Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

28
Out 12

A Vida não existe apenas com objetos disponíveis e sem sujeitos para os manipularem

 

ALIENS somos nós, vivendo num sistema que só valoriza o objeto, a sua comercialização e tudo o que tem a ver com esta absurda e impraticável transformação – de espaço em mercado. O sujeito já não existe, apesar de ter nome e registo de matrícula.

Olha, afinal também é um objeto, criado, utilizado e depois deitado fora.

Safa!

Mas não poderei eu ser antes reciclado, em vez de exterminado?

 

Imigrante ALIEN em desespero

                                                                     

Lembram-se do filme ALIENS?

Pois o seu protagonista original foi encontrado há poucos dias a trabalhar numa pedreira situada no concelho algarvio de Loulé, completamente abandonado à sua sorte e instalado num contentor sem as mínimas condições de higiene. Rumores com alguma credibilidade vindos de residentes na região central do Algarve e com epicentro nas proximidades de Boliqueime afirmam que este imigrante ALIEN terá vindo ao engano até à nossa região, com falsas promessas de altos salários e condições profissionais do outro mundo, acabando agredido e roubado por redes mafiosas de leste e finalmente escravizado na construção civil – após uma brutal bebedeira e uma grande cena de pancadaria – por agências portuguesas legais de exploração de mão-de-obra livre-escrava. Na passagem pela sua bomba de gasolina instalada nas proximidades da localidade, Animal Cavalo ofereceu-se para intermediar o conflito existente entre os mafiosos de leste – tendo logo escutado atentamente os conselhos escritos por PUTIN, através da sua página de FACEBOOK – e estes novos esclavagistas portugueses – tendo logo escutado atentamente os conselhos escritos por EDUARDO, através dos jornais portugueses recentemente adquiridos por “testas de ferro” (“a cabeças de cortiça”). E como é típico nestes casos em Portugal, esquecida estrategicamente na discussão deste incidente a sua vítima principal – o imigrante ALIEN – este ainda teve apesar de tudo, forças para vir até à cidade de Albufeira e solicitar a ajuda solidária do cidadão e benfeitor Diospiro Silva. Este afirmou no entanto e sem olhar de frente o “pedinte” estar de saída antes que fosse tarde de mais e quanto a emprego agora nem na câmara, nada feito, só se fosse mesmo no turismo. Devia estar a gozar, só se fosse mesmo para ele! E não é que tinha acertado?

 

(imagem – Google)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 13:23

Outubro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9

17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO