Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

12
Abr 21

Como tantas vezes acontece sendo essa a 1ª vez (e seja do que for), este domingo dia 11 de abril (de 2021) e a quase 280 milhões de Km de distância da Terra (o seu planeta de origem), o 1º helicóptero a fazer um voo num Mundo Alienígena, teve que adiar o seu voo devido a um problema (como de costume) de última hora: adiando este evento pioneiro em princípio para a próxima quarta-feira 14 de abril.

 

PIA24581.jpg

Ingenuity

(missão com problemas normais)

 

Tendo já (e depois de resistir ao arrefecimento noturno intenso, chegando aos -90°C) concretizado o 1º passo ligando com sucesso o motor do veículo motorizado aéreo (o helicóptero Ingenuity) colocando-o em funcionamento e desse modo colocando as pás do mesmo em movimento de rotação, faltando apenas um derradeiro teste ao seu rotor (o que gira no interior do motor, dando sustentabilidade ao veículo aéreo) mas a maior velocidade.

 

inline_image_preview.jpg

Marciano e Perseverance

(ou missão com problemas artificiais)

 

Como consequência da não concretização desse 2º passo ─ sendo de sucesso, permitindo o início do 3º passo, o final ─ adiando-se para já “os festejos” (pelo feito pioneiro, bem merecido): tentando-se para já saber por que motivo num teste de alta-velocidade ao rotor (do helicóptero), ao passar-se de modo de pré-voo para o modo de voo algo se terá passado, interrompendo-se subitamente o teste (desligando-se o sistema) antes do tempo previsto.

 

Pelas reações dos responsáveis não sendo preocupante e mantendo-se o objetivo (da missão, de Ingenuity), voar.

 

(imagens: nasa.gov e videohive.net)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 00:33

10
Abr 21

Este domingo (11) com transmissão direta NASA TV e ligando como cum um apêndice e ao vivo a Terra ao planeta Marte, podendo-se assistir ao 1º voo de um helicóptero com remetente terrestre e movimentando-se sobre uma superfície estranha (extraterrestre), observando de um ponto privilegiado (em altitude) a casa do seu destinatário: já pronto bastando ligar e voar (testar, o objetivo).

 

1-pia24547-mastcam-z_gives_ingenuity_a_close-up.jp

Helicóptero INGENUITY em espera

5 de abril 2021

(SOL 45)

 

Preparado para a sua intervenção histórica como Robot-dedicado e precursor do aparecimento da provisória Máquina-biológica, dando por sua vez e no futuro origem à Máquina-cibernética, a máquina-automática INGENUITY um robot-dedicado à movimentação aérea e adaptado a partir de um modelo de um  helicóptero, encontra-se desde já em alerta e com as suas pás bem  posicionadas (pontualidade e qualidade duas vantagens da Máquina relativamente ao Homem), para no próximo dia 11 de abril por volta das 22:30 (hora de Lisboa) efetuar o 1º voo  (que não na Terra) de um veículo motorizado aéreo num mundo alienígena (feito da Máquina/crédito do Homem):

 

PIA24581.jpg

INGENUITY já com as pás-de-fora

8 de abril 2001

(SOL 47)

 

Sendo esse mundo o Planeta Vermelho (cor devida à presença de óxido de ferro, cor-de-ferrugem) e a região marciana onde se realizará o teste (de voo) a cratera de Jezero ─ local onde o ROVER PERSEVERANCE (outro Robot-dedicado, apesar de igualmente jovem, por conhecimentos consolidados, sendo mais experimentado) foi após uma longa viagem (Terra/Marte) posicionado, libertando posteriormente o helicóptero que transportara. Ficando o nome na História do Homem e o momento na História da Máquina ─ até porque ela (a máquina) no futuro e mesmo que dominando o Mundo Material em nada nos afetará, estando o Homem num nível Espiritual como criador e Deus, num flash desaparecendo, tornando-se incorpóreo e como tudo o que não se sente invisível (e pelo mistério, desejado).

 

(imagem: NASA/JPL-Caltech/ASU)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 02:41

25
Mar 21

Ao abrir o site da NASA PHOTOJOURNAL na secção Latest Images (esta quarta-feira, 24 de março) e ao deparar-me com dois registos titulados como MARS HELICOPTER e MARS 2020 ROVER (respetivamente PIA 24434 e PIA 24495) ─ algo de surpreendente pela sua edição e pelo seu significado

 

PIA24495.jpg

Marte

Zona de voo dedicada a testes

(do helicóptero INGENUITY)

 

Confirmando-se a minha antiga suspeita de que o primeiro contacto (à distância) com Marte não se teria verificado no ano de 1964 (com a missão da sonda automática Mariner 4 da agência espacial norte-americana NASA), mas 61 anos antes (presencialmente) no ano de 1903:

 

Com os irmãos Wright (Orville e Wilbur) utilizando o seu veículo motorizado adaptado (à movimentação aérea) a concretizarem com sucesso o seu primeiro voo controlado, tendo Orville Wright na sua nave Flyer 1 não só atingido o planeta como aterrado no mesmo.

 

Alternando nas missões seguintes (numa sessão de 4) com o seu irmão. Factos suportados nos registos (oficiais e publicados) da NASA aqui sob a forma de imagens,

 

PIA24434.jpg

Terra

O voo inaugural dos irmãos Wright

(os norte-americanos Orville e Wilbur)

 

Na primeira revelando-se (através das câmaras do Rover Perseverance) o local onde foram encontrados pequenos vestígios de material oriundos de uma das asas da Nave Espacial Flyer 1 (pilotada pelos Wright) ─ como desculpa com a NASA a dizer ter sido um ato propositado, como homenagem aos dois irmãos, indo o material agregado ao pequeno helicóptero Ingenuity ─ enquanto que na segunda (imagem) e surgindo-nos a partir de uma câmara (aí colocada segundos antes para o registo oficial) se fixava fotograficamente a nave, o piloto, o glorioso momento.

 

Insubstituível e só comparável à ida do Homem à Lua, pisando-a pela 1ª vez com os seus pés (botas) no ano de 1969. Meu Deus, num Ceu cheio de Estrelas, há já meio século!

 

(imagens: photojournal.jpl.nasa.gov)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 17:51

18
Fev 21

“Pelas 14:10 desta quinta-feira e com 99,89% da viagem já concluída, com a sonda espacial PERSEVERANCE viajando a uma velocidade de mais de 76.000Km/hora, a situar-se a pouco menos de 500.000Km de Marte. Tocando a superfície marciana pelas 20:00.”

 

juntosperseveramos_promo_social.jpg

 

Num Evento Interplanetário ligando o nosso planeta ao Planeta Vermelho (atualmente a cerca de 200 milhões de Km) e iniciado em 30 de julho de 2020 em Cabo Canaveral (Flórida/EUA), conclui-se hoje (18 de fevereiro de 2021) por volta das 20:00 a longa viagem (cerca de 470 milhões de Km) de mais uma sonda espacial (produzida nos EUA e da responsabilidade do JPL/NASA): com a sonda espacial norte-americana PERSEVERANCE a entrar em órbita do planeta Marte (com o seu orbitador) e de seguida aterrando à sua superfície (na cratera JEZERO), lá colocando o ROVER com o mesmo nome (integrando a missão MARS 2020) devidamente apetrechado para além do próprio ROVER PERSEVERANCE (o veículo motorizado habitualmente utilizado à superfície) equipado de várias câmaras e igualmente de microfones, estreando-se nesta missão um novo veículo (numa ação nunca antes concretizada) igualmente motorizado mas aéreo, o helicóptero INGENUITY. Podendo ser acompanhado ao vivo através da INTERNET utilizando a página da NASA ou as redes sociais (Twitter, Facebook, YouTube), num episódio da série “Missão Marte 2020” a transmitir (programado) a partir das 19:00. Uma missão até pelo lugar de contacto escolhido ─ uma bacia à superfície do planeta podendo (segundo os cientistas) ter estado num passado bastante remoto submersa ─ procurando vestígios da existência de Água (no passado, talvez em depósitos subterrâneos no presente) e ainda de Vida (tal como na Terra acompanhando esse possível ciclo da água); e ainda sendo mais valorizada por mais uma função atribuída ao ROVER e ao HELICÓPTERO, tendo que num trabalho conjunto recolher amostras (da superfície marciana) e guardá-las para uma próxima missão a Marte (então sendo enviadas para a Terra).

 

(imagem: mars.nasa.gov)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 14:13

16
Fev 21

“Missão MARS 2020

colocando o seu ROVER na cratera JEZERO,

acompanhado pelo helicóptero INGENUITY.”

 

Screenshot_2021-02-15 Mars 2020 Perseverance Rover

A primeira missão interplanetária

(TERRA → MARTE)

transportando um helicóptero

 

A pouco menos de 70 horas da sonda norte-americana PERSEVERANCE entrar na órbita de Marte, a previsão da colocação na superfície marciana de mais um veículo motorizado ou ROVER (c/ o mesmo nome) e da chegada e estreia do primeiro helicóptero sobrevoando a sua superfície ─ o INGENUITY.

 

“Following “seven minutes of terror”

after it reaches Mars’ upper atmosphere,

Nasa’s Perseverance rover is expected to land

on the surface of the red planet at 20:55 GMT on February 18.”

(Andrew Coates/theconversation.com)

 

file-20210213-19-d4wxwz.jpg

Com a sonda PERSEVERANCE

a ser lançada da Flórida por um foguetão ATLAS V

em plena Pandemia (julho de 2020)

 

Para além de toda a investigação científica levada a cabo a partir do seu orbitador, com a missão da PERSEVERANCE (MARS 2020) a colocar (em fevereiro de 2021) mais um ROVER em MARTE, juntando-se ao ROVER CURIOSITY (igualmente norte-americano, em Marte desde agosto de 2012) e mais tarde sendo acompanhada pelo ROVER TIANWEN-1 (em maio de 2021).

 

(imagens: mars.nasa.gov ─ NASA/JPL-Caltech)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 00:25

01
Nov 19

Investigando a História da Geologia de Marte, a possibilidade de aí poder ter existido Vida – num passado distante de biliões de anos (a descoberta de alguma, bio assinatura) − e até tendo a possibilidade, de recolher amostras para posterior envio para a Terra (algo de inédito para uma sonda automática mas não para o Homem, como vimos com o programa Apollo). Mais uma vez e infelizmente com o trabalho da NASA (ficando apenas e como um “batedor”, com as sondas automáticas), a ser imediatamente aproveitado pela Iniciativa Privada (ficando com todos os grandes financiamentos para os voos tripulados).

 

Mars_sample_returnjpl.jpg

O Veículo de Ascensão Marciana ou MAV

Capaz de enviar amostras de Marte para a Terra

(NASA)

 

Num teste ao próximo veículo motorizado (da NASA) o ROVER MARS 2020 (a ser lançado em 2020 e aterrando em 2021) a circular no planeta MARTE juntando-se assim ao seu irmão mais velho o ROVER CURIOSITY a observação (e o registo) de como reagirão as diversas secções da superfície do veículo (mais ou menos expostas à ação dos Raios Solares) ao interagirem com o SOL ao nível do solo marciano (e a partir daí fazendo um modelo térmico).

 

PIA23469.jpg

1

Mars 2020 Rover

(Photojournal – PIA 23469)

 

Numa imagem (1) de 14 de Outubro deste ano obtida no Laboratório de Propulsão Espacial de Pasadena (Califórnia) e incidindo sobre o sucessor de OPPORTUNITY (já inativo) e de CURIOSITY (ainda ativo) − tendo MARS 2020 (aqui no retrato) como missão prosseguir o trabalho destes seus antepassados e de outros pioneiros (Mars 2, Mars 3, Spirit, etc.) e no seu caso (para além de uma perfuradora) e pela primeira vez (caso todo o plano se confirme) não o fazendo sozinho mas acompanhado por um Helicóptero, o Mars Helicopter Scout (ou MHS).

 

1280px-PIA22460-Mars2020Mission-Helicopter-2018052

2

Mars Helicopter Scout

(Photojournal – PIA 22460)

 

Sendo lançado de Cabo Canaveral por um foguetão Atlas V541 numa viagem de cerca de 7 meses entre a Terra e Marte (e aproveitando a janela ideal de partida para uma tal viagem, situada em JUL/AGO de 2020) e com a aterragem a estar prevista para 18.01.2021 no interior da cratera JEZERO: e acompanhado pelo MHS (2) – o helicóptero no ar com MARS 2020 (o veículo motorizado circulando em terra) a poder prosseguir a Missão do Homem em Marte (á distância e servindo-se de um comando), enquanto pacientemente espera pela (tantas vezes prometida e adiada) chegada de Elon Musk (esperemos que não do seu Tesla Roadster e do seu piloto Starman).

 

(imagens: nasa.gov)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 15:31

13
Jul 16

Um Helicóptero Russo abatido por um Míssil Norte-Americano

 

No regresso de mais uma missão levado a cabo pela força aérea russa no âmbito da Guerra Civil a decorrer na Síria (em colaboração com o exército do regime aí vigente, sob o comando do seu Presidente Hafez al-Hassad), a Rússia viu mais um helicóptero seu a ser abatido (por um míssil terra-ar) provocando com o seu despenhamento a morte dos seus dois pilotos (facto ocorrido no passado fim-de-semana).

 

snapshot1.jpgsnapshot 2.jpg

Abate do helicóptero russo (aliado do regime sírio) na região de Palmyra

[1-2]

 

O helicóptero apesar de ainda se encontrar na sua fase final de testes e de adaptação (acabado de chegar como reforço adicional), estaria (sob pedido urgente de outras unidades em combate na região de Palmyra) na sua primeira missão em território sírio: bombardearia a zona em causa (sob o controlo dos terroristas do Estado Islâmico) regressando de seguida à base.

 

Só que no seu regresso à base acompanhado por um outro helicóptero, sem que nada o fizesse prever e apanhando-o completamente de surpresa, acabou por ser atingido diretamente pela explosão de um míssil lançado a partir do solo: com o helicóptero a atravessar tranquilamente o horizonte (1), a ser atingido pela explosão (2), a ficar completamente descontrolado (3) e a despenhar-se finalmente em território sírio (4).

 

snapshot3.jpgsnapshot6.jpg

Levado a cabo por terroristas do ISIS (apoiados pelos EUA) em território sírio

[3-4]

 

Tendo em mais este cenário de terror que é a Guerra Civil Síria (um conflito que já alastrou ao interior da própria Europa, com os sucessivos atentados terroristas e com os contingentes de refugiados em fuga desesperada), de um lado o regime da Síria e a sua aliada Rússia e do outro o Exército Islâmico e os seus aliados nos EUA. Neste incidente com o helicóptero russo a ser abatido por terroristas do Estado Islâmico utilizando um míssil fornecido (não se sabe como) pelos norte-americanos.

 

(imagens: liveleak.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 09:53

Abril 2021
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO