Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

17
Jan 15

Aquilo que mais nos indigna e revolta além de nos revolver as nossas mais profundas entranhas, é a brutalidade bestial do argumento Administrativo:

 

Sem hesitação e pelo doente Administração demitida!

 

É que chefes e filhos da puta são o que não falta por aí.

 

Garcia da Horta vs. Vítima Mortal

 

TRIAGEM MAL FEITA B.jpg

 

O doente padecia de uma doença grave...
Com vários dias de evolução...
Esta sexta-feira...
O seu agravamento súbito...
Pelo carácter fulminante...
Tornou impossível qualquer procedimento...
Em tempo útil que evitasse a morte.

O tempo de espera não influenciou o desfecho final.
(administração do Hospital Garcia de Orta)

 

Um homem com cerca de 60 anos...
Recebeu uma pulseira amarela na triagem...
Morreu no dia 11 de Janeiro...
No serviço de urgência do Garcia de Orta...
Depois de ter estado três horas à espera de atendimento médico...
Mas a administração do hospital assegurou logo...
Que foram prestados todos os cuidados...

Que numa situação deste tipo são considerados adequados.
(administração da Família da Vítima)

 

Lembram-se?
Já na altura a guerra pela triagem estava instalada entre médicos e enfermeiros
Com o Ministro e como sempre irresponsavelmente a assistir

TRIAGEM MAL FEITA.jpg

Este caso aconteceu no Verão de 2013
E no entanto tudo se mantém

 

De quantas vítimas divulgadas pelos órgãos de comunicação social estão as autoridades responsáveis pela nossa Saúde à espera, para responsabilizarem de vez e se necessário FOR criminalmente, todos aqueles que com conhecimento de causa e por omissão deliberada têm pactuado com esta situação?

 

Para finalizar não interessa aqui considerar a consulta da ficha clínica do doente (atitude oficializada por ausência de resposta), já que se por um lado os leigos (a família) não a mencionaram, por outro lado os eruditos (o Hospital) limitaram-se a ignorá-la.

 

Pelos vistos somos todos Charlie!

 

(texto em negrito/itálico retirado de: RR – imagem retirada de: JN)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 21:15

04
Jan 12

O Ministério da Saúde garante o pagamento pela assistência às grávidas portuguesas no Hospital de Badajoz, mas não diz quando o fará.

 

Mais de mil bebés portugueses nasceram no Hospital de Badajoz

 

Autoridades da Estremadura espanhola acusam Portugal de não pagar há três anos, reclamando uma verba de 2,3 milhões de euros.

 

(Renascença)

 

Sugestão

Envolvendo toda a nossa governação

Aplicar aqui a mobilidade, deslocando-os todos para Badajoz

 

Os portugueses garantiriam o pagamento pela assistência ao governo, mas sem se comprometerem a dizer quando – isso dependeria da solidariedade dos portugueses em resposta ao trabalho desenvolvido em prol das populações, que para isso e apenas para isso, os elegeram.

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 23:31

Junho 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13

19
20
21
22

24
25
26
27
28
29

30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO