Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

05
Mai 20

Fez ontem 50 anos (4 de maio de 1970) que, inserido nos Eventos internos  relacionados com a Guerra do Vietname (1955/1975) e após a declaração do então presidente dos EUA Richard Nixon de invadir o Camboja (30 de abril de 1970),

 

snapshot.jpg

Richard Nixon em 30.04.1970

anunciando a intervenção dos EUA no Camboja

(Guerra do Vietname 1955/75)

 

Tropas norte-americanas interferiram não no conflito externo em curso na Indochina (englobando o Vietname, o Camboja e o Laos) mas num conflito interno entre civis provocado por uma manifestação estudantil Antiguerra: com soldados da Guarda Nacional (integrando as forças armadas dos EUA) disparando sobre estudantes manifestando-se contra a Guerra do Vietname (passando a partir daí a integrar o então neutral Camboja) na Universidade da cidade de Kent (localizada no estado do Ohio) ─ isto após o anúncio feito dias antes e pela TV pelo então presidente Richard Nixon de atacar o Camboja ─ disparando “balas reais” e matando 4 estudantes e ferindo ainda outros 9: e fazendo-o de uma forma caótica/aleatória, uns porque lá estavam outros pelo azar de por lá terem passado.

 

5eb02d0320302720b462ba4d.jpg

“Right here! Get Set!

Point! Fire!”

(ordens de comando para a Guarda Nacional)

 

Naturalmente provocando uma enorme onda de indignação por todo os EUA e como forma de protesto (Civil), provocando o encerramento de muitas escolas e de universidades norte-americanas colocadas perante uma greve de cerca de 4 milhões de estudantes. Infelizmente mais um dos acontecimentos históricos esquecidos no tempo (como tantos outros em que “o poder é anti poder”) e estrategicamente retirados da memória e da cultura de um povo e do seu território, ainda-por-cima agora que o “poder das armas” (e dos seus intermediários militares, utilizando balas) foi (parcialmente) substituído pelo “poder dos média” (e do seus intermediários civis, os “fazedores-de-opinião): aqui só sendo recordado pelo jornalista Paul Street por publicado na RT (como diria se vivesse o momento Richard Nixon, um “Santuário de Comunistas”).

 

time-100-influential-photos-john-paul-filo-kent-st

"My God! My God! They're killing us"

(Ron Steele of Buffalo: "I thought the soldiers had gone insane

or it was some kind of accident.")

 

Felizmente que recordando o passado e os tempos da Radio Argel ─ Radio Voz da Liberdade com a “voz” de Manuel Alegre (escutando-se meio escondidos pelo início da madrugada) ─ e devido à necessidade que se tinha então (na segunda metade dos anos 1960) por ação contínua e sistemática da censura de se conhecerem notícias sobre o nosso próprio país (mergulhado numa crise tremenda, não só com os portugueses a fugirem da miséria e da fome como da guerra colonial e da morte), retendo na memória de alguns de nós (pais e filhos e outros descendentes) que por vezes para sabermos algo mais e que se aproxime mais da verdade (da realidade), por vezes tendo-se que recorrer a fontes exteriores por mais distantes de nós que nos pareçam (no fundo coexistindo connosco): algo que infelizmente se tem perdido no tempo face à torrente imparável de FAKE NEWS e à DISTORÇÃO e até mesmo inversão da HISTÓRIA vomitada constantemente pelos MÉDIA (atuais), por associação fazendo-me desde logo recordar a diferença extrema por aberrante, entre aqueles que antes, ansiosamente e por puro prazer procuravam (a aventura, a descoberta, a experiência) e aqueles que depois (hoje) apenas olham para o que alguns lhes apontam (o sedentarismo de um quotidiano monótono, mais de acordo com o de uma máquina).

 

1024px-Map_of_Shootings_at_Kent_State_University_i

Localização do tiroteio de 4 de maio de 1970

indicando estruturas/tropas/vítimas/orifícios das balas

(Universidade de Kent, estado do Ohio, EUA)

 

Vivendo-se no presente num Mundo em que um vírus matando (suponhamos) 300.000 de pessoas (mas não tendo sido bombardeado, deixando de pé todas as suas infraestruturas) ─ ou seja cerca de 0,004% da sua população ─ mergulhou o planeta num caos vendo-se mesmo já lá ao fundo o precipício.

 

(imagens: Richard Nixon Foundation/youtube.com ─ Howard Ruffner/Getty Images

─ John Paul Filo/time.com ─ wikipedia.org)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 14:52

19
Ago 12

“A morte não é solução, apenas uma das vias para a extinção”

 

Apenas queriam melhorar as suas condições de vida, mas alguém deu prioridade à defesa das suas minas – amigos, amigos, negócios à parte! Lembram-se? Aqui, também se pensa assim.

 

Polícia da África do Sul mata 34 cidadãos negros e fere outros78, dezoito anos passados sobre o fim do apartheid

 

O que significa matar e como é que se detém esse direito?

 

Este episódio serve para lembrar aos portugueses que aqueles que nos mantiveram durante cinquenta anos debaixo da sua bota hierárquica – violando o nosso corpo e mutilando a nossa alma – nunca nos abandonarão por sua própria iniciativa.

 

Mulheres e homens em manifestação dita violenta obrigam polícias a disparar

 

Para isso criaram por seleção artificial os seus futuros herdeiros, nascidos antes de Abril, saneados depois de Abril para uma cura de desintoxicação e finalmente mobilizados em força e em festa – para a democracia – aquando da chuva torrencial de dinheiros comunitários.

 

Treino de fogo real com alvos também reais?

 

É claro que entretanto serviram os capachos societários – grupo de mercenários sempre dispostos a fazer tudo por dinheiro – aqueles seres que toda a gente sabia odiar, mas de que toda a gente tinha medo porque eram eles os moralistas e aqueles que arranjavam emprego!

 

Não é abatendo as pessoas que se passa por cima delas

 

Portugueses:

Não se esqueçam mais uma vez de votar em consciência naqueles ricos e bem-vestidos escolhidos em concursos secretos e privados – com regras estabelecidas pelos mesmos – que afirmam apenas querer defender-nos e proteger-nos, das nossas próprias e ingénuas ideias.

 

(imagens – Web)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 17:39

Abril 2021
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO