Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

09
Out 18

Mundial de Snooker Masculino (Ranking Mundial)

- Com 5 provas realizadas

Challenge Tour (II Divisão do Circuito Mundial de Snooker)

- Com 6 provas realizadas

Mundial de Snooker Feminino (Ranking Mundial)

- Com 2 provas realizadas

 

Masters Europeu

(Bélgica/Lommel)

5ª prova de RM

 

175741242.jpg.gallery.jpg

Jimmy Robertson

(Vencedor do Masters Europeu)

 

Com o inglês Jimmy Robertson (aos 32 anos) a vencer a sua 1ª prova contando para o Ranking Mundial (tendo-se iniciado como profissional em 2002), atingindo simultaneamente a sua melhor posição (de sempre) na tabela do RM (25º); e com o seu compatriota Joe Perry (44 anos) tendo já no seu currículo 1 prova de RM – favorito para esta final e vencendo-a passando a integrar o TOP 16 Mundial – a ser batido (justamente) na final ficando-se pelo 17ºRM (16ºRM/Stuart Bingham/ING).

 

Fase

J

N

RM

F

J

N

RM

Final

JIMMY

ROBERTSON

ING

25

9-6

JOE

PERRY

ING

17

(J: Jogador N: Nacionalidade RM: Ranking Mundial F: Frame)

 

E concluídas 5 provas (época 2018/19) contando para o RM (com 5 vencedores diferentes) com a tabela atualizada (do RM) a ser a seguinte (TOP 8):

 

RM

J

N

£

(x 1000)

RM

J

N

£

1

Mark

Selby

ING

1407

5

Judd

Trump

ING

587

2

Mark

Williams

GAL

1016

6

Barry

Hawkins

CHI

555

3

Ronnie

O’Sullivan

ING

868

7

Ding

Junhui

ING

511

4

John

Higgins

ESC

788

8

Shaun

Murphy

ING

438

(£: Libras)

 

Para além das pré-Qualificações (para o International Championship de 9 a 12 de Outubro) com a próxima prova do Circuito contando para o RM a ser o OPEN de INGLATERRA, a decorrer de 15 a 21 de Outubro (na localidade de Crawley) e contando já com a presença (ausente nas 5 provas anteriores) de THE ROCKET (Ronnie O’Sullivan): atribuindo ao vencedor (no ano anterior The Rocket) um prémio de 70.000£ (ao vencido 30.000£).

 

Challenge Tour

(Bélgica/Lommel)

6ª Prova

 

grace-rises-to-the-challenge.jpg

David Grace

(Vencedor do Challenge Tour 6)

 

Após 6 provas disputadas integrando o Challenge Tour com o inglês DAVID GRACE ao vencer o seu 2ºCT (o único para já a conseguir fazê-lo) – o Challenge Tour 6 disputado na Bélgica – e desse modo ultrapassando (na tabela CT) os seus compatriotas Mitchell Mann (anterior líder) e Brandon Sargent (anterior vice-líder) e isolando-se na liderança.

 

Fase

J

N

RCT

F

J

N

RCT

FINAL

DAVID

GRACE

ING

1

3-0

BEN

HANCORN

ING

7

(RCT: Ranking Challenge Tour)

 

Com a tabela do Challenge Tour após seis provas disputadas (próxima: CT 7/Barnsley/Inglaterra) a ser a seguinte (TOP 4):

 

RCT

J

N

P

1

DAVID

GRACE

ING

5525

2

MITCHELL

MAN

ING

5325

3

BRANDON

SARGEANT

ING

4725

4

BARRY

PINCHES

ING

2750

(P: Pontos/Libras)

 

Masters Europeu/Feminino

(Bélgica/Neerpelt)

2ª Prova de RM

 

EvansFisher.jpg

Reanne Evans

(Vencedora do Masters Europeu)

 

Final

 

J

N

RM

F

J

N

RM

REANNE

EVANS

ING

2

4-1

NUTCHARUT

W.

TAI

9

 

No seu regresso às competições (época 2018/19) com a inglesa REANNE EVANS (11 X Campeã do Mundo e Vice-Líder do RM) a vencer com grande autoridade o Masters Europeu Feminino, batendo na final a tailandesa Nutcharut (outra das grandes jogadoras da atualidade); aproveitando a eliminação logo na 1ª Ronda da atual Campeã do Mundo e Líder do RM Ng On Yee (Hong Kong) às mãos da outra finalista (Nutcharut).

 

Evolução na Prova

(das Finalistas)

 

Finalistas

REANNE EVANS

ING

2

NUTCHARUT

WONGHARUTHAI

TAI

9

Fase

J

N

F

J

N

F

1ªJN

-

-

-

Frances Eames

Noland

EUA

3-0

2ªJN

-

-

-

Emma

Parker

ING

1-2

R1

Caty

Dehaene

BEL

3-0

Ng On

Yee

HK

3-1

QF

Ho Yi

Kee

HK

3-0

Emma

Parker

ING

3-0

MF

Rebecca

Kenna

ING

4-0

Wendy

Jans

BEL

4-2

(JN: Jornada R: Ronda QF: Quartos-Final MF: Meia-Final)

 

Estando marcada a próxima prova (3ª contando para o RM) para o período de 25/28 de Outubro, com a disputa em SIDNEY do OPEN FEMININO DA AUSTRÁLIA.

 

[Transmissão EUROSPORT: Open de Inglaterra de 15 a 21 de Outubro.]

 

(imagens: World Snooker – FROODL SPORTS – Matt Huart/snookerhq.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 15:04

07
Out 18

Final

2018 European Masters

(Lommel/Bélgica)

 

[Nos 6 encontros anteriormente disputados entre ambos (os finalistas) com 4 vitórias para Joe Perry e 2 para Jimmy Robertson (e com as últimas 3 vitórias a pertencerem a Joe Perry).]

 

Jimmy_Robertson,_Joe_Perry_and_Ingo_Schmidt_at_Sno

Joe Perry/direita e Jimmy Robertson/centro

(Finalistas)

Nesta imagem em 2015 no decurso do Masters da Alemanha

 

Com a presença de apenas dois jogadores integrando o TOP 16 do Ranking Mundial (de Snooker)

 

– Mark Allen/IRLN (11ºRM) e Ryan Day/GAL (13ºRM)

 

Nos Quartos-de-Final do Masters Europeu (oito melhores)

 

– E já desde o início contando ainda com a ausência de jogadores como Mark Williams/GAL (2ºRM e atual Campeão do Mundo), Ronnie O’Sullivan/ING (3ºRM/e ainda ausente esta época de provas contando para o RM) e Ding Junhui/CHI (7ºRM)

 

Chegamos finalmente ao momento da decisão da 5ª prova da época 2018/19 (contando para o RM) a realizar-se este dia 7 de Outubro (domingo) na cidade de Lommel:

 

Com a Final do Masters a decorrer em duas sessões (13/19 horas), à melhor de 17 frames e atribuindo ao vencedor um prémio pecuniário (convertido em pontos para o RM) de 75.000£ (ao vencido 35.000£).

 

Fase

J

N

RM

J

N

RM

FINAL

JOE

PERRY

ING

18

JIMMY

ROBERTSON

ING

30

Fase

J

N

F

J

N

F

RQ

Sean

O’Sullivan

ING

4-0

Andy

Lee

HK

4-3

R1

Oliver

Lines

ING

4-1

Zhang

Yong

CHI

4-3

R2

Andrew

Higginson

ING

4-3

Zhou

Yuelong

CHI

4-3

R3

Kyren

Wilson

ING

4-1

Anthony

McGill

ESC

4-3

QF

Tian

Pengfei

CHI

4-3

Mark

Allen

IRLN

4-2

MF

Anthony

Hamilton

ING

6-3

Mark

King

ING

6-4

(J: Jogador N: Nacionalidade RM: Ranking Mundial F: Frame R: Ronda Q: Qualificação MF: Meia-Final)

 

Atribuindo-se todo o favoritismo ao inglês Joe Perry, não só pelo seu melhor Ranking Mundial (à porta do Top 16) como à sua maior experiência (profissional):

 

Já vencedor de alguns torneios (contando ou não para o RM), por diversas vezes finalista (vencido) ou tendo atingido as MF ou QF;

 

Ao contrário de Jimmy Robertson (cerca de doze anos mais novo) tendo como melhor prestação os QF do Masters da Alemanha (de 2018).

 

E vencendo o Masters Europeu com Jimmy Robertson podendo passar a 26ºRM ou em alternativa (caso o primeiro perca) com Joe Perry a passar a integrar o Top 16 Mundial.

 

Com o inglês Mark Selby (graças à sua vitória na prova anterior – o China Championship) mantendo a liderança do RM assim como o da época.

 

(imagem: wikimedia.org)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 00:20

Fevereiro 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9

21
22

23
24
25
26
27
28
29


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO