Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

29
Jan 15

Prestes a atingir o seu periélio (a poucas horas deste evento astronómico) o cometa C/2014 Q2 continua a afastar-se do nosso planeta:

 

comet-lovejoys-path.png

Posição do cometa a 18 de Janeiro

 

Velocidade 37 km/s
Distância ao Sol 193.039.826 km (em lenta aproximação)
Distância à Terra 108.886.104 km (em rápido afastamento)

 (29 de Janeiro – 16:05 hora de Portugal)

 

images.jpg

Imagem do cometa a 27 de Janeiro

 

O cometa voltará a este canto do Sistema Solar daqui a 8.000 anos. Como se sabe a 7 de Janeiro deste ano o cometa atingiu o seu ponto mais próximo da Terra, a uma distância de mais de 70.000.000Km (mais de 180x a distância Terra/Lua).

 

(emissão relativa ao evento a ter início hoje por volta das 22:30 portuguesas – periélio do cometa C/2014 Q2 – live.slooh.com)

 

(imagens – livecometdata.com e flickr.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 16:55

20
Jan 15

“C/2014 Q2 (Lovejoy) is a long-period comet discovered on 17 August 2014 by Terry Lovejoy. The comet will come to perihelion (closest approach to the Sun) on 30 January 2015 at a distance of 193.000.000 km from the Sun.” (Wikipedia)

 

Alan-Dyer-Comet-Lovejoy-a-The-Pleiades-Jan-18-2015

Viajando em direcção ao Sol neste momento a quase 133.000Km/h

 

O cometa LOVEJOY (C/2914 Q2) continua a sua caminhada em direcção ao seu periélio (ponto da sua trajectória maia próximo do Sol) a ocorrer no dia 30 de Janeiro.

 

No passado dia 18 de Janeiro a partir do Novo México Alan Dyer obteve esta imagem do referido cometa, quando o mesmo passava diante do aglomerado de estrelas conhecido como Plêiades ou Sete Irmãs (pertencentes à constelação do Touro).

 

Como se pode ver na imagem tanto o cometa (devido à presença de monóxido de carbono) como o aglomerado de estrelas (devido à presença de poeiras misturadas com a luz de jovens estrelas) emitem para o espaço uma tonalidade azul brilhante, o que na escuridão profunda do mesmo ainda mais os destaca e embeleza.

 

O cometa continuará a ser visível durante o mês de Janeiro no Hemisfério Norte, estando neste momento a pouco mais de 194.000.000Kms de distância do Sol (em aproximação) e aperto dos 85.000.000Kms da Terra (a afastar-se).

 

(Alan Dyer é o autor do livro: How to Photograph & Process NIGHTSCAPES & TIME-LAPSES/A Step-by-Step Guide to Shooting the Night Sky with DSLR Cameras – itunes.apple.com)

 

(imagem – Alan Dyer/spaceweather.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 01:22

07
Jan 15

Mais um cometa na sua trajectória de aproximação ao Sol, estando o seu periélio marcado para o dia 30 de Janeiro. O cometa atinge hoje o seu ponto mais próximo da Terra (dia 7 de Janeiro) e só voltará a ser visto daqui a 8.000 anos.

 

Comet_Lovejoy_Orion_6Jan_Dyer.jpg

Lovejoy C/2014 Q2
06.01.2015
(Alan Dyer – amazingsky.com)

 

Terry Lovejoy discovered C/2014 Q2 in August of 2014 from his observatory in Brisbane, Australia.
This long-period comet became visible in the Northern Hemisphere (through typical backyard telescopes) in late December.
As it continues to move northwards this month, it will continue to increase in brihtness up until 10th January. However, it should remain visible with the aid of binoculars and small telescopes throughout January.
Comet Lovejoy (C/2014 Q2) will reach perihelion on January 30th, 2015.

 

Real Time Information:

 

SPEED 36,45 KM/S
SUN DISTANCE 199.588.166 KM
EARTH DISTANCE 70.166.728 KM

 (registado pelas 15:10 de Portugal já o cometa tinha ultrapassado o seu ponto mais próximo da Terra)

 

Lovejoy10012015.png

Trajectória do cometa C/2014 Q2

 

O cometa C/2014 Q2 Lovejoy cruzará o equador celeste no próximo dia 10 (sábado) tornando-se mais visível no Hemisfério Norte. Tendo entrado (segundo os astrónomos) no nosso espaço planetário apresentando um período de 11.000 anos, o cometa acabará por o abandonar agora com um período (menor) de 8.000 anos. Aqui ficaremos (mortos ou vivos) à sua espera!

 

(texto em inglês: livecometdata.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 22:29

16
Dez 11

Era uma vez o cometa C/2011 W3

 

Este cometa pertencente à família Kreutz – sungrazer comets – irá passar no seu periélio a uma distância aproximada de 180.000Km da superfície do Sol. Provavelmente e dada a sua proximidade à estrela, evaporar-se-á completamente. Descoberto nos finais de Novembro pelo astrónomo amador australiano Terry Lovejoy, ele faz parte de um grupo extenso de mais de 2.000 cometas semelhantes, já detectados pela Soho. O cometa C/2011 W3 (Lovejoy) será talvez o mais brilhante destes cometas, a ser observado pela Soho.

    

Em rota de colisão (ou não) com o Sol

 

         

Lasco C3: 15.12.2011 – 03:18

Lasco C3: 15.12.2011 – 06:06

Lasco C3: 15.12.2011 – 09:30

 

         

Lasco C3: 15.12.2011 – 12:54

Lasco C3: 15.12.2011 – 16:30

Lasco C3: 15.12.2011 – 22:30

 

         

Lasco C2: 15.12.2011 – 22:36

Lasco C2: 16.12.2011 – 00:00

Lasco C2: 16.12.2011 – 05:36

 

Parece que o cometa sobreviveu à sua trajectória em volta do Sol, ao contrário do que afirmavam a maioria dos especialistas na observação destes fenómenos. O cometa já foi visto a emergir do seu periélio, pelo menos parcialmente intacto. Inicialmente com cerca de 200 metros de diâmetro, ninguém pode agora afirmar a dimensão do restante núcleo, nem durante quanto mais tempo continuará ligado, depois das elevadíssimas temperaturas a que esteve sujeito. Desde já, parece ter perdido a cauda.

 

(informação inicial/final – remanzacco.blogspot.com/spaceweather.com; imagem – soho)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 17:59

Junho 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13

19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO