Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

21
Mar 19

E já agora descubra a diferença

− Bono Vs. Bono

Se é que ela existe mesmo!

(Eu faço parte dos 99%/modelo de gama baixa ainda-por-cima descontinuado

e Este é um tipo dos 1%/modelo de gama alta recentemente reconvertido)

 

Um exemplo do caminho obrigatório a percorrer pelas nossas Elites atualmente no poder (todas afirmando lutar pela Equidade Universal), oriundo do Mundo do Homem (apagados os outros Trilhos) e da Projeção adotada (ou adaptada, como quiserem) em que esta Sociedade do Espetáculo se transformou: em que tudo gira à volta (exclusivamente) do dinheiro − e do poder (ilimitado) que ele pode proporcionar − desprezando-se a Necessidade (de muitos) e até mesmo o Acaso (que nos faz Navegar entre a Ordem e o Caos).

 

snapshot.jpg

U2

Sunday Bloody Sunday

Londres 22.03.83

(ensanduichado de um lado e adaptando-se)

 

Ambos fundamentais para todo o tipo de Transformações (que nos leva ao Movimento pela necessidade de sobrevivência/diferenciação) e uma forma de Negar (pelo menos Espiritualmente) os limites impostos por uma Viagem Previamente Interrompida (no nascimento/de onde viemos como na morte/para onde vamos):

 

Sabendo-se desde os primeiros dias (e por tantas vezes verificado na prática, se não nos virmos como algo de isolado biologicamente e verdadeiramente algo de anormal) que “Na Natureza Nada Se Cria E Nada Se Perde Tudo Se Transforma” (Lavoisier).

 

E abertos bem os olhinhos e profundamente estudadas (todas) as condicionantes (entre trilhos, caminhos, vias rápidas) − a Vida dá-nos a Experiência e a Arte de Saber (para o Bem e para o Mal na nossa perspetiva católico-romana) – facilmente ficando-se a saber quais as escolhas (Amigos) a fazer (para integrar os 1%):

 

davos_world_economic_forum_summit_0.jpg

Bill Gates & Christine Lagarde

Bono

Davos 2019

(ensanduichado do outro e readaptando-se)

 

E partindo de SUNDAY BLOODY SUNDAY (como o fez BONO esquecendo-se do Bloody) chegando-se rapidamente a DAVOS (a Terra dos Excecionais).

 

Nem que para tal tenhamos, que engolir Sapos-Vivos (como Gates e Lagarde entre muitos mais predadores).

 

Sabendo-se ainda-por-cima que o que se passa atualmente na AMÉRICA (hoje de Donald Trump, como o poderia ser/de outra forma, de Hillary Clinton) representa apenas o início de uma Luta de Morte e sem quartel entre os Milionários do Mundo e os até agora seus fiéis e subservientes (mas bem pagos) Representantes Políticos (agora tornados obsoletos/dispensáveis tanto para Ricos como para Pobres). Já agora (e aproveitando para falar dela) a omnipresente traição:

 

Pelos vistos todos nós atraiçoamos alguém

(ou algo parecido com isso, sendo uns bons e outros maus)

 

Como BONO o fez à sua banda U 2

a nível internacional

(partindo de SUNDAY BLOODY SUNDAY e chegando a DAVOS)

E tal como Miguel Sousa Tavares o fez ao seu amigo David Crockett

− a nível nacional

(esquecendo-se da sua jura feita em livro e deixando-o morrer).

 

(imagens: Stories For Boys/youtube.com e socialistvoice.ie)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 19:23

15
Nov 11

Movimento Ocupa Wall Street

 

EUA – NY – Polícias invadem zona e forçam desocupação do local de protesto

 

É curiosa a duração (meses) destas manifestações de protesto de indignados contra a situação que se vive nos EUA – e no resto do mundo – num país cujo retrato que passa para fora é o de um país resignado e asfixiado social e economicamente por privatizações selvagens, sem nenhumas regras de protecção de sectores fundamentais e estratégicos e isto tudo pelo simples facto de que tudo é negócio e pode dar dinheiro. E ainda por cima com uns lideres reconhecidos pelo seu desprezo total para com a generalidade da sua população, por aplicação simples e violenta da sua única regra de existência e sobrevivência – a do lucro, do controle do défice devido a não aplicação da protecção social e da manutenção de todo o seu arsenal militar, para o que der e vier.

 

A Europa – Nas mãos de Merkel com o minorca procurando salvar-se

 

E o que se passa na Europa com a sua população, onde as pessoas ainda aceitam sem pestanejar, a liderança daqueles que foram convidados a ir jogar à roleta nos EUA com o dinheiro das suas populações e perderam e têm agora os credores do jogo atrás deles, desculpando-se com a lógica de que o dinheiro aplicado não era deles, logo quem deve pagar somos nós. E ainda se oferecem para tratar, por conhecimento directo e preferencial da situação, os nossos recentes problemas – por isso, pelos resultados obtidos e pelos dólares que têm nos seus bancos, prefiro o chinês.

 

Portugal sem governo e sob as ordens alemãs – a recessão agrava-se a cada trimestre

 

Em Portugal as elites continuam a ser as mesmas de antes do 25 de Abril. Talvez sejam mesmo piores, por degradação dos parâmetros hereditários das novas gerações de predestinados e pela opção da quantidade em vez da qualidade. Enquanto nós aqui continuamos embalados pela cantiga de roubos patrióticos sucessivos e por mais um anúncio do fim da crise, feita por um tipo moderno, contratado através dessa ferramenta altamente tecnológica existente no Canadá e que é o Facebook, até nos EUA a preocupação com a crise que assola a Europa é motivo de alerta para eles: 22% das suas exportações são para a Europa, estando mesmo alguns estados com taxas de exportação perto dos 50%, especialmente e os mais afectados, estados como o Utah, Carolina do Sul e West Virginia.

 

O nosso Ninguém sem vergonha

 

Eles ainda produzem e nós? E será que ainda existe comunicação social no meu país ou apenas rótulos de produtos? Não haverá alguém com vergonha de ser um reles vendido e um distraído prostituto mental, que se oferece apenas, para provar que ainda existe? Ao que o mundo chegou!

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 15:53

Junho 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO