Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

28
Jul 14

A correria das crianças entre os Bancos onde os seus pais trabalhavam e as cadeiras da Casa Grande onde os mesmos se deliciavam entre grandes discursos era no dia de hoje muito mais intensa e confusa, com os seus pais um pouco atordoados e sem saberem muito bem o que fazer, a correrem como mortos-vivos entre estes dois edifícios-fronteira

 

Ricardo Salgado

(antes e depois)

 

    

Antigamente a televisão era a preto-e-branco e agora é a cores:

Este pormenor meramente técnico poderá ter tido muita influência!

 

Fuck I know the guy! And if...he remembers me?

 

A família Espírito Santo ainda não compreendeu quatro décadas após o 25 de Abril de 1974 o que sucedeu por essa altura na evolução do nosso regime político: um golpe de estado levado a cabo por um grupo de militares de hierarquias intermédias e inferiores, apoiado desde o primeiro momento por todos os movimentos de contestação clandestino implantados no terreno (em maior ou menor actividade nessa década) e por essa massa enorme de gente ingénua e trabalhadora que desde sempre fora a única vítima bem visível e ao mesmo tempo o verdadeiro motor do regime.

 

Mas que acabou nas mãos daquela camada da população que sempre se serviu do estado para impor os seus direitos, liquidando-o ao mesmo tempo enquanto não cumpria os seus deveres: os antigos quadros intermédios (de poder interventivo nulo e sem grandes alicerces de ligação à empresa – com muitos lá colocados por cunhas – servindo apenas como canais de comunicação chefias/bases), na primeira oportunidade de vingança e com perspectivas de futura promoção, os primeiros a denunciar o inferior e a acusar o superior.

 

Foram estes os carrascos destes quarenta últimos anos, agora com os seus descendentes a destruírem definitivamente o pouco que restou de pé (ou mesmo de lado) de toda esta brutal delapidação de um povo, da sua memória e da sua cultura.

 

The mother fucker is no more a President: jail to the son of a bitch!

 

“Os Patrões entretanto já morreram e os Trabalhadores regredirão a Escravos”

 

(imagem – Web)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 23:31

Dezembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO