Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

13
Jul 15

O 1.ºMinistro grego ALEXIS TSIPRAS acaba de aceitar todas as condições impostas pelo ultimato lançado pelos representantes do EUROGRUPO, ainda há poucas horas considerado pelo mesmo indigno e humilhante para o seu país a GRÉCIA.

 

Será que TSIPRAS não passa de uma simples vela de aniversário?
(que brilhou, iludiu e já se foi)

 

hqdefault.jpg

A Grécia Herege a ser sujeita a tratamento radical pelos seus benfeitores da UE
(e contando com a compreensão do poder local para a operação de estripamento)


Pelo que se pode dizer que TSIPRAS foi completamente estripado por MERKEL, esperando-se ansiosamente pelas cenas do próximo capítulo (agora a nível interno): ninguém espera que uma semana depois de ter sido fortemente mobilizado para dizer NÃO (ao acordo agora assinado) os mais de 60% dos cidadãos que exerceram esse seu direito soberano (a ser respeitado) aceitem agora alegremente e como se nada se tivesse passado, a pirueta do SYRISA e a explicação de que NÃO = SIM (muito do estilo Portas/Irrevogável).

 

Uma novela que já dura há vários anos, com muitos outros países a poderem candidatar-se ao lugar de papel principal e agora entrando apenas numa nova temporada. E se por um lado as lideranças europeias poderão agora descansar um pouco mais e começar a deslocar os holofotes da comunicação social para outros lados (já que estamos no Verão porque não para a praia), por outro lado começou hoje dia 13 a contagem decrescente para a saída do SYRYSA do Governo da Grécia: é que ninguém esquece nada em 7 dias (pelo menos sem algo de valioso em troca) e pelo que se saiba os gregos ainda não sofreram uma lobotomia (apesar da operação já ter sido assinada por Tsipras).

 

Mais uma vez se confirma o novo ditado agora escolhido pelos pobres de espírito para atingirem o tão desejado CÉU (proposto pelos seus líderes espirituais e carismáticos, temporários e subservientes): “São onze contra onze e no fim ganha a Alemanha”. Apesar de alguns acreditarem que MERKEL não terá estripado completamente TSIPRAS (ter-lhe-á restado um pouco de espinha) e ainda lhe restando alguma dignidade (senão a espinha acaba por dobrar) este se demita. Ou no mínimo que a mulher de TSIPRAS (a BETTY) cumpra o prometido e indignada com a traição (do marido) se divorcie.

 

(imagem – WEB)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 17:48

Agosto 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

13
14

19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO