Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

04
Fev 15

Liberdade?
A Paz, o Pão, Habitação, Saúde, Educação!
(Liberdade – Sérgio Godinho)

 

É no respeito do exercício e do funcionamento das instituições que "está o limite entre o Estado de Direito e o totalitarismo"

 

biografia_ms_ficha.b.gif

Aleluia!

 

Só é pena que apesar de todas estas lamentáveis declarações (e o juiz...que se cuide...), não se faça um esforço (por mínimo que seja), no sentido de se verificar se na realidade aqueles que neste momento e temporariamente detêm o poder governativo (sobre essas mesmas instituições), o servem e respeitam (o cidadão/o estado: integralmente e sem sombra de dúvidas) no exercício das suas funções.

 

Pela generalidade das respostas dos cidadãos deste estado, aparentemente a resposta é...não acreditam! (o que não quer dizer que não seja verdade).

 

E também é mais fácil, arranjar um bode expiatório.

 

(Se um cidadão já foi detido por 12 vezes e mesmo assim continua em liberdade, talvez à 13.ª seja de vez. E depois de um final espectacular como o de 2014, só mesmo com uma repetição reciclada para o ano de 2015. O actor principal é que já não é o mesmo. Estratégias.)


(imagem – fmsoares.pt)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 14:58

28
Nov 11

Os criminosos de guerra apropriam-se de tudo, até da inocência das crianças, para as limitarem a um simples termo e tempo de irresponsabilidade, não reproduzível num mundo de constante violência, exercida maioritariamente pelas próprias instituições que as deviam proteger – para continuarmos uma infância imbecilizada e alienada, foram criados as crianças artificiais, bonitas como a Barbie ou horrorosas como os transformers.

 

Notícias Recentes dos Sem Vergonha:

Crianças pobres e com fome, sem pequeno-almoço!

(resultado de debate orçamental, com vitória PSD-CDS)

 

Grande pequeno e pequeno Grande

 

O que ainda temos e que devemos respeitar e defender até morrer.

Por respeito para com a vida e para com todo o mundo que nos criou e transformou.

Ou já esqueceram que nós somos apenas um fio condutor, mas importante, de todo este processo de vida?

Sem nós não haveria passado nem futuro, somente um presente sem sentido.

Mesmo sem memória e cultura, devemos aos nossos filhos, o direito à vida e ao mundo, que criamos e em que os lançamos.

Um sorriso é a melhor maneira de descrever a vida!

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 12:50

Novembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9


18
22
23

24
25
26
27
28
29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO