Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

08
Mar 20

A caminho do início do MUNDIAL (abril, 18) e com duas provas de Ranking Mundial (RM) por disputar – OPEN de GIBRALTAR (11/15 março) e CORAL TOUR CHAMPIONSHIP (17/22 março) – conclui-se na passada quinta-feira (março, 5) a CHAMPIONSHIP LEAGUE: prova por convite não contando para o RM, na sua fase final integrando os 7 vencedores dos 7 grupos eliminatórios iniciais – respetivamente Neil Robertson (AUS), Stuart Bingham (ING), Gary Wilson (ING), Scott Donaldson (ESC), Anthony McGill (ESC), Judd Trump (ING) e Graeme Dott (ESC).

 

Judd-Trump-786078.jpg

Judd Trump

Campeão do Mundo de 2019

Líder do RM

E o único jogador a ganhar numa só época

5 provas de RM

 

E concluída a 21ª prova da época (2019/20) integrando o Circuito Mundial de Snooker (16 provas contando p/RM e 5 provas por convite n/ contando p/ RM) com o escocês GRAEME DOTT a vencer a sua 1ª prova desta época, depois de já ter estado na final de uma outra prova (esta de RM) a Coral World Grand Prix (perdendo na final com o australiano Neil Robertson por 10-8). Na final da Championship League e depois de Judd Trump ter ganho a fase de grupo (com 6 vitórias consecutivas), com o Campeão do Mundo e atual Líder do RM a ser eliminado nas meias-finais pelo escocês Scott Donaldson (1ª final esta época): encontrando na final o seu compatriota Graeme Dott e aí sendo derrotado.

 

RM

J/N

£ (x1.000)

RM

J/N

£ (x1.000)

Judd

Trump/ING

1.551

Shaun

Murphy/ING

486

Neil Robertson/AUS

960

10º

Ding

Junhui/CHI

430

Mark

Williams/GAL

843

11º

David

Gilbert/ING

421

Mark

Selby/ING

804

12º

Barry

Hawkins/ING

401

John

Higgins/ESC

695

13º

Jack

Lisowski/ING

384

Mark

Allen/IRLN

660

14º

Stuart

Bingham/ING

379

Ronnie O’Sullivan/ING

633

15º

Stephen

Maguire/ESC

351

Kyren

Wilson/ING

531

16º

Yan

Bingato/CHI

318

Ranking Mundial antes da realização do Open de Gibraltar

Top 16

(RM: ranking Mundial J/N: Jogador/Nacionalidade £: Libras)

 

Graeme Dott com esta vitória (V) a tornar-se o 13º jogador a ter ganho uma prova do circuito esta época, num total de 14 provas de RM cumpridas e outras 7 por convite e não de RM − dando ao todo 21 PROVAS (Provas de RM/Provas por Convite): Judd Trump com 5V (5/0), Neil Robertson com 3V (2/1), Shaun Murphy e Mark Selby com 2V (2/0), Yan Bingtao, Ding Junhui e Michael Holt 1V (1/0) e ainda Ronnie O’Sullivan, Graeme Dott, Stephen Maguire, Thepchaiya Un-Nooh, Barry Hawkins e Stuart Bingham.

 

Graeme+Dott+Masters+Day+Six+nbG-eagnoFcl.jpg

Graeme Dott

Campeão do Mundo em 2016

21º RM

Vencedor da BetVictor Championship League

 

Esta quarta-feira (março, 11) arrancando a antepenúltima prova desta época (final marcada para março, 15) com a presença do atual detentor do troféu − o inglês Stuart Bingham – a última prova da época antes da realização do Mundial a ter transmissão via EUROSPORT (depois só de 18 de abril a 4 de maio com o Betfred World Championship).

 

RME

J/N

£ (x1.000)

Juud Trump/ING

656

Shaun Murphy/ING

383

Mark Selby/ING

282

Neil Robertson/AUS

274

Ding Junhui/CHI

261

Yan Bingtao/CHI

206

Mark Allen/IRLN

165

John Higgins/ESC

158

Ranking Mundial da Época antes da realização do Open de Gibraltar

Top 8

(RME: Ranking Mundial da Época)

 

[Para a elaboração da lista final que indicará quais os 16 jogadores tendo acesso direto a integrar a fase final do MUNDIAL libertando-se das Rondas de Qualificação (prévias) − 16 por acesso direto mais 16 por qualificação num total de 32 – estando ainda em disputa prémios de 2.000£/3.000£/4.000£/5.000£/6.000£/20.000£ e 50.000£ p/ o Vencedor no Open de Gibraltar (uma prova aberta, a 128 jogadores ou mais) e prémios de 20.000£/40.000£/60.000£ e 150.000£ p/ o vencedor do Coral Tour Championship (uma prova fechada aos 8 melhores jogadores da época).]

 

(imagens: GETTY/express.co.uk − Charlie Crowhurst/Getty Images Europe/zimbio.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 01:09

09
Fev 20

À partida da 6º edição do World Grand Prix (11ª prova da época a contar para o Ranking Mundial), com Judd Trump (eliminado na 2ª ronda por Kyren Wilson) a deter o maior número de troféus (2), seguido de Ronnie O’Sullivan, de Shaun Murphy e de Barry Hawkins (1) – por curiosidade todos eles sendo ingleses. Hoje na disputa da final da sua 6ª edição terminando o reinado inglês, com a vitória do australiano Neil Robertson (3ª vitória esta época) − consolidando a sua posição de vice-líder do Ranking Mundial (atrás de Judd Trump).

 

see-1325x550-snooker-World-Grand-Prix-1.jpg

 

World Grand Prix

(5 edições anteriores)

A

J

F

2015

Judd Trump

Ronnie O'Sullivan

10-7

2016

Shaun Murphy

Stuart Bingham

10-9

2017

Barry Hawkins

Ryan Day

10-7

2018

Ronnie O'Sullivan

Ding Junhui

10-3

2019

Judd Trump

Ali Carter

10-6

(A: Ano J: Jogador F: Frames)

 

Na final realizada este domingo à melhor de 19 frames − e sabendo-se nos 18 encontros anteriores (entre ambos) levando vantagem Neil Robertson com 11 vitórias contra 7 (apesar de nos 3 encontros com mais frames, a vantagem ser para Graeme Dott com 2 vitórias contra 1) – com o escocês Graeme Dott apesar da sua boa prestação (e subida de forma evidenciada nas últimas provas disputadas) a não resistir ao bom momento do australiano Neil Robertson (4ª final/3 vitórias) sendo derrotado por 10-8 (mas ficando mais perto do Top 16 do RM).

 

CORAL WORLD GRAND PRIX

6º Edição − Final

09.02.2020/13:00 e 19:00

(em 2 sessões e à melhor de 19 frames)

 

Jogador

NEIL ROBERTSON

GRAEME DOTT

Foto

_47763747_-1.jpg

Final do Campeonato do Mundo de 2010

(com Neil Robertson vencendo

e sagrando-se campeão)

Nacionalidade/Idade

AUS/37

ESC/42

Ranking Mundial

20º

Ranking da Época

Época 2019/20

(melhores prestações)

- V European Masters

- PF German Masters

- PMF Shangai Masters

- V Champion of Champions

(+ V World Grand Prix)

- PQF International Championship

- PMF German Masters

(+ PF World Grand Prix)

Vitórias em Provas RM

17 (+1)

2

Vitórias em Provas n/RM

10

1

Campeão do Mundo

(outros)

2010

2006

Ronda

(adversários eliminados)

M. Holt

ING

4-3

K. Muflin

NOR

4-1

M. Williams

GAL

4-0

X. Guodong

CHI

4-0

QF

J. Perry

ING

5-1

Ronnie O’S.

ING

5-3

MF

K. Wilson

ING

6-4

T. Ford

ING

6-4

Final

1ªS

1-0; 1-1; 1-2; 2-2;

3-2; 4-2; 5-2; 5-3;

2ªS

5-4; 6-4; 6-5; 7-5;

8-5; 9-5; 9-6; 9-7;

9-8; 10-8

Resultado

10

8

Prémio p/Vencedor: 100.000£ − Prémio p/Vencido: 40.000£

(V: Vitória PF: Presença Final PMF: Presença MF PQF: Presença QF RM: Ranking Mundial/09.02.2020 QF: Quartos-Final MF: Meia-Final S: Sessão)

 

Já esta segunda-feira (10) arrancando o OPEN do PAÍS de GALES (10/16 fevereiro) − contando c/ a participação de 130 jogadores e de todo o Top 64 do RM (detentor do troféu Neil Robertson) − 12ª prova da época a contar p/ o Ranking Mundial (RM), uma das 5 provas em falta (anulado o Open da China devido ao surto de coronavírus) antes da realização do Campeonato do Mundo de 2020 (a outra − a Championship League − sendo p/ convite) – c/ fase final de 18 de abril a 4 de maio no Crucble Theatre (Teatro do Cadinho) em Sheffield (ING).

 

[Open do País de Gales c/ transmissão Eurosport.]

 

(imagens: wst.tv e bbc.co.uk)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 22:28

06
Fev 20

Com a 11ª prova do circuito mundial de SNOOKER em curso (3/9 de fevereiro) e concluídas as suas duas primeiras rondas, é este o quadro dos Quartos-Final (QF) da 6ª edição do WORLD GRAND PRIX (detentor do troféu e tendo-o ganho mais vezes − duas − Judd Trump/ING):

 

Coral World Grand Prix

QF

(à melhor de 9 frames)

 

0_Graeme-Dott-Robert-Milkins-and-Tom-Ford-761137.j

Graeme Dott/ESC

Vs.

Tom Ford/ING

Já apurados para as Meias-Finais

e enfrentando-se entre si (na MF1)

 

Fase

D/H

J

N

RM

J

N

RM

QF1

6/19:00

Graeme

Dott

ESC

21º

Ronnie

O’Sullivan

ING

QF2

6/19:00

Tom

Ford

ING

23º

Gary

Wilson

ING

18º

QF3

 

7/13:00

Kyren

Wilson

ING

John

Higgins

ESC

QF4

 

7/13:00

Neil

Robertson

AUS

Joe

Perry

ING

17º

(D: Data H: Hora J: Jogador N: Nacionalidade RM: Ranking Mundial)

 

Nas duas primeiras rondas da Coral WGP (antecedendo os QF) destacando-se pela negativa e integrando o Top 8 do RM, as eliminações de Mark Selby/ING e de Mark Allen/IRLN logo na 1ª ronda e de Judd Trump/ING (este o detentor do troféu) e de Mark Williams/GAL na 2ª ronda.

 

Disputando-se já hoje (quinta-feira, 6) os dois primeiros encontros dos QF (envolvendo desde logo Ronnie O’Sullivan), para os mesmos se concluírem amanhã iniciando-se então as Meias-Finais (MF) − disputando-se ainda essa quinta-feira (dia 7) a 1ªMF (2ªMF no sábado, dia 8).

 

Coral World Grand Prix

Resultados

(QF1 e QF2)

 

Fase

J1

F

J2

QF1

Graeme

Dott

5-3

Ronnie

O’Sullivan

QF2

Tom

Ford

5-2

Gary

Wilson

 

Nos QF da prova estando garantida a presença de 4 jogadores integrando o Top 8 do RM (e de 4 ex-Campeões do Mundo), com o jogo de maior cartaz a ser o embate K. Wilson Vs. J. Higgins. E apenas c/ Neil Robertson (2) e Ronnie O’Sullivan (1) a terem ganho alguma coisa esta época.

 

Nos dois jogos dos QF, entretanto concluídos (jogador derrotado/apurado arrecadando 12.500£/20.000£ e prémio para o vencedor na final 100.000£) com a grande surpresa a vir da eliminação de The Rocket (consequência da sua falta de participação em provas) às mãos de Graeme Dott (nesta época e nos últimos tempos nitidamente em subida de forma). E com Neil Robertson, John Higgins e Kyren Wilson a perfilharem-se como os favoritos (à vitória no 2020 Coral World Grand Prix).

 

(imagem: Getty/dailystar.co.uk)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 23:18

04
Fev 18

Com a Vitória na Final do galês

MARK WILLIAMS

(7ºRM)

 

27337192_10155008895422062_1187918103892412151_n.j

Mark Williams

(e a sua vítima na MF)

 

Disputaram-se ontem (sábado,3) e hoje (domingo,4) as Meias-Finais e a Final (respetivamente) da 13ª prova integrando o circuito e contando para o Ranking Mundial: o MASTERS da ALEMANHA: contando com a presença de 3 ex-Campeões do Mundo ‒ o galês MARK WILLIAMS (2000 e 2003), o inglês SHAUN MURPHY (2005) e o escocês GRAEME DOT (2006) e de um Vice-Campeão ‒ o inglês JUDD TRUMP (2011).

 

Meias-Finais (à melhor de 11 Frames):

 

Meia-Final

1

Graeme

Dott

Shaun Murphy

Meia-Final

2

Mark Williams

Judd

Trump

1

0

1

0

1

1

2

0

2

1

3 (109)

0

2

2

3

1

3

2

4

1

3

3

5

1

3

4

6

1

4

4

-

-

5

4

-

-

10º

6 (121)

4

10º

-

-

11º

-

-

11º

-

-

 

Numa 1ª meia-Final bastante equilibrada até à conclusão do 8º frame (4-4), com Graene Dott a impor-se nos 2 frames seguintes (a Shaun Murphy), terminando a sua participação (10º frame) com o apuramento para a Final fazendo a sua maior tacada: um break de 121 pontos (8º neste Masters da Alemanha).

 

Na 2ª Meia-Final do Masters com a decisão da eliminatória (a favor de Mark Williams) a começar a definir-se logo ao fim dos 3 primeiros frames (3-0) ‒ com Mark Williams a fazer a sua tacada centenária no 3º frame com 109 pontos (14ª) ‒ e com Judd Trump (detentor da maior tacada com 140 nos QF) ainda a reduzir (3-1) antes do descalabro total do inglês (6-1).

 

27540496_10155008216952062_435301495318441704_n.jp

Graeme Dott

(e a sua vítima na MF)

 

E na final estando assim presentes 2 ex-Campeões do Mundo, um deles a caminho da sua 3ª vitória na época (17/18) ‒ o galês Mark Williams podendo igualar o inglês Ronnie O’Sullivan (igualmente c/3 vitórias) ‒ o outro atingindo desde que se sagrou Campeão do Mundo (vai fazer 12 anos), a sua 1ª final (de prova contando para o RM) ‒ o escocês Graeme Dott.

 

Final (à melhor de 19 Frames):

 

Final

Mark Williams

Vs.

Graeme Dott

Obs.

1ª Sessão

-

-

1ª parte

1-0; 2-0; 2-1; 3-1;

-

2ª parte

4-1; 5-1; 6-1; 7-1;

Tacada de 110 pontos no 8º Frame

2ª Sessão

-

 -

1ª parte

 

8-1;9-1

 -

2ª parte

 

-

-

 

Finalizando-se neste fim de tarde de domingo o MASTERS da ALEMANHA com a vitória categórica de Mark Williams (42 anos) sobre Graeme Dott (40 anos) por uns esclarecedores 9-1: com Dott ainda a resistir até ao fim da 1ª parte/1ª sessão (1-3) mas a partir daí perdendo seis frames consecutivos ‒ oferecendo a Mark Williams a sua 3ª vitória esta época.

 

Com Judd Trump (como prémio de consolação no Masters, após ser eliminado nas Meias-Finais por Mark Williams/6-1) a conseguir o maior break com 140 pontos (numa só tacada) ‒ numa temporada com participações bastante irregularesmantendo-se Mark Selby a liderar o RM e Ronnie O’Sullivan o RM da época.

 

RM

J

N

£

RM/Época

1

Mark

Selby

ING

1419

6

2

Ronnie

O’Sullivan

ING

722

1

3

Judd

Trump

ING

704

4

4

Ding

Junhui

CHI

653

7

5

John

Higgins

ESC

537

8

6

Shaun

Murphy

ING

516

5

7

Mark

Williams

GAL

420

2

8

Barry

Hawkins

ING

402

39

(RM provisório/por corrigir)

 

Disputadas 18 provas do Circuito Mundial de Snooker época 2017/18 (13 contando para o RM e 5 não contando para o RM) com Ronnie O’Sullivan e Mark Williams a conquistarem (até ao momento) 3 provas (3+0 e 2+1 respetivamente) seguidos pelo australiano Neil Robertson com 2 (1+1). Seguindo-se o CORAL SHOOT-OUT (8/11 Fevereiro) 14ª prova do RM.

 

(imagens: World Snooker)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 20:31

Junho 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO