Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

05
Jun 18

Registando até ao momento (segunda-feira dia 4 de Junho)

Mais de 60 vítimas mortais

Guatemala ‒ América Central ‒ Anel de Fogo do Pacífico

 

guatemala_volcano_041.jpg

 

[Achando uma falta tremenda de Eficácia mesmo sendo uma organização não guatemalteca mas norte-americana, a incapacidade (parecendo quase que total) de certas autoridades científicas ainda-por-cima sustentadas por poderosas organizações como a USGS ‒ e até pela proximidade de territórios sob a sua alçada e associação dos mesmos a uma estrutura geológica de base comum ‒ de pelo menos (tentar) avisar (com alguma antecipação) as populações (de modo a prevenirem-se e tentarem sentir-se mais seguros por cautelosos) de certos sinais suspeitos mesmo que nada venha a acontecer. Não terão uma obrigação moral (pelos vistos aparentemente não cumprida) ou será apenas (uma constatação negativa de) um problema de objetivos e/ou de incompetência?]

 

Agora que o vulcão de FOGO (localizado na Guatemala) entrou subitamente em erupção (no passado domingo) tendo provocado (até ao momento) mais de 60 mortos ‒ dos vários vulcões localizados em território guatemalteco com o vulcão FOGO juntando-se agora a outro vulcão igualmente ativo o PACAYAL ‒ como as Coincidências (como tema central de investigação) ainda não fazem parte de nenhum sector especializado (e reconhecido) da ciência e da tecnologia (pelo menos oficial) ‒ que as possa estudar, replicar e explicar, transformando-a num Modelo de Análise (e Evolução Integrada)

 

A primeira questão que alguns dos mais curiosos e atentos a fenómenos geológicos extremos (sismológicos e/ou vulcanológicos muitas vezes associados) como os do vulcão FOGO colocarão, será se não haverá nenhuma ligação com uma anterior erupção iniciada nos primeiros dias de Maio e ainda em execução: a erupção do vulcão KILAUEA localizada no arquipélago norte-americano do HAVAÍ e situado (em linha reta e para ocidente) numa das suas ilhas (ilha Grande) a uns 7.000Km do vulcão FOGO (América Central).

 

67297c9c9a5cec32409b6e9a6fe3fb5b.jpg

 

Por sinal fazendo ambos parte do Anel de Fogo do Pacífico (apanhando toda a costa ocidental do continente Americano fazendo parte do anel) ‒ o vulcão de FOGO e o vulcão de KILAUEA ‒ uma das regiões geologicamente (a nível de sismos e de vulcões) mais ativas (se não mesmo a mais ativa) de todo o Globo Terrestre.

 

E com a segunda questão surgindo logo de imediato e dirigida aos norte-americanos (pela evidente ligação, dado o fenómeno em estudo e o Evento em curso ‒ a USGS), sendo o de saber ‒ até pela prevenção e segurança das populações sob a sua responsabilidade, conhecendo-se um possível elo comum (entre as 2 erupções integradas no Anel do Pacífico) e podendo-se sob condições semelhantes o mesmo evento replicar-se (noutro ponto ou fissura acompanhando o Anel) ‒ qual o papel nisto tudo por parte da Natureza (do interior da Terra ao interior do Sol passando pelo Sistema) e qual a verdadeira função (no fundo Eficácia) de organizações (científicas, especializadas, nacionais e pelo conhecimento e divulgação devendo eticamente solidariedade nacional/internacional) como a USGS, não estabelecendo ligação (pelo menos publicamente) entre um Evento e o Outro (confirmando-a ou não).

 

E se amanhã este recrudescimento de atividade se deslocar mais para norte atingindo o Golfo da Califórnia (apenas a uns 3.500Km a norte do vulcão Fogo)? Certamente que a USGS saberá algo mais (mesmo hoje, mesmo ontem), transmitindo-o logo aos californianos e aí talvez aos centro-americanos.

 

5b148d77fc7e9338588b45d0.jpg

 

No caso da erupção do vulcão guatemalteco de FOGO (no domingo 2 de Junho) com a sua entrada em atividade a ser repentina (sem aviso nenhum dirigido às populações locais) apanhando todo o Mundo desprevenido e em muitas das situações sem qualquer possibilidade de escape (tal a rapidez e violência da erupção), com o vulcão como que a explodir lançando para a atmosfera pedras e cinza incandescente a mais de 6Km de altitude, acompanhada por rios de lava (aparecendo quase como que do nada, para todos aqueles residindo nas proximidades de FOGO) levando tudo à frente desde culturas, pastos, casas, estradas, veículos e até pessoas.

 

Um vulcão ‒ FUEGO (Guatemala) ‒ ao entrar em erupção podendo ter consequências muito mais nefastas que o KILAUEA (EUA), até pela sua forma apresentada (cónica) levando à expulsão rápida de pedras/cinzas incandescentes (a grandes distâncias) e ao aparecimento de rios de lama (por desabamentos) e de diversos rios (correntes superficiais) de lava (podendo ultrapassar os 700⁰C) surgindo e deslocando-se muito rapidamente. E com as últimas grandes erupções do vulcão de FUEGO a reportarem-se a 1902 (há 116 anos) ‒ registando-se então milhares de vítimas mortais ‒ e a 1974 (há 44 anos) afetando campos e culturas mas sem vítimas mortais.

 

Segundo as últimas informações com o vulcão a prosseguir na sua atividade eruptiva ‒ para além de mais de 60 mortos tendo já provocado centenas de feridos ‒ levando já à evacuação de mais de 3000 pessoas residindo nas suas proximidades (com as localidades mais atingidas a serem El Rodeo, Alotenango e San Miguel los Lotes), afetando já a vida de 1 milhão (direta ou indiretamente) e contaminando a atmosfera de um dos seus principais destinos turísticos ‒ ANTIGUA (a pouco mais de 15Km de distância) ‒ e da própria capital (e afetando o seu aeroporto a mais de 40Km).

 

(imagens: qz.com/Reuters ‒ news.com.au/AFP ‒Ministerio Comunicaciones / Facebook/RT)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 00:30

08
Dez 14

Vulcão da Ilha do Fogo intensifica de novo a sua actividade
Depois de destruir a localidade de Portela seguiu-se-lhe Bangaeira
E com a lava do vulcão a continuar a avançar rapidamente

 

Quando o vulcão da Ilha do Fogo parecia estar a entrar numa fase de aparente acalmia, eis que este volta a aumentar de actividade durante este fim de semana, expelindo mais lava para o seu exterior e fazendo com que a mesma começasse de novo a avançar sobre o terreno que o rodeava.

 

_79451311_79451310.jpg

 

E depois de destruir quase na sua totalidade a pequena localidade de Portela, a lava continuou a avançar sobre a localidade da Bangaeira, acabando também por a atingir com grande intensidade destrutiva (70% da localidade já destruída).

 

_79452282_79452281.jpg

 

O avanço agora mais rápido da corrente de lava sobre o terreno (a lava está agora mais fluida) tem destruído tudo à sua passagem, desde culturas, casas, estradas e outras infra-estruturas básicas.

 

fogo_lava_flow_dec_7_2014.jpg

 

O que tem dificultado a evacuação imediata de muitas pessoas em perigo, dado muitas das estradas estarem cortadas e muitos locais serem de acesso difícil ou estando mesmo inacessíveis (devido à presença de grandes barreiras incandescentes e fumegantes de lava do vulcão).

 

_79451958_79451957.jpg

 

E com a lava a deslocar-se agora a uma velocidade de mais de 700 metros por dia (velocidade superior à da semana passada) e sem sinais de abrandamento da actividade do vulcão da Ilha do Fogo, o futuro de toda esta ilha que faz parte do arquipélago de Cabo Verde poderá estar em causa, se entretanto e como aconteceu na última erupção de 1995 o vulcão não acalmar e acabar de novo por adormecer.

 

(imagens: bbc.com e thewatchers.adorraeli.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 00:18

02
Dez 14

Vulcão em Erupção

 

2254.jpgCAPE VERDE VOLCANO ERUPTION b.jpg

 

Na república independente de Cabo Verde o vulcão da ilha do Fogo entrou de novo em erupção. Tendo despertado há já vários dias do seu prolongado silêncio de quase duas décadas (a última erupção registou-se em 1995), o vulcão tem vindo nos últimos tempos a expelir lava para o seu exterior, a qual no seu trajecto lento em direcção ao mar tem vindo a destruir culturas, estradas e casas de habitação, pondo em causa toda a organização social e a sobrevivência local.

 

CAPE VERDE VOLCANO ERUPTION.jpg

 

E Talvez Acalmia

 

“A Chã das Caldeiras acordou esta manhã de segunda-feira, 01, mais calma. Houve um abrandamento da intensidade sísmica e as lavas que se moviam para a Portela em direcção ao Sul estão paradas. A única via alternativa que dá acesso à Chã não foi afectada. A outra preocupação neste momento é com a emissão de gases, uma média de 8.000 toneladas de dióxido de enxofre por dia. Nos últimos dias, tem sido possível detectar o cheiro a enxofre nas zonas de Patim, Monte Grande e na Cidade de São Filipe. Já nas zonas mais próximas da Chã, regista-se uma queda de areia fina.” (asemana.publ.cv)

 

(imagem – Web)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 19:57

12
Jul 14

Bola(s): não eram alienígenas, nem qualquer tipo de meteorito.

Fogo!

 

Afinal de contas a bola de fogo que atravessou o céu nocturno australiano no passado dia 10 de Julho não passava de lixo espacial oriundo dum foguete de origem russo, talvez responsável pela colocação de um satélite em órbita (o foguetão terá sido lançado dia oito) e agora de regresso à Terra.

 

Céu nocturno australiano

 

A peça de lixo espacial teria uma dimensão aproximada de 3mx1,5m pertencendo supostamente a um foguete da série Soyuz lançado do cosmódromo de Baikonur no Cazaquistão: transportaria entre outros satélites um (o principal) de meteorologia e outros secundários ligados às telecomunicações.

 

(imagem e dados – space.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 20:35
tags: , ,

27
Mar 11

Parque Nacional - Grand Teton - Estados Unidos da América - Pôr-do-sol

 

 

Tal como a Água, o Fogo é um dos principais elementos da Vida

 

 

 

Congo - Nyiragongo - Cratera do vulcão

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 22:54
tags: ,

Agosto 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

13
14

21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO