Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

11
Mar 20

Thousands of years ago, ancient people around the globe

created a number of petroglyphs and cave paintings.

Why ancient man depicted strange beings with 5 or 6 fingers, helmets, sandals,

and what appear to be space suits

is a mystery no one has been able to answer.

(ancient-code.com)

 

The-Wandjina-cave-paintings-2-e1583401411302.jpg

Grutas de Wandjina

(pinturas)

 

Com Outras Entidades que não o Homem podendo andar por cá há vários milhões de anos – com as primeiras espécies de hominídeos a surgirem há uns 5/10 milhões de anos, há uns 2 milhões de anos dando origem ao Homo Sapiens e de seguida ao Homem Moderno – e sendo ainda relevante de acrescentar que a definição de Terrestre poderia ou não ser aplicada a ambos (às Outras Entidades e ao Homem), custando a acreditar como tendo-se convivido com os mesmos e deles tendo-se obtido entre tantas dádivas e inovações os mais variados conselhos e benefícios − como se fossem os nossos irmãos mais velhos, mais maduros e mais sábios – Nos tenhamos deixado ficar para trás (nem prevenindo nem remediando, sem destinatário para o remetente) enquanto os Outros partiam sem nunca mais nos darem satisfações. Sem justificação da parte deles, mesmo podendo-nos considerar inferiores − ou então com as Outras Entidades considerando-nos seus semelhantes, mas na sua essência ainda vazios (só com o invólucro, não com a ALMA) tal como o Homem sempre viu, os restantes animais “sem psique: mas mesmo sendo desinteressantes algo de nosso levando com eles, questionando-nos o porquê de não mais comunicarem (fazendo-o não se vendo, só se for mesmo ao longe). Não o fazendo nem na Terra, nem na Lua (como poderia ser Mercúrio ou Vénus) − e com o Homem já tendo pisado a Lua − nem no Sistema Solar (Marte, Júpiter, etc.) – com todas as sondas automáticas − indo lá e ate aterrando − ou até fora dele (no Espaço Interestelar, noutra galáxia que não a Via Látea) – saindo como as sondas Voyager ou entrando/saindo como o asteroide Oumuamua − sempre com o mesmo resultado: nada de Entidades ou de outros ET’S (mesmo sendo parentes distantes).

 

wandjinas-3-e1583402010801.jpg

Grutas de Wandjina

(pinturas)

 

Mas com imensos vestígios deixados para trás (estes com milhares e milhares de anos) e com muitos outros a submergirem cada vez em maior número mesmo que sendo oriundos de águas muito mais recentes (podendo ser centenas, dezenas de anos ou até apenas dias), apesar de tudo o que de mau se passa neste Mundo (agora até contando com a presença de mais um novo vírus mortal) e da cegueira generalizada a que todos nós parecemos condenados (não detetando problemas de visão, só por condicionamento), com alguns dos terrestres (ou como queiram e podendo até ser visceralmente como nós, “adeptos” do antropocentrismo, os extraterrestres) a poderem representar algum tipo de saída para nós, “uma luz ao fundo do túnel”: sejamos nós iguais (um Universo entre muitos outros integrando um grupo ordenado e mais vasto, em extensão e compreensão) ou mesmo um subproduto (fazendo parte da exposição de uma experimentação zoológica) e ainda dependendo do que está para além dele (saindo do outro lado da abertura do dito “tubo).

 

zz3.jpgufo6000.jpg

Pinturas de Wandjina (Kimberley/Austrália)

− Petróglifos com cerca de 5.000 anos –

E pinturas de Tassili no Sahara (norte de África) relativas a 2.600 AC

 

Dispondo essas Entidades de tantas hipóteses para nos contactarem caso o desejem (científico-tecnologicamente avançados como serão) viajando entre estrelas(nómadas de base como nós) e superando (com movimento, sinónimo de Vida) os limites até agora impostos à nossa espécie (atrasando a nossa evolução) pelo tempo e pelo espaço e sobretudo depois de abertos à (nossa, individual e coletiva) Imaginação, nós próprios e antecipando as consequências das nossas práticas e experimentações (por repetição, adquirindo conhecimentos e expandindo a nossa noção de tudo o que nos rodeia, a outros temas e áreas da nossa vida) – “talvez querendo fazer a viagem inversa, que outros há muito tempo já terão feito lhe fomos abrindo várias portas: com os nossos visionários propondo-lhes viagens espaciais com velocidades superiores à da luz, propondo-lhes a existência de Mundos Paralelos e da possibilidade de comunicar entre eles (como se nos olhássemos no espelho, com outras nossas versões), propondo-lhes a existência de “buracos” no Espaço (“buracos-de-minhoca”) podendo proporcionar-lhes viagens para nós infinitas mas tornadas instantâneas, etc., só faltando mesmo estes tomarem a iniciativa ou então alguém os convidar (se já não aconteceu algo antes).

 

Com Sinais deixados para trás com milhares de anos e ainda hoje persistindo, muito menos.

 

(imagens: ancient-code.com e humansarefree.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 13:35

25
Jan 16

5fb33d10.jpg

 

Desde sempre que ouvimos falar da presença de Entidades desconhecidas circulando no meio de nós, que como mortais que somos (e não querendo morrer) identificamos logo como uma manifestação (no mínimo com uma presença espiritual) dos nossos antepassados. Quanto ao que agora a companhia Thunder Energies vem dizer (e ao que ainda não disseram), o que nos interessa é saber se são eles ou não (sujeitos ou então objetos), localizados aqui ou noutro sítio qualquer (num mundo paralelo de antimatéria ou não).

 

snapshot 11.jpg

Entidades Invisíveis (sejam elas o que forem) poderão estar a partilhar connosco o meio ambiente terrestre

 

Afinal de contas é mesmo verdade que NÃO ESTAMOS SÓS no nosso canto do UNIVERSO, apesar dos nossos órgãos dos sentidos não terem conseguido até hoje confirmar tal facto. Quem o diz é a corporação THUNDER ENERGIES uma companhia de investigação e aplicação tecnológica trabalhando em áreas como a ótica, a física nuclear e a combustão.

 

snapshot 14.jpg

 

Entidades Invisíveis detetadas através de instrumentos óticos (modificados) e sendo capazes de sinalizar a presença de antimatéria – em galáxias, asteroides e raios cósmicos

 

“This is an exciting discovery. We do not know what these entities are; they’re completely invisible to our eyes, our binoculars, or traditional Galileo telescopes, but these objects are fully visible in cameras attached to our Santilli telescope.” (Dr. Ruggero Santilli, CEO Thunder Energies Corp.)

 

snapshot 16.jpgsnapshot 17.jpg

Descobertas utilizando instrumentos óticos usuais (como os telescópios) mas inserindo-lhe lentes convexas ao contrário das normalmente adotadas (côncavas) – e registando a presença de antimatéria

 

Isto tudo motivado pela recente notícia divulgada pela TNRG:OTC informando ter detetado no ambiente terrestre e utilizando o seu telescópio SANTILLI a presença de ENTIDADES INVISÍVEIS aos nossos olhos e à maioria dos instrumentos óticos existentes. Uma inovação que já não será algo de novo nas aplicações levadas a cabo por esta companhia, tendo trabalhado anteriormente e com o mesmo objetivo na realização de testes envolvendo temas atuais como a existência da antimatéria. Concluindo a sua comunicação afirmando mais uma vez ter evidências da existência de ITE (ou EIT/Entidades Invisíveis Terrestres) de cor branca e de cor preta.

snapshot 19.jpgsnapshot 21.jpg

Entidades Invisíveis que tem sido detetadas pelos novos telescópios Santilli (construídos pela companhia Thunder Energies) até agora direcionados para objetivos situados no espaço

 

“Dr. R. M. Santilli, Chief Scientist of Thunder Energies Corporation has conducted three decades of mathematical, theoretical and experimental studies on antimatter initiated in the early1980s when he was at at Harvard University under DOE support. This extended research has produced basically new telescopes, today known as Santilli telescopes, which have been conceived, designed, constructed, tested and produced to detect antimatter galaxies, antimatter cosmic rays and antimatter asteroids.” (thunder-energies.com)

 

snapshot 23.jpg

Telescópios Santilli que têm revelado a presença dessas Entidades Invisíveis (no espaço que nos envolve e à Terra), ultimamente sendo direcionado para o próprio ambiente terrestre e registando imagens surpreendentes (com essas entidades também presentes)

 

Ficando apenas por compreender o que realmente são essas Entidades Invisíveis, onde surgem com maior frequência, qual a sua origem (no espaço e no tempo) e já agora a razão aparente (e presente) para tal busca ser concretizada através da utilização de processos nunca antes ensaiados (apesar da tecnologia já estar à disposição de todos, bastando apenas juntá-las), sabendo-se há muito que certas características dos aparelhos óticos poderiam ser melhoradas ou mesmo revolucionadas, se associadas a outras das suas propriedades – e assim expandindo a sua influência e o fornecimento de dados (nas suas observações óticas).

 

snapshot 22.jpgsnapshot 24.jpg

Imagens registadas fotograficamente por câmaras adaptadas aos telescópios SANTILLI e que poderão despertar o interesse dos militares num momento em que se afirma existirem grandes concentrações dessas entidades em torno das suas bases militares

 

Dúvidas que continuam a levantar um monte de questões e que levam em muitos casos ao aparecimento (como um bónus) de mais teorias por comprovar e de conspirações por confirmar (e assim enchendo ainda mais o saco das Teorias da Conspiração). E então quando se afirma que o visionamento dessas Entidades Invisíveis se concentra entre instalações industriais e bases militares ainda mais preocupados ficamos. Ainda-por-cima quando há muito tempo que sabemos que tal tecnologia associada poderia ter sido utilizada anteriormente (e como muitos especialistas já afirmam) bastando para tal associar as vantagens da visão noturna com essas agora célebres lentes côncavas (até para detetar OVNI’s aproveitando o seu ângulo de entrada e as características deste novo telescópio).

 

(imagens: oom2.com e prweb.com)

 

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 17:56

27
Jul 12

Se for necessário recorramos aos extraterrestres – mesmo que os achemos diferentes, não o são na realidade!

 

Clone humano intergaláctico representando a Coligação Aliada Extraterrestre

 

Fontes fidedignas de reconhecida credibilidade e há muitos anos residentes no Algarve, com acesso privilegiado a informações confidenciais de interesse notório para o desenvolvimento económico e social da região, noticiaram que alguns privilegiados se reuniram secretamente esta semana para uma troca de pontos de vista, num local ainda por identificar situado no Barlavento Algarvio, tendo como tema prioritário e fundamental de análise, a crise turística na região e os trágicos incêndios ocorridos no último fim-de-semana.

 

Apoiando as duras críticas à ação da Proteção Civil no combate aos incêndios na região de Tavira e de São Brás de Alportel, o representante da C.A.E. apoiou firmemente a opinião indignada da generalidade das entidades oficiosas presentes, que voltaram a solicitar a quem responsável o reforço das estruturas de combate aos incêndios e a sua centralização nos corpos de bombeiros, únicas estruturas com provas dadas e passado formativo, neste campo estratégico para a preservação da integridade e da independência nacional.

 

Existência de uma base subterrânea extraterrestre na proximidade do aeroporto de Beja?

 

O representante da C.A.E. informou ainda todos os presentes nesta reunião, que em defesa dos interesses da coligação tripartida da qual é representante – Extraterrestres, Chineses e Algarvios – propôs a constituição no mais curto espaço de tempo de um Conselho Criminal, para a deteção e eliminação imediata de todos aqueles que por omissão e hipocrisia, proporcionaram a ocorrência destes fenómenos artificiais e de consequências tão brutais: não se podem esquecer os crimes deixando soltos os criminosos, apenas para que alguns deles os possam continuar a praticar ou a defender e inocentar.

 

Arma de raios laser adquirida numa loja chinesa da região

 

Atónito e sobressaltado com os terríveis incêndios que deflagraram na zona sul do país especialmente no Sotavento Algarvio, um representante independente de uma organização não-governamental aliado da causa extraterrestre, colocou sobre a mesa e com a legitimidade de residir num dos locais mais afetados – local de nascimento e residência contínua dos seus pais e avós – a possibilidade de eliminar desde já da face da terra, todos aqueles que se têm servido dela com o único objetivo do aumento contínuo do seu lucro, dispondo à sua vontade e prazer – e sem um pingo de sangue de vergonha – do povo que dizem representar e defender, escravizando-os indignamente sob a bandeira da falsa salvação e da defesa da causa pública.

 

Para a concretização deste nobre objetivo e por receio de recusa da proposta a apresentar na reunião cuja ordem de trabalhos na altura ainda revelava contornos temáticos muito pouco definidos – mas com a autorização prévia da C.A.E. – foi posta à disposição do público consciente desta zona um artefacto militar defensivo com as mais avançadas tecnologias e com apreciável potência de intervenção. Todas as instruções de uso e correta aplicação acompanhavam o aparelho, nas três línguas da coligação. Não foi convocada a ASAE.

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 01:55

Junho 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO