Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


O Futuro da Terra?

Terça-feira, 12.10.21

Olhando para este registo fotográfico de MARTE obtida pelas câmaras da sonda norte-americana PERSEVERANCE na planície UTOPIA e no interior da cratera JEZERO, a justificação à distância (por não presencial) após análise visual (e através da junção de conhecimento científico entretanto adquirido) de algo de que há muito se suspeitava (e entretanto, face aos demasiados indícios e vestígios já se interiorizara), de que um dia bem lá no passado profundo do planeta, este teria estado parcialmente coberto por água: numa existência estimada em cerca de 4,5 biliões de anos (tal como todo o Sistema Solar) talvez nos seus primeiros milhão/milhão e meio de anos.

pia24485-4-1041.jpg

KODIAC

Depósito de sedimentos localizado no interior da cratera JEZERO

(interior da planície de UTOPIA) denominada como o delta

(22 fevereiro 2021)

 

Observando-se um terreno que antes até poderia pertencer a um delta (onde surgem aqui e ali escarpas) formado por sedimentos aí se acumulando durante anos e anos (muitos milhões e milhões), aparentemente devido à ação (transporte e erosão) das águas e sugerindo a existência de um rio, talvez mesmo de algum tipo ou forma de vida microscópica (marciana), contendo por exemplo componentes orgânicos. O que poderia ter sido uma bacia existente num passado bem remoto ─ crateras resultando da atividade vulcânica e/ou de impacto externo ─ com as suas escarpas e diferentes profundidades e com Marte tal como a Terra, a poder estar parcialmente coberto por um oceano.

(imagem: PERSEVERANCE ROVER/NASA)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 23:55

NASA ─ Missão Marte 2020 ─ Rover Perseverança

Terça-feira, 09.03.21

Acabadinha de chegar ao PLANETA VERMELHO (18 de fevereiro de 2021), uma imagem vertical obtida pela câmara HiRISE (instalada na sonda orbital MRO) ─ PIA 24483 ─ apresentando-nos o ponto de contacto do ROVER PERSEVERANCE com a superfície marciana: Octavia E. Butler (escritora afro-americana de SCI-FI). Uma missão da NASA ─ MARS 2020 ─ tendo como objetivo o estudo da existência de Vida no Universo, neste caso dirigindo-se ao planeta MARTE e à procura de sinais de vida microbiológica no seu passado ─ com o veículo motorizado dedicando-se à geologia e tentando perspetivar qual teria sido o clima do planeta, em dias extremamente remotos (na cronologia marciana, com uns 4,65 biliões de anos de idade).

 

PIA24483.jpg

 

PIA 24483

PIA 24485

 

PIA24485.jpg

 

Na imagem PIA 24485 com o ROVER PERSEVERANCE utilizando o seu instrumento ótico MASTCAM-Z e a partir do seu ponto de aterragem (Octavia E. Butler/cratera Jezero), apresentando-nos uma visão parcial da cratera JEZERO, local onde num passado extremamente remoto terá existido um delta onde confluiriam as “Águas-de-Marte” ─ podendo mesmo comportar (transportar consigo) algum tipo de vida: terreno por onde circulará nos próximos tempos durante a sua campanha de exploração e de conhecimento (do planeta), tendo ainda na sua agenda de trabalhos uma tarefa pioneira realizada em Marte, referindo-se à recolha de materiais superficiais, depositando-os (guardando-os) de seguida, para posteriormente as enviar para a Terra numa outra missão (de recolha das amostras) Terra/Marte/Terra.

 

PIA24486.jpg

 

PIA 24486

PIA 24489

 

PIA24489.jpg

 

Nesta missão pioneira tendo Marte como destino, sendo caraterizada como a primeira recolhendo rochas e poeiras marcianas, para posterior envio para o remetente (a Terra) ─ algo já ocorrido na LUA, não à distância mas presencialmente ─ com o objetivo a ser igualmente o da preparação do planeta para uma futura receção ao Homem, inicialmente preparando-o (apetrechando-o) e depois (da instalação de uma base) enviando para lá os terrestres (existindo marcianos, como colonizadores ou seja, como “estranhos numa terra estranha”). Depois dos homens na LUA, surgindo para os humanos a sua 1ª Viagem Interplanetária ─ da TERRA a MARTE. Na imagem PIA 24486 indicando-se o possível trajeto do ROVER PERSEVERANCE na sua viagem pela superfície de Marte. Um veículo motorizado equipado (uma novidade, ainda experimental) de um Helicóptero (INGENUITY) e ainda de um Microfone (para gravar a “Voz de Marte”). E na última imagem PIA 24489 as primeiras imagens do ROVER em trabalho, observando-se as suas rodas características e o solo seco e árido sobre o qual se desloca.

 

(dados e imagens: photojournal.jpl.nasa.gov)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 18:04

ROVER MARS 2020

Sexta-feira, 01.11.19

Investigando a História da Geologia de Marte, a possibilidade de aí poder ter existido Vida – num passado distante de biliões de anos (a descoberta de alguma, bio assinatura) − e até tendo a possibilidade, de recolher amostras para posterior envio para a Terra (algo de inédito para uma sonda automática mas não para o Homem, como vimos com o programa Apollo). Mais uma vez e infelizmente com o trabalho da NASA (ficando apenas e como um “batedor”, com as sondas automáticas), a ser imediatamente aproveitado pela Iniciativa Privada (ficando com todos os grandes financiamentos para os voos tripulados).

 

Mars_sample_returnjpl.jpg

O Veículo de Ascensão Marciana ou MAV

Capaz de enviar amostras de Marte para a Terra

(NASA)

 

Num teste ao próximo veículo motorizado (da NASA) o ROVER MARS 2020 (a ser lançado em 2020 e aterrando em 2021) a circular no planeta MARTE juntando-se assim ao seu irmão mais velho o ROVER CURIOSITY a observação (e o registo) de como reagirão as diversas secções da superfície do veículo (mais ou menos expostas à ação dos Raios Solares) ao interagirem com o SOL ao nível do solo marciano (e a partir daí fazendo um modelo térmico).

 

PIA23469.jpg

1

Mars 2020 Rover

(Photojournal – PIA 23469)

 

Numa imagem (1) de 14 de Outubro deste ano obtida no Laboratório de Propulsão Espacial de Pasadena (Califórnia) e incidindo sobre o sucessor de OPPORTUNITY (já inativo) e de CURIOSITY (ainda ativo) − tendo MARS 2020 (aqui no retrato) como missão prosseguir o trabalho destes seus antepassados e de outros pioneiros (Mars 2, Mars 3, Spirit, etc.) e no seu caso (para além de uma perfuradora) e pela primeira vez (caso todo o plano se confirme) não o fazendo sozinho mas acompanhado por um Helicóptero, o Mars Helicopter Scout (ou MHS).

 

1280px-PIA22460-Mars2020Mission-Helicopter-2018052

2

Mars Helicopter Scout

(Photojournal – PIA 22460)

 

Sendo lançado de Cabo Canaveral por um foguetão Atlas V541 numa viagem de cerca de 7 meses entre a Terra e Marte (e aproveitando a janela ideal de partida para uma tal viagem, situada em JUL/AGO de 2020) e com a aterragem a estar prevista para 18.01.2021 no interior da cratera JEZERO: e acompanhado pelo MHS (2) – o helicóptero no ar com MARS 2020 (o veículo motorizado circulando em terra) a poder prosseguir a Missão do Homem em Marte (á distância e servindo-se de um comando), enquanto pacientemente espera pela (tantas vezes prometida e adiada) chegada de Elon Musk (esperemos que não do seu Tesla Roadster e do seu piloto Starman).

 

(imagens: nasa.gov)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 15:31

Destino Marte

Sábado, 01.06.19

O local onde no mês de Fevereiro do próximo ano aterrará a missão MARS 2020 e a partir do qual se deslocará o seu ROVER (um veículo motorizado) na prossecução do Programa (da NASA) de Exploração de Marte (MEP): tendo como objetivo da missão o estudo da formação (e história inicial) e processos geológicos (e simultaneamente climáticos) do planeta, a hipótese de alguma vez na sua cronologia temporal ter tido Vida e ao verificar as diferenças apresentadas pela Terra e por Marte tentar descobrir como os Humanos lá se poderiam estabelecer. Ou seja, a Etapa Zero da futura Colonização pelo Homem, do até aí considerado misterioso (até há pouco tempo afirmando-se ter canais e até por lá andando os marcianos/como o fez Giovanni Schiaparelli em 1877) 4º Planeta do Sistema (Solar), o Planeta Vermelho.

 

pia23239-1865x1200.jpg

Cratera JEZERO

Onde o MARS 2020 e o seu ROVER

Tocarão a superfície de Marte

 

Um local escolhido para a nova missão da NASA e de um novo ROVER (depois da “morte” recente do OPOORTUNITY) movimentando-se na superfície de Marte, sendo um antigo lago marciano instalado numa cratera de impacto, talvez fornecendo ainda vestígios de algo (que por lá tenha passado − tanto no Espaço, como no Tempo − ou andado por perto) como Água ou como Vida. Pelo menos e a partir dos minerais aí existentes (pelas texturas e cores apresentadas, sendo certamente diversos) podendo-se por compreensão e associação confirmar ou não a existência de Água na História de Marte (com mais de 4,5 biliões de anos). Com o MARS 2020 (e o seu ROVER) a ter um tempo de vida estimado para um ano, mas certamente e tal como os seus antecessores (SPTRIT, OPPORTUNITY, MSL) estendendo-se por muitos mais − e concluída a missão ainda fazendo algo mais. Desde logo e estando já programado, tentar obter experimentalmente Oxigénio de dióxido de carbono e descobrir uma fonte de Água (não encontrada à superfície) de origem subterrânea. Tendo-se então aí “a base para a Base do Homem.

 

(imagem: NASA)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 00:10