Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

25
Jan 17

A nova geração de satélites meteorológicos

GOES-16

 

Com o início do funcionamento do novo satélite meteorológico GOES-16 (NASA/NOAA), o mesmo oferece-nos desde já dois novos e belos registos do planeta Terra e do seu satélite natural a Lua – proporcionando-nos imagens de alta-resolução utilizando um instrumento destinado ao estudo dos oceanos, da atmosfera e de todo o restante ecossistema terrestre (o Advanced Baseline Imager/ABI). Na primeira imagem mostrando-nos o Hemisfério Ocidental do planeta Terra e na segunda com a Terra em primeiro plano vendo-se lá ao fundo (a cerca de 384.000Km) a Lua.

 

abi_full_disk_low_res_jan_15_2017.jpg

A Terra – Hemisfério Ocidental

15 Janeiro 2017

 

Segundo os cientistas da NOAA/NASA com o satélite meteorológico GOES-16 (o primeiro da nova geração também designados por GOES-R) construído pela Lockheed Martin a fornecer, o triplo de dados espetrais, com o quádruplo da resolução fotográfica e fazendo-o com o quíntuplo da velocidade – se comparado com a geração anterior (segundo a goes-r.gov). Monitorizando muitos dos fenómenos mais importantes ocorrendo no planeta Terra desde formações de nuvens, variações de temperaturas, movimentações oceânicas, atividade vulcânica e até qualidade do ar e com esses dados entretanto tendo sido recolhidos e armazenados, podendo prever com mais rigor e rapidez o desenvolvimento de tempestades – e assim poder solucionar (e prevenir) as suas possíveis consequências (segundo goes-r.gov).

 

Uma operação conjunta da NOAA (National Oceanic and Atmospheric Administration) e da NASA (National Aeronautics and Space Administration), utilizando um satélite meteorológico lançado de Cabo Canaveral no dia 19 de Novembro de 2016 e posteriormente inserido numa órbita equatorial a quase 36.000Km da Terra. Numa missão projetada inicialmente para o Hemisfério Ocidental (terrestre) mas que em Novembro deste ano se estenderá ao outro hemisfério. E com os seus sucessores a serem já projetados (a nova geração GOES-S a ser lançada em 2018).

 

3253.jpg

Sobre a superfície da Terra - Lá mais ao fundo a Lua

15 Janeiro 2017

 

E na Terra o Homem

 

Mais um entre muitas centenas ou mesmo milhares de satélites artificiais conjuntamente com muitas toneladas de lixo espacial orbitando nas proximidades do nosso planeta, neste caso surgindo com um satélite ainda jovem e pronto a entrar imediatamente em ação, supostamente na área da meteorologia e da sua previsão mas que poderá ter (tal como o sucedido com muitos outros satélites artificiais, afirmem-no ou não) outro alcance adicional. Num Mundo de desconfiança crescente e de perda de valores acelerada (e ainda com a Guerra a impor-se à Paz como solução) sendo fácil de acreditar no tema da espionagem.

 

Isto porque para se controlar os escravos (os 7 biliões de indivíduos vivendo à superfície), a primeira coisa a fazer é mostrar-lhes qual é o seu devido lugar (limitando-lhes desde logo, todos os perigosos horizontes imaginados) para sobreviver e procriar – a Terra; nunca interessando em falar no que estará do Lado de Lá (associando o desconhecido à Morte), nem nos dando tempo para olharmos o nosso Céu (seja de dia ou de noite), nem sequer para pensar se o Outro Lado existe o que terá, deixando-os cair numa réplica de monotonia e desespero que nos levará à verdadeira morte e extinção (sem Transformação nunca existirá Evolução).

 

(dados: John Leslie/noaa.gov – imagens: NOAA/NASA)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 20:37

Junho 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13

19
20
21
22

24
25
27
28
29

30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO