Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

07
Mar 18

No Final de Um Império

 

Com a recente publicação pela revista norte-americana FORBES (sediada em Nova Iorque e dedicada aos Negócios, às Finanças, à Economia) da Lista das Pessoas Mais Ricas do Planeta (integrando mais de 2200 milionários, mais de 70 países e onde um português/por Portugal ocupa a 382ª posição), é relativamente fácil numa rápida e primeira análise à lista agora editada, verificar quais os Sectores da Sociedade controlados atualmente pelos Novos Senhores do Mundo.

 

Amazon-CEO-Jeff-Bezos-is-now-the-richest-person-in

JEFF BEZOS

O Homem dos 3 Dígitos

(X 1 bilião)

 

No caso de alguns analistas portugueses (como poderá ser o caso da revista Exame/visão.sapo.pt/exame) o mais importante sendo descobrir quais os mais ricos (talvez só por isso/o dinheiro acumulado e para os escolher como modelos/neste caso com Jeff Bezos em 1º e no comando), desses os mais próximos de nós (em geral à procura dos seus podres para se poder dizer mal deles e por inveja arredá-los/neste caso estando a caída em desgraça Isabel dos Santos em 924º lugar) e já agora a nossa posição Neste Mundo (avaliando o nosso índice fálico conforme o seu movimento em altura/neste caso com a viúva de Américo Amorim em 382º lugar) e futuras hipóteses e possibilidades (de penetração) ‒ considerando que o Presidente da maior potência do Mundo (os EUA) aparece apenas em 766º lugar.

 

Mas nada disto interessando a não ser para Acumular (ainda mais) Lixo, sendo muito mais interessante para além de estabelecer um Ranking (como será o caso das escolas, comparadas umas às outras, sem se preocupar com o ambiente económico-social, onde estão inseridas) ‒ péssima ideia convidando à apatia e ao conformismo ‒ conhecer em que setores cada um desses milionários investe, originando com a sua ação o disparar (do valor) da sua exponencialmente crescente Fortuna. E assim vejamos o quadro (do Top 20 e expresso em Biliões de Dólares) ‒ apenas com 1 milionário apontado (em biliões de dólares) aos 3 dígitos e com outros 10 milionários apenas com dois dígitos mas sendo superior a 50 (biliões) ‒ e a parir daí tiremos (tirem) conclusões (nem que seja só uma e de preferência a mais importante):

 

R

I

N

F

V

R

I

N

F

V

1

JEFF

BEZOS

EUA

Amazon

112

11

MICHAEL BLOOMBERG

EUA

Bloomberg

LP

50

2

BILL

GATES

EUA

Microsoft

90

12

LARRY

PAGE

EUA

Google

48

3

WARREN BUFFETT

EUA

Berkshire

H.

84

13

SERGEY

BRIN

EUA

Google

47

4

BERNARD ARNAULT

FRA

LVMH

72

14

JIM

WALTON

EUA

Walmart

46

5

MARK ZUCKERBERG

EUA

Facebook

71

15

ROBSON

WALTON

EUA

Walmart

46

6

AMANCIO ORTEGA

ESP

Zara

70

16

ALICE

WALTON

EUA

Walmart

46

7

CARLOS SLIM

MEX

Telecom

67

17

MA

HUATENG

CHI

Internet

Media

45

8

CHARLES KOCH

EUA

Koch

60

18

F B

MEYERS

FRA

L’Oreal

42

9

DAVID

KOCH

EUA

Koch

60

19

MUKESH

AMBANI

IND

Petrochemicals. Oil & Gas

40

10

LARRY ALLISON

EUA

Software

58

20

JACK

MA

CHI

E-Commerce

39

(R: Ranking I: Identificação N: Nacionalidade F: Fonte V: Valor em biliões)

 

Olhando para a tabela destacando-se desde logo a presença norte-americana (65% de Presenças e mais de 70% de Valor) e apenas a intrusão de outros 5 países: 1 do continente americano (México) ‒ importante nas telecomunicações pela ação fulcral que representa para o país ‒  2 do continente europeu (Espanha e França) ‒ incidindo sobre mercados supérfluos e inúteis, muitos deles minoritários mas de luxo (e mais dirigidas aos desejos das elites) ‒ e outros 2 do continente asiático (Índia e China), um deles ligado a um conglomerado e o outro ao extraordinário Mundo Digital.

 

global-control-1.jpg

Ecossistema das Corporações Transnacionais

Contendo 75% do total de corporações, com 35% delas localizadas no seu núcleo e no entanto representando 95% do valor de toda a rede aqui ilustrada (Kate Torgovnick/ted.com)

 

Virando-nos finalmente para os setores e para o investimento feito pelos artistas ‒ os Bilionários ‒ concluindo-se o forte interesse (no investimento) nas Comunicações e nos Média, abrangendo uma área tão vasta incluindo os mais diversos (e apetitosos) interesses: em ramos como o do e-commerce, do digital e da eletrónica, do software e do hardware e das redes sociais e da internet. Ou seja para além do controlo das fontes vitais de sobrevivência e de abastecimento (por exemplo a Walmart), manipulando-se igual e simultaneamente a opinião pública (por exemplo com o Facebook) agora com notícias adaptadas (à Nova Realidade) como o serão as FAKE NEWS (vindas de todos os lados para aquecer mais a malta, queimando-nos de vez os fusíveis e esgotando-nos a força). Restando à decrépita Europa (uma velha decadente, vivendo de roupa e cosméticos e ainda com sonhos sendo para nós pesadelos) o ramo da Decoração.

 

E Dando Origem a Um Outro Império

 

maxresdefault.jpg

EUA vs. China/Rússia

Científica e Matematicamente

Num duelo em que o vencedor não será sempre o mesmo

 

E da mesma forma que o Dólar (como qualquer símbolo representando num determinado momento da História o poder de um Império) se vai esvaziando irreversivelmente à medida que o seu equivalente

 

‒ E principal ATIVO (sobretudo Económico-Financeiro)

 

Se vai degradando aceleradamente (no presente com uma dívida nacional a ultrapassar os 20,8 milhões de milhões de dólares),

 

- Como se tudo o que tem feito funcionar o mundo (até ao presente) tivesse repentinamente deixado de funcionar ‒ dado não haver a partir de agora o objetivo de utilizando matéria-prima produzir (algo de concreto e palpável) oferecendo algo (que não sansões e balas) para a troca (obrigatória),

 

- E como que alguém tivesse descoberto uma Nova Pólvora e por qualquer motivo não o quisesse divulgar (conversas da treta) ‒ como se não sentíssemos com todos os nossos órgãos o grande estrondo e a nossa subsequente implosão como sujeito,

 

O que na Realidade estará a suceder será (certamente) uma Mudança de Desígnio (Global), com mudança de Cenário (EUA) assim como de Protagonista (Amigo Americano):

 

Com a Ásia e a China (juntando-se a ela a Rússia) na frente do pelotão (enchendo-se de ouro e de prata e outros materiais preciosos)

 

E espantosamente com os EUA vendo a Caravana passar (cheio de dólares e de mais nada) e o seu Mundo a Esvaziar: como se fosse mais um balão fabricado na China.

 

(imagens: aonepunjabitv.com ‒ blog.ted.com ‒ Military Update/youtube.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 12:13

21
Dez 16

Talvez não!

 

A uma semana de distância da data comemorativa do aparecimento da Estrela de Natal (anunciando o nascimento do nosso Salvador a 25 de Dezembro),

Eis que inopinadamente na Terra um farol se reacende fazendo-nos de novo acreditar:

Ou num fenómeno natural (Red Stripes) ou num outro artificial

(provavelmente de origem humana).

 

Numa demonstração clara de que muito do que se passa na Terra ainda é do nosso total desconhecimento, as câmaras da ISS estacionadas no espaço e orbitando à distância de 340Km o nosso planeta, registaram no passado dia 18 (ontem) imagens do que poderia muito bem ser uma fonte de energia emitindo da superfície (ou do interior da própria litosfera), dirigida ao exterior (ao Espaço) e de cor avermelhada.

 

mqdefault.jpg

Red Pulse At International Space Station

 

Um fenómeno para qualquer um de nós naturalmente desconhecido, rapidamente esclarecido (não rigorosamente explicado) por especialistas de serviço, na esmagadora dos casos completamente esquecido (já que tanta coisa nos sobrecarrega), mas que no entanto alguns desesperadamente agarrados às Teorias da Conspiração se recusam determinantemente a largar (terminada a Esperança que eles ainda tinham na Terra).

 

A partir deste episódio (em principio único e circunscrito) podendo-se construir facilmente o cenário (neste mundo tudo é possível) de podermos estar perante Comunicações Alienígenas (certamente que não seremos um caso exclusivo nos vários Universos), dirigidas a partir do interior da Terra (litosfera), atravessando toda a atmosfera (daí a cor vermelha) e perdendo-se definitivamente nos muitos trilhos do Espaço.

 

Nunca deixando de lado acontecimentos adicionais de relevo (talvez relacionados) e ocorrendo simultaneamente no tempo (como é o caso seguinte):

 

Earthquakes Warning:

‘Unexplained Vibrations’ Heard Across Earth

Scientists are warning that the Earth appears to be “ringing like a bell”

Following a series of large earthquakes near the Pacific.

 

sddefault.jpg

 Mysterious "vibration" detected around the World | Source: Unknown!

 

8 hours after the Thursday earthquakes off the coast of California, seismograms shows the globe mysteriously vibrating and “ringing like a bell,” which scientists have warned is a precursor to a much bigger mega-earthquake.

 

Hours before the massive Solomon Islands earthquake struck, a mysterious vibration was detected on seismographs all across the planet as our videographer proves to us using charts from the USGS.

 

Looking like a classic earthquake on the USGS monitoring charts, there were NO earthquakes reported during the time period this mysterious vibration/pulse anomaly showed up on the govt charts for almost an hour, showing up not only all across America, but all across the Earth.

(Sean Adl-Tabatabai/yournewswire.com)

 

Tão útil para leigos e loucos como para eruditos menos loucos.

 

Devendo ser ficção mas pertencendo à realidade (pelo menos à nossa – mesmo que apenas sonhada ou imaginada mas no final sendo integrada na construção do nosso edifício mental), suscitando-nos logo aí a dúvida e provocando como reação um novo estado de alerta (num sinal inequívoco da preservação da espécie): uma comunicação será sempre (no mínimo) uma Reunião ou uma Interseção de Conjuntos.

 

O problema é que pela mesma lógica este contacto agora iniciado (segundo os contadores de histórias alternativas ou adeptos das teorias conspirativas) poderá ter consequências tanto boas (reunião) como más (intersecção). Pelo menos no que se trata de operações entre conjuntos nas Reuniões todos os elementos pertencem (como iguais) ao mesmo conjunto final; já nas Interseções são muitas as variações.

 

(imagens e legendas: mp3download-stafaband.info e youtube.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 21:24

29
Jul 12

Avistamento de objeto voador não identificado vindo do mar e dirigindo-se em direção às instalações de radar instaladas na Foia, ocorrido num fim de dia deste mês de Verão

                                                 

Já nada pode deter o crescente poder dos alienígenas em Portugal e a sua influência preponderante sobre o desenvolvimento turístico da nossa região algarvia. Com a atual crise económica a alastrar a diferentes continentes e mercados mundiais, até agora imunes e sem ligação à dependência dos outros, uma nova janela de oportunidade se abre à nova colonização vinda do espaço exterior, face ao desprezo com que a raça humana trata a sua própria espécie e à esperança que ainda preservamos – em sonhos não publicados – de nos encontrarmos com o duplo ideal, aquele que nos iria representar durante toda a nossa vida, de modo a podermos usufruir tranquilamente e em segredo, da terra desde sempre prometida.

 

Os radares da Foia poderão estar a colaborar secretamente e já há muitos anos – apoiados pelo encobrimento de entidades poderosas – com o esforço extraterrestre de ocupação

 

O pacto secreto que levou durante anos consecutivos ao encobrimento da cedência dos radares instalados na Foia pelo anterior presidente da Câmara de Monchique a entidades exteriores ao interesse das comunidades locais, acaba agora por ser finalmente posto a nu, através da denúncia de um dos seus funcionários recentemente desativados, sobre a existência de uma base subterrânea de prospeção terrestre aí construída e com ligações estratégicas aos tuneis associados à barragem do Alqueva. Além dessa função de controlo de movimentos e prevenção de acontecimentos não previstos, a base da Foia seria responsável pela emissão de um canal de sinal aberto e grátis, sem qualquer tipo de ligação aos intrusos do MEO e da ZON e cujo objetivo primordial seria o de condicionar subliminarmente a população algarvia, às virtudes ainda não descobertas da ética e da moral de “quem pode e manda”.

 

A barragem do Alqueva seria para os extraterrestres um bom local de refúgio, não só pela sua centralidade, redes subterrâneas de comunicação e capacidade volumétrica de expansão

                   

Um alentejano residente há mais de cem anos nas proximidades da cidade de Beja e que assistiu durante estes dois últimos séculos a toda a evolução e pregresso registado nesta região do sul de Portugal, afirma perentoriamente que a construção desta barragem foi decidida ainda no tempo de António de Oliveira Salazar, resultando de um acordo estabelecido em Santa Comba Dão entre o Governo português e a Igreja Católica Romana, após o fenómeno paranormal sucedido em Fátima e que registou – como demonstram documentos a que afirma ter tido acesso – a presença nunca confirmada oficialmente de uma forte embaixada extraterrestre. O segredo principal revelado pelos extraterrestres – mais tarde fortemente manipulado e adulterado na sua mensagem, através da intervenção teatral das juventudes universitárias, coadjuvadas pela ação da mocidade portuguesa, dos escuteiros e das catequistas – foi que e mais cedo do que pensávamos, seriamos de novo todos escravizados e agora milagrosamente, em nosso nome, da santíssima liberdade e da preservação da espécie.

 

Instalação de comunicação avançada, ao serviço dos extraterrestres e direcionada para o aperfeiçoamento do controlo mental das populações indígenas

                   

A barragem do Alqueva estaria agora a servir de cobertura a uma instalação secreta de centralização de comunicações com sede na Península Ibérica e que coordenaria todas as movimentações dos extraterrestres e dos seus aliados para uma futura (e cada vez mais próxima) campanha coordenada de invasão e ocupação. Estas movimentações teriam a colaboração de entidades oficiais anteriormente selecionadas, contactadas e previamente lobotomizadas.

 

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 12:47

Novembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO