Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

18
Mar 13

“Deviam ser demitidos e responsabilizados por danos causados ao país e aos seus cidadãos e deste modo não poderem continuar a esconder-se na sombra dos seus gabinetes, como eunucos políticos assumidos que são”

 

Resgate de Chipre provoca onda de choque nos juros e no risco

 

A decisão do Eurogrupo sobre Chipre está a provocar um agravamento da situação das dívidas nos países periféricos. Juros das obrigações portuguesas acima de 6%.

 

 O Presidente do Eurogrupo

 

A dívida portuguesa é uma das afectadas hoje na abertura dos mercados financeiros pelo efeito desastroso da decisão do Eurogrupo sobre o plano de resgate a Chipre incluindo pela primeira vez um imposto extraordinário sobre os depósitos. Uma onda de contágio parece estar a formar-se.

 

O presidente cipriota, Nicos Anastasiades, alega ter sido encostado à parede na reunião de sexta-feira face às pressões da Alemanha e do Fundo Monetário Internacional que pretendiam impor um imposto extraordinário de 40% sobre os depósitos (ficou em 6,75% até 100 mil euros e 9,9% acima desse valor) e do Banco Central Europeu, pela boca de Jorg Asmussen, que ameaçou lançar os bancos cipriotas na bancarrota no dia 21 de Março, quando terminasse a autorização das linhas de assistência de liquidez de emergência.

 

(notícia – Expresso)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 15:19

Junho 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13

19
20
21
22

24
25
27
28
29

30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO