Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

24
Jan 18

12 Sexy Camels Kicked Out of Beauty Contest for Using Botox

(Rafi Letzler/ Live Science)

 

aHR0cDovL3d3dy5saXZlc2NpZW5jZS5jb20vaW1hZ2VzL2kvMD

Camels are seen during a beauty contest as part of the annual King Abdulaziz Camel Festival

(in Rumah some 160 kilometers east of Riyadh)

 

Se até hoje sabíamos (descoberta recente) graças aos norte-americanos (os pioneiros desta prática, recebendo de braços abertos um dos maiores suspeitos da prática do crime) que os únicos animais racionais que se dopavam tinham como origem a Confederação Russa – desde que estes (os russos) realizaram as Olimpíadas de Sochi (6/23 Fevereiro) e anexaram a Crimeia (18 Março 2014) – a partir de hoje (mais rigorosamente 23 Janeiro) ficamos também a saber (descoberta fresquinha) graças aos sauditas (do Rei Abdulaziz) que no reino dos animais irracionais o único suspeito de se dopar terá como origem os Ungulados Artiodáctilos: (e não sendo o Dromedário sendo então) o Camelo.

 

Registando-se aqui e agora que se os norte-americanos são os Guardiões da Paz entre os Racionais, os sauditas serão os Guardiões da Paz entre os Irracionais. Ou será o contrário?

 

Num festival de Camelos organizado pelo Rei Saudita e contando com a presença de mais de 30.000 camelos e 300.000 visitantes (10 pessoas por camelo) – decorrendo de 1 Janeiro a 1 de Fevereiro, distribuindo quase 60 milhões de dólares de prémios e destinado (entre outros) à escolha do Camelo Mais Sexy – com os responsáveis pela organização (do evento) a afirmarem terem sido obrigados a afastar cerca de uma dúzia de camelos (e concorrentes) de um Concurso de Beleza (integrando o certame): desconfiando de imediato da realização de cirurgias plásticas (nos camelos) utilizando injeções de Botox. Introduzindo a substância (de pretenso embelezamento) nos lábios, no nariz e até nas mandíbulas do Camelo.

 

(legenda e dados: Rafi Letzler/livescience.com – imagem: Fayez Nureldine/AFP/GETTY)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 23:43

12
Abr 15

Aqui se pode observar um cenário que ainda nos transmite alguma tranquilidade e imaginação.

No entanto inserido num mundo cada vez mais rodeado de nada.

Ou seja: isto existe (para já) para alguns e depois (finalmente) para nenhuns.

 

camelbeachride02.jpg

Passeando de camelo numa praia australiana

 

Como se pode constatar por esta imagem fantástica e colorida (segunda-feira é dia de trabalho numa semana a preto e branco), no nosso mundo ainda existem certas ilhas que permanecem protegidas (e sem armas que se vejam).

 

Ilhas virtuais onde se vende a Ilusão (se eu furar esta bolha inevitavelmente ela rebenta) por umas quantas notas de dólares (enquanto se espera pela chegada dos Contractors).

 

Ali se usufruindo do prazer de viver num mundo que podendo ser nosso (todos a passearmos no lombo de um simpático camelo), não o é (o camelo somos nós e vistos como uma besta de carga): ainda por cima só sendo acessível por uns míseros segundos e em muitas prestações.

 

(imagem: Brett/Donna Symons/mymodernmet.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 20:54
tags: ,

07
Mar 11

Homem de tribo tuaregue conduzindo os seus camelos

 

O camelo é uma besta utilizada para transportar mercadorias, de um lado para o outro!

O homem é a outra besta que transporta o camelo e a mercadoria, do outro, para qualquer lado!

 

Foto do "National Geographic"

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 22:45

Agosto 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

13
14

20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO