Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

25
Mai 20

Ao 72º dia da Pandemia Covid-19 (iniciada a 14 de março) e sempre próximos da linha ideal (=1) ─ momento em que tendendo o número de óbitos diários para zero, se manteve de um dia para o seguinte, esse mesmo número. Apontando ainda o dia em que o vírus terá atingido a sua atividade máxima de contaminação (1,64) ─ 23 de março ─ atingido o seu Pico Máximo (1,18)  ─ 3 de abril ─ e o nível atual (1,01) ─ 24 de maio.

 

cv1.jpg

SARS-CoV-2 e COVID-19

Variação de 14.03.2020 a 24.05.2020

 

Mantendo-se o Norte com maior nº de VM (738/56%), seguido de Lisboa e Vale do Tejo (316/24%), o Centro (231/18%), o Algarve (15/1%) e os Açores (15/1%) e finalmente a Madeira (Vítimas Mortais/VM = 0/0%). E com 87% das VM  a integrarem o grupo etário de 70 anos ou mais. E depois da correção anunciada (no dia anterior pela DGS) com o nº de recuperados (17.549 em 30.263) a cifrar-se já nos 58%.

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 01:33

23
Mai 20

Pelas 12.05 TMG deste sábado (23.05), a indicação dos 10 países (Top 10 Mundial) registando mais vítimas mortais (VM), de um total global de 340.500: 6 Europeus, 3 Americanos e 1 Asiático e com o único integrando o Hemisfério Sul, a ser o Brasil. E com o “Grupo TRUMP” (EUA+BRA+GB) a ser responsável por 46% das VM globais, por sinal e no presente os casos mais preocupantes.

 

CV1.jpg

 

Em Portugal atingindo-se hoje as 1.302 VM (+13) ─ 24º lugar na tabela de VM e registando-se 80 casos graves/críticos (em UCI). Com 7.705 recuperados (25,3%) e uma taxa de mortalidade de 4,3%.

 

CV2.jpg

 

Em termos de comparação e para cada Continente com a GB a liderar (em VM) na Europa, os EUA na América (e no Hemisfério Norte), o Irão na Ásia, o Egito em África e a Austrália na Oceânia. O Brasil liderando (em VM) no Hemisfério Sul. E com a taxa de mortalidade global nos 6,4% e a taxa de recuperação global nos 40,8%.

 

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 15:15

22
Mai 20

[Podendo-se dispensar o Cérebro, mas nunca se esquecendo do guião ─ nem mesmo dos EPI’S.]

 

Terminado o período de confinamento e ao contrário do que afirmam aqueles que nos “controlam a cabeça”, voltando-se lenta mas progressivamente ao “nosso estado normal do lobotomizado”, enquanto esperamos pela tão prometida chegada da “Segunda Vaga” projetada para uma 2ª temporada da “Pandemia Covid-19”, mais um passatempo tendo como protagonista o ícone viral e chinês SARS-CoV-2, até como normalizador e como tal fazendo o nosso enquadramento ─ arrumando-nos, metendo-nos na respetiva gaveta ─ inserindo-nos desde já no lugar para nós predestinado para este período de desconfinamento:

 

5ec68bff85f54006321a3a25.jpg

As Tribos do SARS-CoV-2

 

Publicado por um colunista da RT (Simon Rite) e desenvolvido pelo mesmo canal de televisão estatal russa  (Russia Today) numa publicação na rede social Instagram.

 

E entre os cinco grupos propostos para fazermos o nosso correto enquadramento como participantes reais e efetivos desta série com alguns traços aparentemente Catastróficos & Apocalíticos, libertos finalmente de casa e podendo já dirigirmo-nos para um qualquer tipo de confessionário disponível, tendo para nos integrarmos e posteriormente sobrevivermos de escolher o mais cedo e o melhor possível ─ até para sabermos, se positivos ou negativos, se imunizados ou não ─ a nossa opção:

 

Opção

Identificação

THE REMAIN-AT-HOMERS

 

(aqueles que gostam de estar confinados/isolados)

THE ANTI-LOCKDOWNERS

 

(aqueles que não gostam de estar confinados/presos)

THE HYPOCRITES

 

(os hipócritas, confinados  ou não,

conforme a ocasião)

THE SNITCHES

 

(os mirones,  ansiando por sair e não o fazendo, denunciando logo os outros)

THE CONSPIRACISTS

 

(os adeptos da conspiração, n/ tendo provas de nada, sabendo tudo sobre o assunto)

 

E tal como o afirma Simon Rite constatando a divisão da nossa sociedade em tribos bem diferentes ─ aqui dando o exemplo de cinco ─ com tal facto sendo surpreendente, ou então talvez não: “Times of crisis bring people together under a common cause – says the propaganda of the blind optimist. What we’ve actually seen during the coronavirus pandemic is society divide into different tribes; here are five of them.” (Simon Rite)

 

(imagem: Simon Rite/rt.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 22:02

21
Mai 20

No caso de Portugal registando-se um total de 29.912 infetados (100%), 1.277 vítimas mortais (4,3%) e 93 em estado grave/crítico (UCI) ─ para além de 6.452 recuperados (21,6%).

 

X.jpg

 

Ultrapassados os 5.100.000 de infetados (100%), com mais de 330.000 vítimas mortais (6,5%) registadas e ainda mais de 2.000.000 de recuperados (39,9%), com vários países/continentes a serem ainda grandes fontes de preocupação (num percurso iniciado em janeiro, perto do fim do 5º mês de pandemia): entre outros e pelos últimos crescimentos registados, os  EUA (> 95.000 VM), o Brasil (>19.000 VM), a Grã-Bretanha (>36.000 VM), a Índia (>3.500 VM), o Perú (>3.000 VM), o Canadá (>6.000 VM), o México (>6.000 VM), o Equador (>2.800 VM), a Suécia (>3.800 VM), para além do continente Africano (uma incógnita total, dada a falta de testes, de confirmações, de assistência na saúde minimamente eficaz). E se na generalidade dos países o número de VM é o principal indicativo (com os seus líderes espirituais a estarem no continente Americano, um a norte, o outro a sul), no caso da Suécia inicialmente considerada como um exemplo, ao número crescente de VM devendo-se adicionar uma espécie de estratégia mista (fracassada/mortal) modelo TRUMP/BORIS/BOLSONARO.

 

Com o maior número de vítimas mortais registadas nas últimas 24 horas a verificarem-se no quarteto formado pelos EUA, pelo Brasil, pela Grã-Bretanha (domicílio dos 3 TRUMP’S) e ainda pelo México (o vizinho norte-americano, a dos “Aliens from the South”).

 

E ainda sendo conveniente observar o que se vai passando na China e na Coreia do Sul (os dois primeiros países, a serem atacados pelo vírus), até para se verificar se com o desconfinamento (aí já em curso) o vírus “regressa de novo”, possibilitando e reforçando a tese (uma das duas alternativas possíveis) de uma 2ª vaga.

 

[VM: Vítimas Mortais (pelas 17:00 TMG de 21.05.2020).]

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 19:22

19
Mai 20

Is day care safe during the coronavirus pandemic?

(Cassidy Alexander/Daytona Beach News-Journal)

 

“We don’t know.

There is no scientific answer to that question

until we have more time under our belts.”

(Dr. Danette Glassy/usatoday.com)

 

EP-200519168.jpg

Regresso dos adultos ao trabalho e das crianças às creches

(face às muitas dúvidas sobre o comportamento do vírus,

colocando aos pais um problema dos riscos para a saúde de todos)

 

Talvez pelo distanciamento (deliberado) dos média dos temas que mais nos interessam (ao público em geral), tornando-nos cada vez mais permeáveis a intrusões ─ a manipulações (por mutações induzidas no sistema)  ─ e como consequência a progressivas e debilitantes contaminações mentais, as notícias envolvendo este fim-de-semana simultaneamente a Terra e o Espaço, limitaram-se a temas deveras desinteressantes pouco contribuindo para o nosso conhecimento, preservação e felicidade: não nos entusiasmando a um regresso (ao agora denominado antigo ou novo normal) não vendo qual o interesse nas mesmas (notícias destinadas exclusiva e financeiramente a poucos interessados) e até questionando-nos se não em nosso prejuízo contribuindo para a continuação da destruição deste Mundo ─ depois da 1ª vaga e como que colaborando para o seu ressurgimento (do vírus SARS-CoV-2 e da doença Covid-19) por exemplo poluindo-o (psíquica e fisicamente, “cabeça, tronco e membros).

 

E olhando para os títulos publicados e procurando algo de surpreendente, caindo na US SPACE FORCE, ainda nos satélites STARLINK e finalmente como complemento (curiosamente tendo origem na mesma empresa) no regresso dos EUA e da NASA aos seus próprios foguetões (não russos, mas norte-americanos e privados) agora da SPACE X (do multimilionário Elon Musk): o mesmo rico e (como tal) potencial presidente igualmente dono da TESLA, mandando “foder” os políticos (estando a favor do confinamento) e ainda em plena pandemia (território com maior número de vítimas mortais) mandando os seus funcionários trabalhar, podendo estes assim “morrer da doença mas nunca morrer de fome”. Só possível de suceder num país como os EUA, autoproclamando-se como a maior potência global (militar) ─ cada vez o sendo menos, a nível Económico-Financeiro ─ também “sendo uma referência para o que de pior, existe no Terceiro Mundo”: com os seus cidadãos sem direitos (saúde, educação, emprego, habitação, etc.) apenas e unicamente com deveres (de mera sobrevivência) e como consequência (e prova) estando hoje (Era Covid-19) nos mais de 30 milhões de desempregados.

 

CNN announced Wednesday that teen climate activist Greta Thunberg

is in the lineup for a Thursday town hall on the coronavirus.

(with former acting Centers for Disease Control and Prevention director Richard Besser

and former Department of Health and Human Services secretary Kathleen Sebelius)

(Lindsey Ellefson/The Wrap)

 

“What place does Greta Thunberg have in this town hall?”

(Yashar Ali/The Wrap)

 

Screenshot_2020-05-19 CNN guilty of 'insanity' ove

Debate na CNN entre especialistas Covid-19

(questionando-se face aos presentes,

as qualificações da jovem ativista ecológica Greta Thunberg)

 

E ainda mal refeitos da Pandemia ainda ativa e em curso (sem se saber ainda como se combater o vírus e se o mesmo volta ou não), com  a Crise Social e Económica já bem presente e podendo a qualquer momento explodir ─ continuando os nossos governantes a encarar esta crise (de Saúde e Económica) como a de 2008/10 (apenas Económica), fintando-nos e tentando-nos convencer desta nova normalidade como se não fosse (para eles) a mesma (desejando estes manter para sua proteção e dos seus direitos adquiridos, o status quo) ─ voltando-se aos mesmos trilhos de dependência do costume, ignorando-se deliberadamente e apesar de brutais os factos e respetivas consequências (paralisando e colocando o Mundo à beira do abismo) e deixando-nos instrumentalizar e manipular de novo pelos mesmos predadores de sempre e como parasitas que são, autonomeando-se como nossos companheiros de viagem.

 

Enquanto na Bélgica os profissionais da Saúde viram as costas ao seu 1º ministro (Sophie Wilmès) por falta de empenho do mesmo na luta contra a pandemia Covid-19 (mais de 9.000 mortos) ─ por persistência nos cortes orçamentais  e salariais e na falta de pessoal, num país recordista global em mortes/milhares de habitantes (com a obrigação de uso de máscaras, entre outros, dependendo do número da casa) ─ no mesmo país com um gato e o seu dono a serem perseguidos até às ultimas consequências, mesmo com o gato cumprindo todas as regras (de saúde)  pré-estabelecidas (como vacinas), apenas por ser originário do Peru (também a braços com a pandemia e registando mais de 2.700 mortos): com agentes governamentais a quererem matar o gato (tal como um imigrante “trabalhando” num café de gatos na Bélgica), enquanto isso aplicando à dona uma multa de 5.000 euros/diário.

 

7JKF3V54KBF4ZNPBDP5LA3J2N4.jpg

Gato adotado no Peru e proposto para eutanásia na Bélgica

(apesar de vacinado, com saúde e “trabalhando” num café,

mas sendo de nacionalidade peruana)

 

E colocados entre a espada (norte-americana) e a parede (russos, chineses, mouros, orientais) escolhendo-se por supostamente dinâmica, a espada ─ quando infelizmente o centro do Mundo já não está em Washington (muito menos nas suas filiais europeias) mas do lado do Eixo do Mal (queira-se ou não com o centro em Pequim), ou não tivesse o Ocidente como facilitador dos mais poderosos e para a grande maioria (dos 7,6 biliões) sendo ineficazes/improdutivos (não para esses, extremamente lucrativos) delegado tudo no “Outro Lado do Mundo”.

 

(imagens: timesonline.com ─  msn.com ─ peru21.pe)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 21:37

17
Mai 20

[Reflexo externo da sua luta interna.]

 

Externamente

 

Space Force, the sixth branch of the US Armed Forces, was created in December, and will extend the US military footprint further into space to “protect American interests” and “deter aggression,” according to the Pentagon. (RT)

 

5ebfd2b385f540373f3cb278.jpg

Com os russos a “renderem-se”

face à autoproclamada supremacia norte-americana

 

Donald Trump:

(Presidente dos EUA)

 

"We have no choice.

We have to do it, with the adversaries we have out there…

I call it the super-duper missile,

and I heard the other night [it’s] 17 times faster

than what they have right now.”

 

You’ve heard Russia has [one] five times,

China is working on [one] five or six times,

and we have one 17 times faster.

 

Dmitry Rogozin:

(Chefe da Agência Espacial Russa ROSCOSMOS)

 

Well, we can do nothing

against the super-duper missile.

 

We surrender!

 

An actual speed of Avangard, Russia’s state-of-the-art hypersonic projectile, is probably beyond the general public’s imagination as it can travel at more than 30,000km/h, Russia’s Deputy Prime Minister revealed. (RT)

 

Internamente

 

Protest-against-lockdown-in-usa-Photo-Source-AFP.j

Manifestantes civis armados na Pensilvânia

protestando contra o confinamento

 

[Colocados entre “a espada e a parede” por coercivamente divididos (manipulados pelas autoridades e pelos média) entre os que apoiam “a continuação do confinamento e o fim imediato do mesmo” ─ uns identificando-se com os Democratas tentando não morrer da doença (privilegiando a Vida), os outros identificando-se com os Republicanos tentando não morrer de fome (privilegiando a Economia), sendo no entanto ambos (e infelizmente) as faces da mesma moeda ─  para além dos problemas internos refletidos nos mais de 30 milhões de novos desempregados (num estado praticamente sem deveres e não dando nenhum tipo de apoio), eis que a Administração norte-americana (Republicana, como poderia ser Democrata) prosseguindo na sua opção política externa de confrontação contínua em vez da alternativa pelo diálogo, depois da Cruzada do Exército Islâmico apoiado pela CIA e tentando subjugar o Ocidente, reforça a sua Cruzada contra os exércitos de infiéis (mas) aqui  localizados a Oriente: combatendo o Eixo do Mal com sede em Pequim e Moscovo, coadjuvados pelos seus súbditos de Pyongyang, Teerão e Caracas: refletindo a nível externo o que se passa internamente ─ com algumas autoridades estaduais impondo o confinamento e não aceitando essa opção, com grupos civis armados desafiando as ordens superiores a oporem-se ao mesmo.]

 

(imagens: Sputnik/Sergey Mamontov/REUTERS/Kevin Lamarque/rt.com ─ AFP/twitter.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 16:48

16
Mai 20

[Clint Witchalls/The Conversation/14.05.2020]

 

The current pandemic, COVID-19, is a contracted form of Coronavirus disease 2019. The term for this genus of viruses was coined in 1968 and referred to their appearance under the microscope, which reveals a distinctive halo or crown (Latin corona). Virus comes from a Latin word meaning “poison”, first used in English to describe a snake’s venom.

 

file-20200513-156641-kwer8g.jpg

 

SELF-ISOLATION, the measure of protection which involves deliberately cutting oneself off from others, is first recorded in the 1830s – isolate goes back to the Latin insulatus “insulated”, from insula “island”. An extended mode of isolation, known as quarantine, is from the Italian quarantina referring to “40 days”. The specific period derives from its original use to refer to the period of fasting in the wilderness undertaken by Jesus in the Christian gospels.

 

LOCKDOWN, the most extreme form of social containment, in which citizens must remain in their homes at all times, comes from its use in prisons to describe a period of extended confinement following a disturbance.

 

Many governments have recently announced a gradual easing of restrictions and a call for citizens to “stay alert”. While some have expressed confusion over this message, for etymologists the required response is perfectly clear: we should all take to the nearest tall building, since alert is from the Italian all’erta “to the watchtower”.

 

[theconversation.com/stay-alert-infodemic-black-death-the-fascinating-origins-of-pandemic-terms-138543]

 

(imagem: Shutterstock/theconversation.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 17:40

Portugal: Em 28.810 infetados com 1.203 vítimas mortais/VM (mortalidade = 4,2%) e ainda 115 em cuidados intensivos (UCI). Com um aumento de VM (+7) de sexta-feira para sábado (de 14 para 16 de maio), sendo o 22º país do Mundo no nº de VM.

 

CV1.jpg

 

Brasil: 6º país do Mundo em VM, 1º da América do Sul assim como 1º do Hemisfério Sul. Ao contrário da maioria dos países com cada infetado a contaminar outro (R = 1), no Brasil com cada infetado a contaminar duas pessoas (R = 2) ─ podendo na evolução da pandemia no seu território atingir números de VM próximos do quarteto FRA/ESP/ITÁ/GB.

 

brazil-coronavirus-jair-bolsonaro.jpg

Cemitério de Nossa Senhora da Aparecida em Manaus, Brasil

(nova secção, 11 de maio de 2020)

 

 

País

P

(milhões)

I

I

(%)

VM

 

VM

(%)

UCI

R

R

(%)

M/1M

Portugal

10,2

28.810

0,28

1.203

4,2

115

3.822

13,3

118

Brasil

212,4

220.291

0,10

14.962

6,8

8.318

84.970

38,6

70

 

5568.jpg

Último ministro da Saúde do Brasil, Nelson Teich

(sendo-o menos de um mês, de 17 de abril a 15 de maio)

 

Mundo: No Resto do Mundo com os EUA a liderarem o nº de vítimas mortais (88.523 em 1.484.579 infetados, taxa de mortalidade de 00%), seguidos pela Grã-Bretanha (33.998 em 236.711 infetados, taxa de mortalidade de 00%) e pela Itália (31.610 em 223.885 infetados, taxa de mortalidade de 00%). Num total Global de 4.649.079 infetados (0,06% da população mundial) e 309.047 vítimas mortais (1.771.799 recuperados), com uma taxa de mortalidade (em função dos infetados) de 6,6%.

 

[Dados recolhidos ─ DGS e WORLDOMETER ─ pelas 12:30 TMG num mundo a caminho dos 7.800.000.000 de habitantes.]

 

(imagens: Felipe Dana/AP/time.com ─ Evaristo Sa/AFP/Getty Images/theguardian.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 17:17

14
Mai 20

Portugal (Universo: 10.200.461 habitantes): 28.319 infetados (a amostra, sendo 0,28% do Universo), 1.184 vítimas mortais (taxa de mortalidade da amostra, 4,2%), 23.937 casos ativos ─ dos quais 108 em estado grave/crítico ─ e 3.198 recuperados (taxa de recuperação da amostra de 11,3%).

 

CV1.jpg

 

Registando-se (de um total de 1.184) 674 vítimas mortais (VM) a Norte (56,9%), 221 VM no Centro (18,6%), 259 VM em Lisboa e Vale do Tejo (21,9%), 1 VM no Alentejo (0,1%), 14 VM no Algarve (1,2%), 0 VM na Madeira (0%) e 15 VM nos Açores (1,3%). E ainda das 1.184 VM com quase 87% tendo 70 anos de idade ou mais.

 

(dados: worldometer.com e dgs.pt)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 17:56

13
Mai 20

Portugal: 28.132 infetados (+219), 1.175 vítimas mortais (+12), 103 em estado grave/crítico e 3.182 recuperados (11,3%). Taxa de mortalidade (provisória) de 4,2%.

 

CV1.jpg

 

Brasil: Comparando com Portugal (dados pelas 14:15 TMG),

 

País

I

+ I

VM

+ VM

G/C

R

% R

M (%)

Brasil

178.214

+612

12.461

+57

8.318

72.597

40,7

7,0

Portugal

28.132

+219

1.175

+12

103

3.182

11,3

4,2

(I: Infetados VM: Vítimas Mortais G/C: Graves/Críticos

R: Recuperados M: Taxa de Mortalidade)

 

Mantendo-se o Brasil como o país da América do Sul com mais vítimas mortais, 2º no continente Americano (depois dos EUA) e 6º a nível Mundial (depois dos EUA, da Grã-Bretanha, da Itália, da Espanha e da França).

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 15:45

Maio 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

15

18

24
26
27
28
29
30

31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO