Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

30
Jan 18

[E no Entanto com a Lua Logo Acolá!]

 

Com o aproximar da próxima década (2020/29) e cumprindo-se o planeado (por Elon Musk) ‒ último prazo inserido Março de 2024 para a colocação de terrestres em Marte ‒ assistimos mais uma vez a uma missão não tripulada (de mera auscultação do terrenos) já só faltando 6 anos (para construir a nave, lá inserir humanos e levá-los até ao planeta): numa viagem de vários meses até um planeta mortal (se expondo os humanos à atmosfera marciana).

 

PIA22200.jpg

O módulo de aterragem da missão InSight

(PIA 22200)

 

Confirmando-se as previsões dos técnicos da NASA responsáveis pela missão InSight, a agência espacial norte-americana (governamental) lançará no próximo dia 5 de Maio de 2018 mais uma sonda automática em direção ao planeta Marte: com a sonda (propulsionada por um foguetão Atlas V 401) a transportar consigo um módulo de aterragem alimentado por painéis solares (fotovoltaicos) e com o seu contacto com a superfície marciana a dar-se a 26 de Novembro (mais de seis meses depois) numa região conhecida como a Planície de Elysium.

 

PIA22230.jpg

Com a InSight tendo como objetivo verificar a atividade tectónica/e sua origem em Marte

(PIA 22230)

 

Depois de missões como a Viking (1 e 2), Spirit, Phoenix e Pathfinder ‒ e como não poderia deixar de ser das ainda ativas Opportunity e Curiosity (e seus respetivos veículos motorizados ou rovers) ‒ com o objetivo da exploração e do estudo do planeta a ser agora dirigido para a análise da geologia do mesmo (sismográfica e transferências de calor) utilizando para tal um módulo de aterragem equipado de um sismógrafo e de um medidor de fluxos: e explorando o interior de Marte tirando ensinamentos e esclarecendo (imensas) dúvidas, como o da formação do mesmo e de todos os outros planetas rochosos (Planetas Interiores como Mercúrio, Vénus e Terra) fazendo parte do Sistema Solar.

 

PIA22233.jpg

Formação de um planeta rochoso tal como Marte ou outro Planeta Interior

(PIA 22233)

 

Com a missão InSight tendo como destino um dos (4) planetas interiores à Cintura de Asteroides ‒ neste caso o mais afastado do Sol o planeta Marte (nosso vizinho) ‒ após o contacto com o solo a iniciar o seu trabalho (projetado para uma duração de 2 anos) no campo da sismografia, da ciência estudando a dimensão, a forma e ainda o campo de gravidade do planeta (geodesia) e ainda das trocas de calor verificadas à superfície: e tal como os responsáveis da missão Insight (do JPL/NASA) parecem querer sugerir, depois de múltiplas análises superficiais levadas a cabo no planeta Marte (à distância ou tocando-o) chegando-se agora à fase da realização do seu primeiro Check-Up (para uma análise mais aprofundada).

 

PIA22227.jpg

Ilustração do módulo InSight operando em Marte

(PIA 22227)

 

E penetrando na estrutura interna do Planeta Vermelho ‒ investigando o modo como as suas ondas sísmicas aí se propagam ‒ talvez se conseguindo descobrir (finalmente) a origem dessas ondas, desvendando alguns aspetos do tempo da formação de Marte (como a da Terra há uns 4,5 biliões de anos): ondas causadas por sismos (indicando alguma alguma forma de movimento associado à tectónica de placas), por meteoritos (provocando impactos à superfície) ou então devido à presença de magma (em circulação sob a superfície marciana, a temperaturas elevadas e a grande profundidade).

 

[Sabendo-se que uma das sondas mais rápidas a deixar o nosso planeta (New Horizons) atingiu uma velocidade máxima de aproximadamente 58.000Km/h, concluindo-se que para fazer a viagem Terra/Lua a mesma demoraria menos de 7 horas a chegar à Lua e entre 39/288 dias (pouco mais de um mês/pouco menos de dez meses) a chegar a Marte (conforme este estivesse no seu ponto mais próximo/afastado da Terra).]

 

(imagens: nasa.gov)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 12:46

Junho 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13

19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

posts recentes

Marte Logo Ali

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO