Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

29
Nov 17

Apesar deste curto período de chuva, com tudo a apontar para que a Feira Franca de Albufeira (a decorrer entre esta quarta-feira e domingo), decorra com temperaturas aceitáveis e sobretudo sem chuva.

 

22770004_1723113777701827_556334175446646036_o.jpg

Feira Franca de Albufeira

(29 Novembro a 3 Dezembro)

 

Na cidade de Albufeira os três dias mais intensos de chuva (previstos para os dias 27/28/29) tiveram o seu clímax a partir da hora do lanche de terça-feira (dia 27), momento a partir do qual assistimos a uma precipitação intensa (durante cerca de um quarto-de-hora), seguida de outros períodos curtos de pluviosidade e terminando já de noite com relâmpagos, trovões e mais um pouco de precipitação.

 

A1.jpgA2.jpg

Mercado Municipal e Jardim Público

 

Hoje dia 29 de Novembro (quarta-feira) com o Sol a ver-se (entre algumas nuvens cinzentas) circulando e brilhando (e confortando-nos também um pouco) nos céus de Albufeira (tal como em todo o país), com a temperatura pelos 18⁰C (pelo meio-dia) e apesar de todas as previsões de chuva (99%) com o tempo parecendo querer-se manter com Sol e sem Chuva. E com as previsões a apontarem para (pelo menos) mais uma semana sem chuva.

 

A3.jpgA4.jpg

Albufeira uma cidade sobre o mar

 

Indicando a Meteorologia para hoje (dia 29) e em Albufeira temperaturas entre 9⁰C (mínima) e 19⁰C (máxima), com períodos de aguaceiros fortes (para já e a partir do nascer do dia ausentes) entrando a partir de amanhã (o concelho e talvez o país) num novo período de “seca” (e talvez acompanhado de frio); e como curiosidade a ser registado um pequeno sismo esta quarta-feira a SE de Albufeira pelas 08:46 e com M0.8 (impercetível).

 

(imagens: viralagenda.com e PA)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 13:54

01
Dez 11

Carrosséis

 

A feira de Outono começou na sexta-feira de 25 e acabou na terça-feira de 29. O meu amigo telefonou-me na quarta-feira do dia 30 – para combinar uma ida à feira, no feriado do dia 1 – mas tive dolorosamente de o informar, dessa verdadeira inutilidade. Não soubera da sua antecipação e lá tivera que ficar com a sua mulher, em casa a chuchar no dedo e a pensar no que perdera de bom. Eu moro lá perto e sabia da sua existência. Ainda comi uns churros quentinhos e saboreei um polvinho assado na grelha.

 

Castanhas

 

Vi o Keita, o Armando que conheci quando cheguei a Albufeira há mais de vinte anos, como basquetebolista do Imortal e até o Índio, com a sua nova namorada que dizem ser madeirense. Estava fresquinho ao fim do dia, mas o ambiente lá ia ajudando a aquecer a alma, apesar da falta de dinheiro. O fumo subia aos céus, os carrinhos giravam sem parar, a casa misteriosa esperava por novos clientes, as farturas e as minis rodavam nas roulottes e o povo girando no meio das tendas, lá se ia animando e entretendo. Mas ao acordar de manhã e ao olhar para o fundo da terra, o horizonte encontrava-se já despido e não se via nenhum ser vivo a circular. A feira acabara de vez, restando apenas alguns camiões.

 

(fotos – blogues: albufeira sempre/passeio dos tristes)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 18:47

Julho 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
13

15

22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO