Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

11
Jun 18

Agora que o gabinete de Donald Trump (o 45º e atual Presidente dos EUA) assumiu as rédeas da condução da Política Externa (a mais importante área política para a manutenção da Supremacia Global em todo o planeta) de acordo com os objetivos a alcançar (e necessitando urgentemente de um novo impulso) pelas grandes Corporações ligadas ao sector Industrial-Militar norte-americano,

 

‒ O tal sector Industrial temido pelo 34º Presidente dos EUA (o também Republicano) Dwight D. Eisenhower

 

maxresdefault.jpg

Dwight D. Eisenhower

No seu discurso de despedida e falando do perigo do Complexo Industrial-Militar

 

“Until the latest of our world conflicts, the United States had no armaments industry. American makers of plowshares could, with time and as required, make swords as well. But now we can no longer risk emergency improvisation of national defense; we have been compelled to create a permanent armaments industry of vast proportions. Added to this, three and a half million men and women are directly engaged in the defense establishment. We annually spend on military security more than the net income of all United States corporations.” (Dwight D. Eisenhower/1961)

 

A imagem entretanto projetada para os próximos tempos e a curto-prazo (dada a contínua indefinição de Donald Trump) pelas Caras Fortes da atual Administração da Casa Branca,

 

‒ Como Mike Pompeo (Secretário de Estado dos Estrangeiros), John Bolton (Conselheiro de Segurança Nacional) e Gina Haspel (Diretora da CIA)

 

Propondo-nos os seus cenários para a nova temporada (no cumprimento de um guião suscitando o arrastar da crise mundial e o aparecimento de mais uma qualquer Bolha Económica),

 

Suscitando-nos (como consequência) pelos indícios (e pelo passado destes três protagonistas) a preparação e implementação (pelos norte-americanos) de uma 1ª fase de aparente conflito (não militar mas económico),

 

Mas (e aí desde logo demonstrando ser esse o Alvo a Atingir mas num Segundo Paso) com sucessivos períodos de intermitência (e de estratégico esquecimento) prolongando-o deliberadamente no tempo para a todos entreter, apanhar, distrair (e logo após) e se necessário coagir,

 

‒ Mesmo os seus mais fiéis Aliados (& subordinados) e oferecendo-lhes para entretinimento e prémios (como o Nobel da Paz) espetáculos de circo e desproporcionados entre David e Golias mas agora com novos artistas (Kim & Donald);

 

Para numa 2ª fase e sempre a curto-prazo,

 

canva-photo-editor-2.jpg

Irão ou Venezuela?

Arábia Saudita até pelos milhões USD em armamento certamente que não!

 

‒ Ou não estivesse o 1º mandato presidencial a meio (terminando no final de 2020), ou não estivessem todos os presidentes deste século (ou tocando-o) dois mandatos seguidos (Bill Clinton, George W. Bush e Barack Obama), ou não fosse necessária uma Intervenção Externa de Impacto Global para reforçar a imagem/presidencial

 

Apontar o seu verdadeiro Alvo Estratégico,

 

‒ De conquista e de controlo de todos os centros de exploração de energia e de todos os territórios detentores das matérias-primas consideradas essenciais ‒

 

Para Antigos Amigos (do Xá) /Novos Inimigos (do Aiatola) detentores de Grandes Riquezas como o é agora o Irão:

 

Dos 10 países com maiores reservas de petróleo já comprovadas, sendo o Irão conjuntamente com a Venezuela e a Rússia os únicos a ainda não estarem sob domínio norte-americano ‒ e daí se compreendendo os constantes conflitos, as constantes sanções e no fim do curso (e do estado de loucura) a Intervenção Militar não o sendo na Rússia, restando a Venezuela e o Irão (depois do Verão?).

 

Com 30.000 homens lá instalados (em bases na Coreia do Sul) e biliões de armamento a vender (além da proteção a pagar), não sendo certamente a Coreia o território a perturbar (atacar).

 

[Após a cimeira de 12 entre os líderes Donald e Kim, ficando-se assim a aguardar pelo Pico do Cato Donaldo: Irão ou Venezuela?]

 

(imagens: RAWW/youtube.com e geopoliticsalert.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 10:32

26
Mai 18

“Sadly, based on the tremendous anger and open hostility displayed in your most recent statement, I fell it is inappropriate, at this time, to have this long planned meeting.”

(Donald Trump/moonofalabama.org)

 

Última Hora

 

In attempt to salvage Trump-Kim summit, North and South Korea hold secret meeting

(Thomas Mareska/USA Today/26.06.2018)

636629197718415955-GTY-962617870.jpg

Reunião Coreia do Saul/Coreia do Norte

26 Maio 2018

 

Após a surpreendente declaração de Donald Trump (Presidente dos EUA) suspendendo (apesar de se apresentar como Mediador) o encontro entre Moon Jae-In (Presidente da Coreia do Sul) e Kim Jong-Un (Presidente da Coreia do Norte) ‒ sendo estes os países em conflito, tentando chegar a um acordo mútuo e duradouro ‒ os dois Presidentes asiáticos tentando num último esforço e utilizando todos os meios ao seu alcance (infelizmente apenas os próprios) salvar um encontro que poderia ser Histórico (relançando de vez o processo de Paz e de Reunificação das duas Coreias) ‒ e que até poderia levar Donald Trump à conquista do Nobel da Paz ‒ reúnem-se hoje dia 26 de Maio (numa inesperada 2ª reunião) em Panmunjom (Coreia do Norte). Segundo notícias recentes e face à reação dos dois países interessados (na resolução do conflito entre ambos e afetando toda a Península Coreana) com Donald Trump (face à incredibilidade internacional, dado o seu papel de mediador e não de parte interessada) a recuar e a afirmar que a reunião poderia passar para o dia 13 (de Junho).

 

 

Como um Mediador em vez de tentar arranjar pontes de ligação entre duas partes em conflito (a sua única e graciosa Função), as destrói logo à primeira sem dar qualquer tipo de justificação ou explicação credível às partes interessadas (para quem em princípio desinteressadamente o Mediador se ofereceu para trabalhar).

 

Com a inesperada reunião marcada para o próximo dia 12 de Junho (em Singapura) entre o Presidente (dos EUA) Donald Trump e o Líder (da Coreia do Norte) Kim Jong-Un a criar um ambiente-geral de alto-suspense em toda a Comunidade Internacional, eis que subitamente e sem qualquer tipo de justificação (minimamente percetível) Donald Trump anuncia a suspensão do encontro bilateral EUA/Coreia do Norte.

 

Deixando todo o Mundo de boca aberta assistindo estupefato (devido à completa falta de lógica e recusa do cumprimento dos procedimentos devidos) à recusa do Mediador (os EUA) em participar num encontro promovido e apoiado (e que deveria mediar e não nele interferir) pelas duas partes em conflito.

 

“The model, if you look at that model with Gaddafi that was a total decimation. We went in there to beat him. Now that model would take place if we don’t make a deal, most likely. But if we make a deal, I think Kim Jong-un is going to be very, very happy.”

(Donald Trump/moonofalabama.org)

 

2018_0525nk.jpg

Reunião de Mulheres pela Paz realizada na passada semana em Seoul/Coreia do Sul, em solidariedade contando com a participação de mulheres coreanas apoiadas por mulheres oriundas de outros países (inserido no Women Peace Korea Symposium e no Women's DMZ Walk)

 

Constatando-se que após a chegada de Mike Pompeo (como Secretário de Estado) e de John Bolton (como Conselheiro de Segurança Nacional) à Administração da Casa Branca (chamados por Donald Trump para o aconselharem e guiarem externamente) ‒ tentando replicar para si a ação de George W. Bush, levando às Armas de Destruição Maciça e à Guerra do Iraque ‒ a opção pela via diplomática (para solucionar divergências e conflitos) poderá ter sido definitivamente abandonada, dando-se a partir daqui o início a mais uma tentativa (bélica) por parte dos EUA,

 

‒ Optando pela confrontação e pela Guerra (dado o seu poderoso Complexo Industrial-Militar muito mais lucrativa) e subvalorizando o diálogo e a Paz (logo numa altura em que interiormente os EUA se encontram divididos como se estivessem em Guerra)

 

De mostrarem claramente ao Mundo (colocando-o no seu devido lugar) qual foi, é e será a Maior Potência a Nível Global, depois do Império Romano o Império dos Excecionais.

 

Calling the remarks of Pence "ignorant and stupid" Choe Son Hui (DPRK's vice foreign minister) said that Pence should seriously consider the "terrible consequences of his words" before making such remarks: "We could surmise more than enough what a political dummy he is as he is trying to compare the DPRK, a nuclear weapon state, to Libya that has simply installed a few items of equipment and fiddled around with them."

(moonofalabama.org)

 

Com os EUA de um lado, a Rússia e a China do outro, a Europa ainda a assistir, outras potências a aguardar (como a Índia) e a Ásia a espreitar (e com o Resto do Mundo à deriva sem saber o que pensar), com os Novos Imperadores da Terra julgando ter suplantado a ONU (e os seus quase 200 países soberanos) e (aparentemente) resignados de vez os seus súbditos (á força compressora do dólar e demolidora das armas) a lançarem-se dentro em breve em 4 possíveis direções, qual delas a mais lucrativa para a sua Florescente Industria-Militar: trabalhando a alto-ritmo, empregando mais mão-de-obra e graças aos altos-proveitos colocando em primeiro a América e tornando-a Maior.

 

Faltando apenas aos Falcões sobrevoando a casa do dono (Casa Branca) e nela se albergando (bem juntinhos a Donald Trump) escolherem entre eles um menu que os satisfaça (a todos): tendo agora à disposição ainda mais pratos variados tendo estes como origem países de 3 continentes ‒ a Coreia do Norte (na Ásia), a Ucrânia (na Europa), a Venezuela (na América do Sul) e o Irão (no Médio-Oriente).

 

(imagens: Getty Images ‒ Jeehyun Kwon/truth-out.org)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 15:30

05
Set 12

O Fim provável da Aliança

(Albufeira – Ficheiros Secretos)

 

 

Base alienígena localizada na Lua onde estarão a decorrer negociações secretas

                                                                                                                

Ainda se encontra de visita à Lua uma parte da delegação oriunda do nosso planeta, enviada no decurso deste mês de Agosto às conversações secretas que aí decorrem desde há algum tempo, com o pretexto do estreitamento das relações científicas e tecnológicas entre terrestres e extraterrestres. Esta reunião decorre das últimas incursões espaciais realizadas pelos humanos no interior do sistema solar, particularmente em áreas sensíveis onde provavelmente existirão bases extraterrestres até agora desconhecidas, como são o caso das bases da Lua, de Marte e de Saturno (e suas luas).

 

Local de lançamento e aterragem de voos provenientes da Terra e de outras zonas interiores

 

A embaixada de terrestres terá chegado à Lua há alguns dias atrás, partindo de uma base secreta situada na Península Ibérica e que nós desconfiamos estar relacionada com o novo eixo de desenvolvimento espacial e internacional, associando o novo Aeroporto de Beja e as recentes infraestruturas (algumas delas desconhecidas) da barragem do Alqueva. Acabando por aterrar numa base reservada apenas para transportes interplanetários interiores à galáxia e sendo posteriormente transportados através de túneis de comunicação subterrânea, para instalações reservadas para a sua permanência temporária durante a sua estadia na Lua.

 

Ruínas de uma antiga cidade na Lua

 

Estas duas fotos extraordinárias foram tiradas sem conhecimento direto dos guias que acompanhavam a visita organizada para a embaixada terrestre a alguns locais da Lua – expressamente proibidos de o fazer – onde se pode ver nitidamente ruínas arqueológicas de uma antiga cidade e os restos de uma enorme nave espacial que provavelmente se terá despenhado, aí sendo abandonada há muito tempo atrás. As mesmas fontes informaram-nos que tais fotos – por mais incrível que pareça – foram-lhes disponibilizadas mais tarde por um técnico extraterrestre a trabalhar na Lua, tendo sido retiradas pelo próprio de uma revista científica desconhecida, de tiragem restrita e numerada, com – imagine-se – a chancela da agência espacial norte-americana NASA!

 

Restos de uma enorme nave espacial alienígena que se terá despenhado na Lua

 

Imagem espetacular de cratera na superfície da Lua obtida por sonda chinesa

 

Nas últimas horas terá decorrido numa das bases secretas da Lua, uma reunião de emergência solicitada por uma comissão de individualidades terrestres – aí enviada e representativa do concelho de Albufeira – e que terá culminado num fracasso alarmante e já previsível, ao fim de muito pouco tempo de graves desentendimentos e provocações vindo dos dois lados e face ao desentendimento estratégico de intervenção, surgido entre as diversas partes interessadas em presença – de um lado os terrestres de Albufeira e do outro lado um sector proeminente dos representantes alienígenas da Aliança. As relações entre as duas partes em presença ameaçaram então tomar proporções dramáticas e inaceitáveis pelo que os terrestres decidiram abandonar por sua iniciativa a Lua, rompendo definitivamente com a Aliança e os grupos influentes a ela associados.

 

Poderão as armas agora nas mãos de elementos adversários dentro da Aliança tomar o lugar das conversações já interrompidas e lançar o caos e a violência sobre a nossa região, a Terra ou mesmo o Sistema Solar? Todas as hipóteses estão em cima da mesa!

 

Quais serão as consequências imediatas para a região por esta atitude tomada – e para a Terra em geral – ainda não sabemos, mas todas as iniciativas futuras e secretas de intervenção e desenvolvimento envolvendo os extraterrestres na região do Algarve ficaram para já suspensas, com tudo o que de negativo tal pode implicar, agora que a crise económica se agudiza sem esperanças de solução. E ficará o conflito por aí?

 

          

Imagem de instalações secretas subterrâneas construídas nos concelhos de Albufeira e de Silves – a empresa de transporte espacial de passageiros VIRGIN ATLANTIC poderá já ter colaborado anteriormente e em segredo com a Aliança

 

Entretanto forças subterrâneas locais com forte poder económico, politico e religioso, preocupadas com o que está atualmente a acontecer, esperam reunir-se secretamente nos próximos dias em Albufeira.

 

(imagens – Google.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 13:10

Novembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9


18
22
23

24
25
26
27
28
29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO