro por um muito mais miserável (talvez pela deficiência no molde) o TRUMP RÉPLICA: mas nunca se podendo esquecer dos outros TRUMPEZINHOS como o da Grã-Bretanha e da Suécia, no fundo e sendo justo de quase toda a Europa (Ocidental) ─ colocando à frente da Vida a Economia. Quanto ao Brasil só não se percebendo como se afastam dois Presidentes (um preso, o outro demitido) por motivos económicos (com ou sem corrupção, um “bem-comum no Brasil”), enquanto um outro bem-pior tendo em cima de si no mínimo mais de 30.000 mortos e podendo ser muito mais ─ o dobro/o triplo/o quadruplo ─ como assassino e criminoso e culpado de genocídio, não é impedido e preso.

 

(imagem final: worldometers.info)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 22:58

Portugal Covid-19 (77º dia)

Sexta-feira, 29.05.20

769 (55,6%) de 1.383 das Vítimas Mortais (VM) registadas na Região Norte

e 929 delas tendo 80 anos de idade ou mais (67,2%).

 

CV1.jpg

 

Incluída na 4ª semana desta 2ª fase de desconfinamento decorrendo desde o início do mês de maio, Portugal regista neste 77º dia de SARS-CoV-2 (o vírus) e de COVID-19 (a doença), 31.946 infetados (0,03% da população), 1.383 vítimas mortais (taxa de mortalidade = 4,3%) e 18.911 recuperados (59,2%).

 

28918960-8364599-image-a-12_1590650283530.jpg

 

E do outro lado do oceano Atlântico situado no Hemisfério Sul e no continente Sul-Americano, com o número de vítimas mortais a destacarem-se no BRASIL (26.764 VM), assim como a evolução negativa verificada no Perú (4.009 VM) e no Equador (3.313 VM). Mais a norte e para além dos EUA (103.418 VM) igualmente com muitas vítimas mortais no México (mais preocupante, 9.044 VM) e no Canadá (6.877 VM) ─ pelas 15:20 TMG.

 

(imagem: dailymail.co.uk)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 16:34

Portugal ─ Covid-19 (64º dia)

Sábado, 16.05.20

Portugal: Em 28.810 infetados com 1.203 vítimas mortais/VM (mortalidade = 4,2%) e ainda 115 em cuidados intensivos (UCI). Com um aumento de VM (+7) de sexta-feira para sábado (de 14 para 16 de maio), sendo o 22º país do Mundo no nº de VM.

 

CV1.jpg

 

Brasil: 6º país do Mundo em VM, 1º da América do Sul assim como 1º do Hemisfério Sul. Ao contrário da maioria dos países com cada infetado a contaminar outro (R = 1), no Brasil com cada infetado a contaminar duas pessoas (R = 2) ─ podendo na evolução da pandemia no seu território atingir números de VM próximos do quarteto FRA/ESP/ITÁ/GB.

 

brazil-coronavirus-jair-bolsonaro.jpg

Cemitério de Nossa Senhora da Aparecida em Manaus, Brasil

(nova secção, 11 de maio de 2020)

 

 

País

P

(milhões)

I

I

(%)

VM

 

VM

(%)

UCI

R

R

(%)

M/1M

Portugal

10,2

28.810

0,28

1.203

4,2

115

3.822

13,3

118

Brasil

212,4

220.291

0,10

14.962

6,8

8.318

84.970

38,6

70

 

5568.jpg

Último ministro da Saúde do Brasil, Nelson Teich

(sendo-o menos de um mês, de 17 de abril a 15 de maio)

 

Mundo: No Resto do Mundo com os EUA a liderarem o nº de vítimas mortais (88.523 em 1.484.579 infetados, taxa de mortalidade de 00%), seguidos pela Grã-Bretanha (33.998 em 236.711 infetados, taxa de mortalidade de 00%) e pela Itália (31.610 em 223.885 infetados, taxa de mortalidade de 00%). Num total Global de 4.649.079 infetados (0,06% da população mundial) e 309.047 vítimas mortais (1.771.799 recuperados), com uma taxa de mortalidade (em função dos infetados) de 6,6%.

 

[Dados recolhidos ─ DGS e WORLDOMETER ─ pelas 12:30 TMG num mundo a caminho dos 7.800.000.000 de habitantes.]

 

(imagens: Felipe Dana/AP/time.com ─ Evaristo Sa/AFP/Getty Images/theguardian.com)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 17:17

Portugal e Brasil na Rota Covid-19

Segunda-feira, 11.05.20

Se Lula foi preso por um apartamento,

pensando em Bolsonaro,

quanto é que valerá um apartamento em Vidas?”

 

Mantendo o 22º lugar no RM e o 12º lugar no RE de vítimas mortais causadas pelo vírus SARS-CoV-2 e pela doença pelo mesmo provocado o COVID-19 ─ com o Brasil (localizado no Hemisfério Sul) em termos de comparação sendo o 6º no RM e o 2º no RA ─ Portugal nesta segunda-feira (11 de maio, 60º dia sob Covid-19) regista 27.679 infetados (0,27% da população), 1.144 vítimas mortais (para a amostra, taxa de mortalidade = 4,13%) e 2.549 recuperados (desses 112 em UCI) ─ para além de uma razão de 112 mortes/1 milhão.

 

CV1.jpg

 

Em Portugal (continente e ilhas) mais de metade das vítimas mortais verificando-se a Norte (56,9%) e se tomarmos como fronteira o rio Tejo, com o resto do país a sul do mesmo rio (incluindo as ilhas) a ficar-se pelos 2,5%. Já quanto aos diferentes grupos etários atingidos e mantendo-se a região Norte na liderança, com o grupo etário dos 70 aos 79 anos de idade a ser responsável por um total de 228 mortes e o grupo com 80 ou mais anos por um total de 769: num total conjunto de 997 mortes (em 1.144) ou seja, de mais de 87%, uma brutalidade.

 

CV2.jpg

 

Já no caso do Brasil com um presidente louco e pelos vistos inimputável no poder (mas infelizmente eleito pelo povo, agora por tabela pagando-lhe com a sua vida, o tributo ao seu Imperador) ─ um “sem vergonha” chamado Jair Bolsonaro ─ com o número de mortos a já ter ultrapassado os 11.000 (taxa de mortalidade próxima dos 7%) e parecendo não querer parar por aí (podendo ser muitas mais as vítimas mortais, tal o caos instalado e a capacidade hospitalar ultrapassada e o número crescente de covas e enterros), transformando Mundialmente este que poderia ser um grande país (um dos maiores do planeta) numa desgraçada anedota mortal e global: morrendo-se podendo-se até ser cremado, enquanto o outro faz um churrasco.

 

[RM: Ranking Mundial RE: Ranking Europeu RA: Ranking Americano]

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 21:55

Covid-19 Brasil/Portugal

Domingo, 10.05.20

No Brasil e confirmando-se os números estarem a ser indicados muito por baixo (um problema existente nos países do Terceiro-Mundo, ultrapassada rapidamente a sua capacidade de resposta e com o caos já instalado), com o cenário a poder ser catastrófico: ainda-por-cima contando no comando com um animal parecendo desprovido de psique ─ o seu presidente Jair Bolsonaro ─ no dia em que o Brasil ultrapassou as 10.000 mortes por covid-19 querendo fazer um grande churrasco e não lhe sendo aconselhado tal, indo dar uma volta de jet-ski e posteriormente indo “churrascar” mas em família.

 

csm_bolsonaro_passeio_jet_ski_camisa_bahia_foto_re

Jair Bolsonaro

Enquanto o Congresso Brasileiro decretava três dias de Luto oficial pelas 10.000 vítimas mortais de Covid-19, sem o grande churrascão transformado pelo mesmo em Fake News, com o presidente do Brasil em sua substituição curtindo o fim-de-semana andando de jet-ski antes do imprescindível churrasco familiar

 

Portugal: 27.581 infetados (+175), 1.135 vítimas mortais (+9), 23.897 casos ativos (85,8%), desses 112 casos em estado grave/crítico e ainda 2.549 recuperados (9,2%); apresentando uma razão de 111 mortes/1 milhão e uma taxa de mortalidade de 4,1%. Na tabela Global de vítimas mortais e entre 212 países/territórios no 22º lugar (a nível do continente Europeu 12º, liderando a GB).

 

CV1.jpg

 

Se comparado com os números registados no Brasil o líder em vítimas mortais no Hemisfério Sul, com o país sul-americano a registar 10.697 vítimas mortais (+41), 84.222 casos ativos, desses 8.318 em estado grave/crítico, mas já com 61.685 recuperados (53,8%); com uma razão de 50 mortos/1 milhão e uma taxa de mortalidade de 6,8%. A nível Global de vítimas mortais no 6º lugar (a nível do continente Americano o 2º, liderando os EUA).

 

(imagem: wscom.com.br)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 16:59