Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

06
Mai 19

Com Ronnie O’Sullivan e Neil Robertson completando o trio de jogadores

− O’Sullivan/Trump/Robertson

tendo ganho esta época 3 provas de Ranking Mundial: sendo uma delas e logo para Trump o Campeonato Mundial de Snooker.

 

Uma final em que o novo CAMPEÃO do MUNDO o inglês JUDD TRUMP foi uma Máquina Verdadeiramente Imparável de jogar SNOOKER, levando literalmente à sua frente o Tetra Campeão do Mundo e atual Triplo Vice-Campeão do Mundo (consecutivos) o escocês John Higgins: com este último mesmo empatando 2 das 4 sessões (4-4), sendo esmagado na 2ª sessão (8-1) e concluindo batido na 4ª sessão (2-0) – num total de 27 de 35 frames possíveis.

 

e3646cc6a58f259ea42707830b34d3d0.jpg

Judd Trump

Campeão do Mundo de Snooker de 2019

 

Mundial 2019

Final

 

J

N

RM

F

J

N

RM

JUDD

TRUMP

ING

18-9

JOHN

HIGGINS

ESC

(J: Jogador N: Nacionalidade RM: Ranking Mundial F: Frame)

 

Um Campeão do Mundo já tendo estado numa outra final do MUNDIAL de SNOOKER realizado igualmente no CRUCIBLE THEATRE (em Sheffield) oito anos antes (2011), perdendo precisamente para o escocês John Higgins (por 18-15) e agora vencendo-o (a desforra) respondendo com uns claros 18-9. Dois adversários dignos um do outro participando numa Final considerada (por muitos dos que a assistiram em direto ou via TV) a melhor das últimas edições.

 

Concluída a Época de 2018/19 do Circuito Mundial de Snooker com JUDD TRUMP sagrando-se Campeão do Mundo e Ronnie O’Sullivan a manter-se como Líder do Ranking Mundial. Relativamente (e exclusivo) a esta época e após a conquista deste Mundial com o australiano Neil Robertson a perder a liderança e entregando-a a Judd Trump.

 

[E com o Mundial de Snooker feminino a realizar-se de 20/23 Junho (mas sem transmissão na TV) em Bangkok na Tailândia (com transmissão via YOUTUBE).]

 

(imagem: Getty Images Europe/yahoo.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 23:51

04
Mai 19

Na reedição da final do Mundial de 2011 disputado a 1/2 de Maio no CRUCIBLE THEATRE em Sheffield (Inglaterra) – com o escocês JOHN HIGGINS (então com 35 anos) a bater o inglês JUDD TRUMP (então com 21 anos) por 18-15 e a sagrar-se Tetra Campeão do Mundo (atingindo aí o auge da sua carreira) – um novo embate entre duas gerações envolvendo os mesmos protagonistas de há 8 anos, a mais velha e experiente simbolizada por uma (já) lenda da modalidade (o SNOOKER) ainda viva e em plena atividade JOHN HIGGINS e a mais nova por uma das maiores promessas da mesma bem revelada há oito anos e apenas aguardando confirmação JUDD TRUMP: depois de ter sido Vice-Campeão, conquistando o título de Campeão do Mundo.

 

Campeonato do Mundo de 2019

5/6 Maio

Crucible Theatre

Sheffield – Inglaterra

Final

 

J

RM

J

RM

Judd_Trump_at_Snooker_German_Masters_(Martin_Rulsc

-

John-Higgins-1.jpg

-

JUDD TRUMP

Inglaterra

Whitchurch/Bristol

29 anos

JOHN HIGGINS

Escócia

Wishaw/North Lanarkshire

43 anos

Rondas:

 

1ªR

Thepchaiya Un-Nooh/TAI

37ºRM

10-9

 

2ªR

Ding Junhui/CHI

10ºRM

13-9

 

3ªR

Stephen Maguire/ESC

16ºRM

13-6

 

4ªR

Gary Wilson/ING

20ºRM

17-11

 

Currículo:

 

0X Campeão Mundo

 

1X Vice-Campeão Mundo

(2011)

 

Vencedor 10 provas RM

 

3ºRM

 

2ºRM Época 2018/19

C/2 Vitórias provas de RM

(melhor resultado/m.r.)

-

Rondas:

 

1ªR

Mark Davis/ING

33ºRM

10-7

 

2ªR

Stuart Bingham/ING

13ºRM

13-11

 

3ªR

Neil Robertson/AUS

4ºRM

13-10

 

4ªR

David Gilbert/ING

12ºRM

17-16

 

Currículo:

 

4X Campeão Mundo

(1998/2007/2009/2011)

 

3X Vice-Campeão Mundo

(2001/2017/2018)

 

Vencedor 30 provas RM

 

5ºRM

 

5ºRM Época 2018/19

C/1 M-F prova de RM (m.r.)

-

(J: Jogador RM: Ranking Mundial R: Ronda)

 

Uma final deixando pelo caminho (nas Meias-Finais) duas grandes surpresas (pela sua luta e exibições técnico-táticas) deste Mundial, uma integrando no início desta prova o Top16 RM (até às meias-finais tendo de ultrapassar 3 eliminatórias) – DAVID GILBERT − a outra (com um percurso muito mais duro) oriunda das Qualificações (até às finais tendo de ultrapassar 6 eliminatórias) – GARY WILSON. Dos 4 principais favoritos à conquista deste Mundial (de 2019) – em princípio pela época, pela regularidade exibicional e pelos resultados obtidos, RO, NR, JD e MA – e para além de JUDD TRUMP (pressente na Final) − apenas com o australiano Neil Robertson (enquanto pode) a resistir (sendo eliminado nas MF por John Higgins) e com Mark Allen e Ronnie O’Sullivan (este último protagonizando o Grande Escândalo deste Mundial, ao ser eliminado por um jogador sem Ranking Mundial) a serem “bem-despachados” logo na 1ª ronda.

 

Amanhã pelas 13:00 dando-se início à disputa da final deste MUNDIAL de SNOOKER, desenrolando-se em dois dias (5 e 6), distribuída por 2 sessões diárias (num total de 4 sessões, sempre às 13:00 e às 15:00) e decidida à melhor de 35 FRAMES (vencendo o que ganhar 18 frames). Com transmissão Eurosport.

 

(imagens: celebheights.com e championofchampionssnooker.co.uk)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 23:22

30
Abr 19

 

Atingidos os QF do Campeonato do MUNDO de SNOOKER de 2019

 

− A decorrer no CRUCIBLE THEATRE em Sheffield

 

RobertsonNeilAction-1325x587.jpg

Os Favoritos/1

Neil Robertson

 

 

E eliminado um dos principais favoritos (o outro sendo o australiano NEIL ROBERTSON ainda em prova) à conquista da competição

 

– Ronnie O’Sullivan eliminado logo na 1ª ronda pelo seu compatriota JAMES CAHILL –

(um jovem desconhecido, sem RM e oriundo das Qualificações)

 

 

Sendo agora colocados perante os 8 jogadores ainda sobreviventes ultrapassadas as 2 primeiras rondas

 

− Ressalvando o trabalho extra desenvolvido por ALLISTER CARTER e GARY WILSON tendo de ultrapassar anteriormente 3 outras rondas nas Qualificações −

(ou seja, sujeitando-se a 5 rondas eliminatórias, enquanto os restantes com acesso direto, sujeitando-se apenas a 2)

 

 

E simultaneamente olhando para o seu RM

(com 4 dos 8 jogadores integrando o Top 10)

E para as suas performances esta época

(apenas com 3 dos 8 jogadores tendo ganho pelo menos 1 prova do CIRCUITO MUNDIAL esta época, sendo estes NEIL ROBERTSON, JUDD TRUMP e KYREN WILSON),

 

 

Concluindo-se através desta análise curta e “bipolar” ser o MAIOR FAVORITO o jogador AUSTRALIANO:

 

 

3ºRM e tendo ganho 3 provas de RM esta época.

(igualando Ronnie O’Sullivan, apesar de tudo tendo ganho 2 outras provas do circuito mas não contanto pata o RM ou seja 5)

 

TrumpJuddAction-1325x587.jpg

Os Favoritos/2

Judd Trump

 

Jogo

D

J

N

RM

J

N

RM

QF1

30/30/1

David

Gilbert

ING

16º

Kyren

Wilson

ING

Rondas

 

Eliminou

N

F

Eliminou

N

F

1ªR

 

2ªR

 

 

-

Joe

Perry

Mark

Williams

ING

 

GAL

10-7

 

13-9

Scott

Donaldson

Barry

Hawkins

ESC

 

ING

10-4

 

13-11

QF2

30/1/1

John

Higgins

ESC

Neil

Robertson

AUS

Rondas

 

Eliminou

N

F

Eliminou

N

F

1ªR

 

2ªR

 

-

Mark

Davis

Stuart

Bingham

ING

 

ING

10-7

 

13-11

Michael

Georgiou

Shaun

Murphy

CIP

 

ING

10-1

 

13-6

QF3

 

30/30/1

Gary

Wilson

ING

25º

Allister

Carter

ING

17º

Rondas

 

Eliminou

N

F

Eliminou

N

F

1ªR

 

2ªR

 

 

-

Luca

Brecel

Mark

Selby

BEL

 

ING

10-9

 

13-10

Jack

Lisowski

Zhou

Yuelong

ING

 

CHI

10-6

 

13-9

QF4

 

30/1/1

Judd

Trump

ING

Stephen

Maguire

ESC

15º

Rondas

 

Eliminou

N

F

Eliminou

N

F

1ªR

 

2ªR

 

 

-

Thepchaiya

Un-Nooh

Ding

Junhui

TAI

 

CHI

10-9

 

13-9

Tiang

Pengfei

James

Cahill

CHI

 

ING

10-9

 

13-12

(D: Data J: Jogador N: Nacionalidade RM: Ranking Mundial/provisório ao fim da 2ª ronda do Mundial/29.04.2019 QF: Quartos-de-Final R: Ronda F: Frames)

 

Neste momento e ultrapassadas duas rondas com os jogadores ainda em prova tendo desde já arrecadado um prémio de 50.000£ (e 50.000 pontos para o RM) e passando à ronda seguinte (MF) passando às 100.000£ (presença na Final 200.000£ e vencendo a mesma 500.000£). Olhando para o quadro já definido dos QF, destacando-se logo 1 entre as 4 partidas previstas, a única em que se confrontam dois Campeões do Mundo com 2 dos 3 melhores RM atuais: JOHN HIGGINS (vencedor de 30 provas de RM e 4X Campeão do Mundo) e NEIL ROBERTSON (vencedor de 16 provas de RM e 1X Campeão do Mundo) o par de onde poderá sair (mesmo) o novo Campeão do Mundo. Com um sendo simultaneamente 2X Vice-Campeão do Mundo (2017/2018) e com o outro a par de THE ROCKET a ser de longe e ao longo desta época (de 2018/19) sem dúvida o melhor (até pelos resultados obtidos). Mas (entre os 8) com alguns “bem à espreita” como o serão (até pelas exibições) os casos de KYREN WILSON e JUDD TRUMP. Mas talvez podendo ainda vir de outro lado uma Grande Surpresa (DAVID GILBERT? GARY WILSON?). E restando ainda Stephen Maguire.

 

[Com transmissão EUROSPORT a partir das 11:00 AM.]

 

(imagens: worldsnooker.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 01:07

22
Mar 19

[E felizmente neste caso sem transmissão na TV]

 

Confirmando como se pode transmitir um acontecimento simplesmente escrevendo-o, transmitindo-nos todo o ambiente e emoção vividos (e usufruídos) como se na realidade lá tivéssemos estado (presencialmente). E igualmente uma homenagem à Bola (António Barroso) pelo destaque dado a esta modalidade (que por acaso não pratico, mas que em muito me faz lembrar o Xadrez) − de muita técnica e destreza, mas também de muita cabeça. Daí este artigo da Bola/António Barroso aqui e hoje replicado (de seguida).

 

Ronnie bate Trump

(10-9)

Na final, a uma vitória de ser número um e igualar Hendry

(António Barroso/A Bola)

 

rolingua.jpg

The Rocket

 

O inglês Ronnie O’Sullivan, de 43 anos, segundo do ranking e pentacampeão mundial (2001, 2004, 2008, 2012 e 2013) garantiu esta quinta-feira a presença na final do Tour Championship, prova da época 2018/2019 da World Snooker a decorrer até domingo, dia 24 do corrente mês, em Llandudno (Gales), ao vencer o compatriota Judd Trump, de 29 anos, sexto da tabela mundial, na negra (10-9) após sensacional recuperação (esteve a perder 2-6 e 8-9), na primeira meia-final do torneio, um hino ao snooker. bandeira branca.

 

Ronnie jogava três metas num só duelo e garantiu continuar na corrida a dois: igualar os 36 títulos ranking conquistados pelo escocês Stephen Hendry e desapossar Mark Selby de número um mundial, ambos só possíveis se ganhar o torneio. O terceiro, tem-no o Rocket assegurado por antecipação: a Taça Coral, como o profissional que mais libras amealhou no conjunto de três provas composto por World Grand Prix (ganho por Trump), Players Championship (O’Sullivan triunfou) e este Tour Championship.

 

O’Sullivan estava em igualdade de ganhos com Trump, 130 mil libras (151.163 euros) até esta terceira e última prova. Ao vencer Judd, Ronnie garantiu supremacia sobre Trump para levar o caneco para casa… além de muitos milhares de libras e da desforra sobre o compatriota e rival, que este ano já o vencera nas finais do Open da Irlanda do Norte (7-9) e do Masters (4-10).

 

Muito penou Ronnie, ante um Trump que novamente se agigantou a jogar ante o compatriota: os 6-2 para Judd com que se concluiu a sessão da tarde nada de bom indiciavam para O’Sullivan. Soberbo jogo longo de Trump, clínico e cínico quanto a defesas – capítulo em que Ronnie claudicou de forma recorrente - na abertura dos parciais, o rival teve quase sempre vermelha longa para embolsar e foi rara a vez que perdoou à mínima aberta – explicam muito de tão grande desnível na primeira metade.

 

O primeiro parcial deu a nota da tarde: Ronnie a falhar a rosa para um dos buracos do meio, e Judd, que já tinha falhado uma bola preta do seu ponto, limpou a mesa, para o 1-0. Segunda partida, mais equilibrada, caiu para O’Sullivan: 1-1. Terceiro parcial com o Rocket a voltar à mesa com 0-64 e 59 pontos possíveis na mesa, a precisar de duas faltas de Judd e… à procura delas, sem êxito: Judd, 2-1.

 

Momento culminante do duelo na quarta partida: com 47-8, Ronnie declinou somar mais com única vermelha embolsável e arriscou espalhar o molho das encarnadas… para rosa traiçoeira caprichar em não entrar no buraco do meio. Optou pelo ataque quando mandava a prudência (1-3 muito diferente de 2-2 ao intervalo) ter defendido. E Judd, com 65 pontos, limpou a mesa para o 3-1, que passaram a 4-1 com todo o mérito, após o descanso.

 

A primeira centenária de O’Sullivan, e 1004.ª da carreira (100 pontos exatos) permitiu-lhe atenuar para 2-4, mas com entradas de 69 e 50 pontos, e alguns erros de ambos, Trump acelerou até ao 6-2, desnível enorme, mas espelho do conforto de Judd a defrontar um Ronnie que tinha prometido ser mais agressivo ante Judd. Ronnie tinha de fazer pela vida à noite, e venceu as duas primeiras partidas (entrada de 82 pontos na primeira) e reacender a chama da esperança numa recuperação: 4-6.

 

Drama e tensão em estupenda jornada de propaganda da modalidade: protagonistas de eleição

 

Mas o 7-4 para Judd, logo após, fez da 12.ª partida novo momento decisivo do embate. E quando Ronnie falhou uma bola castanha, a 49-31 e com uma vermelha (e 35 pontos possíveis na mesa), o drama na decisão e nas últimas bolas de cor era garantido, por diametralmente oposto 7-5 do 8-4. Infelicidade para Judd: ao embolsar azul, a branca também entrou (falta) e O’Sullivan com azul e rosa que nem um fuso direitas ao buracos, respirou: 5-7.

 

Tremenda e brutal tensão na 13.ª partida, com o tónico do jogo: o Rocket a não conseguir esconder bem a branca lá em cima, a deixar uma vermelha e Trump – que a defender conseguiu, quase sempre, deixar Ronnie snooker atrás do trio de bolas de cor da metade superior da mesa - a disparar lume, soberbo, implacável. Foram 35 minutos de luta bola a bola, sublima batalha tática, com o mais velho (O’Sullivan) a ter a chance, a 39-57, de embolsar a amarela, mas a falhar, e Judd a selar a vitória e o 8-5 na bola rosa. Faltavam dois ao Ace in the Pack.

 

Lapso de Judd Trump (raridade…) deixou branca perto das vermelhas e Ronnie limpou a mesa, autoritário, para selar o 6-8 com a 1005.ª centenária em 27 anos de carreira: 131 pontos. E mais 15 minutos, de novo Trump a zero, nova limpeza: 134 pontos, sua terceira centenária do jogo e 1006.ª de sempre de Ronnie… e 7-8. Colossal duelo: dois titãs, tensão no teto. Sublime.

 

Drama e tensão, bola a bola, repetido numa partida equilibrada, a 16.ª, com Ronnie a chegar a 57-35… com 22 pontos na mesa. Judd ainda embolsou castanha e azul, mas falhou e deixou rosa para O’Sullivan selar o 8-8. Pedir mais e melhor era impossível: tremenda jornada de propaganda desta variante do bilhar, novo hino ao snooker.

 

A reação de Trump, sempre na frente do marcador desta final, chegou no 9-8, com Ronnie a falhar displicente vermelha para um dos buracos do meio e Judd a não perdoar. O’Sullivan nas cordas mas a arrancar três bolas de levantar a bandeira branca para igualar 9-9: uma vermelha para o meio, uma azul no canto mais próximo do ponto da bola verde, e a última das encarnadas, para recuperar desde 0-39 e vencer na sequência final de cores, adiando tudo para o 19.º frame.

 

Na decisão, Ronnie falhou vermelha longa, Trump foi até 50-0 e perdeu posição para continuar a embolsar. O'Sullivan teve a sua oportunidade para, num jogo em que nunca esteve à frente- só empatado, três vezes (1-1, 8-8 e 9-9) para tentar vencer, bafejado por tremenda maré de fortuna: uma rosa para o meio, jogada com imensa força, foi entrar no buraco mais próximo do ponto da bola amarela. Um chouriço que valeu continuar à mesa para falhar a última vermelha, a 35-55. Os dois artistas chegaram aos 27 pontos da sequência final de cores com Trump 25 pontos à frente (60-35). Mas soberba amarela e a limpeza da mesa valeram ao Rocket o 62-60... e a vitória. Após oito horas de batalha épica, tudo decidido na última bola, a preta. Fantástico. Faltam palavras para descrever espetáculo assim.

 

(texto em itálico/imagem: António Barroso/abola.pt)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 00:31

25
Jan 19

Final do Masters 2019

20 Janeiro – Londres

 

Judd Trump (5ºRM) – 10

Ronnie O’Sullivan (3ºRM) – 4

 

Pela 1ª vez Finalista e Vencedor do MASTERS

 

p06yn0yb.jpg

JUDD TRUMP

Judd Trump hammered seven-time champion Ronnie O'Sullivan 10-4 with a brilliant performance to win his first Masters title

(imagem/legenda: bbc.com)

 

Na 45ª edição do MASTERS (evento integrando a TRIPLE CROWN) disputado este ano no Palácio Alexandre em Londres – tendo como maior vencedor o inglês Ronnie O’Sullivan (por 7X) e como atual detentor do troféu o norte-irlandês Mark Allen (conquistado em 2018) – o inglês JUDD TRUMP – juntamente com o o seu compatriota Kyren Wilson uma das maiores esperanças do futuro na modalidade – estreou-se como finalista desta edição conquistando-a pela 1ª vez: batendo na final o ainda ativo mas já Lenda THE ROCKET por uns expressivos 10-4.

 

J

N

RM

J

N

RM

Judd

Trump

ING

Ronnie O’Sullivan

ING

J

N/RM

F

J

N/RM

F

Kyren

Wilson

ING/9º

6-2

Stuart

Bingham

ING/12º

6-2

Mark

Selby

ING/1º

6-2

Ryan

Day

GAL/13º

6-3

Neil

Robertson

AUS/10º

6-4

Ding

Junhui

CHI/8º

6-3

(J: Jogador N: Nacionalidade RM: Ranking Mundial F: Frames)

 

Uma prova confirmando a subida de forma do inglês Judd Trump, talvez sendo de momento e conjuntamente com Ronnie O’Sullivan um dos melhores jogadores na prática desta modalidade do bilhar: juntando-se ao grupo de 4 jogadores tendo ganho esta época (de 2018/19) duas ou mais provas do Circuito Mundial (c/p/RM + nc/p/RM) – Mark Allen/IRLN (2+0), Ronnie O’Sullivan/ING (1+2), Judd Trump/ING (1+1) e Kyren Wilson/ING (1+1) conquistando 9 em 14 do total (64%). Mantendo ainda Mark Selby/ING como Líder do RM e Mark Allen/IRLN como líder RM desta época.

 

Iniciando-se no final deste mês de Janeiro o MASTERS da ALEMANHA (30 Janeiro/3 Fevereiro) a primeira prova de RM a realizar-se neste ano de 2019 (detentor do troféu Mark Williams/GAL)

 

– Com as ausências notadas (do TOP 16 do RM) de Ronnie O’Sullivan/ING e Mark Allen/IRLN e a eliminação de Luca Brecel/BEL (na ronda de Qualificação) –

 

O mais forte opositor ao Vencedor do Masters

 

neilro.jpg

NEIL ROBERTSON

Robertson pulveriza Hawkins (6-3) e joga 'meias' do Masters com Trump

(imagem/legenda: abola.pt)

 

E atribuindo ao finalista vencedor um prémio de 80.000£ (ou pontos p/RM). E disputando-se pelo meio (do Masters/Masters da Alemanha) os grupos 5 e 6 da Liga dos Campeões (prova p/convite n/contando p/RM: juntando-se aos outros 4 finalistas (os ingleses Stuart Bingham, Judd Trump e Jack Lisovski e o australiano Neil Robertson) os ingleses Mark Selby (grupo 5) e Martin Gould (grupo 6); ficando a faltar (antes da realização da Final) o grupo 7.

 

Estando ainda previsto (por confirmar) para este mesmo período (fim de Janeiro/início de Fevereiro) – como prova por convite e por equipas – mais um confronto (a realizar-se em território chinês) Reino Unido/China (marcado para 1 de Fevereiro).

 

(imagens/legendas: as indicadas)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 10:00

19
Nov 18

1. Antes da Final

JUDD TRUMP vs. RONNIE O’SULLIVAN

 

Dos 22 JOGOS e 224 FRAMES disputados entre ambos, com RONNIE em vantagem sobre TRUMP, respetivamente por 12/10 e por 120/104. Já na disputa de Finais com TRUMP em vantagem sobre RONNIE por 4-3. Como se vê um balanço muito equilibrado.

 

hqdefault.jpgace.jpg

Judd Trump

O Às do Baralho

(The Ace in The Pack)

Ainda jovem no seu início na modalidade

(agora já com 29 anos e 9 provas de RM)

 

Este domingo dia 18 de Novembro de 2018 disputa-se a FINAL do OPEN da IRLANDA do NORTE (detentor do troféu Mark Williams) enfrentando-se dois dos melhores profissionais de SNOOKER da atualidade: de um lado a lenda ainda VIVA da modalidade o inglês RONNIE O’SULLIVAN (42 anos de idade) – alcunha THE ROCKET – 5X Campeão do Mundo, vencedor de 33 provas de Ranking Mundial, atualmente 3ºRM e vencedor de 2 provas esta época (não contando para o RM) – e do outro um dos melhores jogadores da nova geração o também inglês JUDD TRUMP (29 anos de idade) – alcunha THE ACE IN THE PACK – 1X Vice-Campeão do Mundo, vencedor de 8 provas de Ranking Mundial, atualmente 5ºRM e esta época atingindo a sua 1ª Final (de uma prova contando para o RM).

 

Finalistas

Judd

Trump

ING

5ºRM

Ronnie

O’Sullivan

ING

3ºRM

Fase

J

N

F

J

N

F

1ªR

Matthew

Selt

ING

4-2

Soheil

Vaehdi

IRA

4-0

2ªR

Stuart

Carrington

ING

4-0

Mei

Xiwen

CHI

4-1

3ªR

Jack

Lisosvski

ING

4-0

Tom

Ford

ING

4-0

4ªR

Luca

Brecel

BEL

4-0

Zhou

Yuelong

CHI

4-1

QF

Ryan

Day

GAL

5-3

David

Gilbert

ING

5-2

MF

Eden

Sharav

ESC

6-3

Mark

Selby

ING

6-5

(J: Jogador N: Nacionalidade F: Frames R: Ronda QF: Quartos-Final MF: Meia-Final)

 

Dois finalistas saindo do TRIO de jogadores sem dúvida alguma melhor tendo jogado nesta prova (e nestas 6 eliminatórias disputadas) – Mark Selby, Ronnie O’Sullivan e Judd Trump – mas dado enfrentar-se dois deles numa das Meias-Finais (Ronnie O’Sullivan vs. Mark Selby), um deles tendo de ficar forçosamente pelo caminho: caindo logo essa fava ao Líder do RM o inglês Mark Selby. E com o estranho a infiltrar-se na outra Meia-Final (Judd Trump vs. Eden Sharav) a ser o surpreendente jogador escocês (nascido em Israel) EDEN SHARAV um jovem de 26 anos de idade e profissional desde 2015 (e com a sua melhor prestação desde 2015 a ser a presença nesta Meia-Final) – com esta sua prestação sendo atualmente 70ºRM (além de 28º no Ranking Mundial da época 2018/19).

 

2. Depois da Final

 

JUDD TRUMP – 9 RONNIE O’SULLIVAN – 7

 

E ao 23º confronto com TRUMP a vencer a FINAL, equilibrando ainda mais a balança tendo RONNIE do outro lado: continuando a liderar Ronnie mas agora por 12-11/nas vitórias em Finais assim como por 127-113/em número de Frames ganhos. Num total de eficácia de 75% para RONNIE (928 jogos ganhos em 1238) – em 27 anos como profissional – e de 68% para TRUMP (642 jogos ganhos em 942) – em 14 como profissional. Por muitos sendo TRUMP apontado como o sucessor de RONNIE.

 

2187833ed2fa1ae63c2aa4bac2b29833--billard-snooker-JS114765098_trans_NvBQzQNjv4BqbHaJ3ppkpIc7ZV8fio7v

Ronnie O’Sullivan

O Foguete

(The Rocket)

No registo à direita com o pai

(agora já com 42 anos e 33 provas de RM)

 

Num duelo taco-a-taco com Judd Trump a levar vantagem, tornando-se relevante a diferença no decorrer da ponta final – mais propriamente na 2ª parte da 2ª sessão da partida (derradeiros 5 Frames): no fundo ganhando o jogador mais vezes em vantagem (no decorrer dos 16 frames jogados) e aquele que segundo opiniões (dos especialistas) mais regular terá sido e melhor terá jogado (em toda esta competição) – e só assim conseguindo vencer a Lenda (ainda Viva) Ronnie O’Sullivan. Merecido.

 

J

N

RM

1ªS/1ºP

(4)

1ªS/2ªP

(4)

2ªS/1ªP

(4)

2ªS/2ªP

(5)

RF

(17)

Judd

Trump

 

ING

2

2

2

3

9

Ronnie

O’Sullivan

 

ING

2

2

2

1

7

(EF)

-

-

1-0; 1-1

1-2; 2-2

3-2; 3-3

4-3; 4-4

4-5; 5-5

6-5; 6-6

6-7; 7-7

8-7; 9-7

(16)

(H: Hora S: Sessão P: Parte RF: Resultado Final EF: Evolução Frames)

 

E depois desta vitória (8 provas com 8 vencedores diferentes) na Final da 8ª prova da época contando para o Ranking Mundial (outras três provas disputadas mas não contando p/RM) – o OPEN da IRLANDA do NORTE – com Ronnie O’Sullivan a manter-se como 3ºRM e com Judd Trump subindo (um lugar) a 5ºRM – e com Mark Selby ainda a Liderar (a tabela do RM). E com os jogadores com o maior número de vitórias esta época a continuarem a ser Kyren Wilson (1 prova de RM outra não) e Ronnie O’Sullivan (2 provas não sendo de RM) ambos com 2 (ou seja os únicos a repetirem a proeza).

 

Ainda este mês de Novembro iniciando-se o Campeonato do Reino Unido (UK Championship) – 9ª prova contando para o Ranking Mundial (RM) – disputando-se de 27 de Novembro a 9 de Dezembro no Centro Barbican em York (Inglaterra): com o atual detentor do troféu a ser o inglês Ronnie O’Sullivan, recordista no número de UK conquistados (por 6X) a par de uma outra Lenda do Snooker o inglês STEVE DAVIS. Uma competição com transmissão Eurosport e atribuindo ao jogador vencedor um premio de 170.000£ (ao finalista vencido 75.000£).

 

(imagens: FreeSnookerTV/youtube.com e dribbble.com – pinterest.pt e telegraph.co.uk)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 08:30

19
Mar 18

Terminada a 25ª prova do Circuito Mundial e Profissional de Snooker Época 2017/18 (23 Individuais = 17 contando para o RM + 6 não contando para o RM e 2 Coletivas),

 

Com a vitória do galês RYAN DAY (17ºRM)

 

‒ No MASTERS da ROMÉNIA (vencendo o inglês STUART BINGHAM/15ºRM por 10-8)

 

Inicia-se esta segunda-feira (19 Março) o Campeonato Ladbrokes (19/25 Março) penúltima prova da época antes da disputa do Campeonato do Mundo:

 

jtrump.jpg

Judd Trump

Atual Detentor do Troféu

2017 Ladbrokes Players Championship

(batendo na final Marco Fu/HK/9ºRM por 10-8)

 

Na sua lista de participantes estando presentes todos os jogadores integrando o Top 16 da época 2017/18 ‒ liderada pelo inglês RONNIE O’SULLIVAN (2ºRM) e terminando no escocês GRAEME DOTT (22ºRM).

 

E atribuindo ao vencedor da prova (sendo o atual detentor o inglês JUDD TRUMP/4ºRM) um prémio de 125.000£ (transformados em pontos para o RM).

 

Para a conclusão da época (excluindo o Mundial) faltando então a disputa de 2 provas ‒ a conclusão da Liga dos Campeões (por convite e não contando para o RM) e a realização do Open da China (contando para o RM).

 

A nível individual e tendo-se realizado 23 provas (6 n/contando p/RM + 17 contando p/RM) apenas com 14 jogadores (dos mais de 100 ordenados e dos mais de 200 inscritos) tendo ganho pelo menos 1 delas e destacando-se desses 5 (jogadores), por terem ganho 2 ou mais (provas):

 

O inglês RONNIE O’SULLIVAN (4/4+0), os galeses MARK WILLIAMS/6ºRM (3/2+1) e RYAN DAY (3/2+1), o escocês JOHN HIGGINS/5ºRM (2/2+0) e o australiano NEIL ROBERTSON/13ºRM (2/1+1).

 

E com 2 jogadores a poderem ser considerados os mais azarados (entre um total de 23 finalistas), estando presentes em 4 finais (esta época de 2017/18) e não tendo vencido nenhuma:

 

O inglês SHAUN MURPHY/7ºRM (4=3/1) e o seu compatriota KYREN WILSON/10ºRM (4=2/2).

 

Uma prova (contando para o RM) ‒ o Campeonato Ladbrokes ‒ extremamente importante para aqueles jogadores pretendendo integrar o Top 16 do RM (concluído o Open da China), de modo a assim se apurarem diretamente para o Quadro Final evitando as sempre problemáticas rondas de Qualificação.

 

E neste caso se integrando os jogadores abaixo do Top 16, entre os mais próximos e interessados estando o galês RYAN DAY e o escocês STEPHEN MAGUIRE (18ºRM).

 

(imagem: snooker.org)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 09:21

19
Jan 18

Interrompida momentaneamente a Liga dos Campeões (A Emissão Segue Dentro De Momentos) disputa-se entre 14 e 21 de Janeiro a 18ª prova da época (6ª não contando para o Ranking Mundial) o MASTERS DAFABET. E a partir de 31 de Janeiro regressando o Snooker à TV (Canal EUROSPORT) com a transmissão de Berlim do MASTERS da ALEMANHA (13ª prova do Circuito contando para o RM).

 

WSN_WS_Website_1325x550-1325x550.jpg

E deste Quarteto Fantástico apenas restando John Higgins

(cartaz promocional do Dafabet Masters)

 

Com o Masters Dafabet a decorrer no Palácio Alexandre em Londres (14/21 Janeiro) a assistir na sua 2ª ronda ao norte-irlandês MARK ALLEN a arrasar o inglês Ronnie O’Sullivan (Vice-Líder do RM e Líder da Época) vencendo-o por 6-1.

 

wire-2073060-1515961055-480_634x489.jpg

Mark Allen

 

Disputadas as duas primeiras rondas do Masters Dafabet, são estes os 4 jogadores apurados para as Meias-Finais (e os dois respetivos encontros):

 

Fase

J

N

F

J

N

Dia/F

MF1

Mark

Allen

NIRL

Vs.

John

Higgins

ESC

Dia 20/01

1ªR

Luca

Brecel

BEL

6-3

Anthony

McGill

ESC

6-4

2ªR

Ronnie

O’Sullivan

ING

6-1

Ryan

Day

GAL

6-1

Fase

J

N

F

J

N

F

MF2

Judd

Trump

ING

Vs.

Kyren

Wilson

ING

Dia 20/01

1ªR

Liang

Wenbo

 

CHI

6-4

Barry

Hawkins

ING

6-4

2ªR

Shaun

Murphy

 

ING

6-4

Mark

Williams

GAL

6-1

(J: Jogador N: Nacionalidade F: Frame MF: Meia-Final R: Ronda)

 

Com a Final a ser disputada domingo (21.01) e com o vencedor da prova (detentor atual Ronnie O’Sullivan/já eliminado na 2ª ronda) a arrecadar 200.000£ (o vencido 90.000£).

 

905342324 JT.jpg

Judd Trump

 

E dos 4 semifinalistas – TRUMP, HIGGINS, ALLEN, WILSON e DAY – com o panorama geral destes 4 jogadores nesta época de 2017/18 a ser o seguinte (indicando fase atingida):

 

RM

J

N

+V

PF

PMF

3

Judd

Trump

ING

1

1

1+(1)

5

John

Higgins

ESC

1

0

1+(1)

14

Kyren

Wilson

ING

0+(1)

1

 

1

8

Mark

Allen

NIRL

0

1

1

(RM: Ranking Mundial V: Vitória PF: Presença-Final PMF: Presença Meia-Final)

 

Concluindo-se (indicando no quadro anterior e entre parêntesis o resultado de provas não contando para o RM) que se M. Allen vencendo a Final poderá estar a caminho da sua 1ª vitória na época (2017/18), já no caso dos outros três jogadores – Trump, Higgins e Wilson – estes poderão conquistar (vencendo) o seu 2º troféu.

 

(imagens: WORLD SNOOKER/PRESS ASSOCIATION/GETTY)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 22:10

17
Nov 17

3ªRonda e Quartos-de-Final

(16.11.2017)

 

maxresdefault.jpg

Judd Trump e Jack Lisovsky

(Semifinalistas)

 

Com a realização da 2ªRonda do MASTERS de XANGAI (9ªProva contando para o Ranking Mundial) dos 16 jogadores sobreviventes 12 integram o Top 20 do RM: com os outros 4 a serem MEI XIWEN/CHI (71ºRM), KURT MUFLIN/NOR (55ºRM), JACK LISOVSKY/ING (44ºRM) e GRAEME DOTT/ESC (31ºRM) ‒ este último já 1X Campeão do Mundo (2006) e 2X Vice-Campeão do Mundo (2004 e 2010).

 

Realizando-se dia 16 de Novembro (quinta-feira) a 3ªRonda e os Quartos-de-Final ‒ com os seguintes encontros (e resultados):

 

Jogo

 

Fase

J

N

F

J

N

1

3ªR

Kurt

Muflin

NOR

5-2

Mei

Xiwen

CHI

2

3ªR

Jack

Lisovsky

ING

5-4

Mark

Allen

NIRL

3

3ªR

Luca

Brecel

BEL

5-4

Graeme

Dott

ESC

4

3ªR

Judd

Trump

ING

5-0

Stephen

Maguire

ESC

5

3ªR

John

Higgins

ESC

5-2

Liang

Wenbo

CHI

6

3ªR

Martin

Gould

ING

5-2

Marco

Fu

HK

7

3ªR

Ronnie

O’Sullivan

ING

5-0

Barry

Hawkins

ING

8

3ªR

Mark

Williams

ING

5-3

Mark

Selby

ING

Jogo

 

Fase

J

N

F

J

N

9

 

QF

Jack

Lisovsky

ING

5-3

Kurt

Muflin

NOR

10

 

QF

Judd

Trump

ING

5-0

Luca

Brecel

BEL

11

 

QF

John

Higgins

ESC

5-1

Martin

Gould

ING

12

 

QF

Ronnie

O’Sullivan

ING

5-1

Mark

Williams

ING

 (J: Jogador N: Nacionalidade F: Frame R: Ronda QF: Quartos-de-Final)

 

Destacando-se desde logo a eliminação de todos os jogadores chineses em prova (de um contingente inicial perfazendo mais de duas dezenas num total de cerca de 130 jogadores inscritos) e da presença avassaladora da Grã-Bretanha nas Meias-Finais ‒ com três ingleses e um escocês. E dos 4 jogadores apurados para as Meias-Finais ‒ JUDD TRUMP (3ºRM), JOHN HIGGINS (4ºRM), RONNIE O’SULLIVAN (6ºRM) e JACK LISOVSKY (33ºRM) ‒ com os três primeiros a serem os únicos a poderem conquistar a 2ª prova desta época 2017/18 (até ao momento com todas as provas disputadas a terem um Vencedor diferente).

 

Meias-Finais e Final

(17/18.11.2017)

 

maxresdefault v.jpg

John Higgins e Ronnie O’Sillivan

(Semifinalistas)

 

Para no dia 17 (sexta-feira) e 18 (sábado) se desenrolarem respetivamente as Meias-Finais e a Final da Prova:

 

J

 

Fase

J

N

J

N

13

 

MF

Jack

Lisovsky

ING

Judd

Trump

ING

14

 

MF

John

Higgins

ESC

Ronnie

O’Sullivan

ING

J

 

Fase

J

N

J

N

15

 

F

Lisovsky/Trump

ING

Higgins/O’Sullivan

ESC/ING

(MF: Meia-Final F: Final)

 

E na Final do XANGAI MASTERS com todos os seus jogadores ausentes (até o chinês Ding Junhui detentor do troféu e não tendo estado presente por motivo de doença) certamente com o público local a apostar numa final entre RONNIE O´SULLIVAN e JUDD TRUMP ‒ se John Higgins e Jack Lisovsky estiverem de acordo: e se no caso de Higgins dado os encontros recentes tudo aponta para Ronnie (p/ a sua vitória), já no caso Lisovsky e dado o mais recente encontro (entre eles) Trump poderá mesmo perder.

 

[Masters de Xangai ‒ Transmissão EUROSPORT]

 

(imagens: Snooker VideoHub/youtube.com e Clear Snooker/youtube.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 01:43

01
Out 17

Sem a presença de jogadores importantes

(2º/5º/6º/7º/10º/13º/14ª/20ºRM)

Decorre na próxima semana o

2017 EUROPEAN MASTERS

 

Judd-Trump-European-Masters-Bucharest-winner.jpg

 Judd Trump

Vencedor do European Masters

(1ª Edição/Bucareste/2016)

 

Esta segunda-feira (2 Outubro) inicia-se a 5ª prova da época contando para o Ranking Mundial: o MASTERS EUROPEU (na Bélgica) inicialmente com 128 jogadores inscritos (para a Qualificação) e daí saindo os 64 para a fase final da prova (neste momento ainda 67 por faltarem disputar 3 partidas da Qualificação). De 2/8 Outubro com os jogadores a terem pela sua frente (até atingirem a Final) 5 eliminatórias (1ª/2ª/3º Ronda, Quartos-de-Final e Meia-Final) e com o inglês Judd Trump (presente e 4ºRM) a tentar reconquistar o Troféu (ganho em 2016 ao bater na final o sem compatriota Ronnie O’Sullivan/agora ausente por 9-8).

 

J

 

N

RM

J

N

RM

Mark

Selby*

1

ING

Zhao

Xintong

CHI

75

John

Higgins

3

ESC

Alexander Ursenbacher

SUI

92

Judd

Trump*

4

ING

Adam

Duffy

ING

90

Neil

Robertson

8

AUS

Fang

Xiongman

CHI

85

European Masters

4 Dos 64 Jogos da 1ª Ronda

(J: Jogador N: Nacionalidade RM: Ranking Mundial)

 

Da ronda de Qualificação destacando-se (pela negativa) a eliminação de 4 jogadores incluídos nos 20 melhores do RM: os ingleses Shaun Murphy, Barry Hawkins e Allister Carter (5º/7º/13ºRM) e o escocês Stephen Maguire (20ºRM). E desses 20 ainda estando ausentes outros 4: os chineses Ding Junhui e Liang Wenbo (2º/14ºRM) o natural de Hong Kong Marco Fu (6ºRM) e o inglês Ronnie O’Sullivan (10ºRM). Assim do Top 20 sobrando 12 (num circuito ainda sem brasileiros, mas pelo menos contando com a presença/mesmo nesta prova do “luso”/suíço Alexander Ursenbacher/92ºRM). Favorito? Talvez Mark Selby (1ºRM).

 

Transmissão no EUROSPORT:

2ª feira/2 Outubro 2017 ‒ 12:00/18:00-EUR2 e 18:00/21:55-EUR1.

 

[*Tendo que se submeter à ronda de Qualificação (ainda não realizada para este jogador) antes de ser apurado para a 1ª ronda da prova e defrontar o respetivo adversário (já conhecido).]

 

(imagem: romania-insider.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 13:09

Junho 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13

19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO