Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

06
Abr 19

E utilizando um Espelho

 

O ex-Presidente entrou na pré-campanha

e arrasou as políticas do Governo.

 

[Luís Claro/SOL/Política/sol.sapo.pt/artigo/652740 e luis.claro@newsplex.pt]

 

687361.JPG

Cavaco Silva

Ministro das Finanças (durante 1 ano), Presidente do PSD (durante 10 anos), 1º Ministro de Portugal (durante 10 anos) e Presidente da República Portuguesa (durante 10 anos), num percurso de 36 anos (1980/2016 apenas interrompido entre 81/85 ou seja ficando-se no mínimo pelos 32 anos) e apenas sendo superado por Oliveira Salazar (ininterruptamente no período 1932/68) com os seus 36 anos; para muitos um Sinal (já antigo) significando Clivagem (mesmo que retirado do ativo, mas ainda pertencendo ao Conselho de Estado)

 

Instituto Francisco Sá Carneiro

Lançamento do livro de J. M. Sarmento

(presentes entre outros M. Luís Albuquerque, Eduardo Catroga, Leonor Beleza e Paulo Macedo)

 

«Só se deixa enganar quem quer ser enganado.»

(Cavaco Silva sobre a Geringonça de António Costa)

 

(Fonte: Luís Claro/sol.sapo.pt/06.04.2019)

 

Sobre o Governo (opinião de CS)

 

«Não posso deixar de ligar a perda de receita com a descida do IVA da restauração com a acentuada degradação da qualidade do Serviço Nacional de Saúde. A esta profunda injustiça está associada uma outra opção do governo errada: a reversão do horário de trabalho semanal da Função Pública de 40 para 35 horas».

 

Resposta (de AC a CS)

 

«Tão furiosa que até o anterior Presidente da República saiu do recato próprio a que os ex-presidentes da República se costumam dedicar, só para exprimir a raiva que tem, que a direita tem, relativamente ao sucesso desta solução governativa».

 

Sobre o BE e PCP (opinião de CS)

 

«Ilustra bem a hipocrisia de partidos que procuram iludir os portugueses com falsos discursos de defesa dos mais desfavorecidos».

 

Resposta (do PCP a CS)

 

«Foi gritante a declaração de Cavaco Silva quando diabolizou a redução do IVA da restauração, culpando-a dos males do Serviço Nacional de Saúde. É preciso ser muito rancoroso para voltar à carga com uma questão tão importante.»

 

[AC: António Costa BE: Bloco Esquerda CS: Cavaco Silva PCP: Partido Comunista Português]

 

(texto/itálico: retirados de Luís Claro/Sol – imagem/inserida no artigo: Raquel Wise)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 20:28

26
Abr 12

O 25 de Abril de 1974

 

Para quem acreditou nesta democracia representativa:

 

- Uns inúteis enriquecem e os outros úteis passam despercebidos!

 

Garcia dos Santos

 

“Ainda convivemos com a pesada herança do passado”

 

Sobre o atual

Presidente da Republica

Aníbal Cavaco Silva:

 

- Não me fale desse gajo! Não me fale nesse gajo!

 

- Mas quem é que acredita nesse senhor?

 

- As falhas! As falhas!

Ele acabou com as pescas, acabou com o mar, acabou com a agricultura! E agora é o defensor dessas coisas todas. Veja a contradição da pessoa! É licenciado em economia, foi ministro, foi primeiro-ministro. E o que é que ele fez? Destruiu tudo isto! Toda a situação em que estamos hoje nasce com ele. E ele nesta altura em que devia ter uma atitude firme, dar dois murros na mesa, dizer “o país está primeiro que tudo o resto, acabaram as querelas partidárias, vamos pôr o país a funcionar”. Que é que ele faz? Zero! Julgo que ninguém tem argumentos para contrapor a isto que eu estou a dizer. O Presidente da República é o primeiro responsável por isto tudo e não faz nada para que isto se corrija.

 

(excerto de entrevista – jornal I)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 11:40

Novembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9


17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO