Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

15
Jul 12

O primeiro cortador do menino Miguel

 

Apresentamos aqui o primeiro cortador de relvas oferecido ao menino Miguel, ainda vivia ele em Angola. Já na altura sendo um malandreco que não queria trabalhar mas ter em contrapartida um bom emprego, em vez de lhe darem uma simples bicicleta para sua recreação, resolveram adaptar à roda dianteira do velocípede um cortador de relvas, de modo a pô-lo a trabalhar e deste modo pedagógico demonstrar-lhe como custa ganhar a vida. Nunca recuperou totalmente desta duríssima provação física e principalmente psicológica.

 

A opinião de dois conhecidos do menino Miguel

 

No ano de 1974 regressa ao continente acabando por frequentar o Colégio Nun’Álvares em Tomar, considerado durante muitos anos um dos melhores estabelecimentos de ensino particular em Portugal, com métodos pedagógicos muito austeros e que acabou por receber muitos alunos oriundos das ex-colónias em regime de internato, alguns deles como última tábua de salvação. Com o decorrer do seu percurso escolar, acabou por concluir o ensino secundário e inscrever-se na Universidade. Entregou-se então à atividade política, tornou-se membro da maçonaria, casou-se, teve um filho e chegado ao Governo como Ministro, divorciou-se. Dizem que falsificou a sua morada de modo a melhorar o seu vencimento e até para se poder candidatar por terras em que nunca morara, pois o seu domicílio oficial seria Lisboa. No meu pensamento estas duas últimas atitudes até se compreendem, dado o seu passado recente de assumido malandreco. E ainda como resultado do trauma provocado pela oferta em jovem do Miguel-corta-bicicletas.

 

O cortador revolucionário do menino Miguel

 

Finalmente e em primeira mão a apresentação da verdadeira razão porque o menino Miguel ainda se mantem no seu cargo ministerial, apesar de todos os ataques a que tem sido sujeito na comunicação social, muitos deles feitos por fazedores de opinião, provavelmente com formações do mesmo quilate. Suspeita-se que este menino de ouro da máquina partidária atualmente no poder teria em carteira uma promessa já contratualizada por parte da China, comprometendo-se desde logo este país com a montagem em Portugal de uma cadeia de montagem tecnológica vanguardista e pondo assim à nossa disposição e do mercado, uma nova linha revolucionária de cortadores de relvas, equipados ainda-por-cima com uma nova versão do famoso computador Magalhães.

 

Governo sofrendo as consequências da síndroma Miguel

 

Uma última palavra de apoio aos que no Governo andam transtornados com a forte possibilidade de poderem ser trucidados por estes cortadores, que cada dia que passa parecem estar mais descontrolados, sabendo que apenas a ação de um deles, poderá cortar de vez a cabeça a todos eles.

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 02:34

Novembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9


18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

posts recentes

O Cortador de Relvas

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO