Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

03
Dez 13

Se fosse minha filha (a agredida), dava-te um tiro nos cornos (ao agressor)”!

(para todos os demagogos do poder e suas caras metades)

 

Ao reflectirmos como um vidro AMPUTADO – um ESPELHO – a IMAGEM modelo e icónica dos OUTROS, estamos duma forma ALIENADA a decretar a nossa PARIDADE NÃO EXISTENTE e a CONDENAR egocentricamente À MORTE, todos os outros humanos como nós.

 

DROGAS duras


Um crime não necessita de vítima para o ser: o que é necessário é que o relatório sobre o processo e o seu tutor seja intolerante, demagógico e minoritário – sem consensos

 

Quando aceitamos prostituir-nos a tempo inteiro em nome do DINHEIRO – e da RESPONSABILIDADE de o gerir – estamos a assumirmo-nos como PROXENETAS do nosso grupo.

 

Face a Anjos como o Ministro da Saúde, preferia Judas, o Diabo ou o Papão”!

(no nosso país o manual de instruções nunca existiu – e agora até vem em chinês)

 

Como português deves ter consciência do que o teu Governo actual não tem feito – e mesmo destruído e delapidado – e conhecer a evolução do consumo de DROGAS e do vírus da SIDA no nosso país: talvez aí e mesmo ignorando o que estão a fazer aos nossos velhinhos – os teus pais e avós – reconheças a IRRESPONSABILIDADE CRIMINOSA do teu Ministro da Saúde, um católico de fim-de-semana, covarde e contabilista assumido.

 

O Chefe-Homem tem qualquer coisa de Filho da Puta”!

(e agora até criou a sua mulher-objecto por simples paridade secundária)

 

Porque será que a MULHER se assume sempre como uma das vítimas do HOMEM e no entanto escolhe sempre o homem como seu EXEMPLO e DEFENSOR, dizendo mal das outras mulheres e escolhendo sempre o lado mais FÁLICO – para DELÍRIO dos homens que as tratam como putas?

 

Dicionário do Poder

(como colecção ordenada alfabeticamente)


AGREDIDO: ser que devido à sua racionalidade se sujeita irracionalmente a ser invadido e atacado;

AGRESSOR: ser que devido à sua irracionalidade se converte racionalmente em invasor e assaltante.

 

(imagem – CM)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 17:23

13
Fev 12

O Perigo das Colheres

 

Na Grã-Bretanha uma mulher foi impedida de comprar uma colher de chá por um empregado de uma loja à qual se tinha dirigido, pois tal acto não seria permitido sem a apresentação da identificação do cliente. A razão apresentada devia-se ao risco de ela poder ser utilizada para o uso de drogas, dado os consumidores de heroína as prepararem com essas colheres.

 

Colheres e drogas

 

Abrigos de pesca

 

Em Minneapolis todos os Invernos e aproveitando a estação fria, os pescadores reúnem-se à volta dos lagos gelados e entretêm-se pescando através de buracos previamente feitos na sua superfície gelada. Usam tendas para se protegerem do vento gelado que se faz sentir e enquanto esperam, vão confraternizando entre eles e bebendo um pouco para aquecer. Em certos lagos de maiores dimensões aparecem por vezes abrigos mais elaborados, alguns deles fixos e outros temporários, demonstrando a capacidade criativa e artística destes pescadores, em questões decorativas e de utilização da cultura local.

 

A pesca e as tradições

 

(histórias tiradas de BoingBoing)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 20:00

Abril 2021
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO