Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

11
Ago 12

Ideias Grandiosas e à Velocidade da Luz, de Mentes Que Brilham Intensamente Num Segundo, Fundindo-se de Imediato Antes desse Segundo Acabar – Ou Não Seja a Vida, Cada Vez Mais Instantânea.

 

Albufeira

 

Uma Cidade pode ser destruída através da aceitação da preponderância particular dos interesses da Construção Civil sobre os interesses gerais de toda a Comunidade, bastando para isso aceitarmos todas as imprescindíveis Ilegalidades tornadas Legais para a prossecução do grande projeto Patriótico e Estruturante, invocando para a sua concretização sempre e religiosamente, o misterioso destinatário de sempre – o denominado Interesse Público.

 

Onde está o lago, as árvores e a divertida passarada de Verão, que tanto barulho e porcaria fazia, mas alegrava multidões? Não vi ninguém até agora a queixar-se dos cheiros nauseabundos que invariavelmente se sentem, sempre nesta altura do ano e em muitas zonas da cidade.

 

    

A destruição do jardim foi um dos maiores crimes arquitetónicos praticados na parte antiga de Albufeira, não sendo de admirar o abandono progressivo por parte dos seus naturais e residentes habituais: a tristeza e a revolta estarão sempre presentes!

 

Uma das prioridades dos doutores e setores associados à Construção Civil – um dos pulmões doente das Câmaras Municipais – é a sistemática eliminação da memória e cultura preservada heroicamente durante anos e anos pelo seu povo e antepassados, considerado pelos especialistas não adaptado e ultrapassado e que simplificadamente e sem respeito pelos outros, se traduza para eles – e sem recurso possível devido a um emaranhado de leis – num entrave para o seu caminho escolhido para o progresso da terra e para a tesouraria das suas câmaras municipais e empresas/serviços associados. Basta construir uma ou outra estrutura fluorescente como uma biblioteca, uma creche ou um museu e colocar lá os seus filhos e amigos, para aqueles que pensam ser nossos pais ou tutores – e neste campo os políticos têm uma vida de especialização e equivalências – se avaliarem como grandes vultos da terra e grandes dinamizadores das ações das suas forças vivas.

 

    

A ocorrência de intervenções de forte cariz comercial, turístico e imobiliário, que são autorizadas em nosso nome pelos nossos representantes autárquicos eleitos, devem ter sempre em consideração como um dos fatores principais de aprovação de qualquer tipo de projeto deste tipo, a defesa total dos interesses superiores dos seus representados, exigindo sempre e sem exceções, o quadro económico global desse investimento e as vantagens que a generalidade da população poderá retirar dele.  

 

Os Investimentos devem ser todos baseados no cumprimento de determinados objetivos, posteriormente passíveis de avaliação económica e de impacto ambiental – porque nós também vivemos por aqui todo o ano e muitas vezes por toda a vida – de modo a que toda a gente compreenda o que está a ser feito no espaço onde vivem e se necessário, poder solicitar explicações, seja para a sua manutenção ou para a sua suspensão.

 

Poderia estar aqui a falar, de outra terra qualquer.

Infelizmente para este país, que nos obriga a emigrar!

 

(Fotos do Blogue – Passeio dos Tristes)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 13:13

Julho 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
13

15

23
24
25
26
27

28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO