Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

31
Jul 18

Recordando a defunta e mundialmente conhecida (dupla) sonda CASSINI-HUYGENS, entre outras das suas inestimáveis proezas sendo a responsável (e a Pioneira):

 

PIA12797.jpg

Saturno – Anéis e 5 Luas

(Sonda Cassini – PIA 12797)

 

- Pelo primeiro contacto estabelecido (não presencial mas concretizado indiretamente e à distância) com a superfície da maior lua do planeta SATURNO (e 2ª maior de todo o SISTEMA SOLAR),

 

TITÃ –

(com o seu módulo HUYGENS a aterrar sobre esta lua entre as mais de 60 já confirmadas do planeta)

 

- Assim como pelo seu estudo bastante extensivo do mais próximo de nós (da Terra) e seu vizinho (de Saturno) planeta JÚPITER – e das suas quase 80 luas (levado a cabo pelo módulo CASSINI),

 

– Sendo estes (Júpiter e Saturno) os dois maiores planetas do Sistema Solar integrando o grupo dos Planetas Gigantes (exteriores à Cintura de Asteroides e sendo gelados/gasosos) e dotados de curiosos Anéis –

 

A NASA vem agora presentar-nos com uma foto de 29 de Julho de2011 (fez domingo 7 anos) apresentando-nos o que diz chamar,

 

Um Retrato de Família”:

 

Capturada ainda em vida (ativa e em movimento) pela descontinuada sonda CASSINI (terminando a sua missão em 15 de Setembro de 2017, entrando e desintegrando-se na atmosfera de Saturno) e no Menu (da mesma sonda) referindo-se a Saturno, no que toca aos seus ANÉIS e a 5 das suas LUAS.

 

E com estas últimas a serem, salientados os ANÉIS,

 

– Centrados e associados ao planeta SATURNO –

(e da esquerda para a direita)

 

JANUS (d = 179Km), PANDORA (d = 81Km), ENCELADUS (d = 504Km e talvez a mais interessante), MIMAS (d = 396Km) e RHEA (d = 1528Km).

 

[Júpiter & Saturno – Uma família (uma Região) abandonada desde o suicídio planeado da sonda terrestre CASSINI (sem Alternativa Visível), agora apenas entregue a uma outra sonda terrestre mas mais nova e limitada – neste caso a sonda JUNO.]

 

(imagem: nasa.gov)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 14:42

12
Abr 16

“Por que não imaginar que um dia os anéis acabarão por mergulhar no planeta, bombardeando-o intensamente e criando as condições necessárias para a eclosão de VIDA.”

 

PIA18365.jpg

Missão Cassini-Huygens – PIA 18365

Anéis do planeta Saturno

(28.01.2016)

 

Mais uma imagem com origem na Agência Espacial Norte-Americana NASA e transmitida a partir do segundo maior planeta (conhecido) do Sistema Solar – SATURNO: localizado a quase 1.500 milhões de quilómetros do Sol e conhecido a par de Júpiter como um dos Gigantes Gasosos. Apresentando um diâmetro aproximadamente igual a 10X o diâmetro da Terra e sendo constituído por um pequeno núcleo rochoso rodeado por uma espessa camada gasosa (integrando a sua atmosfera e magnetosfera). E terminando exteriormente nos seus famosos anéis, estendendo-se desde a região dos anéis mais interiores (o primeiro é o anel D situado a cerca de 70.000Km do centro do planeta) até ao mais distante de todos (o anel E andando pelos 600.000Km). E como as pesquisas nunca acabam, com a recente descoberta de mais um anel ainda mais exterior, mas aqui situado a uma distância de quase 13 milhões de quilómetros!

 

Em mais um outro registo do Outro Mundo (que não o Nosso Mundo a Terra), a nós proporcionado por mais uma obra reveladora da extraordinária capacidade humana (mesmo que para tal necessite de ser motivada exteriormente), num registo da sonda CASSINI-HUYGENS (numa missão conjunta NASA/ESA/ISA) obtido quando a mesma se encontrava a cerca de 1.2 milhões de Km de Saturno (sensivelmente 3X a distância Terra/Lua) e aproveitando a luz emitida pelo Sol. Um planeta ativo interior e exteriormente, com uma grande interligação com as suas dispersas e numerosas luas (alguma confundindo-se com os seus próprios anéis) e que no seu conjunto planetário (planeta e luas) parece transmitir dados compatíveis de energia e de movimento: como que se estivéssemos na presença de um Mundo ainda Jovem (ou então numa fase mais atrasada da sua evolução – comparativamente com a da Terra mesmo podendo ter a mesma idade) e à espera do seu espaço-tempo de modo a finalmente Eclodir e segundo nós Nascer (respeitando sempre que possível os nossos padrões).

 

(imagem: NASA)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 18:58

18
Dez 15

Imagem obtida no passado dia 24 de Setembro pela CASSINI-HUYGENS (uma iniciativa conjunta da NASA/ESA/Agência Espacial Italiana) atualmente movimentando-se nas vizinhanças do planeta SATURNO (mais de 120.000km de diâmetro) e tendo sobrepostas como pano de fundo duas das suas luas ENCELADUS (504km de diâmetro) e TETHYS (1062km de diâmetro).

 

Como curiosidade o diâmetro da Terra anda por volta dos 12.750km.

 

PIA18349.jpg

Anéis de Saturno e duas das suas luas Enceladus e Tethys

 

No momento em que esta imagem foi registada pelas câmaras da sonda CASSINI-HUYGENS a lua mais próxima encontrava-se a 2,1 milhões de quilómetros de distância (Enceladus) e a mais afastada a 2,6 milhões de quilómetros (Tethys).

 

Por sua vez o segundo maior planeta do Sistema Solar (Saturno conjuntamente com Júpiter, Úrano e Neptuno um dos quatro gigantes gasosos) e equivalente a quase cem vezes a massa do planeta Terra, situa-se a mais de 1.300 milhões de quilómetros de viagem (no afélio 1.500 milhões), aquilo que fez a CASSINI-HUYGENS (lançada de Cabo Canaveral em 1997, inserindo-se numa órbita de Saturno em 2004 e com fim de missão prevista para 2017).

 

(imagem: NASA)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 17:22

Junho 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13

17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO