Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

31
Jul 18

1-Masters de Riga (Letónia)

 

Snooker-news-Neil-Robertson-996517.jpg

Neil Robertson (à direita)

(AUS – 10ºRM)

Vencedor da 3ª e 5ª edição do MASTERS de RIGA

 

Iniciado o Circuito Mundial de Snooker – Época 2018/19 – com a disputa na Letónia do MASTERS DE RIGA (27/29 Julho), ficou-se a conhecer no passado domingo (dia 29) o nome do vencedor desta 1ª prova do circuito (de SNOOKER) contando para o RANKING MUNDIAL (RM): nesta 5ª edição da prova com o australiano NEIL ROBERTSON a conquistar o troféu em disputa (batendo na final o inglês Jack Lisovski por 5-2) repetindo (o único jpogador a tê-lo feito até agora) o seu êxito de 2016 (aí batendo na final um outro inglês – Michael Holt – também por 5-2). Sucedendo ao galês Ryan Day (vencedor em 2017) eliminado logo na 1ª ronda. E este ano com o Vencedor da Final (NR) a arrecadar 50.000£ e o vencido (JL) 25.000£.

 

Masters de Riga – Meias-Finais e Final

 

Fase

J

N

F

J

N

 

 

 

 

 

 

Meia-Final 1

Neil

Robertson

AUS

5-0

Stuart Carrington

ING

Meia-Final 2

Jack

Lisovski

ING

5-1

Stephen Maguire

ESC

 

 

 

 

 

 

Final

Neil

Robertson

AUS

5-2

Jack

Lisovski

ING

(J: Jogador N: Nacionalidade F: Frame)

 

2-Open Mundial (China)

 

Sucedendo-se a esta prova o OPEN MUNDIAL (aqui com os prémios dos Finalistas a triplicarem – 150.000£ para o Vencedor e 75.000£ para o vencido) a disputar-se na China (cidade de Yushan) de 6/12 Agosto: 2ª prova da época contando igualmente para o RM, tendo como detentor do troféu o chinês DING JUNHUI (derrotando na final de 2017 o inglês Kyren Wilson por 10-3). E nos jogadores presentes nesta 2ª prova de RM ainda não se vislumbrando (entre o TOP 16) Ronnie O’Sullivan e John Higgins (continuando de “férias”), para além de outros jogadores ausentes por eliminados nas Qualificações: como Shaun Murphy (ING), Stuart Bingham (ING) e Anthony McGill (ESC).

 

[E em princípio sendo uma prova do Circuito Profissional de Snooker contando para o Ranking Mundial (RM) – o Open Mundial – tendo transmissão televisiva no canal EUROSPORT: no mínimo (acho eu) a partir dos Quartos-de-Final (se não antes, sendo conveniente confirmar).]

 

(imagem: Getty Image/express.co.uk)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 16:28

28
Jul 18

Riga Masters

(2018)

 

screen-shot-2018-04-16-at-17-45-45.jpg

Chris Wakelin

O Jogador com o “pior” Ranking Mundial (47º)

(presente nos QF do 5º Masters de Riga de 2018)

 

Com a realização da 5ª edição do MASTERS de RIGA (na Letónia) inicia-se a época 2018/19 do Circuito Mundial de Snooker (1ª prova do circuito a contar para o RANKING MUNDIAL): nas 4 edições anteriores com 4 vencedores diferentes – Mark Selby/ING (em 2014), Barry Hawkins/ING (em 2015), Neil Robertson/AUS (em 2016) e Ryan Day/GAL (em 2017 e atual detentor do troféu). Mas notando-se a ausência de alguns jogadores do Top 10 do RM: como Mark Selby/ING (1ºRM), Ronnie O’Sullivan/ING (2ºRM), John Higgins/ESC (4ºRM), Judd Trump/ING (5ºRM) e Ding Junhui/CHI (6ºRM).

 

Challenge Tour 3

(2018)

 

Decorrendo de 27 a 29 de Julho simultaneamente com a disputa do Challenge Tour 3 (a 28 de Julho) – prova integrando o Circuito Mundial de Snooker (Secundário) tipo 2ª Divisão (da modalidade): e com os 2 melhores jogadores do Challenge Tour 2018/19 (incluindo 10 provas) a receberem um cartão de acesso ao Circuito Mundial principal (ou seja à 1ª Divisão da modalidade) época 2019/20. Contando neste CT3 com a presença dos 4 semifinalistas anteriores: David Grace, Brandon Sargeant, Mitchell Mann e Luke Simmonds (todos ingleses) – e com os 2 primeiros a serem os anteriores vencedores (CT2 e CT1).

 

1ª/2ª/3ª Ronda do Masters de Riga

(Apuramento para os Quartos-de-Final)

 

Disputadas as 3 primeiras rondas e encontrados os 8 jogadores apurados para os Quartos-de-Final da prova, destacando-se pela negativa (e falando apenas do Top 16 do RM) Barry Hawkins/ING (7ºRM), Anthony McGill/ESC (14ºRM), Luca Brecel/BEL (15ºRM) e Ryan Day/GAL (16ºRM) logo na 1ª ronda, Mark Williams/GAL (3ºRM), Shaun Murphy/ING (8ºRM) e Allister Carter/ING (11ºRM) na 2ª ronda e finalmente de Mark Allen/IRLN (10ºRM) na 3ª ronda – entretanto todos eles eliminados (no total de uns 8, numa verdadeira razia e eliminando entre outros o atual Campeão do Mundo). Talvez um indício de um início de época.

 

Fase

J

N

RM

J

N

RM

QF 1

Chris Wakelin

ING

47

Stuart Carrington

ING

48

QF 2

Neil Robertson

AUS

12

Ricky

Walden

ING

27

QF 3

Stephen Maguire

ESC

17

Kyren

Wilson

ING

9

QF 4

Graeme

Dott

ESC

22

Jack

Lisovski

ING

26

(J: Jogador N: Nacionalidade RM: Ranking Mundial QF: Quartos-de-Final)

 

E assim do Top 16 (entre não inscritos, desistentes ou eliminados nesta 1ª prova) sobrando apenas 2 jogadores: o inglês Kyren Wilson e o australiano Neil Robertson – e com este último a poder repetir a vitória de 2016 (na 3ª edição da prova). Ambos podendo ser considerados os favoritos, mas nunca arriscando colocar de lado nenhum dos restantes apurados (para estes QF). Amanhã concluindo-se o Masters com os QF, as MF (QF1XQF2 e QF3XQF4) e a Final, com o vencedor a arrecadar 50.000£ e o vencido 25.000£ (transformados em pontos para o RM). Com transmissão na EUROSPORT.

 

3753814028.jpg

Barry Pinches

Vencedor do Challenge Tour 3

(3º nos resultados obtidos nas 3 provas já realizadas)

 

Quartos-de-Final e Meias-Finais do Challenge Tour 3

(E Final)

 

Relativamente ao Challenge Tour e à sua 3ª prova realizada (e referindo-nos aos 3 melhores jogadores nas 2 provas anteriores) com David Grace (antes 1º exe quo) a ficar-se pelos OF, com Brandon Sargeant (antes 1º exe quo) a ficar-se pelas MF e finalmente com Mitchell Mann (antes 3º) a ficar-se pelos QF. E com o CT 3 a revelar um novo vencedor, desta vez o inglês Barry Pinches (batendo na final o galês Jackson Page por 3-2).

 

 

E com a tabela do CT 2018 a ficar (após a CT3) assim ordenada:

                                                                                                                                    

Fase

J

N

F

J

N

QF 1

Barry Pinches

ING

3-0

Mitchell Mann

ING

QF 2

Jamie

Barrett

ING

3-2

Steven Hallworth

ING

QF 3

Jackson Page

GAL

3-2

Jamie O’Neill

ING

QF 4

Brandon Sargeant

ING

3-0

Joshua Cooper

ING

MF 1

Barry Pinches

ING

3-2

Jamie

Barrett

ING

MF 2

Jackson Page

GAL

3-2

Brandon Sargeant

ING

Final

Barry Pinches

ING

3-2

Jackson Page

GAL

(F: Frame MF: Meia-Final)

 

E com a tabela do CT 2018 a ficar (após a CT3) assim ordenada: Brandon Sargeant (BS), David Grace (DG) e Barry Pinches – todos eles com 1 vitória – tendo além disso BS presença em 2 MF e DG presença em 1 MF. Complementarmente com os 15 jogadores tendo já atingido os QF (nos 3 CT já realizados) a serem todos ingleses à exceção de 1: o galês Jackson Page presente nesta última final (e perdendo-a). Próximo Challenge Tour (CT 4) em 27/28 Agosto na Alemanha.

 

Open Mundial

(2018)

 

Regressando de novo o Mundial de Snooker já no início do mês de Agosto (passado cerca de uma semana) com a disputa na China do OPEN MUNDIAL (6/12 Agosto) – 2ª prova da época contando para o Ranking Mundial e já contando com o regresso de muitos dos jogadores (do TOP 10) anteriormente (na 1ª prova) ainda ausentes.

 

(dados: worldsnooker.com e snooker.org – imagens: clusterofreds.com – edp24.co.uk)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 23:04

25
Jul 18

[E já agora o Verão.]

 

Concluindo-se que os BEBEDOLAS se concentram nas ilhas NORFOLK (2141 habitantes) logo seguidos de perto pelos da cidade do VATICANO (1000 habitantes). Mas com o maior Consumidor/Produtor (até pela dimensão e em termos de comparação) – e porque não o Melhor – a ser sem dúvida PORTUGAL.

 

beautiful_vineyard_7.jpg

Itália

(Região da Toscânia)

O Maior Produtor de Vinho em 2017

Suplantando a França

 

Numa análise rápida e interessante (até para análise do seu consumo no nosso país) à produção de VINHO no ano de 2017 e a nível Global (ou seja em todo o planeta Terra), poderemos constatar (tal como seria de esperar) a posição de relevo de PORTUGAL, tanto na EUROPA como em todos os (outros) territórios deste Mundo: face aos tradicionais produtores (europeus) – Itália, França e Espanha – agora complementados pela Alemanha; e aos mercados emergentes cada vez mais seus (da Europa) concorrentes – EUA, Austrália, África do Sul, Argentina e Chile; juntando-se ainda PORTUGAL fechando o TOP 10 Mundial.

 

Os Dez Maiores Produtores Mundiais de Vinho

Indicando Igualmente o RM destes se entre os 20 maiores consumidores

(neste último caso por ano e por pessoa)

 

Países

RM

(Produtores)

Milhões hl

(produzidos)

RM

(Consumidores)

Garrafas/Pessoa (consumidas)

Itália

39,9

10º

45

França

36,7

54,4

Espanha

33,5

-

-

EUA

23,9

-

-

Austrália

13,9

-

-

África Sul

10,8

-

-

Argentina

10,7

19º

31,6

Chile

9,5

-

-

Alemanha

8,1

16º

33,5

Portugal

10º

6,6

61,8

(RM: Ranking Mundial de 2017 hl: hectolitros)

 

beautiful_vineyards_1.jpg

Portugal

(Região do Douro)

Entre os 10 Maiores Produtores de Vinho de 2017

O Maior Consumidor por pessoa

 

E aos quase 40 milhões de hl pela ITÁLIA produzido (Medalha de Ouro da Maior Produção) respondendo PORTUGAL com menos de 7 milhões, num país de área total de 92.256 Km² (área de Itália 301.338 Km²) e com 10.374.822 de habitantes (habitantes em Itália 60.665.551) – menos de 1/3 da área e cerca de 1/6 da população. E no entanto considerando os 10 Maiores Produtores (Mundiais de 2017) com PORTUGAL a ser destacado o Maior Consumidor (por pessoa) – deixando um dos mais famosos produtores – a FRANÇA – a cerca de 7,5 garrafas (anuais) de distância: com o consumo médio (de Vinho) em Portugal no ano de 2017, a andar um pouco acima de 1garrafa/semana/pessoa (1,2). E só sendo suplantado no CONSUMO de VINHO (a nível Mundial) por um Quarteto Europa/Oceânia: na Europa em 4º surgindo a CROÁCIA (63,3G/P), em 3º o Principado de ANDORRA (66G/P) e em 2º a cidade do VATICANO (76G/P) e na Oceânia em 1º (Medalha de Ouro do Maior Consumidor por pessoa) surgindo as ilhas NORFOLK (77,8G/P).

 

vatican-640x480.jpg

Vaticano

(Cidade do Vaticano)

Sendo sem Produção o Vice-Campeão Mundial no consumo/pessoa

Talvez a maior surpresa (ou não) entre os Consumidores de Vinho de 2017

 

Razão pela qual neste época festejando o Verão e as Férias (na Serra ou no Litoral), devendo-se usufruir de tudo tirando-se o máximo prazer (com o tempo envolvente e sempre pronto a ajudar) seja no ato SEXUAL, no ato GASTRONÓMICO ou no ato da DEGUSTAÇÃO de BEBIDAS: com um Maduro, um Verde ou um Rosé (fresquinho e natural) substituindo um (certamente nocivo e ineficaz) refrigerante.

 

Hoje dia 25 de Julho (quarta-feira) pelas 01:00 (da madrugada) em Albufeira e com a temperatura nuns agradáveis 19⁰C – na Grécia devido aos incêndios de ontem com as vítimas mortais para já a caminho das 80 (em tudo fazendo-nos lembrar o ocorrido em Portugal no ano passado) – devendo-nos congratular pela ONDA de INTENSO CALOR varrendo (quase) todo o Hemisfério Norte (Europa/Ásia/América do Norte), não ter felizmente chegado ao extremo da Península Ibérica ou seja a Portugal (graças a uma aragem fresquinha vinda do oceano Atlântico). Convidando-nos a mais um copo (dos Nossos) antes de adormecer.

 

[E neste último mês batendo o record da fatura mais baixa de Eletricidade – nos meses que ainda me lembro (pelo menos nestes últimos anos) – poupando no tempo frio (usando menos o aquecedor) e agora no tempo quente (usando menos o ar condicionado) talvez uns 25%.]

 

(dados: fdfworld.com/movehub.com – imagens: winerist.com/thedrinksbusiness.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 11:04

23
Jul 18

Inicia-se no próximo fim-de-semana o Calendário da próxima época do Mundial de Snooker Individual/Profissional (masculino) com a realização entre 27/29 de Julho do MASTERS de RIGA (na Letónia): 1ª prova a contar para o RANKING MUNDIAL (RM) ‒ realizada a Qualificação (2/5 de Julho) ‒ e contando com a presença de 68 jogadores: entre eles o detentor do troféu o galês RYAN DAY (batendo na final de 2017 o escocês Stephen Maguire por 5-2).

 

bo97_mwilliams2.jpg

Mark J Williams (há 21 anos)

(Hoje) Campeão Mundial de Snooker

(Aqui na sua conquista do 1997 British Open

Vencendo na final o mítico e 7X Campeão do Mundo Stephen Hendry por 9-2)

 

Do TOP 16 do RM notando-se a ausência nesta 1ª prova dos ingleses Mark Selby (1ºRM), Ronnie O’Sullivan (2ºRM) e Judd Trump (5ºRM), do escocês John Higgins (4ºRM e Vice-Campeão Mundial) e do chinês Ding Junhui (5ºRM) ‒ para além do também inglês Stuart Bingham (13ºRM) eliminado na Qualificação (esmagado por uns esclarecedores 4-0) pelo chinês Niu Zhuang (82ºRM). Mas lá estando presente (picando-o-ponto) o atual Campeão do Mundo de Snooker o galês MARK WILLIAMS. E no início da época com a tabela do Ranking Mundial a estar assim estabelecida:

 

RM

J

N

£

(X 1000)

RM

J

N

£

(X 1000)

1

Mark

Selby

ING

1 315

9

Kyren Wilson

ING

416

2

Ronnie O'Sullivan

ING

905

10

Neil Robertson

AUS

356

3

Mark J Williams

GAL

878

11

Allister Carter

ING

333

4

John Higgins

ESC

751

12

Mark

Allen

IRLN

332

5

Judd Trump

ING

660

13

Stuart Bingham

ING

324

6

Ding

Junhui

CHI

590

14

Anthony McGill

ESC

320

7

Barry Hawkins

ING

543

15

Luca

Brecel

BEL

310

8

Shaun Murphy

ING

453

16

Ryan

Day

GAL

303

(RM: Ranking Mundial J: Jogador N: Nacionalidade £: Libras)

 

Com os jogadores presentes a terem que ultrapassar 5 eliminatórias atá atingirem a FINAL (1ª/2ª/3ª Eliminatória e Quartos-de-Final à melhor de 7 frames e Meia-Final e Final à melhor de 9 frames) e com o Vencedor do Troféu a arrecadar um prémio de 50.000£ (o finalista vencido 25.000£). Incluindo esta 1ª eliminatória 32 jogos (antecedidos de outros 4 em atraso) sendo que um deles já está decidido ‒ apurando o inglês Anthony Hamilton por falta de comparência do chinês Yan Bingtao ‒ e destacando-se (pela posição no RM dos jogadores envolvidos) outros três (jogos): Allistair Carter Vs. Ryan Day (se eliminar Jamie Cope), Michael White Vs. David Gilbert e Xiao Guodong Vs. Marco Fu.

 

Mark+Selby+Betfair+World+Championship+Media+t0uoAz

Mark Selby (há 5 anos)

(Hoje) Líder do RM de Snooker

(No lançamento do Campeonato do Mundo de 2013

Onde foi eliminado por Barry Hawkins que se sagraria Vice-Campeão Mundial)

 

Simultaneamente a 28/29 de Julho decorrendo a 3ª etapa do CHALLENGE TOUR (igualmente em Riga na Letónia) contando com uma esmagadora presença de jogadores do Reino Unido (Inglaterra, Gales, Escócia e Irlanda do Norte) e entre estes com os Ingleses a serem largamente maioritários: das duas provas realizadas (com os ingleses) preenchendo todos os lugares das Meias-Finais (5 jogadores para 8 lugares) e com Brandon Sargeant e David Grace a ganharem a 1ª e a 2ª (prova) respetivamente.

 

E durante o mês de Agosto para além de 3 Qualificações e da realização do Challenge Tour 3, disputando-se mais duas provas de Ranking o OPEN MUNDIAL (detentor do troféu Ding Junhui) e o CLÁSSICO PAUL HUNTER (detentor do troféu Michael White).

 

(imagens: snooker.org ‒zimbio.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 14:52

17
Jul 18

Ainda sem a presença de alguns dos jogadores de SNOOKER do TOP do RM, inicia-se este mês (de Julho) o Circuito Mundial de Snooker (Profissional) com a realização do MASTERS de RIGA (na Letónia).

 

ryan-day-610x330.jpg

Ryan Day

Detentor do Troféu

2017 Riga Masters

 

E agora que terminou o Mundial de Futebol (a 15 de Julho) ‒ com a França a sagrar-se Campeã Mundial ‒ e se começa a desenvolver e a avançar a Volta à França em Bicicleta (iniciada a 7 de Junho e já com 9 etapas disputadas) ‒ com o belga Greg Van Avermaet provisoriamente na liderança (Camisola Amarela) e com o inglês Chris Froome (vencedor no ano passado) integrando já o Top 10 (e ainda com o 3X Campeão do Mundo de Estrada o eslovaco Peter Sagan a liderar a Geral por pontos envergando a camisola verde) ‒ eis que se aproxima o início da época oficial do Circuito Mundial de Snooker Época 2018/19 ‒ Individual e Profissional: tendo-se para já disputado duas provas de Qualificação (para o Masters de Riga e para o Open Mundial) e duas provas do Challenge Tour (I e II) ‒ tipo 2ª Divisão ‒ e já este mês disputando-se a primeira prova contando para o Ranking Mundial e integrando o Circuito Profissional ‒ o MASTERS de RIGA (na Letónia). E o Challenge Tour III (habitual e esmagadoramente com presença inglesa).

 

Challenge Tour

(após duas provas realizadas)

 

RM

J

N

V

PF

PMF

PQF

1

David

Grace

ING

1

-

1

-

-

Brandon

Sargeant

ING

1

-

1

-

3

Mitchell

Mann

ING

-

1

1

-

4

Luke

Simmonds

ING

-

1

-

1

5

Steven Hallworth

ING

-

-

1

-

6

James

Cahill

ING

-

-

-

2

(RM: Ranking Mundial J: Jogador N: Nacionalidade V: Vitória PF: Presença na Final PMF: Presença na Meia-Final PQF: Presença nos Quartos-de-Final)

 

Nos próximos dias 27, 28 e 29 de Julho disputando-se assim a 1ª prova de Ranking ‒ o MASTERS de RIGA ‒ ainda com a maioria do TOP 16 ausente (curiosamente com o atual Campeão do Mundo o galês Mark Williams presente) como o Vice-Campeão do Mundo, o Líder e o Vice-Líder do Ranking Mundial (respetivamente John Higgins/ESC, Mark Selby/ING e Ronnie O’Sullivan/ING). Com 68 jogadores inscritos (60+8) e desses com 8 deles sujeitando-se a uma eliminatória (inicial), para a partir daí e com os 64 apurados, seguirem-se 5 eliminatórias até se atingir a Final: conquistada o ano passado pelo galês Ryan Day. E entre as surpresas negativas registadas nas Qualificações (integrando o Top 32) destacando-se a eliminação de quatro ingleses, Stuart Bingham (8º CS) a maior delas (das surpresas) e ainda Martin Gould (19º CS), Tom Ford (27º CS) e Jimmy Robertson (29º CS). Sem a presença de brasileiros (já no ano passado desaparecidos) nem do luso-suíço (descendente de mãe madeirense) Alexander Ursenbacher (eliminado nas Qualificações).

 

[CS: Cabeça-de-Série]

(imagem: romaniajournal.ro)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 10:35

16
Jul 18

FINAL

Moscovo ‒ Estádio Luzhniki

15 Junho 2018 ‒ 16:00 (hora de Portugal)

FRANÇA ‒ 4 CROÁCIA ‒ 2

 

DiKllfaW0AMAdv7.jpg

Kylian Mbappé

O Melhor Jovem Jogador deste Mundial

(imagem: Kylian Mbappé/@KMbappe/twitter.com)

 

Concluído o Mundial de Futebol de 2018 e pela 5ª vez com a presença assegurada nas Meias-Finais da maior prova de Futebol Global (se não mesmo a maior prova de Desporto Global só comparável mesmo aos Jogos Olímpicos) a seleção de FRANÇA acaba de se sagrar este domingo (dia seguinte ao da comemoração da Tomada da Bastilha) CAMPEÃ DO MUNDO DE FUTEBOL (pela 2ª vez na sua história): vencendo merecidamente (apesar da ajuda do VAR, de alguma sorte e de algum cansaço demonstrado pela equipa adversária tendo na realidade e como consequência dos prolongamentos jogado mais 90 minutos/ou seja 1 jogo) a seleção da Croácia por 4-2 (2-1 ao intervalo), mas com esta última e pelo seu percurso na prova a ser uma digna Vice-Campeã Mundial (uma única derrota frente à seleção Campeã). Com a tabela (virtual) deste Mundial a ser a seguinte (incluindo nela Portugal):

 

France football_3.jpg

França

A Melhor Equipa deste Mundial

(newsclick.in/@FIFAWorldCup/twitter.com)

 

RM

Equipa

V

E

D

Pontos

Golos

1º/2º Lugar

-

-

-

-

-

-

França

6

1

0

19

14-6

Croácia

4

2

1

14

14-9

3º/4º Lugar

-

-

-

-

-

-

Bélgica

6

0

1

18

16-6

Inglaterra

3

1

3

10

12-7

5º/8º Lugar

-

-

-

-

-

-

Uruguai

4

0

1

12

7-3

Brasil

3

1

1

10

8-3

Suécia

3

0

2

9

6-4

Rússia

2

2

1

8

11-7

9ª/16º Lugar

-

-

-

-

-

-

13º

Portugal

1

2

1

5

6-6

 

DiKanMgW4AArNAB.jpg

Luca Modric

O Melhor Jogador deste Mundial

(imagem: FIFA World Cup/@FIFAWorldCup/twitter.com)

 

Relativamente à Bota de Ouro (melhor marcador do Mundial) e tal como já se previa com o troféu a ser ganho pelo inglês HARRY KANE (isolado e com 6 golos marcados) logo seguido por um Quinteto todos com 4 golos marcados ‒ e nele se incluindo em 5ºlugar o português Cristiano Ronaldo (e ainda 3 franceses e com outro a ser russo). Dos restantes prémios atribuídos tendo os jogadores como alvos (os verdadeiros Artistas) com o croata LUKA MODRIC a ser nomeado o Melhor Jogador do Mundial, com o belga THIBAUT COURTOIS a ser nomeado o Melhor Guarda-Redes e com o francês KYLIAN MBAPPE A SER NOMEADO O Melhor Jogador Jovem. E entre os Homens do Jogo (tendo-se realizado 64 partidas) e falando-se de portugueses destacando-se Cristiano Ronaldo (por 2X) e ainda Ricardo Quaresma (por 1X) ‒ e para além dos golos de CR7 (4), o golo de Quaresma e ainda o golo de Pepe. Já em grupo com a seleção de ESPANHA a ganhar o troféu Fair Play.

 

RM

Jogador

Equipa

Golos

Assistências

Minutos

Harry

Kane

ING

6

0

576

Antoine Griezmann

FRA

4

3

575

Romelu

Lukaku

FRA

4

1

481

Denis

Cheryshev

RUS

4

0

316

Cristiano

Ronaldo

POR

4

0

360

Kylian

Mbappe

FRA

4

0

538

 

k7rybij3cj7pm3oewe36.jpg

Thibaut Courtois

O Melhor Guarda-Redes deste Mundial

(imagem: fifa.com)

 

Em jeito de conclusão ‒ e ficando-se a aguardar pelo próximo Mundial de Futebol FIFA QATAR 2022 (para já não falarmos do verdadeiro Circo que será o Mundial de Futebol de 2026 a disputar em conjunto por Canadá/EUA/México e contando com nada mais nada menos que 48 Seleções) ‒ a nível de organização (russa) nada havendo a apontar (de negativo e como clamavam e alertavam os súbditos de Theresa May, em pleno território russo contrariados pela sua própria seleção a de Inglaterra, alcançando um brilhante 4º lugar),

 

‒ Com todos a afirmarem ter sido muito provavelmente a melhor organização entre todos os Mundiais ultimamente realizados ‒

 

Mas já a nível de Performance & Evolução Futebolística (técnico/tática e demais) na realidade pouco havendo a descobrir ou a acrescentar (para além das confirmações e de algumas já esperadas maiores/menores desilusões).

 

portugal-grupo-team-line-up-por-jun-30-2018-futebo

Portugal

Formação inicial frente ao Uruguai

(alamy.pt)

 

Finalmente a nível de Confederações de Futebol (6) e sabendo-se antecipadamente da ausência de uma delas (desta Fase Final na Rússia) ‒ a OFC Confederação da Oceânia ‒ com uma outra a ficar-se pela Fase de Grupos (a CAF Confederação Africana com 5 seleções), com uma terceira (a CONCAF Confederação América Norte/Central) a conseguir levar uma das suas seleções à 1ª eliminatória (passando a Fase de Grupos) mas ficando-se por aí ‒ e ainda com uma outra (a AFC Confederação Asiática) também com uma seleção a fazer algo de semelhante à anterior (com uma equipa atingindo a Fase a Eliminar).

 

Restando como as mais poderosas a Confederação da América do Sul (CONMEBOL) e a Confederação Europeia (UEFA) mas com esta última a esmagar as seleções Sul-Americanas reservando para si todos os 4 lugares das Meias-Finais (nem Messi, nem Neymar as salvando). E de Portugal restando Cristiano (Ronaldo), agora jogador da Juventus (como já o foi antes e certamente ainda será, um jogador sempre relevante no Sporting CP, no Manchester United ou no Real Madrid).

 

(imagens: as indicadas)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 19:37

14
Jul 18

2018 FIFA WORLD CUP RUSSIA

 

unnamed.jpg

Croácia

A Surpresa

‒ Ou nem tanto ‒

Deste Mundial de Futebol

 

Concluídas 62 das 64 partidas integrando o calendário do Mundial de Futebol de 2018 (em disputa na Rússia), já se conhecem as 2 equipas finalistas (para além das outras 2 indo disputar o 3º/4º lugar) que irão disputar entre si a conquista do troféu: FRANÇA e CROÁCIA. Com o currículo das duas seleções (finalistas) nos mundiais até hoje disputados, a ser o seguinte:

 

Equipa

Campeã

Vice-Campeã

3º Lugar

4º Lugar

França

1X (1998)

1X (2006)

2X (1958 - 1986)

1X (1982)

Croácia

-

-

1X (1998)

-

 

Das 32 equipas presentes apenas com 4 de momento ainda invictas, com duas delas ainda em prova ‒ França e Croácia os finalistas ‒ e outras 2 já afastadas (eliminadas na marcação de penaltis): a Espanha e a Dinamarca logo na 1ª eliminatória (ultrapassada a fase de grupos). E com Portugal numa tabela virtual (englobando todas as equipas atingindo a Fase Eliminatória, mas não atingindo os Quartos-de-Final) a quedar-se no 13º lugar deste Mundial 2018.

 

R

Equipa

V

E

D

Pontos

Golos

1

França

5

1

0

16

10-4

2

Croácia

4

2

0

14

12-5

3

Bélgica

5

0

1

15

14-6

4

Inglaterra

3

1

2

10

12-5

 

Num rescaldo deste Mundial concluídas as Meias-Finais ‒ e talvez com estas 2 seleções (França e Croácia) a serem as mais completas e a merecerem verdadeiramente estar onde Domingo estarão (no Luzhniki Stadium em Moscovo) ‒ tendo-se marcado 161 golos (com uma média de 2,6 golos por jogo), com o melhor ataque a ser o da Bélgica (14 golos ou seja 2,3 golos/jogo), com o maior número de ataques a ser protagonizado pelo Brasil (292 em 5 jogos ou seja 58,4 ataques/jogo) e talvez com a melhor performance defensiva a pertencer à Croácia (com 272 ações defensivas).

 

92f852a5fc784d8beac38b5fc96b220e.jpg

Luka Modric

Talvez o jogador mais completo

‒ Uma variação de CR7 ‒

Deste Mundial de Futebol

 

R

Jogador

Equipa

Golos

1

Harry Kane

ING

6

2

Denis Cheryshev

RUS

4

3

Cristiano Ronaldo

POR

4

4

Romelu Lukaku

BEL

4

5

Artem Dzyuba

RUS

3

6

A. Griezmann

FRA

3

7

Yerry Mina

COL

3

8

Diego Costa

ESP

3

9

Edison Cavani

URU

3

10

Kylian Mbappe

FRA

3

 

Já a nível individual com o inglês Harry Kane a manter a liderança dos melhores marcadores da fase Final deste Mundial de Futebol disputado na Rússia (de momento com 6 golos), a um jogo da sua conclusão (para cada um dos jogadores ainda presentes e com algumas hipóteses) talvez com o belga Romelu Lukaku a ser o único jogador a ter uma hipótese (mínima) de o alcançar/ultrapassar. E com o 3º lugar de CR7 apenas a ficar dependente de alguém ainda marcar (estando a par ou atrás de si e com o desempate a ser feito pelo número de minutos jogados). Mas como vencedor antecipado com Harry Kane bem lançado (e com os seus 4 golos com CR7 na Juventus).

 

Fase

Equipa

Dia/Hora

Equipa

3º/4º

BÉLGICA

14 ‒ 15:00

INGLATERRA

1º/2º

FRANÇA

15 ‒ 16:00

CROÁCIA

 

No próximo fim-de-semana encerrando-se este Mundial FIFA de Futebol do ano de 2018, ficando-se finalmente a conhecer qual a seleção a suceder ao atual detentor do Troféu (até Domingo) ‒ hoje (quinta-feira) ainda a seleção da Alemanha.

 

(imagens: t1.gstatic.com ‒ pinterest.es)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 12:10

11
Jul 18

 

Breve Nota Introdutória

(devendo ser vista, mas não desvalorizada, como uma leitura de Verão ‒ agora que o tempo por aqui parece estar mesmo a aquecer)

Screenshot_2018-07-11 Billboard of alien Trump ins

Trump o Alienígena

Entendido como o Bom

Para além da Intervenção Alienígena (BOA) e do seu declarado e óbvio apoio aos EUA (ou não se declarasse este a maior potência sobre o nosso planeta e não fosse mesmo o destino privilegiado de muitas das mais antigas e famosas visitas como terá sido o caso Roswell em 1947), nunca sendo de desprezar a intrusão de sectores marginais e minoritários derivando pela nossa Galáxia (ao qual pertence o nosso Sistema Solar a Via Láctea), à sua chegada (não declarada e inopinada) inevitavelmente e à falta de intermediários representativos (hierárquica e oficialmente), credíveis (na Política, na Religião, na Ideologia) e como tal maioritários (o cerne da questão e o alvo das democracias totalitárias, objetivamente não nos dando tempo para pensar/trabalhar/criar, mas unicamente para perpetuar/replicar/morrer), obrigatoriamente direcionando-se para o Outro Lado (o Eixo do Mal corporizado na China/hoje pelo seu Presidente Xi e na Rússia/hoje pelo seu Presidente Putin) e simultaneamente para outro tipo (necessariamente e por uma questão de exposição mediática/sobrevivência oposto) de Intervenção Alienígena (MÁ): refletida já no presente pelas contínuas tentativas Russas e sobretudo Chinesas de ultrapassarem os EUA (e os seus súbditos e Aliados Ocidentais) na prossecução do seu objetivo central (e fundamental para a conservação dos Impérios) do controlo e da manutenção da sua Supremacia Global ‒ de um lado (dos euroasiáticos) com incidentes e/ou intrusões (entre outros mais visíveis) na Ucrânia (Crimeia), na Síria (Guerra Civil), na Inglaterra (envenenamentos/assassinatos) e até na Alemanha (impondo novos pipelines e forçando os alemães a dependerem energeticamente do oriente não do ocidente); e do outro lado (aqui 100% asiáticos) com instituições financeiras poderosas e competindo com o original Banco Mundial (com os primeiros sediados nos EUA e os seguintes na China) ‒ reforçando e consolidando todo este Novo Edifício de Poder (em evidente e exponencial ascensão) e baseando-o inicialmente (o alicerce de sempre) no domínio, controlo e supremacia Económica Global. Levando desde já o representante na Terra com BIA (Boa Intervenção Alienígena) a um rápido périplo pela Europa para lhes recordar (intoxicados como estão pelo Mundial ainda por cima entronizando um país Aliado, súbdito e Europeu) quem manda e o mal que sempre advirá da Terra dos MIA (Má Intervenção Alienígena). E como se diz por aqui (na nossa terrinha) Quem Te avisa teu Amigo É”. Só não nos avisando poder ser neste caso um “Amigo da Onça”.

 

[Ou mesmo de Triplo Impacto: Extraterrestre (1 ogiva) e Terrestre (2 ogivas).]

 

UFO crashes 80 miles world cup match site (2).jpg

O objeto não identificado

E o incêndio provocado

 

No passado dia 7 de Julho (um sábado) quando em Samara (na Rússia) se disputava um dos jogos dos Quartos-de-Final do Mundial (de Futebol ‒ FIFA Rússia 2018) ‒ entre a seleção da Inglaterra e a seleção da Suécia (que os ingleses venceram por 2-0) ‒ a pouco mais de 120Km de distância perto da localidade de Bostandyk (já situada no Cazaquistão, uma ex-província da extinta URSS) um objeto voador não identificado despenhou-se no solo, explodindo e provocando (em seu redor e como consequência) um pequeno incêndio: um objeto emitindo uma luz brilhante e cintilante, em forma de uma bola (de fogo) e com um diâmetro de cerca de 3 metros, e que ao atingir o solo e ao explodir além de provocar o tal incêndio (destruindo alguma vegetação sobretudo arbustos e ervas secas rasteiras numa área de aproximadamente 100 hectares) colocou as casas nas proximidades todas a tremer, devido aos efeitos provocados pela respetiva (devido ao impacto do objeto com o solo) onda de choque.

 

maxresdefault.jpg

A verdadeira questão

Ficando por confirmar a respetiva ligação

 

E com a inserção final do Objeto na atmosfera (terrestre), a sua imediata entrada em combustão (devido ao fortíssimo atrito associado), o seu impacto e explosão (desintegrando-se) e os posteriores efeitos de tal acontecimento ‒ incêndio, onda de choque e queda das comunicações (para os locais tornando o cenário ainda mais assustador, devido a ser uma área remota/pelos vistos com o objeto caindo, muito próximo de uma autoestrada) ‒ com os locais face ao sucedido e ao incêndio então em curso, a deslocarem-se para a área e a aí encontrarem vários fragmentos desse mesmo objeto: e entre eles, um objeto colorido (prateado), parcialmente enterrado, aparentemente selado/fechado (como se fosse uma porta) e até com uma válvula exterior e no seu conjunto parecendo mesmo (de origem) terrestre. Pela descrição do referido evento (e forma do objeto) tudo podendo apontar para um objeto artificial certamente oriundo de cá (da Terra) e sendo os restos de um (qualquer) satélite, mas apesar de tudo não deixando de ser um acontecimento anormal envolvendo alienígenas (nos EUA os Mexicanos) exteriores ao Cazaquistão.

 

UFOeast2west4.jpg

Entrando na atmosfera perto de Samara

Talvez devido à FIFA WORLD CUP

 

Face a este acontecimento, ao seu local de execução e às partes eventualmente envolvidas ‒ diretamente Suécia/Inglaterra e indiretamente Rússia/Croácia ‒ e ao que se lhe sucedeu posteriormente (da conclusão das partidas), levantando-se de novo a suspeita de Doping Russo Efetivo (durante a competição) na obtenção de (bons) resultados, primeiro com o Novochic (o melhor a matar), depois com o amoníaco (o melhor a recuperar) e agora (para amedrontar) até com um UFO (integrando alta tecnologia de leste certamente com intervenção alienígena, diferenciada da norte-americana onde os alienas são mexicanos): “The UFO material does not look like metal. It is soft like fabric (uma testemunha). E como mais que óbvia consequência (ou não fosse Ocidental, pró-norte-americano e deficiente mental ‒ um cidadão de desgaste, descartável e como tal normal) da obsessão atual e respetivas coordenadas ‒ neste momento de Mundial (de Futebol), com todos focados na Rússia e no seu líder Vladimir Putin ‒ sendo esta Tríade Vermelha (Novochic/Amoníaco/Ufo) mais uma vez responsável por ato de Introdução, Manipulação, Doping e Intoxicação. Saindo-lhes mesmo ao lado a fé e a esperança de um duelo RUSSIA (Putin) Vs. ENGLAND (May). Já com outros alienas (como os portugas) em casa ou então mudando dela (como o aliena CR7).

 

“Conspiracy theorists have now started claiming that this spherical object might be an alien expedition craft from outer space. As there were no aliens in the remnants, these theorists argue that this vessel might be an exploration vehicle sent by aliens, in the same way, we sent rovers like Curiosity to Mars.” (Nirmal Narayanan/ibtimes.co.in/08.07.2018)

 

(imagens: scmp.com ‒ mirror.co.uk ‒ youtube.com ‒ unilad.co.uk)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 23:50

09
Jul 18

[Meias-Finais]

 

Montado o Quadro de Honra da FIFA WORLD CUP RUSSIA 2018 (com Final marcada para 15 de Julho) integrando o Quarteto Fantástico formado por equipas exclusivamente oriundas da EUROPA ‒ BÉLGICA, FRANÇA, CROÁCIA e INGLATERRA ‒ poder-se-á desde já afirmar ir-se assistir a umas Final inédita, com apenas dois desses países (dos 4) a já terem sido Campeões do Mundo: a Inglaterra em 1966 (Mundial onde Portugal foi 3º) e a França em 1998 (derrotando na final o Brasil por 3-0). Com a Croácia a registar o seu melhor resultado ‒ 3º lugar ‒ igualmente em 1998 e com a Bélgica a registar um 4º lugar no Mundial de 1986. Talvez com as apostas a apontarem (e o desejo talvez de muitos) para uma Final França Vs. Inglaterra na cidade de Moscovo (capital da Rússia e residência de Vladimir Putin), contando com a presença (pelo menos como simples adeptos) de Emmanuel Macron e de Theresa May.

 

belgium-afp_625x300_1530908393503.jpg

Bélgica

(Kevin de Bruyne ‒ momento do 2º golo ao Brasil)

Seleção 100% Vitoriosa

(e o melhor ataque)

 

R

Equipa

V

E

D

Pontos

Golos

1

Bélgica

5

0

0

15

14-5

2

França

4

1

0

13

9-4

3

Croácia

3

2

0

11

10-4

4

Inglaterra

3

1

1

10

11-3

5

Uruguai

4

0

1

12

7-3

6

Brasil

3

1

1

10

8-3

7

Suécia

3

0

2

9

6-4

8

Rússia

2

2

1

8

11-7

(Países apurados a Negrito)

 

E se entre as 32 equipas presentes neste Mundial de Futebol de 2018 (em disputa na Rússia), o país obviamente designado como a maior surpresa desta competição seria a seleção do país organizador a RÚSSIA ‒ antes do início do Mundial sendo a equipa (presente) com pior Ranking Mundial (65º) e no entanto atingindo os Quartos-de-Final (os 8 melhores) e por pouco, não integrando o Quadro de Honra do Mundial (nos penaltis com a Croácia não conseguindo integrar os 4 semifinalistas) ‒ já do lado dos melhores marcadores (e arrumado CR7) com o inglês Harry Kane a manter o protagonismo nesse campo, não só como líder isolado da tabela (assim como capitão da sua equipa) como pelo seu trabalho (eficaz) realizado em favor da sua Seleção (e como consequência/prémio em benefício de si próprio). Talvez com o belga Romelu Lukalu a ser (na definição do melhor marcador) o seu grande adversário (já que o russo Denis Cheryshev também se foi).

 

5b434bdbc05c09a42f8b48a0.jpg

Harry Kane e Romelu Lukaku

(com o inglês em vantagem)

Os maiores candidatos ao prémio de melhor marcador

(líder isolado da tabela com 6 golos)

 

R

Jogador

Equipa

Golos

1

Harry Kane

ING

6

2

Denis Cheryshev

RUS

4

3

Romelu Lukaku

BEL

4

4

Cristiano Ronaldo

POR

4

5

Artem Dzyuba

RUS

3

6

A. Griezmann

FRA

3

7

Yerry Mina

COL

3

8

Diego Costa

ESP

3

9

Edison Cavani

URU

3

10

Kylian Mbappe

FRA

3

(Jogadores em prova a Negrito)

 

E chegados às Meias-Finais do Mundial da Rússia de Futebol constatando-se imediatamente a presença Absoluta Europeia (100% dos 4 sobreviventes) ‒ com os únicos a oporem-se a serem os sul-americanos Uruguai e Brasil (mas não sobrevivendo aos Quartos-de-Final) ‒ entre outros factos soltos (mas sempre interligados seja no Espaço ou no Tempo), sobressaindo uma ou outra equipa (entre elas o Japão e o Irão), sendo o descalabro dos favoritos (à cabeça com a Alemanha e a Argentina) e ainda nos deixando a pensar em 2022 no Qatar (dada a temperatura elevada com jogos obrigatoriamente noturnos/talvez ainda com Ronaldo) … e então como será 4 anos depois (em 2026) com 3 países organizadores (Canadá, EUA e México) e 48 países presentes (algo alcançado por Trump): um verdadeiro Circo (aí já sem o português Ronaldo).

 

origin_1.jpg

Inglaterra

(constituição da equipa no jogo com a Suécia)

O Único Finalista com Derrotas

(no entanto a melhor defesa)

 

Fase

Equipa

Dia/Hora

Equipa

MF 1

FRANÇA

10 ‒ 19:00

BÉLGICA

MF 2

CROÁCIA

11 ‒ 19:00

INGLATERRA

(respetivamente em São Petersburgo e Moscovo)

 

No próximo fim-de-semana encerrando-se este Mundial (por países) com a proclamação no dia 15 de Julho (domingo) do novo Campeão do Mundo (sucedendo à Alemanha) ‒ com epicentro do fenómeno (futebolístico) a registar-se na Europa ‒ consagrado como tal em Moscovo na Rússia de Vladimir Putin e podendo ostentar o Troféu (aí conquistado) no intervalo 2018/2022: altura em que se realizará o Mundial do Qatar.

 

(imagens: ndtv.com ‒ reuters/businessinsider.sg ‒ kiji.is)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 23:36

05
Jul 18

[Apuramento para os Quartos-de-Final]

 

uruguai1.jpg

1

Uruguai

 

Prestes a iniciarem-se os Quartos-de-Final e com Portugal (e Cristiano Ronaldo) já fora do Mundial, entre as 8 equipas apuradas sendo sem dúvida de destacar as carreiras 100% vitoriosas da Bélgica e do Uruguai (este último eliminando Portugal, batendo-o no tempo regulamentar por 2-1 ‒ com golo de Pepe). Com o trio Croácia/Brasil/França a completar uma mão cheia de favoritos. E com a Espanha a ser a (última) maior desilusão, ao ser eliminada nos penaltis pela anfitriã (e outsider) seleção da Rússia (depois do empate a 1-1 no fim do tempo regulamentar e após o prolongamento). No que diz respeito ao Algarve e ao impacto do futebol (no turismo), com a Inglaterra ainda em prova apesar do (velho) trauma dos penaltis (só com Portugal e em casos semelhantes perdendo 2 em 2). Com a Rússia a manter-se (sem dúvida) a menos favorita (a chegar às Meias-Finais). Será? Dia 7 (sábado) se verá!

 

R

Equipa

V

E

D

Pontos

Golos

1

Bélgica

4

0

0

12

12-4

2

Uruguai

4

0

0

12

7-1

3

Croácia

3

1

0

10

8-2

4

Brasil

3

1

0

10

7-1

5

França

3

1

0

10

7-4

6

Suécia

3

0

1

9

6-2

7

Inglaterra

2

1

1

7

9-3

8

Rússia

2

1

1

7

9-5

9

Colômbia

2

1

1

7

6-3

10

Espanha

1

3

0

6

7-6

11

Dinamarca

1

3

0

6

3-2

12

México

2

0

2

6

3-6

13

Portugal

1

2

1

5

6-6

14

Suíça

1

2

1

5

5-5

15

Japão

1

1

2

4

6-7

16

Argentina

1

1

2

4

6-9

 

Kylian_Mbappe_celebrating_-_March_2018_(cropped).j

2

Kylian Mbappe

 

No que diz respeito à lista de melhores marcadores e agora que CR7 está fora (do Mundial de Futebol FIFA 2018 disputado na Rússia) ‒ sabendo-se estarem 3 eliminatórias ainda em disputa (Quartos-de-Final, Meias-Finais e Final) ‒ com pelo menos 6 jogadores a poderem ansiar a essa conquista (entre eles 2 russos/3 golos, mas tendo já bem lançado 1 inglês/6 golos). Quanto a Lionel Messi e Neymar Junior contentando-se respetivamente com 1 golo (definitivamente) e 2 golos (ainda em evolução). E sobre Cristiano Ronaldo no melhor sendo segundo (com os seus definitivos 4 golos) ‒ dependendo do tempo (total em campo). Num momento em que passados 5 dias sobre a eliminação de Portugal do Mundial (com a seleção já em casa e Ronaldo por Madrid) se fala insistentemente da saída eminente de CR7 do Real Madrid (depois de uns 9 anos por lá) e da sua entrada em Itália na Juventus de Turim (a ver).

 

R

Jogador

Equipa

Golos

1

Harry Kane

ING

6

2

Romelu Lukaku

BEL

4

3

Cristiano Ronaldo

POR

4

4

Artem Dzyuba

RUS

3

5

Denis Cheryshev

RUS

3

6

Kylian Mbappe

FRA

3

7

Yerry Mina

COL

3

8

Diego Costa

ESP

3

9

Edison Cavani

URU

3

 

Edinson_Cavani_2018.jpg

3

Edison Cavani

 

À entrada dos Quartos-de-Final do Mundial de Futebol e com 8 equipas em disputa pela conquista de 4 lugares nas suas Meias-Finais ‒ a garantia de pertencer ao quadro de Honra de qualquer Mundial ‒ com 4 grandes partidas em perspetiva incluindo seleções de 2 Continentes (6 da Europa e 2 da América) algumas delas já tendo sido (anteriormente) Campeãs do Mundo: Brasil (5X), Uruguai (2X), França e Inglaterra (1X). Com a Croácia como melhor resultado a apresentar o seu 3º lugar no Mundial de 1998 disputado em França (Campeão ‒ França) e com a Bélgica a apresentar o seu 4º lugar no Mundial de 1986 disputado no México (Campeão ‒ Argentina). E entre essas 4 partidas destacando-se o URUGUAI-FRANÇA (por o Uruguai nos ter eliminado e pela presença da França) e o BRASIL-BÉLGICA (pela presença dos nossos irmãos e ainda do pobre do Neymar/este por confirmar).

 

QF

Equipa

Dia - Hora

Equipa

1

URUGUAI

6 Julho - 15:00

FRANÇA

2

BRASIL

6 Julho - 19:00

BÉLGICA

3

SUÉCIA

7 Julho - 15:00

INGLATERRA

4

RÚSSIA

7 Julho - 19:00

CROÁCIA

 

selec3a7c3a3o-brasileira-de-futebol.jpg

4

Brasil

 

No fim do próximo sábado dia 7 de Julho (já este fim-de-semana) ficando-se a conhecer o Quarteto Finalista deste Mundial de Futebol, uma competição com 146 golos já marcados (alguns deles sendo autogolos) ‒ numa média de 2,6 golos/jogo ‒ com a melhor equipa (ataque e passes) a ser a Espanha e com o melhor ataque (em nº de golos) a ser o da Bélgica (12 golos marcados): e com Christian Eriksen (SUE) a ser o jogador com mais Km percorridos (51Km), com o guarda-redes Guillermo Ochoa (México) a ser o jogador a efetuar mais defesas (25) e com o jogo Bélgica-Tunísia a ter o maior número de golos (7). Nos próximos dias 10/11 de Julho disputando-se as Meias-Finais para a 13/14 de Junho (e respetivamente) se disputar o jogo para o 3º/4º lugar e a Final do Mundial: ficando-se então a conhecer o novo Campeão do Mundo (sucedendo à Alemanha campeã em 2014 no Brasil).

 

(imagens: 2/3 wikipedia.org ‒ 1 abola.pt ‒ 4 abril.com.br)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 11:57

Agosto 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9

13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO