Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

09
Abr 12

A fossa das Marianas é o lugar mais profundo conhecido na Terra – mais de 11.000 metros – ficando situada no Oceano Pacífico, no local de junção de duas placas tectónicas.

 

Fossa das Marianas

 

A primeira vez que o Homem alcançou o ponto mais profundo do Oceano Pacífico, foi no ano de 1960 com o batiscafo Trieste, tripulado por dois mergulhadores, que atingiram praticamente os 11.000 metros de profundidade.

 

      

Início da descida e chegada a cerca de 11.000 metros

 

Este ano foi a vez de se efetuar uma nova descida à fossa das Marianas, num novo e moderno batiscafo construído para a expedição “Deep Sea Challenge” e tripulado pelo cineasta David Cameron: desta vez foi possível realizar a filmagem da toda a viagem, ao fundo mais fundo do mar.

 

Explorando as profundezas

 

As poucas vezes que esta viagem foi repetida, apesar dos conhecimentos científicos em muitas áreas de exploração que daí podiam advir – e para além do estudo do movimento das placas tectónicas – ficou a dever-se à falta de financiamento da Marinha para a continuação deste projeto, face à nova moda das viagens espaciais e da conquista da Lua e de outros planetas.

 

O regresso ao nível da água do mar

 

O batiscafo utilizado nestas operações de exploração dos locais mais profundos e inexplorados das profundezas dos nossos oceanos é hoje em dia um aparelho capaz de suportar pressões muito intensas provocadas pelas imensas massas de água dos oceanos, possível de ser tripulado e capaz de nos fornecer imagens e amostras das profundezas, em muitos aspetos enigmáticas, misteriosas e prontas a ser exploradas.

 

(imagens – NGM)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 17:05

Abril 2021
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO