Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

09
Dez 13

Não é de espantar que um acontecimento do século mesmo que não se tenha confirmado continue no entanto a suscitar ainda muitas dúvidas: será que desapareceu de vez ou será que ainda nos poderá dizer algo?

 

Após a passagem e desintegração do cometa ISON na sua trajectória em direcção ao Sol e após ultrapassar o seu periélio – desintegração essa que se poderá ter dado mesmo antes do cometa atingir o seu ponto mais próximo do Sol registado em 28/11 – a nossa estrela continua em plena e normal actividade de acordo com o ciclo solar que atravessa: previsivelmente no seu momento de maior actividade e perto da mudança dos seus pólos magnéticos.


Vénus e Sol – Cor2-A – 6 Dezembro

 

A esperada passagem do cometa ISON nas proximidades do nosso planeta prevista para os finais deste ano – poderia ser visível a olho nu durante o mês de Dezembro, após a passagem pelo seu periélio nos finais de Novembro – deixou todo o mundo científico, astronómico e restantes entusiastas e curiosos, na expectativa de poderem estar prestes a presenciar um acontecimento raro de se assistir ao longo de uma vida: a passagem dum cometa perto de nós e sendo visível utilizando apenas os nossos olhos, com todos os efeitos visuais únicos e fantásticos que tal fenómeno poderia proporcionar.


Terra e Sol – HI1-A – 6 Dezembro

 

E então quando a NASA começou a falar sobre o cometa transformando-o no mais que provável Cometa do Século, a expectativa geral disparou explodindo (curiosamente tal como acabou por acontecer com o cometa) em todas as direcções, acabando todo o mundo por se virar para esta cometa em particular – mesmo que outros se aproximassem de nós e do Sol pela mesma altura, como foi o caso do cometa ENCKE, isto para já não falar dos asteróides.


Nada de cometa Ison – Bruce Gary – 8 Dezembro

 

No entanto e tal como Ignacio Ferrín afirmara há já vários meses atrás – através da análise da evolução de ISON e da sua posterior comparação com outros cometas com comportamentos semelhantes – este acabaria por se desintegrar e desaparecer completamente, para grande tristeza de todos aqueles que já o esperavam há algumas semanas ou mesmo meses. Mas como a esperança é a última coisa a morrer muitos cientistas, astrónomos e curiosos ainda tentam fazer um derradeiro esforço para confirmar se este morreu mesmo de vez ou se alguma parte dele ainda anda por aí.

 

Poderemos considerar o aparecimento de ISON apenas como um prenúncio para algo de diferente?


Manter a atenção em Ison ou dar a vez a Nibiru

 

Para finalizar e mais uma vez a presença dos adeptos da conspiração, dos grandes eventos catastróficos, do fim do mundo: como o Cometa do Século ISON provavelmente não contribuirá mais para esta campanha de construção de mais uma elaborada teoria conspirativa envolvendo os EUA, a NASA, os extraterrestres, sociedades secretas, enormes naves espaciais e até corpos celestes nunca vistos antes – apesar de no caso que se segue aparecer aparentemente registado e previsto em textos muito antigos e ter sido inicialmente aceite pela NASA no decorrer dos anos 70/80 como o possível décimo planeta – eis que surgem novas imagens dum corpo estranho e de grandes dimensões circulando nas proximidades do Sol, que segundo os seus comentadores poderá vir a provocar alterações dramáticas senão mesmo fatais para o nosso planeta.


Planeta X ou Nibiru – uma brown dwarf irmã do Sol

 

Esse seria o tal décimo planeta anunciado pela NASA no século passado, também conhecido por Nibiru: a imagem anterior seria portanto a original, registada antes de ser posteriormente tratada pelos responsáveis de edição, mas agora limpa de incorrecções – o que realidade acontece se consultarmos o SECCHI, onde não aparece o tal objecto desconhecido à esquerda da imagem. E o SOHO não contribui ainda em nada para desanuviar a cabeça de todos nós, ao estar neste momento e inexplicavelmente fora de serviço.

 

O que acontecerá a seguir? Provavelmente nada e como tal uma boa altura para observarmos à noite com toda a tranquilidade o céu estrelado e imaginarmos o Universo Infinito – como as histórias.

 

(imagens – secchi.nrl.navy.mil/spaceweather.com/ufosonline.blogspot.pt)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 21:32

Julho 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
13

15

24
25
26
27

28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO