Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

20
Dez 18

El gobierno local por otra parte ha aconsejado a los residentes en la isla evacuar temporalmente. Hasta noviembre un total de 108 personas vivían en la isla de acuerdo con datos del gobierno. No se han reportado heridos ni daños hasta el momento. El monte Shindake un volcán de la isla de Kuchinoerabu en la prefectura de Kagoshima suroeste de Japón hizo erupción informo la Agencia Mateorológica de Jápon. (chispa.tv/18.12.2018)

 

1.jpg

Fluxo Piroclástico originado pela erupção explosiva

 

Registo da violenta explosão – associada à erupção do vulcão KUCHINOERABUJIMA – ocorrida anteontem (dia 18 de Dezembro) no Monte SHINDAKE localizado no sul do Japão (prefeitura de Kagoshima), podendo-se aí verificar o aparecimento imediato de nuvens espessas e escuras constituídas de pedras e de cinzas – Fluxo PIROCLÁSTICO – partindo do vulcão e deslocando-se sobre o solo (acompanhando o seu relevo) a grande velocidade (podendo atingir V = 160Km/h) – para além das elevadas temperaturas dos gazes transportados pelas nuvens chegando a atingir os 1500⁰C (máximo) – e podendo alcançar grandes distâncias (alguns Km) em poucos segundos levando (literalmente) tudo à sua frente: devido à onda de choque e aos gazes transportados – a grande velocidade e grande temperatura – sendo extremamente letais destruindo e matando tudo.

 

2.jpg

Erupção do vulcão Kuchinoerabujima localizado no sul do Japão

 

Com os primeiros sinais neste vulcão (este ano de 2018 entrando uma vez ou outra em atividade) a começarem a aparecer através de pequenos mas regulares sismos registados na região de Kagoshima (desde há algumas semanas), seguida de uma pausa completa (na ocorrência desses tremores) e finalmente terminando na explosão violenta do vulcão como resultado da sua erupção: lançando para a atmosfera pedras e cinzas a uma altura (acima da cratera) de cerca de 2Km e enviando por uma das suas encostas (do vulcão Kuchinoerabujima) e acompanhando a superfície da mesma (encosta ocidental) uma destruidora Nuvem Piroclástica chegando a atingir a distância de 1km. Até ao momento sem notícias de mortos e de feridos (e de evacuações forçadas) ou de destruição material considerada minimamente relevante – provocadas pelo vulcão do Monte Shindake pelas suas características (em forma de cone e extremamente explosivo) dos mais perigosos.

 

(imagens: James Reynolds/@EarthUncutTV/watchers.news)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 09:46

Agosto 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

13
14

20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO