Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Teremos um pequeno Erdogan escondido dentro de Nós?

Quinta-feira, 02.06.16

Recep Tayyip Erdogan já deve ir em mais de 2.000 processos contra os cidadãos que diz representar, levantados pelo próprio como se fossem seus inimigos – esmagadoramente condenados e marginalizados socialmente, apenas por se exprimirem (livremente) quando postos a pensar (sem limites coercivos).

 

2016-06-01_wor_21549188_I1.JPG

Agora tentando colocar a turca Merve Buyuksarac na posição horizontal

 

Num dos gestos espontâneos com que por tantas vezes nos exprimimos, a utilização da tecnologia para imediata comunicação, torna-se muitas vezes num periférico transmissor de emoções – sendo reais ou virtuais, mas necessariamente expressivas (caso contrário nunca tendo impacto e condenadas ao esquecimento).

 

E na base foi o que fez Merve Buyuksarac conhecida no seu país por ter sido a Miss Turquia de 2006. Que pelos vistos num momento de aberração e de loucura – e excedendo tudo o que de normal se pudesse esperar dela – extravasou competências (físicas e certificadas) utilizando mais qualidades (sem habilitação para as praticar e ainda por cima mentais).

 

Pretensamente partilhando numa página do seu Instagram um poema intitulado The Master´s Poem, considerado insultuoso por associação paralela de ideias (que como todos nós sabemos nem sempre são coincidentes) para o atual Presidente turco: no seu passado como 1ºMinistro (o seu momento de entrada na hierarquia política dominante) tendo sido acusado de ser passivo no combate à corrupção, de que terá beneficiado assim como familiares e amigos.

 

2016-06-01_wor_21549277_I2.JPG

O verticalíssimo presidente turco Recep Tayyip Erdogan

 

Mas à tentativa desta simples Mulher respondeu logo o Super-Homem ERDOGAN: colocando esta Mulher no seu devido lugar – já que a função dela é apenas para se ver (tal e qual como uma escrava-sexual) – e indicando-o a Ele como o Homem a servir. Esclarecendo logo de vez o nome do predador e da presa e se necessário estendendo-o a outros grupos pensantes.

 

[contando com a conivência de Merkel → e logicamente da Alemanha e do seu Governo,

enquanto chantageia a Europa → com novos refugiados e atentados terroristas]

 

Simultaneamente indicando à Europa a sua Soberania futura (vaporizada em poucos segundos com a sua crise financeira), entalada entre o Atlântico (resguardando os norte-americanos) e a Turquia de Erdogan (impulsionado pelos sauditas): um território a curto-prazo abandonado à sua sorte e destino, com a Rússia mais a leste pensando no que (com ela) fazer e com todo o eixo estratégico (mundial) a fixar-se agora na Ásia (ou não fosse no presente o continente em ascensão, logo agora e por coincidência o vizinho-rico dos EUA).

 

(imagens: independent.ie)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 01:55