Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

18
Dez 19

[E para já só influenciando o GPS.]

 

The north magnetic pole and the Earth's magnetic field help GPS and other navigation systems pinpoint users' locations (businessinsider.com). Logo, existindo algum tipo de alteração no Modelo Magnético Mundial, tendo-se que obrigatoriamente de fazer a respetiva correção ou atualização.

 

Screen-Shot-2018-11-26-at-1.58.03-PM.jpg

Com o Eixo Virtual da Terra (unindo o Polo Norte ao Polo Sul)

A deslocar-se para leste do Canadá para a Rússia (Sibéria)

Tirando (aos canadianos) e levando consigo algumas autoras boreais

 

Num fenómeno talvez idêntico ao ocorrido há muitos e muitos anos (em torno de uns 12 milhões) até aí (por ex. há uns 48 milhões de anos) com o equador terrestre noutra coordenadas e posteriormente movendo-se − continuando-se a verificar no presente a deslocação dos polos terrestres, acompanhando o movimento para leste (e ultrapassado já o ponto de longitude zero) do seu (da Terra) eixo virtual: e no Hemisfério Norte (onde se localiza  a Europa e Portugal)  continuando a sua viagem da Groenlândia, subindo em direção ao Círculo Polar Ártico, à Sibéria (e afastando-se do Canadá, dificultando aí a observação das auroras boreais). Segundo os geólogos com essa movimentação a concretizar-se a uma média de 50Km/ano − a norte – em contraponto com o que tem ocorrido no (hemisfério) sul com o seu polo magnético pouco ou nada se movendo no último século.

 

E tudo isto se passando e sendo visível até pelos efeitos provocados (e estendidos) a toda a superfície terrestre (deslocação de placas tectónicas, sismos, vulcões) por ação do Campo Magnético Terrestre atravessando um ponto crítico e de fraqueza (devido ao deslocamento polar ou “pole shift”) e nesse aspeto acompanhando o Ciclo Solar percorrendo de momento um mínimo de atividade (um Sol “mais fraco”), ambos (fraco campo magnético, mínimo solar) desprotegendo a Terra (por exemplo da ação dos Raios Cósmicos) – como resultado das movimentações do ferro líquido rodeando o núcleo central terrestre a uns 3.000Km de profundidade e a uma temperatura de 3000°C: e à superfície deslocando o polo norte magnético (desde 1831, aí com a velocidade de deslocação sendo menor, por ex. 10Km/ano) cerca de 2250Km.

 

22204410-7789269-image-a-30_1576248349995.jpg

Cada 5 anos c/ a NOAA baseada no modelo magnético mundial a atualizar o GPS

Mas com a aceleração do movimento e atingida a longitude zero (em 2018),

Vendo-se obrigada a antecipar a mesma de 2020 para 2019

 

Continuando tal processo há muito em curso − o movimento do norte polar magnético rumo à terra de Vladimir (outro elemento com uma perturbação do desenvolvimento a síndrome de Asperger, uma forma intencional, mas mais suave − dada a necessidade de tradução popular − de lhes chamar “doentes mentais”, como tal sendo perigosos) − e no tempo geológico da Terra não sendo certamente este o primeiro deste tipo de Eventos − POLE SHIFT (deslocamento polar) − sendo conveniente chamar a atenção de todos das consequências a advir se tal mudança se concretizar:

 

If this continues, the field could eventually reverse, which would have dire consequences for any civilisation around to witness it, because the magnetic field would no longer shield the Earth against damaging solar and cosmic radiation. If the field does reverse, it typically takes 5,000-10,000 years to do so. The usual process is that the two strong magnetic poles (north and south) vanish slowly, to be replaced by lots of local poles (so a compass point to its nearest 'pole'). This state lasts a few thousand years and then the (reversed) south and north magnetic poles re-establish themselves. We won’t know if we’re in a reversal for a long time – certainly much longer than the average human lifetime.(Jonathan Chadwick/dailymail.co.uk/13.12.2019)

 

E com o Eixo Virtual da Terra podendo-se deslocar devido a movimentos (das massas líquidas de ferro circulando e rodeando o núcleo) registados no interior da Terra, o mesmo podendo suceder sendo provocado por um sismo extremo (grande amplitude) ou uma violenta erupção ou até por ambos(as) − ou então pelo impacto de um asteroide ou cometa: todos eles podendo ser protagonistas, de um Cenário de Fim-do-Mundo.

 

(imagens: Groves/Discover Magazine; Earth, Pixabay; sun, Wikipedia Common e dailymail.co.uk)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 01:00

28
Mai 12

Pack de rio com rotunda

 

Em vésperas de abandonar o Euro diversas naus recuperadas da altura dos descobrimentos equipadas de GPS, computadores, telemóveis e água canalizada, partiram das costas algarvias capitaneadas pelo salvador Coelho da Páscoa, saindo de Sagres de velas ao vento e com diferentes destinos de frente – uns a caminho das belezas do Brasil, outros dos diamantes de Angola e ainda outros das lojas dos trezentos da China. Esta viagem poderá estender-se por vários anos, durante os quais o país ficará ingovernável pela saída aventureira para o exterior da sua elite política, à procura de melhores locais para refazerem a sua vida.

 

Por sua vez a oposição escolheu – face à anterior opção do poder fugitivo pelas barragens – importar dos EUA uma parte do Rio Colorado de modo a aumentar o caudal dos nossos rios, embelezar a paisagem com estrangeirismos e colocar à nossa disposição mais uma rotunda, mas agora natural. Está também em estudo a modernização da barragem do Alqueva, colocando à disposição de todo o pais e para consumo humano as suas águas puras e tranquilas, que continuam pacientemente à espera da atribuição de um prémio internacional de qualidade da água – estilo Bandeira Azul – de modo a futuramente se optar pelo turismo termal.

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 00:40

Junho 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO