Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

11
Set 18

[Florence]

 

Com a época dos furacões no oceano Atlântico a iniciar-se (rudimentarmente) no mês de Maio estendendo-se até ao mês de Dezembro (com os últimos vestígios dos mesmos)

 

two_atl_2d0.jpg

 

– Atingindo o seu pico máximo por meados do período compreendido entre os meses de Agosto e de Outubro ou seja neste mês de Setembro (nos últimos 166 anos – 1851 a 2017 – com 2/3 ciclones e 3/4 tempestades tropicais por mês)

 

São 2 os furacões e 1 as tempestades tropicais neste momento em evolução e a desenvolverem-se nesta região (oceânica) do Globo Terrestre:

 

Os furacões Florence (categoria 4 com ventos máximos atingindo os 200Km/h) e Helene (categoria 2 com ventos máximos atingindo os 175Km/h) e a tempestade tropical Isaac (deslocando-se para oeste com ventos ultrapassando os 110Km/h).

 

Acrescida ainda da forte possibilidade (de momento nos 30%) de se assistir à formação de um ciclone (nas próximas 48 horas) localizado entre o noroeste do Mar das Caraíbas e o sudeste do Golfo do México (afetando o México e os EUA/estados do Texas e do Luisiana) e de um outro (igualmente nas próximas 48 horas mas apenas nos 10%) neste caso localizado nas proximidades de Cabo Verde e dirigindo-se para norte (em direção aos Açores).

 

152311_5day_cone_no_line_and_wind.jpg

 

Já pelas 19:00 de Portugal e com a aproximação do furacão Florence à costa leste dos EUA, com o mesmo a projetar-se como um acontecimento meteorológico extremamente perigoso mantendo ainda a sua categoria (4) e levando à evacuação de mais de 1,5 milhões de pessoas: com o alerta a ser lançado (já hoje) para toda a costa da Carolina (Norte e Sul) esperando-se que o mesmo atinja a região (com a sua maior intensidade) já na próxima quinta-feira (dia 13).

 

Na sua passagem pela costa da Carolina e confirmando-se a sua categoria (4 ou mesmo 3) com o furacão podendo provocar grandes inundações (devido à enorme precipitação que o acompanha e ao terreno já bastante saturado) e destruição material (dada a presença de ventos fortíssimos – na ordem dos 200Km/h) estendendo-se as suas consequências a outros estados vizinhos como será o da Virgínia. E confirmando-se a pior previsão (Florence chegar a terra com categoria 4) podendo nunca ter havido (nesta região dos Estados Unidos) uma tempestade como esta (Florence).

 

E pelas 19:30 de Lisboa com o furacão Florence mantendo a sua categoria 4 e dirigindo-se ainda para as costas da Carolina (Norte e Sul – como estados da costa leste dos EUA), ao mesmo tempo que as previsões dos outros 2 ciclones não se mantendo se agravam: um de 30% para 50% e outro de 10% para 40%. Aproximando-se o fim-de-semana (15/16 Setembro) confirmando-se ou não as piores (esperando-se as melhores) previsões.

 

(imagens: noaa.gov)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 19:45

09
Set 17

O monstruoso asteroide que no passado dia 1 de Setembro passou a apenas 7 milhões de quilómetros da Terra ‒ 3122 FLORENCE ‒ afinal de contas não viajava sozinho, mas acompanhado pelas suas duas luas.

 

ooflorence.jpg

 O monstro acompanhado pelas suas duas luas

 

Um asteroide com quase 5Km de diâmetro, observado pela primeira vez há mais de 38 anos (por 2591 vezes), rodando em torno do seu eixo em menos de 2,4 horas e com um período orbital de cerca de 38,5 anos.

 

Na observação realizada aquando do seu ponto de maior aproximação à Terra descobrindo-se as suas duas pequenas luas (acompanhando-o), num caso raro de registo astronómico (sendo apenas o 4ª caso em mais de 16400) de um asteroide triplo (o asteroide mais as duas luas).

 

Duas luas de pequenas dimensões (100/300 metros) orbitando o asteroide e acompanhando no seu movimento, a mais próxima circundando-o em cerca de 8 horas a mais afastada sensivelmente no triplo do tempo.

 

(imagem: nasa.gov)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 12:19

Dezembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO