Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

19
Mai 20

Digam o que disserem eles ou os seus papagaios e afins, com as maiores referências de quem nos representa e efetivamente nos dirige (negando-o repetidamente, mas na ação confirmando-o) a serem simbolizados (pela supremacia racista desta Economia) pelos EUA, pela GB e pelo Brasil: com os seus mais de 93.000/35.000/17.000 (mais de 145.000) mortos. Não chegando obviamente negar.

 

Screenshot_2020-05-19 Portugal Coronavirus 29,432

E dos nossos Iluminados restando na nossa memória

(entre outros mais sonantes saídos da 1ª fase)

o planalto, a mola, o sombrero

 

Regressados à normalidade (apesar de para nos intrujarem, o negarem mais que três vezes) e tal como nos tempos da crise de Passos ─ onde existiu igualmente confinamento, mas mais por problemas económicos ─ com os nossos “Gurus do Momento” (Marcelo, Costa, Centeno e demais associados) mais interessados na Economia do que propriamente na nossa Saúde (não só física como mental), no meio desta enorme confusão como o de vai trabalhar/evita transportes públicos, separa jovens e idosos de dia/junta-os de novo à noite ou ainda e como conclusão (e indiscutível apoio à ideologia, não só de Trump), morre de doença/ou morre de fome, eis que no meio da rotação deste quotidiano diário (normal, monótono e reciclado) tão bem representado pelos nossos dirigentes e governantes ─ com os seus almoços e jantares de relaxe, como com as suas contendas e birras de posse e restantes momentos miseráveis ─ tudo parece começar a encaixar-se mantendo o destino anteriormente traçado: tal como com Passos (e Gaspar) agora com Costa (e Centeno) ─ antes com o “irrevogável” agora com o “repugnante” ─ recebendo a esmola e calando, entregando o dinheiro aos bancos, deixando-nos de barriga vazia e promovendo pelo meio alguns (estorvos) deles, adiando e prosseguindo enquanto o resto (de Portugal) se afunda. E passado os aplausos a alguns, voltando-se de novo à Economia, mais rigorosamente à Entidade simbolizada pelo Déficit (todos podendo dever, exceto e sempre nós) ─ a alternativa sempre escolhida apenas por não o ser, mas salvaguardando com contas e números, por coincidência sempre os mesmos (querendo imitar os norte-americanos, mas infelizmente sem impressoras): com o Sul sem dinheiro e o Norte cheio dele e vendo Emmanuel Macron a bailar (ainda para a mesma mulher) fazendo lembrar Sarkosy.

 

(imagem: worldomters.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 23:06

11
Mai 20

Se Lula foi preso por um apartamento,

pensando em Bolsonaro,

quanto é que valerá um apartamento em Vidas?”

 

Mantendo o 22º lugar no RM e o 12º lugar no RE de vítimas mortais causadas pelo vírus SARS-CoV-2 e pela doença pelo mesmo provocado o COVID-19 ─ com o Brasil (localizado no Hemisfério Sul) em termos de comparação sendo o 6º no RM e o 2º no RA ─ Portugal nesta segunda-feira (11 de maio, 60º dia sob Covid-19) regista 27.679 infetados (0,27% da população), 1.144 vítimas mortais (para a amostra, taxa de mortalidade = 4,13%) e 2.549 recuperados (desses 112 em UCI) ─ para além de uma razão de 112 mortes/1 milhão.

 

CV1.jpg

 

Em Portugal (continente e ilhas) mais de metade das vítimas mortais verificando-se a Norte (56,9%) e se tomarmos como fronteira o rio Tejo, com o resto do país a sul do mesmo rio (incluindo as ilhas) a ficar-se pelos 2,5%. Já quanto aos diferentes grupos etários atingidos e mantendo-se a região Norte na liderança, com o grupo etário dos 70 aos 79 anos de idade a ser responsável por um total de 228 mortes e o grupo com 80 ou mais anos por um total de 769: num total conjunto de 997 mortes (em 1.144) ou seja, de mais de 87%, uma brutalidade.

 

CV2.jpg

 

Já no caso do Brasil com um presidente louco e pelos vistos inimputável no poder (mas infelizmente eleito pelo povo, agora por tabela pagando-lhe com a sua vida, o tributo ao seu Imperador) ─ um “sem vergonha” chamado Jair Bolsonaro ─ com o número de mortos a já ter ultrapassado os 11.000 (taxa de mortalidade próxima dos 7%) e parecendo não querer parar por aí (podendo ser muitas mais as vítimas mortais, tal o caos instalado e a capacidade hospitalar ultrapassada e o número crescente de covas e enterros), transformando Mundialmente este que poderia ser um grande país (um dos maiores do planeta) numa desgraçada anedota mortal e global: morrendo-se podendo-se até ser cremado, enquanto o outro faz um churrasco.

 

[RM: Ranking Mundial RE: Ranking Europeu RA: Ranking Americano]

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 21:55

06
Mar 20

E para lá da China (o centro do surto epidémico) com as piores situações a localizarem-se na Itália (EUROPA) – aqui tão perto de nós e já com quase centena e meia de mortes e no Irão (ainda-por-cima, sujeito às sansões norte-americanas) ultrapassando já a centena de mortos.

 

Os 10 países dos 5 continentes liderando o nº de infetados/vítimas mortais/recuperados (em constante atualização) − com Portugal registando 8 infetados:

 

c5f7803d4d72adf570ca82eaa28c9e039a3af2d2.jpg

Tentando desinfetar as ruas de Teerão

(março 2020 − surto epidémico de Covid-19)

 

Região

I

VM

R

C

P

%

%

Ásia

China

80.552

3.042

3,8

53.716

66,7

Irão

3.513

107

3,0

739

21,0

Europa

Itália

3.858

148

3,8

414

10,7

França

423

7

1,7

12

2,8

América

EUA

233

3

1,3

8

3,4

Canadá

37

-

0,0

5

13,5

África

Argélia

16

-

0,0

-

0,0

Senegal

4

-

0,0

-

0,0

Oceânia

Austrália

58

2

1,3

21

36,2

N. Zelândia

4

-

0,0

-

0,0

Casos Globais do coronavírus Covid-19

Johns Hopkins CSSE

(06.03.2020/02:33:03)

 

Pela madrugada desta quinta-feira 6 de março, registando-se um total de 98.370 infetados, de 3.383 vítimas mortais (3,4%) e de 55.398 recuperados (56,3%).

 

E agora indo-se ver onde fica o Terceiro-Mundo, sabendo-se o que aconteceu na China e conhecendo-se a nossa idade média (da população, de cada continente): na Ásia na ordem dos 30 (anos), na Europa na dos 40 e sabendo-se como o Covid-19, entre todos prefere os (mais) idosos.

 

(imagem: AFP/STR/Yahoo.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 03:59

19
Mai 15

WACO/TEXAS – 9 Mortos e mais de 190 Detidos
(no último fim-de-semana)

 

6b1f9cf80522c0d353623cc33eb46d7862806a82.jpg

 

As armas voltaram mais uma vez a falar. Nos Estados Unidos da América dois grupos rivais de motociclistas entraram em confronto directo na cidade texana de WACO. O resultado do confronto saldou-se em nove mortos e cerca de 190 motociclistas detidos. O confronto ter-se-á iniciado num parque de estacionamento de um restaurante desta zona da cidade, acabando por se estender em redor e no seu interior.

 

Este incidente registado no Texas e envolvendo mais uma vez a presença mortífera de armas, é mais uma das consequências das políticas extremamente liberais praticadas nos EUA quando se fala da sua posse: aqui as corporações que controlam e lucram com a comercialização de armas conseguem sobrepor-se ao interesse do país e à segurança dos seus cidadãos. Tudo em nome da prevenção.

 

0.jpg

 

A única diferença que aqui pode ser referenciada relativamente aos casos ultimamente relatados e tendo como origem os EUA e actos de violência envolvendo armas, é que ao contrário de ser (como tem sido habitual) um conflito branco/preto (o polícia branco ataca o cidadão preto), neste caso estamos perante um conflito branco/branco (motociclistas contra motociclistas).

 

E como podemos concluir através de todos estes cenários que nos chegam oriundos dos EUA (tiroteios no interior das escolas, caça indiscriminada ao negro, luta entre grupos criminosos rivais, etc), a ideia forte norte-americana de que tudo se resolve recorrendo ao uso de armas, não se aplica apenas aos seus inimigos externos como também e talvez servindo de exemplo aos seus próprios cidadãos. Infelizmente existindo sempre danos colaterais.

 

(imagens – Web)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 16:19

28
Abr 15

Um violentíssimo terramoto de magnitude de 7.8
Registando-se para já a ultrapassagem dos 4.000 mortos
(e com a contagem sempre a subir)

 

O Nepal é um país pertencente ao continente asiático, localizado na conhecida região montanhosa dos Himalaias (tendo no Monte Everest o ponto mais alto da Terra). Encontra-se entalado entre dois dos mais populosos países do mundo, a China a norte e a Índia a sul. A sua população andará por volta dos 25/30 milhões estando a sua capital instalada em Katmandu.

 

image016.gif

 

O problema deste país encontra-se na sua geologia. A confluência nessa região da Ásia de duas placas tectónicas em constante movimento, originam fenómenos por vezes extremamente violentos e de consequências devastadoras provocados pelo encontro das mesmas e pela sobreposição de uma (que se eleva) sobre a outra (que se afunda). Tremores de guerra de grande amplitude têm nesta região episódios periódicos.

 

O epicentro do último terramoto registado na região e que já terá provocado mais de 4.000 mortos, foi assinalado a cerca de 15km da superfície e dado a confluência das placas e as características montanhosas do solo (pouco flexível) as consequências foram brutais, com a amplitude do sismo a ficar muito perto da magnitude 8. Terrenos deslocaram-se, outros afundaram-se e ainda outros se ergueram.

 

150427103509-13-nepal-quake-0427-exlarge-169.jpg

 

Naturalmente que as coordenadas da região se terão modificado um pouco. Se por um lado a cadeia montanhosa dos Himalaias não terá tido globalmente modificações de parâmetros de assinalar (latitude, longitude, altitude), o mesmo não se poderá dizer para outras zonas onde poderão ter ocorrido deslocações na ordem dos três metros e até mesmo na capital que poderá ter-se elevado de meio metro.

 

“Three days after the terrible earthquake shook Nepal — killing more than 4,200 people, toppling centuries-old monuments and engulfing Mount Everest’s base camp in an avalanche — the scope of the devastation was becoming clearer.”
(washingtonpost.com)

 

(imagens – Web)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 00:19

28
Mar 15

Neste mundo já estamos mortos mesmo antes de o sabermos!

 

Mais 150 pessoas morreram ao utilizarem um dos mais banais e seguros meios de transporte actualmente ao serviço dos cidadãos de todo o mundo (para percorrerem distâncias de centenas de quilómetros), ainda por cima num século em que os objectivos da Humanidade se deslocam cada vez mais rapidamente para a Conquista do Espaço (percorrendo distâncias de milhões de quilómetros).

 

germanwings-plane-crash-alps.jpg

 

E como sempre tudo se justifica (para não se ir à raiz do problema).

 

Andreas Lubitz split up with girlfriend one day before tragedy
(mirror.co.uk)

 

Killer co-pilot was passionate and obsessed with the Alps
(dailymail.com)

 

Andreas Lubitz wanted to make everyone remember him
(theguardian.com)

 

Andreas Lubitz sought treatment for vision problems before Germanwings crash
(nytimes.com)

 

The co-pilot of the Germanwings Airbus was a convert to Islam
(speisa.com)

 

His favourite pizza order was ham broccoli paprika and onion
(telegraph.co.uk)

 

E como sempre tudo se esquece (para justificadamente não se afectar a raiz).

 

enviado-por-gisele-bassani3.jpg

 

Mas será que ninguém se incomoda (pelo menos os que frequentemente utilizam os aviões como meio de transporte preferencial) com os sucessivos acidentes aéreos recentemente ocorridos no mundo, como o sucedido na Malásia (esfumou-se) e o último na Ucrânia (abateu-se)? Será que continuaremos a aceitar não respostas com sendo válidas, desde que proferidas por responsáveis? Mas responsáveis de quê e trabalhando para quem? Moralmente e em nome do povo (e até por solidariedade para com todos os familiares e amigos das 150 vítimas) deveríamos ser os primeiros a exigir o nome de todos os responsáveis participando (activa ou passivamente) neste hediondo crime e assassinato colectivo, em vez de como uns perfeitos acéfalos nos contentarmos com a nova fotografia do Diabo agora proposta e revelada!

 

(imagens – Web)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 21:01

15
Jan 15

“É esta divisão deliberada, incompreensível e criminosa que fomenta o terrorismo.”

 

Porque será que a Europa Política se indigna e valoriza tanto a morte de menos de 20 pessoas (incluindo os próprios terroristas) e não faz o mesmo (e com isso desvalorizando o acontecimento) quando se fala de mais de 2.000 pessoas mortas (com a esmagadora maioria sendo população civil, maioritariamente mulheres e crianças)? Faz-nos recordar toda a hipocrisia envolvendo o último surto do vírus hemorrágico Ébola e de como o mundo só se importou com o mesmo, quando ele se tentou aproximar de nossa casa.

 

Imagens da cidade nigeriana de Doro Baga

 

slide_395828_4856400_free.jpg

Antes e depois do ataque do grupo extremista Boko Haram

 

slide_395828_4856402_free.jpg

Observe-se a destruição das casas e da vegetação envolvente

 

Num ataque ocorrido no início deste ano a uma base militar nigeriana localizada na cidade de Baga (registado em 3 de Janeiro), além da destruição da mesma e da morte de dezenas de militares aí colocados, estima-se que tenham morrido mais de 2.000 pessoas (com a esmagadora maioria sendo civis) e sido destruídas quase o dobro de infra-estruturas (especialmente habitações). As imagens anteriores mostram os efeitos dessa terrível destruição ocorrida na cidade vizinha de Doro Baga (imagens registadas a 2 e 7 de Janeiro), podendo-se verificar até que ponto a cidade foi completamente arrasada (com casas completamente destruídas e o desaparecimento da vegetação envolvente).

 

“O que ficará na nossa memória sobre o atentado terrorista ocorrido em Paris será mais uma vez um objecto de coleccionador (a edição pós atentado de Charlie Hebdo), já que os sujeitos (ou mortos) se foram e outros mais virão a caminho. E a seguir poderemos ser nós.”

 

(dados e imagem: huffingtonpost.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 14:57

29
Ago 14

No dia 12 de Dezembro de 2012 foi atribuída à União Europeia o prémio Nobel da Paz. A razão? Preservar a Paz na Europa!

 

Execution Headclamp of the Black Death

 

O problema é que passado pouco mais de um ano o continente europeu viu-se perante a Guerra Civil na Ucrânia.

 

Então qual tem sido o papel desempenhado pela União Europeia na resolução deste preocupante problema, até para assim poder confirmar posteriormente a justeza do prémio anteriormente atribuído?

 

De facto pior que nulo mais correctamente de sinal negativo: subalternizando-se completamente ao poder económico e esmagador do dólar a Europa política e financeira perante a falta de liderança da Alemanha, deixou-se levar pelos interesses dos Estados Unidos da América e pela única estrutura que ainda lhes interessa e como consequência domina a NATO.

 

Assim e mais uma vez as armas impuseram a sua poderosa e mortal voz na Europa – a última acontecera com o decorrer do processo de desagregação da Jugoslávia, contando também com a preciosa colaboração da Alemanha – contando agora nesta longa-metragem com a presença no elenco principal de países como a Ucrânia (a vítima), a Rússia, os EUA e os seus aliados (os predadores).

 

Outro local do mapa global onde um recente conflito já provocou mais de 2.000 mortos. Além dos milhares de feridos e indivíduos social e psicologicamente afectados, infra-estruturas destruídas e sem capacidade de fornecimento de qualquer tipo de serviços básicos, para além da tragédia das centenas de milhares de deslocados e refugiados, os Novos Sem Terra da Europa.

 

Felizmente que a Chanceler alemã Angela Merkel parece querer retomar o seu papel de Poliedro Perfeito – após constatar o papel intervencionista (e indiferente aos desastres ambientais e humanos causadas) dos norte-americanos no conflito – tentando de uma forma progressiva e inteligente voltar novamente ao diálogo e às trocas comerciais com a maior potência europeia (a Rússia): a Alemanha sabe que um Poliedro só é Perfeito se todas as suas faces também o forem (ou pelo menos parecerem). Não sei é se os norte-americanos aceitam.

 

Quanto a nós os portugueses estamos condenados a uma regressão provavelmente sem retorno, desde que a Chanceler alemã abandonou o idealismo europeu do Poliedro Imperfeito – em que países pobres como Portugal (uma das imperfeições) ainda tinham uma palavra a dizer. Agora – como o afirmou Paulo Portas – somos apenas um Protectorado. Se calhar até é bom: obedecemos sem questionar e em troca dão-nos de comer!

 

(imagem – dota-trade.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 23:27

24
Jul 14

“O que será necessário para classificar um genocídio deliberado sobre uma população completamente desprotegida e desprezada – tal e qual como aconteceu com o povo judeu no tempo da II Guerra Mundial – como Crime de Guerra”?

 

Faixa de Gaza – 23.07.2014

 

Esta imagem obtida a partir da estação espacial ISS pelo astronauta alemão Alexander Gerst, dá-nos uma pequena e luminosa amostra dos céus nocturnos cobrindo a Faixa de Gaza (e territórios israelitas envolventes), aquando de mais um violento e mortal ataque das forças armadas do estado de Israel: "My saddest photo yet. From the International Space Station we can actually see explosions and rockets flying over Gaza and Israel".

 

Desde o início desta última operação israelita no interior da Faixa de Gaza já se registaram mais de 700 mortos, alguns milhares de feridos e muitos outros milhares de refugiados: com o bombardeamento indiscriminado de cidades e civis até mesmo uma escola servindo de abrigo a refugiados palestinianos e sob a protecção da UN foi atacada. Será que a UN também se serve dos desgraçados e desprezados palestinianos exclusivamente como escudos humanos de salvaguarda e de protecção?

 

(imagem – Alexander Gerst)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 23:16
tags: , ,

14
Jul 14

Segundo a ONU 77% dos Mortos registados neste ataque israelita à Faixa de Gaza (ultrapassados já os 150 e rapidamente a caminho dos 200) são simplesmente Inocentes Civis! O azar é viverem próximo das casas dos dirigentes palestinos.

 

Morte de Inocentes em Gaza

 

Enquanto isso o que é que a ONU faz para evitar mais este assassínio colectivo, sem ser falar para a comunicação social e pedir um cessar-fogo? É que com o conflito a alastrar na região da Síria/Iraque Israel tornar-se-á cada vez mais violento.

 

(imagem – huffingtonpost.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 01:39

Maio 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

15

18

24
27
28
29
30

31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO