Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

02
Out 19

“Com os russos despachando abruptamente

as suas reservas em “dólares e libras”

e optando por “yuan, euros e OURO.”

 

800px-CBRF.png

 

Olhando para o gráfico (The Central Bank of the Russian Federation/rt.com) associado a um documento recentemente publicado pelo Banco Central da Confederação Russa (CBR)

 

− E referindo-se ao período (de 1 ano) indo de 31.03.2018 a 31.03.2019

 

Sendo fácil de constatar o caminho já iniciado pelas Grandes Potências Mundiais Emergentes como a RÚSSIA e como a CHINA (e já sendo seguida por outros países sobretudo regionais, como será o caso da ÍNDIA), tentando libertar-se da Guilhotina do Dólar (sustentada pelas suas extraordinárias Impressoras e pelo poderio avassalador Militar Norte-Americano) procurando soluções alternativas e viáveis para se poderem movimentar sem coações (sansões unilaterais e desrespeitando diretivas da UN) e em liberdade no Mercado Global:

 

Substituindo progressivamente (e com o objetivo de as tornar cada vez mais irrelevantes) as suas reservas em DÓLARES − anteriormente a referência Padrão (imposta pelo Banco Mundial, pelo FMI, pelos EUA) − diversificando a aplicação e investindo noutras moedas, mas sobretudo substituindo as mesmas por metais preciosos como o é (entre outros como a Platina, a Prata e até o Cobre) o OURO.

 

5d94655020302715422fad1d.png

 

Não optando pela Opção Militar (pelo menos para já e dado o poderio norte-americano) e deparando-se com uma Guerra Económica declarada pelos EUA, naturalmente com o Grande Bloco Oriental constituído pela dupla CHINA-RÚSSIA e claramente Económica e Financeiramente em ascensão (ao contrário do que os sinais presentes indicam para o futuro do Grande Bloco Ocidental, apontando para a Queda do Império Norte-Americano, a sua base única de sustentação), desligando-se da referência Dólar (na realidade não passasse na troca de papel) e optando por uma correspondência real, material (como será o caso dos metais preciosos e de muitas outras matérias-primas) – e não apenas as derivadas da madeira, cada vez mais parecendo (até pela adoração) santinhos não de madeira, mas de papel”.

 

E ainda não optando pela para muitos ainda enigmática BITCOIN (o que não quer dizer que já não existam aplicações nesta moeda tanto no Ocidente como no Oriente e pelo contrário, só não o sendo oficialmente) com a Confederação Russa no que toca às suas RESERVAS a trocar o DÓLAR e a LIBRA (de quase 52% descendo para pouco mais de 30%), pelo YUAN, o EURO (com a Europa chegando-se cada vez mais à China) e o OURO (de cerca de 44% subindo para quase 63%).

 

E no meio disto tudo (e apesar de todos os Alarmes e de tantos Sinais) o que fazem os EUA (para além de se denegrirem interna e externamente)?

 

(imagens: wikipedia.org – CBR/RT/rt.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 21:38

22
Jul 19

[Mamíferos e Irracionais – pelos vistos – como nós.]

 

hqdefault.jpg

“After Brexit, Tory leaders are hoping to strike a bilateral trade agreement with the USA that will begin the dismantling of the NHS, starting with a ban on price-controls for pharma and open doors for America's wasteful, cruel, useless health-care insurance mega-corporations.” (boingboing.net)

[Com Boris Johnson pronto a aceitar o Matadouro em que se transformou o não existente Sistema de Saúde Norte-Americano (agora de Donald Trump), substituindo o superior Sistema da Saúde do Reino Unido (o seu próprio país) − algo já tentado em Portugal na Saúde pelo nosso Guru da Contabilidade e das Agências Funerárias, de momento à frente do seu próximo intervencionado a CGD (preparando-a para a fase seguinte a do Coveiro)]

 

Dos cerca de 20 candidatos Democratas às Presidenciais − não aparecendo outros por exemplo um Milionário como DONALD TRUMP (e “refletindo-se no mesmo Espelho”) mas Democrata – com a disputa pela nomeação a resumir-se a uma luta entre 2 homens e 2 mulheres: com o herdeiro legítimo dos CLINTON a ser o favorito indicado (depois de “filtrado”) pelos Média: JOE BIDEN. E, no entanto (e incompreensivelmente ou não tanto) perdendo para DONALD TRUMP, cada dia que passa (e que se aproximam as eleições para PRESIDENTE).

 

Se o dinheiro angariado até agora por cada um dos quase vinte candidatos à nomeação Democrata para as Presidenciais de 2020, fosse um indicativo do

 

Candidato Democrata Mais Presidenciável

 

Candidato

Dólares Angariados (milhões)

Sondagem (%)

Última Economist/YouGov

Sondagem (%)

Média

RCP

PETE

BUTTIGIEG

24,9

6

4,8

JOE

BIDEN

22,0

25

28,4

ELIZABETH WARREN

19,2

16

14,6

BERNIE

SANDERS

18,0

12

15,0

KAMALA

HARRIS

11,8

11

12,6

CORY

BOOKER

4,5

3

1,8

Com DÓLARES, mas sem apoios QUALIFICADOS

(os Donos das Impressoras e os Donos das Armas)

nos EUA e politicamente não se indo a lado nenhum

(a tal história dos lobbies levando efetivamente – não sendo já uma realidade − à criação de um partido único, REP/DEM)

 

Sendo capaz de derrotar o atual presidente e Republicano, DONALD TRUMP (candidatando-se a um segundo mandato)

 

– Com a Guerra Civil instalada no interior do partido Democrata (“entre a fação CLINTON e a Outra”), levando à confrangedora falta de uma (sua/própria) estratégia política (relevante para a vida e quotidiano dos norte-americanos), à sua decadência progressiva como instituição de referência (ideológica e de intervenção) e até ao fortalecimento não desejado do tantas vezes solicitado como devendo (obrigatória e imediatamente) ser sujeito a Impedimento, o Presidente-Milionário dispensador de Intermediários (a Elite política de Washington) DONALD TRUMP (apenas se aproveitando dos despojos Democratas)

 

Então o

 

Candidato Eleito para Representar o Partido Democrata nas Presidenciais de 2020

 

snapshot.jpg

Brexit: The Hidden Danger of Chlorinated Chicken

“Why does the US have far higher rates of foodborne disease than the UK? Is chlorinated chicken safe? And will it be legalised in the UK as part of a US trade deal?” (boingboing.net)

[E depois das galinhas carregadas de antibióticos e provenientes da Índia, chegando a vez das galinhas cloradas norte-americanas (agora sendo comercializadas por Donald Trump), não respeitando as leis sanitárias de comercialização de animais na Europa e no entanto sendo Bem-Vindas (as Galinhas) por Boris Johnson entrando sem problemas para o menu da Ilha]

 

Seria (o desconhecido)

PETE BUTTIGIEG:

com quase 25 Milhões de Dólares angariados.

 

Seguindo-se (com mais de 10 milhões de dólares) JOE BIDEN (quase 22 milhões de dólares), ELIZABETH WARREN (pouco mais de 19 milhões de dólares), BERNIE SANDERS (18 milhões de dólares) e KAMALA HARRIS (a caminho dos 12 milhões de dólares).

 

E com outros nove candidatos (com Cory Booker à frente com os seus 4,5 milhões de dólares) a angariarem entre 2 e 4,5 milhões de dólares. Num total de 14 (de 20) angariando mais de 2 milhões (de dólares).

 

Como se pode ver pelo quadro dos (aqui 6) candidatos Democratas à nomeação Presidencial, com os fundos angariados a não coincidirem com as sondagens até aqui efetuadas sobre as intenções de votos dos eleitores DEM, com o peso de Pete Buttigieg (apoio financeiro) a não corresponder em nada (para tanto dinheiro) às expetativas da percentagem de votos, as de um candidato desde já derrotado.

 

Abrindo-se as portas e para já para 4 candidatos (entretanto podendo surgir um outro candidato, talvez mesmo providencial, estabelecendo uma outra ligação, entre as fações DEM atualmente tão fraturadas) certamente de entre eles saindo o adversário de Donald Trump: BIDEN (o “Filho Pródigo da Dinastia Clinton/Obama”), WARREN, SANDERS ou HARRIS, todos “Filhos do Mesmo Barco”.

 

snapshot 1.jpg

Made in the USA

For the moment only to UK

Em qualquer dos casos com os cidadãos do Reino Unido a não poderem dizer-se surpreendidos (quando concretizado o BREXIT) – por exemplo com o que se avizinha na Saúde a nível de Cuidados e Alimentar  − com a troca bilateral e preferencial proposta pelos USA ao UK:  caso estes se transformem (na prática e deixando a UE) no 51º Estado/Território Norte-Americano (tipo Porto Rico ou Havaí)

 

E dividido entre TRUMPISTAS ou ANTITRUMPISTAS, o Mundo que se cuide.

 

(imagens: Pindex/youtube.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 16:10

24
Abr 19

“In 2018, we consumed more oil than any prior year in history

– about 99.3 million barrels per day on a global basis.

This number is projected to rise again in 2019 to 100.8 million barrels per day.”

(Tyler Durden/zerohedge.com)

 

Um mapa das “Reservas do Mundo Petrolífero” atravessando os 5 continentes, onde é por demais evidente (para além da Oceânia) a “secura” da Europa Ocidental − com a exceção de duas ilhas mais a noroeste, o Reino Unido (2,6 BBP) e a Noruega (6,6 BBP) – se posta em contraste com o continente africano, o americano e o asiático: respetivamente mais de 130, de 540 e de 930 BPP. E sem dúvida com esta última − a Ásia − a poder ser nomeado a Rainha do Petróleo. (BPP: Biliões de Barris de Petróleo)

 

worlds-biggest-crude-oil-reserves-by-country-1.jpg

Mapa das Reservas de Petróleo no Mundo

Dando de caras com os Campeões do Futuro

De um lado com a Venezuela

E do outro com a Arábia Saudita

 

Olhando para as três grandes potências mundiais que atualmente disputam entre si a supremacia e liderança tanto Militar como Económico-Financeira Global – tendo de um lado os EUA (no presente ainda a sede do Império Americano) e do outro a Rússia e a China (para já independentes, lutando lado a lado, conjugando interesses vitais e apresentando-se a curto-prazo, como alternativa ao Dólar talvez como o Império do Sol) a Rússia com 80, os EUA com 36,5 e a China com 25,6 BPP – e tomando em consideração as necessidades crescentes de cada um desses países na obtenção de matéria-prima para produção de Energia (algo de fundamental para o desenvolvimento destas Sociedades científico-tecnologicamente avançadas), concluindo-se da necessidade estratégica destas três grandes potências em aumentar as suas reservas energéticas, ou produzindo (mais) ou “adquirindo”.

 

2019-04-20_15-36-35.jpg

Tabela das Potenciais Reservas de Petróleo

Lideradas por territórios tão cobiçados

(como o demonstram bem os norte-americanos)

Como os da Venezuela e do Irão

 

Não se podendo ignorar e como única potência reinando na Terra desde o colapso final da URSS − escancarando todas as portas (e restantes aberturas) das principais fontes energéticas e territórios correspondentes, ao avanço, conquista e sua exploração por parte da única grande potência sobrevivente os EUA (mesmo que destruindo sociedades/civilizações como o Iraque e a Líbia) – a política avassaladora dos EUA especialmente em relação ao Petróleo, não só dominando no presente e a nível de comercialização todo o planeta (com a força do dólar, subindo e descendo o preço do crude à sua vontade, mesmo não sendo um grande produtor) como querendo controlar as que ainda lhes faltam (com grandes reservas): o Irão (a 4ª reserva) e claro está a Venezuela (de longe e só com os sauditas próximos a 1ª reserva em todo o planeta). E então o que ficaria para a Rússia e para a China − para já não falarmos dos outros como a emergente (futura grande potência) Índia: afinal norte-americanos sendo uns 330.000.000 e russos/chineses/indianos uns 2.600.000.000 – numa proporção de 1 para 8.

 

2019-04-20_15-36-58.jpg

Tabela dos Custos de Produção de Petróleo

Contrastando o alto custo de produção

Num total também elevado (UK, Canadá)

Com os mínimos de países do Médio-Oriente (Iraque/Irão/Arábia Saudita)

 

Dedicando-nos mais às tabelas onde os EUA surgem apenas como possuindo as 11ª maiores reservas de Petróleo do Mundo (Rússia 8ª e China 13ª), com o mesmo equilibrando e superando a escassez do mesmo controlando todos os outros mercados, com poucas outras redes (produzindo/comercializando petróleo) lhes escapando “se não pagando ou se afiliando”: salvo e como é óbvio (olhando apenas para o Top 10 das reservas) a Rússia e agora os grandes inimigos o Irão (4ª maior reserva de petróleo e pronta para o ataque) e a Venezuela (a Maior, a 1ª, logo ali abaixo e preparada para a invasão). E na 1ª Divisão Petrolífera integrando 10 equipas, de momento com 7 a 3 (Venezuela/Irão/Rússia), mas com os desejos (do árbitro norte-americano) no 9 a 1 (de um lado só ficando/isolada a Rússia).

 

Entre os Maiores Exportadores de Petróleo Mundiais (de 2018) com os únicos países a ultrapassarem os 100 biliões de dólares a serem a (1º) Arábia Saudita (182,5 biliões e quase 16% do mercado) e a (2º) Rússia (129,0) com o (3º) Iraque (91,1) a completar o pódio; surgindo logo os (7º) EUA (47,2) seguido pelo (8º) Irão (45,7). Com o maior exportador europeu a ser a (12º) Noruega (33,3 biliões) e com a (15º) Venezuela a cair na crise e nos biliões (26,4). E no meio de tudo isto com Portugal a assistir (e a pagar como sempre), quando devendo descer o petróleo (o seu preço) e por causa dos norte-americanos (virados para a Venezuela e Irão), sucede precisamente o oposto e o mesmo continua a subir: “se nada nem ninguém o parar, talvez até ao Mundo terminar.”

 

Já quanto à tabela dos Custos de Produção de Petróleo, salientando-se o elevado custo de produção face aos gastos totais (já por si elevados para a produção obtida) por parte de países como o Reino Unido (39%) e o Canadá (43%) e do lado oposto com os países do Médio-Oriente −  como o Irão, o Iraque e a Arábia Saudita − a serem os mais poupados.

 

(dados/imagens: Tyler Durden/Mapping The Countries With The Most Oil Reserves/04/22/2019/zerohedge.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 23:03

20
Jan 14

“Foi este mês legalizada no estado do Colorado – e espera-se que outros estados norte-americanos o sigam rapidamente – a comercialização e consumo de marijuana”.

 

Foi descoberto haxixe a flutuar sobre o rio Guadiana. A GNR afirma ter recuperado mais de 1.500Kg da referida droga, ao mesmo tempo que era recuperada uma lancha rápida provavelmente utilizada no transporte. A polícia espanhola acompanhou de perto o desenrolar dos acontecimentos, pelo que o mais provável é que o carregamento fosse proveniente de Marrocos, com destino à Europa via costa sul da Península Ibérica.

 

Guadiana

 

Não sei quanto é que a esta mercadoria aqui considerada de comércio ilegal valerá, mas de certo que noutros mercados “não valerá pouco”! Por outro lado Portugal atravessa uma grande crise económica, com os orçamentos familiares a tocarem no fundo e as finanças do Estado com um enorme saldo negativo – se não fosse o dinheiro dos outros não teríamos como pagar. Desse modo proponho a não destruição deste produto e a sua venda imediata para pontos do globo onde a sua comercialização seja autorizada e o seu consumo legal: como por exemplo o estado do Colorado. Até que pagavam em dólares.

 

(imagem – Web)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 01:36

01
Abr 12

A Nova Revolução Cultural Chinesa – e as suas vítimas

 

A China, complementada nos seus objetivos meramente mercantis e esclavagistas, pelos restantes mercados asiáticos e armada de dólares pelos seus mercenários e polícias do mundo, comanda-o já por antecipação comercial – através da troca de produtos não prioritários mas vendáveis por insignificância de preço – enquanto a Europa, decompondo-se em bordéis de futilidades, prazeres imundos e fascismo ideológico, observa o surgimento dos novos mercados emergentes e sonha com as novas colonizações, agora como patrocinadores dos antigos colonizados. Como se estes estados dinâmicos precisassem da velha e estática economia europeia, baseada apenas na exploração de rendimentos e em jogos de casino.

 

O Paraíso dos Mercados Escravos

 

Com a colaboração preciosa e ativa dos EUA e de Wall Street, a Europa continua o seu caminho de aniquilação económica total, face às grandes forças económicas mundiais, que fazendo inveja aos acólitos de Bin Laden, espalham a nova linguagem do terrorismo económico por todo o mundo, apoiando se moral e eticamente em instituições já sem qualquer tipo de credibilidade económica e social, isto porque nunca se preocuparam em resolver nenhum problema surgido até hoje, protegendo apenas e somente, uma elite minimamente contributiva de casino e atirando para a frente dos outros (as suas necessárias vítimas, culpadas pelo crime de existirem e pensarem), a responsabilidade pela resolução dos problemas que as pessoas neles ingenuamente confiaram que iriam resolver, até como credores dessas instituições financeiras – como o nosso gestor humanista de conta, que em vez de nos ajudar aconselhando-nos face aos produtos que invadem o mercado, apenas pensam em vendê-lo e obter a sua comissão!

 

 

As Crises são Fundamentais para os Mercados

 

Em Portugal as nossas hipóteses atuais de nos safarmos desta situação são quase que nulas, face à podridão intelectual e de valores que a nossa elite transmite e que impõe ao resto da comunidade com ameaças constantes de despedimentos e de criminalização dos seus atos, de simples e reativo protesto, face ao lançamento de constantes medidas prepotentes, coercivas e apenas com um objetivo – manter os fluxos vitais de dinheiro à sobrevivência dos bancos, com o único poder delegado de controlar as populações a qualquer preço, perpetuando as diferentes lavagens de dinheiro – legais e ilegais (qual é a diferença?), o grande negócio deste século.

 

A Inovação e a Transformação da Mão-de-Obra em Mercadoria Descartável

 

Por isso em Portugal, a minha filha ter imensa dificuldade em arranjar o seu primeiro emprego, sem um padrinho a controlar-nos! Pelo mesmo motivo em Espanha, um responsável governativo explicou que a greve geral não teve grande impacto, demonstrando o seu ponto de vista com uma queda de consumo de energia de apenas 14% até à hora do almoço: ainda pensei que 14% fosse a taxa de aderência à greve, mas nem isso – este grande especialista afirmou ainda, que tal queda no consumo se devia a nessa altura estar um belo dia de Sol, logo, mais máquinas desligadas e menos energia gasta! Génio (e por essa razão já tem emprego)!

 

A Noção Futura para o Povo de Poupança de Energia

 

Segundo os Maias, o Dia do Juízo Final está próximo. Em Portugal já todos sabemos disso – o obscurantismo cavalga violentamente o povo português, roubando-o, insultando-o, tirando-lhe todas as suas armas de defesa na saúde, na educação e até no campo da solidariedade social e chegando ao cúmulo da descarada pulhice intelectual – eles já não tem medo de nada – ao afirmar que em ultimo instância poderemos sempre pôr-nos na alheta, deixarmos de os chatear, emigrar para bem longe e se for possível desaparecer. As fotografias em baixo servem para memória futura, até para proteção dos juízes divinos, não vá o diabo tecê-las!

 

Memória Futura num País Sem Memória nem Cultura 

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 22:46

Outubro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9


21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO