Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

02
Mai 19

[Depois de Moçambique − com IDAI e KENNETH − sendo agora a vez da Índia com o ciclone FANI.]

 

India Orders Mass Evacuations as 'Extremely Severe' Cyclone Nears

(Hillary Leung/Time/May 2, 2019/yahoo.com)

 

ni_vis_sat_tropicalindex_0.gif

À direita com o Olho do ciclone FANI

Oriundo da Baía de Bengala no norte do oceano Índico

E já muito próximo da costa nordeste da Índia

 

Como se pode ver no mapa (anterior) apresentando-nos uma imagem via satélite do norte do oceano ÍNDICO, sendo bem visível no cumprimento do seu percurso (previsto pela meteorologia) a rápida aproximação de uma grande tempestade, atravessando a Baía de Bengala e dirigindo-se para a costa nordeste da ÍNDIA: tratando-se do ciclone FANI (em intensidade equivalente a um furacão de Categoria 4) podendo originar rajadas de vento (máximas) na ordem dos 250Km/h e simultaneamente transportando consigo elevada precipitação, originar nas regiões mais atingidas (durante a sua passagem) grande destruição (material), inundações, deslizamentos de terra e inevitavelmente vítimas humanas (entre feridos/mortos/desaparecidos). Num cenário muito semelhante ao ocorrido recentemente em Moçambique (aqui com 2 tempestades num curto intervalo de tempo a abaterem-se sobre o país – as tempestades tropicais Idai e Kenneth) – causando mais de 1000 vítimas mortais (e ainda hoje Maio,3 com o regresso da chuva a aumentar ainda mais as preocupações, dada a persistência das inundações) – mas podendo no caso da Índia (até pela sua elevada densidade populacional) ter consequências ainda mais gravosas.

 

190501104226-tropical-cyclone-fani-forecast-track-

Ciclone FANI

Segundo a CNN com a tempestade a atingir a costa leste da Índia amanhã

Sendo de Categoria 3 (rajadas máximas ligeiramente superiores a 200Km/h)

 

Levando as autoridades a declarar o estado de emergência (especialmente a partir da costa nordeste) e a iniciarem um processo de evacuação maciço das populações no trajeto (e zonas próximas) de passagem do ciclone FANI − umas 800.000 – sabendo-se que dos mais de 1.000 milhões de indianos 10% deles (100 milhões) estarão no caminho desta violenta tempestade: classificando-a como uma “Tempestade Ciclónica Extremamente Severa” e prevendo a sua chegada a terra (oriundo do norte do Índico/Baía de Bengala) na próxima sexta-feira, 3 (amanhã):

 

Extremely Severe Cyclonic Storm FANI about 450 km south-southwest of Puri at 0530 hrs IST of 02nd May, 2019. To cross Odisha coast around Puri by afternoon of 3rd May.

(India Met. Dept./@indiametdept/twitter.com)

 

merlin_154270959_7209bc84-d5d9-4aed-be97-7775f64f4

Ciclone FANI em imagem via satélite

Obtida na passada quarta-feira na Baía de Bengala

E com o mesmo já a caminho da costa leste da Índia

 

Segundo as últimas informações sobre a evolução do ciclone FANI divulgadas nos últimos minutos, mantendo-se as previsões anteriores sobre o impacto devastador que poderá ter o mesmo ao atingir o nordeste da Índia, na aproximação deste fim-de-semana (de 3/4/5 Maio): mantendo-se a sua Categoria 4, apesar da CNN apontar para Categoria 3 e outros sugerirem mesmo (caso as condições meteorológicas em redor do ciclone o proporcionem) poder atingir Categoria 5 (com rajadas de vento máximas superiores a 250Km/h). Com a cidade de PURI (e outras regiões/localidades até Brahmapur) mesmo no caminho do Ciclone, a poder ser uma das principais vítimas do ciclone FANI. E com FANI a enfraquecer a partir de sábado/domingo transformando-se numa tempestade tropical com vento e sobretudo muita chuva.

 

(imagens: wunderground.com – cnn.com – noaa.gov)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 12:32

Dezembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO