Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

16
Out 18

Um Continua Morto Mas O Outro Ressuscitou

 

RRA_592704071EDR_F0722464RHAZ00350M_-br2.jpg

Marte

(Curiosity Rover – SOL 2199 – 13 Outubro 2018)

 

Com a transferência de Cérebros concluída (Computadores de Bordo) – iniciada a 4 de Outubro – e aparentemente com o ROVER CURIOSITY a começar a trocar correspondência com a TERRA (demonstrando que o 1º Computador de Bordo continua ainda operacional), o veículo motorizado da NASA circulando desde há mais de 6 anos na superfície de MARTE, começa agora a transmitir dados (do Planeta Vermelho) em direção ao nosso planeta (a sua casa).

 

No passado dia 13 de Outubro (sábado) com o ROVER CURIOSITY a retomar a sua atividade – em SOL 2199 (abandonando o computador de bordo de reserva e voltando a utilizar o inicial) enviando-nos novas imagens da superfície marciana ausentes desde há quase um mês – desde SOL 2172 (15 de Setembro). Mas por outro lado com o outro veículo motorizado movimentando-se na superfície de Marte – o ROVER CURIOSITY aí há mais de 14 anos – mantendo-se estático e silencioso desde meados do mês de Junho (não comunicando desde 10 de Junho e entrando em hibernação a 12 de Junho) – ou seja há mais de 4 meses.

 

Ultrapassada a Grande Tempestade Marciana (atmosférica, global, de pó e de areia) referida ao início do mês de Junho (e antecedendo a falha no computador do ROVER OPPRTUNITY) e já (há algum tempo) em fase de dissipação, com a esperança de recuperação do veículo a atingir o seu limite (dada a sua idade avançada e a sua total dependência da Energia Solar) e com a última tentativa de contacto (tal como com o ET para TO PHONE HOME) a (em princípio) ter já sido concretizada: prevista pela NASA a 30 de Agosto para ser concretizada a 14 de Outubro (ontem). Hoje dia 15 de Outubro (de 2018) com imagens do ROVER CURIOSITY e sem notícias do ROVER OPPORTUNITY.

 

(imagem: nasa.gov)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 01:20

15
Jul 15

Agora que o HOMEM parece ter desistido da (sua) CONQUISTA (pessoal) do ESPAÇO enviando DRONES teleguiados a partir de construções edificadas em TERRA – o que seria da nossa HISTÓRIA se o HOMEM tivesse abandonado a sua SAGA dos DESCOBRIMENTOS e apenas tivesse largado barquinhos no mar para se entreter – só nos restam as imagens de TV: e é pena não podermos TOCAR e SENTIR, pondo todos os nossos órgãos dos sentidos em plena actividade (fazendo-nos sentir de novo vivos e em movimento contínuo).

 

nh-071315_falsecolorcomposite.jpg

PLUTÃO o planeta e CHARON uma das 5 luas
Aquilo que parece um sistema duplo de corpos celestes
(muito semelhantes e com aspecto familiar)

 

Em vez de nos oferecer imagens da chegada da sua sonda NEW HORIZONS ao ponto de maior proximidade ao longínquo planeta PLUTÃO (já lá vão mais de 25 horas), a NASA continua a apresentar-nos uma imagem referente a 13 de Julho (anterior ao encontro de 14 de Julho): só que em vez de ser apresentada com uma cor mais natural mas um pouco esbatida e com pouca definição, aparecendo agora mais bonita socorrendo-se da adição de cores falsas.

 

O que mais uma vez nos entristece a todos (sejamos leigos ou eruditos) pois esta actuação por parte da NASA já se tornou comum e banal e sempre com as mesmas explicações – sempre direccionadas de iluminado para ignorante e com total desrespeito pelos segundos: uma demora sempre justificada por algum tipo de execução técnica ainda por cumprir ou com uma outra justificação aparentemente mais respeitosa para com a inteligência dos seus (muitos deles há muito fieis) seguidores.

 

Mas convenhamos que apesar de assim proceder na esmagadora maioria de casos ocorridos (e semelhantes), por vezes a NASA no decorrer da concretização de cada um desses diferentes percursos nos vai dando algumas boas pistas e sinais: que finalmente e na hora prevista ao tornarem-se efectivos, até que acabam por ser divertidos (e que já agora confessando nos fazem ficar sempre à espera). Deste modo aceitamos a para já desalentadora definição das imagens oriundas das vizinhanças de Plutão (quando as câmaras a bordo da New Horizons são segundo os técnicos da missão das melhores até agora enviadas equipando sondas espaciais) e a demora da chegada das primeiras imagens após o histórico encontro NEW HORIZONS/PLUTÃO (talvez para a NASA as embelezar). Pelo menos confesso que estive à espera e em verdadeira suspensão pela chegada a zero da contagem indicando a chegada da sonda ao planeta; depois olhando com expectativa a contagem decrescente até que o ET a bordo da sonda telefonasse; neste momento vendo o tempo a passar após o ET ter telefonado esperando ansiosamente que este envie imagens por FAX; sabendo que talvez a única coisa que me espera será continuar a olhar para o relógio indicando o tempo total da missão (hoje no seu 3463.º dia). Sejamos pacientes, confiemos na NASA e saibamos esperar (três verdadeiras missões).

 

Perto das 15:00 continuamos à espera.

 

(imagem – NASA)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 15:06

09
Mai 15

A NASA tem-nos presenteado nos últimos dias com imagens provenientes da superfície do planeta MARTE, obtidas através das câmaras instaladas no seu ROVER OPPORTUNITY, numa região localizada nas proximidades da cratera SPIRIT OF ST. LOUIS. Numa das extremidades dessa cratera de dimensões 34X24 (metros), aparece uma curiosa elevação rochosa com cerca de 2 a 3 metros de altura, mais alta que a orla dessa mesma cratera e constituída por agrupamentos de pedras, aparentemente calcinadas e mais ou menos verticais (1).

 

1N483822542EFFCN55P1823R0M1.JPG

1
(SOL4006)

 

Agora que até já se começa a levantar a hipótese (entre os meios científicos oficiais) de ter existido em tempos bastante remotos vida na Lua (entre 0,5 a 1 milhão de anos de distância), a hipótese de o mesmo também ter sucedido em Marte torna-se cada vez mais credível. Se a vida (tal como a conhecemos) aparece na sua expressão máxima no nosso planeta Terra, porque não aceitar que em territórios vizinhos (como Marte e a Lua) algo de semelhante se tenha passado – independentemente uns dos outros ou interligados.

 

1P484263560EFFCN55P2404L2M1.JPG

2
(SOL4011)

 

À hora da consulta entrei no gabinete e sentei-me imediatamente na confortável poltrona ali colocada certamente que para o paciente (eu). Um minuto depois a luz apagou-se e o projector entrou em funcionamento. Surgiu então a primeira imagem (1) e passados 5 segundos a segunda (2). Cinco segundos depois e sem que eu me apercebesse da entrada de alguém (só poderia ser o psicólogo), surgiu a terceira (3) ouvindo-se então uma voz acompanhada de um pedido: “Descreva-me o que vê nesta imagem” (3). Tinha a garganta seca e antes de responder bebi um copo de água.

 

1P484263560EFFCN55P2404L2M1.B.JPG

3
(SOL4011/ampliação)

 

Via-me na sala reflectido no espelho, com o projector à minha frente expondo as imagens atrás de mim e sem mais ninguém visível e ao alcance dos meus olhos. “O que eu via esculpido na pedra da esquerda (quebrada) era o que parecia ter sido a representação de uma face humana. Se deslocássemos a parte inferior/superior dessa pedra e a fizéssemos coincidir (como o seria originalmente), rapidamente reconstruiríamos o rosto em causa: unindo-as pelo nariz e com as cavidades dos olhos na parte superior. Esta própria fracturada e com uma parte (bem visível) deslocada.”

 

(imagem e ampliação: Opportunity/NASA)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 23:17

15
Abr 15

Três imagens oferecidas pelo diário online The Huffington Post, cabendo a cada um de nós decifrar o seu conteúdo e o seu significado. Recordo apenas que quando existe culpa, esse fardo nunca poderá apenas ser assumido pelo seu elo mais fraco.

 

I


Continuando a Comunidade Europeia com a sua política cega e economicamente assimétrica (que conduzirá a Grécia à sua saída a curto prazo do Euro, migrando então para a órbita do novo banco euro-asiático) para com o poder instalado no Novo Eixo do Mundo (China/Rússia), o destino da Europa será o do inevitável colapso (económico e financeiro) ou o do momento decisivo do início da Guerra (total). Até ao momento só temos fechado os olhos ao genocídio brutal de africanos.

 

n-MIGRANTS-large570.jpg

Genocídio à vista desarmada

 

A nossa bestialidade não tem limites. Agora foi mais um barco que fazendo a travessia do mar Mediterrâneo entre o norte de África e o sul da Europa e concretizando-o sem as condições mínimas de segurança para tal empreendimento (louco mas podendo significar para muitos a sobrevivência), naufragou com as 500 pessoas que se encontravam a bordo contando neste caso com a preciosa e mortal colaboração de um outro barco, que em vez de os ajudar ao aproximar-se os fez capotar e afundar. Fugindo de imediato como um criminoso. Aproximadamente 350 deles morreram esmagadoramente mulheres e crianças. A inteligência curricular europeia ainda deve estar a analisar o caso para ver se estaremos em presença de seres humanos credíveis.

 

II

 

Apesar de mais um êxito no lançamento da nave SPACE X (com a sua cápsula DRAGON a realizar a sua sexta missão de abastecimento da ISS), a tentativa de aterragem do 1.ºandar do foguetão FALCON 9 foi mais uma vez mal sucedido.

 

CClJZmqWIAAsLB-.jpg

Aterragem mal sucedida

 

Porque será que somos capazes de aterrar os mais diferenciados tipos de veículos espaciais (naves e sondas) em mundos onde nunca estivemos (pelo menos que se saiba) e somos incapazes de o fazer (utilizando os mesmos tipos de veículos espaciais) no nosso próprio planeta? Que eu saiba no nosso planeta outros veículos similares (aviões e helicópteros) descolam e aterram diariamente exactamente nas mesmas condições.

 

III


Apesar de os EUA terem desde há vários anos como seu Presidente um indivíduo (aparentemente) de raça negra, a caça aos outros NEGROS parece ter-se tornado de novo (nunca nos poderemos esquecer dos sempre presentes KKK) um desporto nacional muito praticado pela POLÍCIA.

 

n-RUNS-DOWN-SUSPECT-large300.jpg

O carro do implacável justiceiro

 

Com casos sucessivos (só) agora a serem constantemente reportados em diversos órgãos de comunicação social norte-americana (principalmente os divulgados pelas estações de televisão, com o som, a imagem e as testemunhas presentes a serem uma fonte indestrutível), as situações de pura incredibilidade sucedem-se a um ritmo verdadeiramente assustador. Depois de agressões a murro e a pontapé a mulheres grávidas mas desobedientes, de frequentes diálogos mortais resolvidos pela primazia de dar tiros, de balas mortais atingindo o infractor pelas costas enquanto fugia e até de confusão entre armas letais e não letais nada parecidas mas também provocando a morte, só faltava mesmo a Polícia apresentar-nos a sua nova modalidade de perseguição e posterior prisão: lançar o carro da polícia a alta velocidade em direcção ao infractor e após este ter sido atropelado e com o choque lançado pelo ar, algemá-lo e ler-lhe os direitos. Muito diferente de atropelamento e fuga.

 

(imagens: Getty Images – @SpaceX – huffingtonpost.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 23:58

20
Jan 15

“Às vezes acredito que há vida em outros planetas, às vezes eu acredito que não. Em qualquer dos casos, a conclusão é assombrosa.” (Carl Sagan)

 

1874.jpg

Apollo7 – Imagem AS07-07-1874

 

A UFO Sightings News apresenta na sua edição de 19 de Janeiro mais um exemplo da presença de um objecto voador não identificado observado nas proximidades do nosso planeta. E registado por três astronautas norte-americanos aquando da realização da missão Apollo7, em órbita da Terra no mês Outubro de 1968.

 

1879.jpg

Apollo7 – Imagem AS07-07-1879

 

Como se pode facilmente constatar pela data destas imagens este avistamento tem apenas 47 anos. E mesmo assim esta foto resistiu a quase meio século de esquecimento, emergindo um dia acidentalmente dos ficheiros da NASA sem que ninguém fizesse a respectiva e expectável correcção: ou eliminavam as duas imagens ou deixavam só uma.

 

(imagens: Lunar and Planetary Institute – www.lpi.usra.edu)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 01:27

31
Ago 12

Qual a verdadeira cor de Marte?

 

      

A mesma imagem da superfície de Marte

 

A manipulação excessiva das imagens pode levar-nos a interpretações incorretas!

 

(imagem – NASA)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 14:23

Junho 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13

19
20
21
22

24
25
27
28
29

30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO