Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

11
Set 19

[Made in USA]

 

Choque (frontal?) & Suspiros (de alívio?)!

 

TRUMP FIRES JOHN BOLTON

Washington (CNN):

President Donald Trump abruptly announced in a tweet Tuesday

that he has asked national security adviser John Bolton to resign.

 

boltonnnnn.jpg

Trump fires John Bolton's moustache

(boingboing.net − 10/09/2019

 

“I informed John Bolton last night that his services are no longer needed at the White House. I disagreed strongly with many of his suggestions, as did others in the Administration, and therefore. I asked John for his resignation, which was given to me this morning. I thank John very much for his service. I will be naming a new National Security Advisor next week.” (Donald J. Trump/@realDonaldTrump/twitter.com/10.09.2019 − 08:58)

 

Com Donald Trump demitindo John Bolton (um "Falcão") pelo Twitter (@realDonaldTrump/twitter.com) e com este último utilizando a mesma ferramenta (@AmbJohnBolton/twitter.com) respondendo de imediato (em 12 minutos) − demonstrando mais uma vez a popularidade do Twitter:

 

“I offered to resign last night and President Trump said, "Let's talk about it tomorrow." (John Bolton/@AmbJohnBolton/twitter.com/10.09.2019 − 09:10)

 

Nada mais havendo a fazer e sabendo quem estava a enfrentar − Donald Trump (o 45º Presidente e Milionário Norte-Americano) − com John Bolton a apresentar a sua (óbvia e pelos vistos pré-planeada) inadiável (inevitável) demissão (de Conselheiro Nacional de Segurança):

 

“I hereby resign, effective immediately, as Assistant to the President for National Security Affairs,” Bolton’s letter reads. “Thank you for having afforded me this opportunity to serve our country.” (John Bolton resignation letter to Donald Trump/The White House – Washington − 10.09.2019)

 

Uma decisão para muitos considerada inesperada senão mesmo surpreendente, por assumida por um Presidente (nomeado por 4 anos, 2017/2020) num primeiro período do seu reinado (largo de 2,5 anos) parecendo ter optado pela confrontação em vez de pelo diálogo – Rússia, China, Síria, Irão, Iémen, Venezuela, etc. − para após um sobressalto para muitos sendo impercetível (real ou imaginário, mas preparando um outro cenário, talvez ou não, idêntico e de substituição) pretender (num período curto de 1,5 anos, o que lhe resta para cumprir este mandato, caso não seja reeleito) aparentemente e não mudando de rumo, mudar de estratégia: correndo para já (para fora da Administração da Casa Branca) com um dos mais notórios “Falcões” e deixando (pelo menos temporariamente, talvez até ao início de 2021) questões (perigosas para o Mundo) como as do Irão num novo e desconhecido “banho-maria”.

 

(imagem: boingboing.net)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 17:06

25
Abr 13

Com o Rei a chamar os seus mais próximos e fiéis Vassalos para o interior e segurança do seu Castelo, o que irão fazer agora para sobreviverem, a Plebe e os restantes vassalos despromovidos, abandonados como o foram à sua sorte e sem qualquer tipo de direitos no exterior das muralhas protectoras do castelo?

 

“Em 25 de Abril de 2013 a Sua e a Nossa Miséria ainda não o convenceram”

 

Só um povo lobotomizado se poderia esquecer da miséria e empobrecimento a que os seus políticos os conduziram.

Como acho que eles ainda não atingiram com a sua plebe esse nível supremo de submissão e indiferença, será sempre muito difícil para nós esquecermos a cara dos nossos carrascos.

Ainda por cima quando este grupo vive e nos olha com desprezo do alto do seu paraíso, rodeado a uma distância segura do Purgatório e dos seus fiéis mercenários, enquanto nos olha cinicamente a ardermos no Inferno por eles criado.

E com alguém ao leme a conduzir-nos deliberadamente para o abismo, como demiti-lo se for Presidente?


O Retrato do Inferno e da total falta de Vergonha

 

Esta imagem concentra num só indivíduo tudo o que de pior surgiu após a queda do Estado Novo no – para nós parecendo já tão distante – dia da Revolução.

Um Presidente que toma pela primeira vez na história de Portugal após o 25 de Abril de 1974 partido por uma das facções políticas, ignorando com a sua posição demagógica e insultuosa todos os que nele não votaram e desprezando de uma forma ignóbil e descarada todo o eleitorado que nele votou e confiou e que o governo esquizofrénico actual enganou e esqueceu.

Com um governo irresponsável, incompetente e criminoso como este, destacando-se pelo desrespeito por tudo e por todos – incluindo o seu programa e os seus militantes – revela-se agora diante de nós e de uma forma clara e prepotente o enviado do Inferno, como um enorme rochedo protegendo os seus filhos e afilhados e ameaçando esmagar como potenciais inimigos, todos os outros à sua volta.

Provavelmente Humberto Delgado diria: “Obviamente Demito-o”!

Mas o que ele merecia – como todos os que tem comido da mesma panela – era ser demitido e julgado!

 

(imagem: Assembleia da República/Comemorações do 25 Abril/2013 – retirada da Web)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 18:24

Novembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9


18
22
23

24
25
26
27
28
29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO