Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

01
Out 19

E depois de utilizado (o canudo) ficando para nós

o que estava enrolado à volta dele (o papel, antes branco agora colorido).

 

c457766fd49ded9d5d867741a43127b4.jpg

 

[Para se compreender a mentalidade de quem “Controla o Mundo (e fazendo parte do rebanho, queiramos ou não, a nossa) estejam atentos à, parecendo um título de um filme não o sendo, “Evolução de Greta (no diagnóstico oficial/inicial antes apenas jovem, agora também doente) − do Passado (desde que se tornou figura pública, introduzindo-se no “Espetáculo”) até ao Futuro, esperando não ser num relance esquecida (Já Tá Indo? Não Sabia!): utilizando todos os órgãos dos sentidos e esperando que por experiência (e sem filtros) aprendam.]

 

Nos seus ataques vergonhosos e impiedosos (de grupos de acesso restrito, detendo a esmagadora maioria do dinheiro, das armas e dos média) retratando imediata e descaradamente na sua presa (aqui o coletivo/o rebanho, esperando que apesar de percecionar/tal como o pastor, por educação e formação/do cão-fiel, acabando por não sentir/a presença do lobo) a imagem fidedigna do seu predador (na generalidade e traduzindo, do nosso representante político, tenha optado pelo público, pelo privado ou pela opção mista e ao qual demos carta-branca),

 

Vendo-se claramente (e já aí)

como o Rei vai nu

 

Tudo serve no presente − neste período de desprezo pelo diálogo (onde proliferam, vindo de todos os lados, os “Opinion Makers” e as “Fake News”)  dando (para já e numa 1º fase) a primazia ao conflito − para abater o nosso adversário (tal como na passado, mas agora de uma forma muito mais exacerbada) mesmo que utilizando contra o que seria moralmente  expetável as reprováveis (degradantes, execráveis, criminosas) armas e estratégias deste: sendo ainda mais preocupante que declarado esse conflito já lá vai mais de dois anos e  meio (tomada de posse do 45º Presidente dos EUA) e sabendo-se estar o centro do mesmo a desenvolver-se (e a Evoluir) atualmente no interior do território da Maior Potencia Global os Estados unidos da América  (com sede no “pântano” de Washington DC) − envergonhando os EUA (externamente) e afetando a sua credibilidade no Mundo (e acelerando a sus decadência como Império) – a caótica (disparando em todas as direções e atingindo sobretudo, estando no meio de DEM’s e de REP’s, os cidadãos inocentes) saga DEMOCRATAS Vs. TRUMP se reabilite substituindo “A Colisão com a Rússia” pela sua sequela “A Colisão com a Ucrânia”.

 

NEASE_(Fake_News)[2]___Super_Portrait.jpg

 

“Retomando-se assim a História Russa (1ª temporada) mas agora com ramificações com a Ucrânia (2ª temporada) − em estilo de sequela e mantendo-se (para além da base de toda a equipa técnica, sem dúvida Democrata e pelo menos por mais um ano e meio) a dupla de Protagonistas (Trump e Putin).”

 

Não aceitando a derrota sofrida em finais de 2016 nas Presidenciais Norte-Americanas − levando à derrota estrondosa (depois de arrumado SANDERS, pela queda) de HILLARY e à vitória surpreendente (nem o próprio acreditando, no momento) de TRUMP − desrespeitando o Presidente dos EUA, todos os cidadãos norte-americanos que legalmente o elegeram (os tais “deploráveis” segundo Hillary) e como tal e no final, a própria “Constituição Norte-Americana” e as “Razões da Fundação do seu país” (que disseram defender, não o fazendo, que “Maior Traição” haverá) – “como diria qualquer norte-americano integrado, patriota, defensor de si como dos seus e estando orgulhoso do seu país” – com os DEM em vez de reconhecerem os seus próprios erros e optarem por uma política até mais condigna com o seu nome (Partido DEMOCRATA) a, em vez de servirem o seu Povo levando até às instituições Superiores e com Poder (tendo aí maioria, como a Câmara dos Representantes, a sua Assembleia da Republica) todos os problemas básicos dos norte-americanos e de organização da sua sociedade, escolhendo consciente e deliberadamente (sabendo das consequências graves que daí podiam advir, arriscando-se à criação de um cenário propício de “Guerra Civil”)  por servir-se deles até ao limite  (da miséria até à morte e daí ao esquecimento) atirando-os como objetos/descartáveis/deploráveis para a rua e incitando-os (como se fossem uma massa bruta e irracional) − e aqui sendo impossível não recordar as estratégias dos terroristas do Exército Islâmico, por coincidência uma criação do longo braço militar da Máquina de Guerra Norte-Americana − à decapitação e à exibição pública da cabeça do Traidor, aqueles em que votaram, o seu Presidente! E aí cortando a sua própria cabeça e oferecendo-a (num prato talvez com talheres, na dúvida podendo ser um ato racista) ao novo Déspota (qual seria a diferença tendo Hillary ou Biden, sabendo-se o que foi Obama), reinando num país de poder único, não se sabendo bipolar, tantas as hipóteses oferecidas (no antes “Sonho Americano”, agora “Pesadelo Climatizado”).

 

“Muito provavelmente com Donald Trump a “ainda-estar-vivo” aquando das Eleições Presidenciais de 2020 nos EUA − sendo naturalmente o candidato REP − e com os Democratas postos no presente perante a sua mais forte aposta o ex-VP de Obama Joe Biden – sendo naturalmente o candidato DEM – “sabendo-se das capacidades de um e da falta de capacidades do outro”, podendo não haver outra solução senão mesmo a adoção de qualquer tipo (que seja, mesmo que extremo) de “IMPEDIMENTO (IMPEACHMENT)”: de modo a remover de vez o perigoso obstáculo.”

 

14baker-superJumbo.jpg

 

Com o despoletar de mais Evento tendo como epicentro o partido Democrata (seja ele o que for hoje, seja qual for a sua orientação e ideologia, tal a abertura dada pelo mesmo,  tentando chamar a si o máximo de cidadãos − mesmo que nele integrando entre outras minorias estratégicas os “deploráveis”− na sua campanha de “Caça-ao-Boneco-Diabólico DT”) e o alvo das sucessivas ondas de choque Donald Trump − e esquecendo tudo o que está para trás e à volta, de modo a melhor conduzir a besta aplicando-lhe palas mediáticas (um processo muito utilizado tanto por DEM como por REP) – a iniciar-se numa conversa eventualmente tida por TRUMP com ZELENSKI (atual presidente da Ucrânia) levantando fortes e antigas suspeitas de corrupção em negócios envolvendo BIDEN e o seu filho (na Ucrânia mas podendo estender-se a outros negócios e territórios como o da CHINA), sendo levada ao conhecimento dos DEM, levando-os de imediato a acusar TRUMP de “traição-à-pátria”, pelos vistos por atacar um antigo VP e um potencial candidato (DEM) a próximo Presidente dos EUA, ou seja, interferindo e entrando em colisão (antes por interferência russa, agora ucraniana) com as Eleições Presidenciais Norte-Americanas: para muitos assistindo a este episódio e apenas observando e daí tirando conclusões sem ligações nem concessões partidárias, algo de extremamente perturbador quando um Presidente para poder revelar a verdade (neste caso já antigo e até baseado em factos poderosos, mas nunca completamente investigados) se tem que transformar no seu próprio país e como seu Comandante num “WHISTLEBLOWER”interessado na informação (única forma de denunciar o crime, de algo ou de alguém) −  com todos os outros rodeando-o (num extremo ou no outro, mas do mesmo lado da barricada), que o deveriam proteger − dado pertencerem à mesma Máquina (à mesma Engrenagem que todos sustenta desde que pertençam ao partido único (DEM/REP) – e colocando-se ao lado do “LEAKER”interessado na contribuição − apenas desejando selvaticamente o seu Escalpe. No fundo o Nosso! Até porque se para alguns a necessidade de fazer desaparecer TRUMP é cada-vez-mais-urgente, ninguém nos podendo garantir que o seu sucessor (previsto por outros como o nosso salvador) não será ainda pior.

 

affiliate_post_AreBillionairesLeadingAmericaToward

 

[O que está neste momento a suceder na estrutura hierárquica do poder controlado pelo tão propalado Estado Profundo (que para já ninguém sabe bem quem é, ou por qualquer circunstância não identifica), é que um grupo de intermediários desde há muito constituindo a pirâmide a nível de privilégios (por direitos pelos mesmos achados e tornados adquiridos) está a ser posto em causa – logo à frente estando os administradores/gestores e os políticos & associados (público-privados e como uma praga com fortes interligações estando em todo o lado) perdendo a delegação de poderes por desistência dos Milionários (reparando finalmente na utilidade prática de ambos) − podendo-se colocar familiares e já como  tal acontece – tanto para os patrões como para os empregados: para já apenas os derrotados (daí a virulência indescritível da sua resposta) os DEM, mas amanhã (e isso podendo virar-se contra Trump, a última réstia de esperança DEM) estendendo-se a todos e aos REP. Temendo-se pela repercussão (desta luta fratricida, em curso no Poder) nos mais de 300 (milhões de norte-americanos) e do eco repetido na cabeça dos mais de 7,5 (biliões de terrestres).]

 

Quando chegará o dia em que concluiremos que o Mundo é controlado por (alguém inicialmente sendo) um “Pobre e Ignorante”, sabendo-se rodear, no entanto (por pura pratica e experiência) por “Ricos e Doutores (os tais tendo, a “Escola Toda”)?

Naturalmente um dia chegaria, em que educados os filhos do “Pobre e Ignorante” − e tal como acontece com toda a gente deste Mundo − os “Ricos e Doutores” tornados então desnecessários (por excedentários) seriam de imediato dispensados.

 

(imagens: pintrest.com – Steve Nease/durhamregion.com – nytimes.com − trofire.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 16:50

25
Set 19

24 de SETEMBRO de 2019

Data Comemorativa do Calendário Democrata

 

"Today, I’m announcing the House of Representatives moving forward

with an official impeachment inquiry."

(Nancy Pelosi)

 

sh-1.jpg

Nancy Pelosi dando com o seu martelo

de Presidente da Câmara dos Representantes

(3º nível hierárquico/maioria DEM)

Na cabeça de Donald Trump o atual Presidente dos EUA

(1º nível hierárquico/REP)

Pensando com a sua arma branca ultrapassar o Senado

(2º nível hierárquico/maioria REP)

 

Tudo isto porque Donald Trump (aqui o POLÍCIA) se mostrou eventualmente interessado (ou não viessem aí as Presidenciais de 2020, sendo Joe Biden o principal candidato DEM) nos negócios do filho de Joe Biden (aqui o LADRÃO) quando este último era Vice-Presidente dos EUA (no período de Barack Obama),

 

Nessa altura ajudando graciosamente o seu filho em negócios bastante obscuros talvez mesmo ilegais (incluindo dinheiro e chantagens entre representantes de dois países), envolvendo o negócio da energia curiosamente na destroçada (e entregue literalmente “aos bichos”) Ucrânia.

 

Mas mais uma vez para estes Democratas “Violentos & Furiosos” bastando (segundo eles) refazer a História (como se todos tivéssemos sido vítimas de lobotomia direcionada) passando o Polícia a Ladrão e Vice-Versa – e encomendando-se desde logo a tão desejada e esperada (desde finais de 2016) Ordem de Prisão (Impeachment).

 

nancy-pelosi-vs-donald-trump.jpg

Desde a sua tomada de posse como 45º Presidente dos EUA em janeiro de 2017 − quando o deveria ter sido H. C. (“literalmente eliminando” do mapa nas primárias, o candidato com mais apoiantes e que deveria ter sido efetivamente nomeado B. S.) – sendo ininterruptamente perseguido pelos Democratas com a ameaça de “Impeachment”, ontem entrando “em colisão” com a Rússia, hoje com a Ucrânia; apresentando-nos como prova irrefutável um “prato-vazio” (nem sequer se vendo o conduto) e com Trump a apontar o destino de mais esta tentativa (o das outras)

 

Podendo esta data tornar-se marcante para a INACREDITÁVEL reeleição de DONALD TRUMP para um 2º mandato como PRESIDENTE dos EUA − ou seja, com ele até finais de 2024: uma hipótese tornada agora EXTRAMAMENTE VIÁVEL por CREDÍVEL (testada anteriormente com enorme sucesso) dada a autoria ser dos mesmos que o lá colocaram com um EXITO SURPREENDENTE – na Casa Branca desde Janeiro de 2017: 24 de Setembro de 2019.

 

"The President must be held accountable. No one is above the law"

House Speaker Nancy Pelosi, 9-24-2019

(boingboing.net)

 

Com a Presidente da Câmara dos Representantes dos EUA (com maioria do partido Democrata − ao contrário do que ocorre no Senado, de maioria Republicana) a democrata NANCY PELOSI a anunciar final e oficialmente o lançamento imediato de um Inquérito levando ao IMPEDINENTO do Presidente dos EUA, falando constantemente de TRAIÇÕES (nenhuma delas especificadas) eventualmente cometidas e envolvendo DONALD TRUMP – atuando “contra os seus próprios deveres como Presidente, contra os interesses de Defesa Nacional dos EUA e ainda contra o processo eleitoral”.

 

Nem mais!

 

(imagens: boingboing.net – patriotfires.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 11:27

26
Mai 19

“Atacado por todos e por tudo e por nada, sendo no mínimo um pouco estranho, ainda (1) não ter sido morto ou (2) no mínimo detido. Qual será então a VIA (3), mantendo-o (pelos vistos e para já com aparente sucesso)

Vivo e no Ativo?”

 

kcsYfLOvNUrFEnd-800x450-noPad.jpg

 

GOP Ex-Lawmaker Demands

Impeachment Of Donald Trump,

Resignation Of Mike Pence

(huffingtonpost.com)

 

Tal como nos ensinaram os nossos avós (com as suas “continhas de mercearia” sempre certas) sendo necessária e preciosa uma “pequena Vigarice (vista aqui como um Conforto) para mais facilmente despacharmos (vendermos/impingirmos) a nossa mercadoria: e quem mais sabendo de todos esses truques (e muitos mais que nós nunca imaginaremos) dado que para −além de ser Presidente já era Milionário − daí e para os Democratas uma ideia para uma nova tentativa de IMPEACHMENT ou Impugnação de Mandato (do Presidente), não entregando este “a pedido, voluntariamente e a tempo-e-horas” a sua “declaração de IRS” – do que “o Rei-do-Imobiliário, dos Casinos, do Espetáculo e da Influência, o Homem-de-Sucesso e Sonho-de-Qualquer-Norte-Americano (ou Norte-Americana)  o agora modelo republicano (e pelos vistos geracional) DONALD TRUMP − inspirando à Candidatura a Presidente dos Estados Unidos da América (Campanha de 2020) de outros Milionários como ele (para serem originais e terem hipóteses, afirmando-se desde logo ANTITRUMPISTAS), contra todas as expetativas, desejos e Esperança (dos seus eleitores maioritariamente pertencendo à classe média/baixa, pobres e minorias) e dada toda a oposição sistemática à liderança política de Donald Trump (e a tudo o que ele representa), em mais uma ação suicida apoiada e patrocinada pelos Democratas conduzindo mais uma vez o partido à derrota (não esperada, mas anunciada).

 

AP_18083445562657-1558731780-e1558731869632.jpg

 

Defying Congress,

Trump sets $8 billion-plus

in weapons sales to Saudi Arabia, UAE

(reuters.com)

 

E em vez de pensarem nisso e nas suas potenciais consequências (para os democratas, para a América e para o Mundo) − “isolando-se o Presidente, isolando-se este do Mundo” podendo ser graves tanto a nível interno como externo os efeitos provocados (a nível Global, em cadeia) − voltando de novo às FAKE para atacar o seu atual Presidente: só por Donald Trump ter fabricado não uma FAKE NEWS MAS uma “FAKE EMERGENCY”, com o único e patriótico intuito de não perder um excelente Negócio para o seu querido país (de venda de armas aos Sauditas para se defenderem do Irão por mais um acréscimo de 8 biliões). Deixando os Democratas invejosos (por não serem eles a fazerem-no) e os norte-americanos (se crentes) a rezar, prevendo não haver solução (no Sistema Político Bicéfalo/na Ação não o Parecendo, Norte-Americano) e poder vir a sofrer (mais uma vez, face à crise e caso a Guerra se confirme).

 

mohammed-bin-salman-saudi-arabia-yemen-war.jpg

 

The Saudi Crown Prince

Is Pledging Aid to Yemen

Even as He Hits It With Airstrikes

(time.com)

 

Para já com os EUA a continuarem a apoiar a carnificina em curso no IÉMEN, apoiando a Arábia Saudita e apetrechando-a de todo o material e equipamento militar necessário (em troca do controlo total do Petróleo Saudita e dos demais Estados do Golfo) para o início de uma Guerra: que por vontade dos EUA terminaria no (e com) o IRÃO. E no interior desta grande potência ainda considerada como um Grande Império (pelos Sinais em sobressalto, senão mesmo em decadência) − sucedendo ao Império Romano, talvez antecedendo o Império do Sol – parecendo ser o único objetivo (político-partidário e de todos os Média e  Oposição) fazer-lhe o mesmo que (como um verdadeiro ”animal” sendo violento, andando com eles em contramão, sem revelar hesitação nem remorso e levando tudo à frente) a Saddam, a Laden ou a Gadafi (não sendo como sabemos um bom exemplo).

 

(imagens: change.org − Kevin Dietsch/AP/theintercept.com − Mohammed Huwais/AFP/Getty Images/time.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 00:52

01
Set 16

(e criando uma precedência perigosa senão mesmo dramática de desrespeito total pelas Instituições do Estado criadas para servir não os políticos mas os Cidadãos que representam)

 

“A partir de 1 de Setembro de 2016 não será necessário ir a eleições e ganhar para Governar o Brasil – bastando apenas ser traidor, corrupto e saber mexer os cordelinhos.”

(nunca se esquecendo da presença obrigatória do insubstituível bode expiatório – neste caso Dilma – pelos outros cabras escolhido)

 

politica-dilma-pronunciamen correiodaamazonia.com.

Dilma Rousseff

Como seria de esperar nesta situação sozinha e abandonada

(ou de como uma resistente aos tempos da ditadura militar brasileira é expulsa do seu cargo de Presidente para o qual foi eleita por mais de 50 milhões de brasileiros e eleitores, tornando-se a primeira vítima Notável – na sua vida privada sendo até ao momento um dos poucos políticos de topo sem registo ou alguma mácula criminal – da vingança já há muito anunciada e pacientemente levada a cabo pelos defensores do regresso aos tempos do antigo regime)

 

Ontem dia 31 de Agosto de 2016 a Presidente eleita nas duas últimas eleições presidenciais realizadas no BRASIL (2010 e 2014) foi finalmente demitida do seu cargo e das suas funções após um longo e premeditado plano levado a cabo pelo seu vice-presidente MICHEL TEMER: num processo iniciado ainda no tempo de LULA DA SILVA como presidente do Brasil (2002 e 2006) e que acabou por apanhar e engolir Dilma nos ajustes de contas entre os vários partidos anteriormente apoiantes de Lula, posterior e progressivamente deslocando-se estrategicamente e como condição de sobrevivência para a órbita do seu descendente – neste caso uma mulher de nome DILMA ROUSSEFF lançada para a fogueira (que o mesmo foi construindo e alimentando) pelo seu braço-direito de nome MICHEL TEMER.

 

Sendo a justificação para a demissão forçada de Dilma e o esquema de escolha do seu sucessor (por acaso Temer) uma verdadeira vergonha (e hipocrisia) para todo o mundo dito civilizado, pois se as razões para a demissão do então presidente do Brasil fossem válidas e legais, provavelmente nenhum Governo no Mundo se manteria mais um só segundo no poder. Quem é que se lembraria de invocar as duas razões seguintes (aqui apresentadas) para exigir a demissão do líder de um dos mais poderosos países do mundo (apesar da crise económica global que também o tem afetado profundamente), reeleita para um segundo mandato como Presidente deste enorme país por quase 51 milhões de brasileiros (52%)? Pois acreditem (A e B):

 

temer-672x372.jpeg

Michel Temer

Como seria de esperar nesta situação com todo o grupinho à sua volta

(tomada de posse do novo Presidente do Brasil após a sua autopromoção de Vice-Rei a Rei e depois de ter tentado apunhalar por diversas vezes a sua Rainha a quem antes jurara fidelidade eterna – num golpe palaciano levado a cabo por subalternos ambiciosos e vingativos com muitos deles intensamente ligados ao mundo e aos meandros da corrupção, utilizando em interesse próprio e de outros toda a máquina do estado)

 

A – Uma das acusações (e para que todos compreendam mais facilmente) acusa Dilma de se ter excedido nas contas propostas e apresentadas para o ano de 2015, ultrapassando as verbas orçamentalmente previstas e legalmente autorizadas. O que é falso pois não se tratou de um reforço de verbas num determinado sector da economia brasileira (não autorizado logo ilegal), mas de um desvio de verbas entre setores ainda-por-cima do conhecimento e com autorização prévia do Tribunal de Contas do Brasil; o problema no Brasil e particularmente neste caso é que pelos vistos no que toca à Justiça e à Política (e à sua ligação indevida e imoral), neste país também se pode condenar publicamente alguém só depois lhe sendo permitida a sua defesa (aí já sendo tarde – como se vê pelas tentativas desesperadas por parte de Temer & Associados de impedir Dilma de concorrer às presidenciais de 2018);

 

B – A segunda acusação (e como nada mais encontraram nem mesmo investigando profundamente a vida privada de Dilma) como não poderia deixar de ser é muito parecida à primeira, assemelhando-se quase a um processo criminal em que se pretende objetivamente agravar ainda mais a pena por repetição de conduta ilegal e criminosa por parte do acusado – o que pelo que eu sei em Portugal mesmo em julgamento de crimes de pedofilia não acontece; com esta 2ªacusação a basear-se no facto de o Governo de Dilma em vez de pagar um empréstimo pedido ao Banco do Brasil e já em período de pagamento (devolução do empréstimo) ter utilizado essa mesma verba para outros pagamentos mais prioritários, atrasando o pagamento e alargando-o no tempo – para o Governo um atraso normal para os outros mais um empréstimo não autorizado (já que o Banco do Brasil foi assumindo os custos enquanto o empréstimo não era todo liquidado); sem comentários para quem não seja ingénuo e para quem perceba os verdadeiros mecanismos do poder (e de como por vias paralelas e muito mais seguras – não sendo eleito logo não sendo responsabilizado – facilmente se lá chega).

 

Num momento em que o Brasil bate brutalmente e como nunca no fundo (parecendo querer regressar aos tempos dos regimes militares), com toda a sua classe política corrupta ou em vias disso (quem não se juntar a eles está queimado), com o país todo paralisado ao mesmo tempo que se iniciaram as vagas de privatizações (saúde, educação, transportes) sem Governo legítimo eleito…e ainda com um Governo já nomeado sem uma única mulher nem um único negro e que no dia 31 de Agosto (data da queda de Dilma e da ascensão de Temer) deu origem a 3 Presidentes todos no mesmo dia (provavelmente um record mundial): a demitida (Dilma – que foi para casa), o nomeado (Temer – que foi à China) e o substituto (Maia – enquanto o presidente não regressa).

 

Pelo que olhar para o Brasil é olhar para o Mundo, é olhar para nós e perguntarmo-nos o que na realidade andamos aqui a fazer e questionarmo-nos de uma vez por todas, como tem sido possível (pelo menos neste mundo caótico e sem rumo do século XXI) uns milhões dominarem vários biliões. É que, nem sequer utilizando a Lei da Selva, se percebe este Fenómeno!

 

Infelizmente com a maioria (com medo e subjugada) a tomar sempre partido pelos Vencedores.

 

(imagens: elpais.com e culturaam960.com.br)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 22:10

Novembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO