Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

11
Mai 13

“Debaixo de um Governo Apátrida e Indigno e de um Presidente Inexistente e de Protectorado, não existirá neste país uma única consciência discordante e sem medo da maioria? Lembrem-se da coragem de Humberto Delgado: covardes assim nem no tempo do fascismo”!

 

Os animais que matam por matar devem ser mortos! Assim como aqueles que utilizam a palavra para manipular, escondendo-se atrás das suas prepotentes interpretações eruditas, divinas e inquestionáveis!

 

A única hipótese de criar algum caos que possa levar por necessidade ou por acaso a nossa sociedade a um nível superior de desordem espacial – respeitando a natureza e todos os seus seres vivos – talvez resida na necessidade fundamental de julgarmos em vida, todos os indivíduos acusados do crime de usurpação representativa.


HIPOCRISIA

O Poder Absoluto Oficial Como Capacidade Suprema de Usufruir o Inexistente

 

Trinta e nove anos após o 25 de Abril nunca vivi um estado de loucura tão alucinado e macabro como este.

 

Sobre a ideologia recentemente adoptada no meu país tendo como base de construção estrutural o terror inter-geracional, apenas tenho uma ligeira memória das minhas aulas passadas do liceu, em que um professor de História que hoje já não consigo identificar, nos contava com toda a sua ingenuidade e sem noção de qualquer tipo de perspectiva futura – característica básica de qualquer tipo de ditadura – como há muitos e muitos anos atrás os filhos se descartavam facilmente dos pais, sem qualquer tipo de dúvida ou espécie de problemas morais.

 

Deixando-os morrer tranquilamente e sem memória visual degradante, lá bem longe do seu mundo e perdidos no meio do monte – comidos por animais, sem ossos para confirmar e apagados da memória.

 

Hoje esse tempo passado voltou e a nossa presente regressão – de tão violenta e repentina – atira-nos num único segundo e sem nada de novo que o justifique, para a insustentável escravidão do futuro, sem espaço para todos e como prenúncio do fim.

 

(imagem – Web)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 03:44

Novembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9


18
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

posts recentes

Canibalismo Social

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO