Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

11
Ago 16

Trump successfully baits media into hysteria.

Again.

 

donald-trump-says-nobody-thought-he-was-suggesting

As Duas Faces da Mesma Moeda – o DÓLAR

Se a loucura de HC é bem visível – o BEM

Do que estavam à espera do seu adversário DT – o MAL

 

Um caso exemplar de manipulação da informação inicialmente recolhida no local do acontecimento – por desmontagem cronológica de todos os episódios decorrentes desse processo de construção original e posterior reconstrução/replicação dessa mesma informação – aqui e por encomenda (naturalmente pelo lado do Sistema, alérgico a qualquer tipo ou forma de novidade) transformado num equívoco extremamente importante e de elevado potencial (político-eleitoral e como tal de base demagógica).

 

Com os especialistas Democratas ainda convencidos de que a melhor estratégia para CLINTON ganhar será o de constantemente inferiorizar TRUMP (chamando-lhe e aos seus apoiantes ignorantes e irresponsáveis – tal como o poder Britânico tratou o seu povo no BREXIT e com os resultados que todos conhecemos), começa a tornar-se ridícula senão mesmo hipócrita e miserável a tentativa de persistência de uma campanha completamente oca (sem conteúdo) e baseada na estrita manipulação de qualquer tipo de frase proferida pelo candidato a abater.

 

Quando não existem argumentos a solução é atirar a matar

– E existem muitas armas (como o controlo total dos MEDIA) para o conseguir aplicar.

 

The anti-Trump media (another name for the mainstream media) have resumed their frenzied claims that Donald Trump is out to unleash indescribable horror in the American people.  The current version of doom is that he is calling for NRA assassins to kill either Hillary Clinton or her Supreme Court nominees, or both.  What he actually said was this:

 

By the way if she gets to pick her judges, nothing you can do, folks. Although the Second Amendment people, maybe there is, I don’t know.

 

Within thirty minutes, according to Rudy Giuliani, interviewed on Fox News this morning, the Clinton spin machine had shaped the media narrative.  Trump was not calling for electoral activism (at a rally of electoral activists!).  No, he was calling on “Second Amendment People” to use their evil guns to kill someone or other.

 

A ideia transmitida por DT seria a de que depois de HC controlar a Justiça (tornando-a em causa própria simplesmente ineficaz), só faltava mesmo proibir a posse de armas aos cidadãos norte-americanos para estes não se poderem de algum modo defender. Como que utilizando todos os tentáculos e ventosas de um grande Polvo, espalhando por todo o espaço comprado e mediático o resultado de mais uma violação em grupo levada a cabo pela subsídio-dependente comunicação social privada norte-americana e tal como Paulo Portas o fez, alterando radicalmente a orientação do significado ou sentido das palavras (uma palavra ou um conjunto delas): e assim o que DT queria dizer é que se a Justiça não cumprisse a sua função – levar HC a tribunal – então a única solução seria assassina-la. E ainda dizem que o louco é DT.

 

(texto/itálico/negrito: americanthinker.com – imagem: vortl.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 22:12

07
Mai 12

Existem pessoas que resolveram passar a sua vida fora dos trilhos comuns percorridos pela generalidade esmagadora da sua espécie, abandonando as sociedades para eles criadas e a convivência com os grupos aí instalados.

 

 

Talvez uma das causas seja o da atração pelo nomadismo libertário e aventureiro – mas também um pouco louco e perigoso – face à contrapartida sedentária de uma sociedade liberta e segura, onde a integração se define por um limite por vezes incompreensível e absurdo de cumprir e que nos conduzirá apenas ao conflito e à morte, tendo sempre como causa, o problema das fronteiras.

 

 

A vida pode ser por vezes muito dura de suportar, nos atuais modelos de organização das nossas sociedades friamente egocêntricas e subordinadas apenas ao poder económico e aos seus interesses meramente reprodutivos de mais-valia. O ser humano é projetado violentamente e sem aviso para um mundo em que não passa de um reles subordinado de um esquema montado por algo ou por alguém, com o único objetivo de o utilizar com um determinado fim lucrativo e depois desfazer-se dele, como um mero material de desgaste rápido.

 

       

 

Deste modo existe sempre uma opção de abandono do grupo onde fomos anteriormente integrados e isso não significa que estejamos a cometer suicídio. A vida é uma coisa muito complicada que deve ser vivida de uma forma a mais simplificada possível. Só assim teremos disponibilidade para conhecer a outra parte de que faz parte a nossa vida e poder conhecer e partilhar, tudo o que a natureza põe – sem pedir nada em troca, daí a partilha – à nossa disposição.

 

 

A vida exterior vai do nascimento da nossa alma e pensamento, até à nossa morte física e corporal. Este caminho a percorrer – com tantos percalços e sobressaltos, que tanto nos entusiasmam – pode apresentar muitas variantes de concretização, umas boas e outras más; no entanto, o significado valorativo das expressões boas/más, nada representa para a natureza que nos rodeia e transforma, face á força do espaço e à beleza da diversidade das cores apresentadas.

 

(imagens – ericvalli.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 12:17

Novembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9


18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO