Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

27
Mai 13

“É possível destruir um povo – e a sua cultura e memória – sem se recorrer à lobotomia”


Será esta a nossa sina?

 

Cirurgicamente Portugal é:

 

- Um território dirigido por uma minoria hipócrita e mesquinha de indivíduos, cuja única realidade – já não sonham nem usam o espelho – é viver à custa de todos os outros;

 

- Um espaço maioritariamente esquecido e desprezado, povoado por inúmeros rebanhos de ovelhas, de carneiros, de cabras e de bodes, todos muito ordeiros e pobres, alegres e generosos, mas sempre e por precaução, sem opinião. Andando sem pensar ou hesitar, em direcção ao precipício sagrado, como se fosse esse o seu destino fatal;

 

- Um território que de tanto doer, até as lágrimas sabe esconder.

 

(imagem retirada de – Web/blogue de Beatriz Saraiva)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 22:59

Agosto 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

13
14

19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO