Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

19
Ago 19

Lançado a 6 de Fevereiro de 2018 com o TESLA pilotado por STARMAN a situar-se hoje (19.08.2019 13:00 em Portugal) a pouco mais de 298,5 milhões de Km da TERRA deslocando-se a uma velocidade de 1500Km/h – e em relação a Marte encontrando-se a pouco mais de 111,6 milhões de Km circulando relativamente ao Planeta Vermelho a uma V = 41500km/h.

 

Roadster_Earth.jpg

 

Introduzindo um “Carrinho-de-Choque” no meio da complexa e ainda pouco conhecida Estrutura e respetiva Maquinaria que constitui o “SISTEMA SOLAR” conhecendo apenas algumas das suas bases de Funcionamento, como algumas das suas Regras a respeitar (conhecendo as consequências por experimentação) e partes do seu ainda mal compreendido (dada a sua Extensão e difícil Compreensão para um elemento tão Limitado no Espaço e no Tempo como o HOMEM) Manual de Instruções (aplicando-o por conhecimentos bem-sucedidos adquiridos anteriormente e imitando-os até ao Infinito por Replicação) – demonstramos mais uma vez − e como se tal ainda fosse necessário para descrever a crescente distância separando “visivelmente” a mentalidade do HOMEM-COMUM, da INOVADORA e REVOLUCINÁRIA CIÊNCIA e TECNOLOGIA do PRESENTE – como sendo de início CRIANÇAS o continuaremos a ser (sendo sempre o mesmo Molde e pelo menos no início, não comportando atualizações) mesmo incluindo e incorporando no nosso conhecimento novas experiências adquiridas, novas sensações e até (sendo exclusivo só de alguns, não apenas Responder mas Pensar) algumas conclusões.

 

Order-now-06-510x499.jpg

 

Nascidos para um Mundo sem Limites (não se vislumbrando o seu início e o seu fim, rapidamente dito Infinito) aventurando-nos desde logo nele de uma forma Irresponsável − desprezando como se fossemos deuses Imortais as inevitáveis consequências – para com o decorrer do Tempo e de todo o Espaço já por nós (entretanto) cumpridos e percorridos e mudando consecutivamente de “Armário (fase infantil, fase juvenil, fase adolescente, etc.) − alguns de nós não o fazendo, padecendo de algum tipo de Anomalia ou Doença – optarmos ou pela Integração (esmagadoramente) – 99,9999999% − ou pela Marginalidade (0,0000001%): neste último caso e dado nada de Novo e de Inovador surgir do primeiro (optando pela Integração/Normalização numa Linha de Montagem eficaz, repetitiva, não evolutiva, apenas de manutenção) com o Homem mesmo pretendendo existir (destacar-se) a perder-se como um grão de areia numa praia de areal extenso (esmagado pela conceção de INFINITO) sendo assimilado e nunca mais se reerguendo ou reaparecendo (0,00000009%), ou então certamente devido a Intervenção Exterior (0,00000001%) por parte de uma Entidade Superior (ou Diferenciada) pondo em prática mais de um dos seus Projetos, com o Operador responsável pela aplicação e execução do programa (de Software) e pela sua introdução na respetiva máquina (Hardware) – tal e qual numa Sala de Cinema o Chefe-Projetor, o responsável pela projeção, manutenção e transformação do HOLOGRAMA − a proceder a uma pequena alteração na sua comunicação normal/habitual de dados, Impregnando um ou outro CLONE (transformando-o num GÉNIO) e atribuindo-lhe um estatuto paralelo, superior (mas intersectando-se tendo algo de comum) única forma do Sistema presente Evoluir sustentado como está (hoje-em-dia) em números cada vez mais aterradores não de HUMANOS (originais) mas de REPLICANTES (sucedâneos).

 

180208163641-elons-tesla-780x439.jpg

 

Depois de tocarmos a LUA já lá vão 50 anos (século passado) − para o nosso tempo médio de vida uma ETERNIDADE − e como se estivéssemos a cumprir uma promessa “de REGRESSÃO”, nunca mais organizando uma Viagem Espacial por nós (HOMEM) Tripulada, enquanto nos limitamos “como Crianças” a enviar para o Espaço veículos com telecomando (como nos carrinhos e nos aviõezinhos), uns para ali e outros para acolá conforme as instruções de jogo recolhidas − as tais SONDAS e os tais ROVERS – no processo e no percurso desprezando a nossa verdadeira Missão e Desígnio que terá que ser sempre a Partida e a Descoberta de Outros Mundos (se não quisermos desaparecer por aqui), sendo verdadeiramente dramático (senão mesmo desprezível, para com os seus autores e responsáveis) − e tal como hoje assistimos à nossa volta, com a morte de milhares de pessoas com fome enquanto outros tendo-a em excesso a deitam fora – observarmos como os frutos da Ciência e da Tecnologia são tão desgraçada e insultuosamente utilizados (e mesmo assim em vez de crime, sendo apenas notícia): com o milionário ELON MUSK a enviar um dos seus carros TESLA (ROADSTER) para o Espaço (utilizando a sua outra empresa a SPACE X) pilotado por um boneco insuflável denominado como STARMAN (Homem-das-Estrelas) − e com este último mesmo sendo um potencial objeto irracional, usufruindo da música de David Bowie − tendo como único objetivo desta missão Marte (e a sua colonização segundo MUSK) e a sua promoção (do TESLA, da SPACE X, mas sobretudo do alter-ego de ELON MUSK).

 

(imagens: whereisroadster.com − whereisroadster.com – cnn.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 16:02

“E sendo obrigados a ver sempre o mesmo filme.”

 

hqdefault.jpg

What we touch. What we smell. What we feel. They’re all part of our reality. But what if life as we know it reflects only one side of the full story? Some of the world’s leading physicists think that this may be the case. They believe that our reality is a projection sort of like a hologram of laws and processes that exist on a thin surface surrounding us at the edge of the universe.

(World Science Festival/29.12.2014/youtube.com)

 

Enquanto não nos chega a explicação da razão (LÓGICA) pela qual existimos (CIENTÍFICA) e de onde e de como fomos criados (RELIGIOSA) − como se para se definir Algo (como por exemplo a RETA) para além de um motivo (um foco, um centro, um desígnio), necessitássemos de um principio e de um fim − ultrapassado definitivamente o HOMEM (e o GEOCENTRISMO), sendo progressivamente posto de lado DEUS (e o HELIOCENTRISMO) e com DARWIN a ser colocado frequentemente em questão (ou não fosse o DNA uma amálgama de informações, pela sua estrutura e interligações, sendo no mínimo estranho), eis que uma Nova Teoria muito mais aceitável e credível por estar de acordo e em conformidade com as nossas experiências quotidianas e repetitivas − vividas e compartilhadas em GRUPO sequencial e ordenadamente (como na Projeção de uma película) − vem agora sugerir que poderemos estar numa sala de cinema a assistir a uma projeção (um HOLOGRAMA) da qual somos uma parte. Numa projeção ininterrupta (e em forma de Espiral correndo o Software) mesmo que sem a nossa presença (do Hardware).

 

5-istheunivers.jpg

To us, the universe looks three dimensional. But one of the most fruitful theories of theoretical physics in the last two decades is challenging this assumption. The "holographic principle" asserts that a mathematical description of the universe actually requires one fewer dimension than it seems. What we perceive as three dimensional may just be the image of two dimensional processes on a huge cosmic horizon.

(Vienna University of Technology/27.04.2015/phys.org)

 

Com o Homem, tal como a Terra e todo o restante Universo (de algum modo visível e alcançável) a integrar um Molde (original) indicado para distribuição (pelos seus periféricos) numa determinada rede (de comunicação de dados), sendo projetado numa Tela Multidimensional (rodeando-nos como se estivéssemos numa redoma) e absorvido como Realidade pelo espetador presente na “Sala”: olhando-se o Holograma, eliminando-se a Imaginação (decapitando-se o conjunto Realidade/Imaginação por decapitação do seu complemento), sendo-se sugado pelo mesmo (como se fosse um buraco-negro absorvendo a Luz), passando a “incorporá-lo”. Transformado agora (o Homem) não num Deus ou num seu discípulo ou numa outra Entidade qualquer (superior ou até não) ainda não convenientemente “enquadrada– sempre num Nível Superior − mas indicando podermos não passar de meros animais vivendo num “ZOO, num VIVEIRO ou sendo alado, num AVIÁRIO”: caso tal se verifique, sendo despromovidos a um Nível Inferior de SUBOBJETO (Sujeito → Objeto → Subobjeto).

 

(imagens: youtube.com e phys.org)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 15:32

02
Out 12

Num Mundo Paralelo Idealizado e Habitado por Cratos

 

A Educação precisa de professores como este – expressivos, intrusivos e telegénicos, mesmo que declamando as suas vergonhas, à queima-roupa e à martelada!

 

Holograma de professor habilitado e modelo crato-contratado

 

OFERTA DE ESCOLA:

 

Procura-se professor habilitado a lecionar numa Escola Pública, para celebração de um contrato individual e temporário de trabalho – com aplicação da nova e recentemente atualizada Tabela Salarial Orientada, reduzindo de 50% o pagamento legal – mas podendo usufruir como contrapartida contratual, de colocação imediata garantida.

 

No caso de se verificar um número elevado de candidaturas com parâmetros idênticos de avaliação, optar-se-á pela melhor proposta apresentada e previamente registada no notário.

 

Os critérios positivos de seleção basear-se-ão exclusivamente em três pontos:

- Menor custo da mão-de-obra por hora

- Maior disponibilidade horária voluntária

- N.º de horas de trabalho gratuito utilizado em favor de toda a comunidade envolvida

 

O candidato mais pontuado será então convidado a celebrar contrato, sem direito a qualquer tipo de indeminização legal por cessação do mesmo.

(como será comprovado futuramente em Tribunal Administrativo, através da publicação em diploma constitucional de legislação relacionada com a lei do trabalho, a promulgar oportunamente)

 

(imagem – Google.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 13:31

Setembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

16
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO