Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

08
Ago 19

Tomando como ponto de partida o título do filme estadunidense de Barry Levinson “GOOD MORNING, VIETNAM (de 1987) − o realizador entre outros de SPHERE (de 1998 e envolvendo uma nave espacial alienígena) numa adaptação de uma obra de Michael Crichton – e sabendo-se do papel desempenhado pelo protagonista deste filme (interpretado por Robin Williams) de, servindo-se de toda a sua irreverência (por exemplo contra a sua hierarquia) − o que o tornou muito popular entre as tropas − apoiar incondicionalmente os soldados norte-americanos em combate e no terreno lutando diariamente pela vida,

 

Alien Hybrids.jpg

Com a hipótese de encontrarmos um Mundo igual à Terra

– sabendo-se da existência de vários biliões de galáxias –

sendo certamente maior que zero

(mas introduzindo margem de erro podendo existir ou não)

 

Dando-lhes (aos soldados) a fé e a esperança (nestas circunstâncias absolutamente necessárias, tal qual os efeitos alienatórios de uma droga) para aguentarem mais um dia de guerra e de morte (a realidade, nunca imaginada) sem grandes ferimentos, mas pelo menos vivos (graças ao protagonista, no filme um locutor de rádio),

 

Devido a um certo paralelismo e semelhança, talvez por envolver o Homem e uma outra Entidade e por qualquer tipo de motivo considerado externo, eis que em mais um momento de cansaço e de desespero ainda-por-cima passando-se em plena Silly Season (com o sangue da nossa cabeça a ferver, levando-nos por vezes a situações incontroláveis) o Homem procura mais uma vez algo ou alguém que o Supere (e a todos nós) erguendo-o (nos) a um Novo Nível: insistindo mais uma vez na teoria da presença já no presente (e no nosso planeta) de alienígenas (híbridos) – logo, vivendo entre nós − sendo progressivamente assimilados para posteriormente (esperançados como estamos na mudança, com alguém oferecendo-nos algo, mas com boas intenções) levarem a cabo o seu objetivo, conquistando para nosso usufruto a Terra.

 

E assim tal como antes em “Good Morning, Vietnam” agora em “GOOD MORNING, EARTH com o Homem a procurar mais uma vez uma plataforma supostamente mais elevada, tentando-se salvar e resistir (de se afogar e desaparecer, quando muito aparecendo mais tarde. morto e a boiar) se não com apoio a nível interno (HOMEM) certamente com colaboração providencial e externa (DEUS).

 

Quando o nosso futuro seguramente só dependerá de nós – ou será que conhecem outro ser vivo como nós?

 

(imagem: COAST TO COAST AM OFFICIAL/youtube.com/ufosightingshotspot.blogspot.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 00:05

30
Mar 14

“Tudo deve ser considerado possível se até achamos que devemos construir um mundo declarado real em torno duma clara abstracção: o tempo. Não será o tempo apenas um garrote mental – limitado por fronteiras filosoficamente incompreensíveis, como o são o nascimento e a morte – criado por alguém que já viu o outro lado e que por esse motivo já sabe para o que ele serve? Aqui seria um Deus do outro lado, um igual”!

 

A Entidade em movimento

(até ao seu desaparecimento)

 

Entidade científica de largo espectro técnico-filosófico e com reconhecida aptidão para a prática de simulações realistas, incluindo adicionalmente projecções conscientes. Neste preciso momento introduzindo um novo conjunto de variáveis aleatórias provenientes do menu original da aplicação (ainda em execução) e que levaria mais tarde a uma sucessão de acontecimentos que iriam alterar significativamente o status quo prevalecente entre os terrestres. O erro introduzido deliberadamente nas ordens de execução (e procedimentos a seguir) da aplicação em curso – através duma sequência ininterrupta de ordens e contra-ordens com direcções e objectivos simétricos – iria ter implicações práticas e imediatas: como no agravamento da crise na Ucrânia com o provável envolvimento duma poderosa potência militar e nuclear como a Rússia e até na crise provocada pelo desaparecimento dum Boeing 777 numa região tão sensível do globo como o sul da Ásia, com outras grandes potências como os EUA e a China a lutarem até ao milímetro pela manutenção ou conquista da sua supremacia na zona. Passado um Click todo o equipamento electrónico e informático foi colocado em stand-by, iniciando-se os procedimentos normais para um novo período de hibernação. E então a Entidade desapareceu – tal como todo o cenário envolvente.

 (imagem – Web)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 20:52

Setembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO