Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

18
Out 18

1ªRonda

(15/16 Outubro)

 

800px-Jordan_Brown_PHC_2012.jpg

Jordan Brown

(IRLN/114ºRM)

Entre os 32 finalistas do Open de Inglaterra

 

Concluída a 1ª Ronda do OPEN de INGLATERRA (6ª prova contando p/RM) são 6 os jogadores integrando o TOP 32 do RM afastados da competição: Kyren Wilson (ING/9ºRM), Joe Perry (ING/17ºRM), Graeme Dott (ESC/24ªRM), Xiao Guodong (CHI/23ºRM), Anthony Hamilton (ING/28ºRM) e Michael White (GAL/31ºRM). E dada a não comparência de Ding Junhui (CHI/7ºRM) no Open de Inglaterra dos 32 jogadores desse TOP 32 restando 25 entre os 64 sobreviventes (ou seja 39% do total). Entre eles o detentor do troféu (conquistado em 2017) o inglês RONNIE O’SULLIVAN (3ºRM) – derrotando na final o seu compatriota (e amigo) Kyren Wilson (eliminado logo na 1ª ronda desta edição) por uns esclarecedores 9-2.

 

E entre os jogadores menos cotados (pior posição no RM) apurados para a 2ª ronda destacando-se a vitória de AKANI SONGSERMSAAWAD (TAI/65ºRM) sobre o inglês Kyren Wilson (na negra por 4-3), a vitória de DANIEL WELLS (GAL/63ºRM) sobre o inglês Joe Perry (por 4-2) e a vitória de STEVEN HALLWORTH (ING/sem RM) sobre o chinês Xiao Guodong (por 4-2). Esta quarta-feira decorrendo a 2ª Ronda do Open de Inglaterra (contando ainda com 64 jogadores) com o detentor do troféu (RONNIE O’SULLIVAN), o atual Campeão do Mundo (MARK WILLIAMS) e o Líder do RM/Ranking Mundial (MARK SELBY) a defrontarem respetivamente o norueguês KURT MUFLIN (50ºRM), o galês DOMINIC DALE (55ºRM) e o inglês SANDERSON LAM (106ºRM).

 

Quatro dos jogos mais equilibrados da 2ªRonda

(entre jogadores com melhor RM)

 

J

N

RM

J

N

RM

Stuart

Bingham

ING

16

Hossein

Vafaei

IRA

39

Allister

Carter

ING

20

Luca

Brecel

BEL

12

Shaun

Murphy

ING

8

David

Gilbert

ING

22

Yan

Bingtao

CHI

23

Stephen

Maguire

ESC

15

(J: Jogador N: Nacionalidade RM: Ranking Mundial/no final da 1ªR do English Open)

 

2ªRonda

(17 Outubro)

 

Apurados os 32 jogadores que irão disputar a 3ªRonda do Open de Inglaterra (a disputar a 18 de Outubro) – conforme indicado no quadro seguinte – para além das já mencionadas eliminações de Kyren Wilson e de Joe Perry (logo na 1ª ronda) juntando-se agora e concluída a 2ª (ronda) a eliminação de nada mais nada menos que o Líder do Ranking Mundial o inglês Mark Selby (às mãos do seu compatriota BEN WOLLASTAN/43ºRM). Com o jogador com pior RM presente na 3ª Ronda do Open de Inglaterra a ser o norte-irlandês JORDAN BROWN (114ºRM): eliminando na 2ª ronda o inglês Jimmy Robertson (25ºRM) na negra e por 4-3 – o mesmo Jimmy Robertson vencedor da prova anterior do circuito mundial (e contando para o RM) o Masters Europeu.

 

Jogadores apurados para a 3ª ronda

(32)

 

RM

J (nº J)

1-16

Mark Williams; Ronnie O’Sullivan; John Higgins; Judd Trump; Barry Hawkins; Shaun Murphy; Neil Robertson; Ryan Day; Steven Maguire; Stuart Bingham (10)

17-32

Anthony McGill; Mark King; Allister Carter; Jack Lisovsky; Ricky Walden; Martin Gould; Zhou Yuelong (7)

33-48

Robert Milkins; Noppon Saengkham; Ben Wollaston; Mark Davis (4)

49-64

Matthew Stevens; Matthew Selt; Thepchaiya Un-Nooh; Daniel Wells; Alan MacManus (5)

65-80

Yan Sijun (1)

81-96

Eden Sharav; Mei Xiwen; Craig Steadman; Luo Honghao (4)

> 96

Jordan Brown (1)

 

Esta quinta-feira (18 de Outubro) decorrendo a 3ªronda do OPEN inglês de onde sairão s 16 jogadores presentes nos OITAVOS-DE-FINAL da prova (a 19 disputando-se os QF, a 20 as MF e a 21/domingo a Final). Com transmissão EUROSPORT.

 

(imagem: wikipedia.org)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 10:12

09
Out 18

Mundial de Snooker Masculino (Ranking Mundial)

- Com 5 provas realizadas

Challenge Tour (II Divisão do Circuito Mundial de Snooker)

- Com 6 provas realizadas

Mundial de Snooker Feminino (Ranking Mundial)

- Com 2 provas realizadas

 

Masters Europeu

(Bélgica/Lommel)

5ª prova de RM

 

175741242.jpg.gallery.jpg

Jimmy Robertson

(Vencedor do Masters Europeu)

 

Com o inglês Jimmy Robertson (aos 32 anos) a vencer a sua 1ª prova contando para o Ranking Mundial (tendo-se iniciado como profissional em 2002), atingindo simultaneamente a sua melhor posição (de sempre) na tabela do RM (25º); e com o seu compatriota Joe Perry (44 anos) tendo já no seu currículo 1 prova de RM – favorito para esta final e vencendo-a passando a integrar o TOP 16 Mundial – a ser batido (justamente) na final ficando-se pelo 17ºRM (16ºRM/Stuart Bingham/ING).

 

Fase

J

N

RM

F

J

N

RM

Final

JIMMY

ROBERTSON

ING

25

9-6

JOE

PERRY

ING

17

(J: Jogador N: Nacionalidade RM: Ranking Mundial F: Frame)

 

E concluídas 5 provas (época 2018/19) contando para o RM (com 5 vencedores diferentes) com a tabela atualizada (do RM) a ser a seguinte (TOP 8):

 

RM

J

N

£

(x 1000)

RM

J

N

£

1

Mark

Selby

ING

1407

5

Judd

Trump

ING

587

2

Mark

Williams

GAL

1016

6

Barry

Hawkins

CHI

555

3

Ronnie

O’Sullivan

ING

868

7

Ding

Junhui

ING

511

4

John

Higgins

ESC

788

8

Shaun

Murphy

ING

438

(£: Libras)

 

Para além das pré-Qualificações (para o International Championship de 9 a 12 de Outubro) com a próxima prova do Circuito contando para o RM a ser o OPEN de INGLATERRA, a decorrer de 15 a 21 de Outubro (na localidade de Crawley) e contando já com a presença (ausente nas 5 provas anteriores) de THE ROCKET (Ronnie O’Sullivan): atribuindo ao vencedor (no ano anterior The Rocket) um prémio de 70.000£ (ao vencido 30.000£).

 

Challenge Tour

(Bélgica/Lommel)

6ª Prova

 

grace-rises-to-the-challenge.jpg

David Grace

(Vencedor do Challenge Tour 6)

 

Após 6 provas disputadas integrando o Challenge Tour com o inglês DAVID GRACE ao vencer o seu 2ºCT (o único para já a conseguir fazê-lo) – o Challenge Tour 6 disputado na Bélgica – e desse modo ultrapassando (na tabela CT) os seus compatriotas Mitchell Mann (anterior líder) e Brandon Sargent (anterior vice-líder) e isolando-se na liderança.

 

Fase

J

N

RCT

F

J

N

RCT

FINAL

DAVID

GRACE

ING

1

3-0

BEN

HANCORN

ING

7

(RCT: Ranking Challenge Tour)

 

Com a tabela do Challenge Tour após seis provas disputadas (próxima: CT 7/Barnsley/Inglaterra) a ser a seguinte (TOP 4):

 

RCT

J

N

P

1

DAVID

GRACE

ING

5525

2

MITCHELL

MAN

ING

5325

3

BRANDON

SARGEANT

ING

4725

4

BARRY

PINCHES

ING

2750

(P: Pontos/Libras)

 

Masters Europeu/Feminino

(Bélgica/Neerpelt)

2ª Prova de RM

 

EvansFisher.jpg

Reanne Evans

(Vencedora do Masters Europeu)

 

Final

 

J

N

RM

F

J

N

RM

REANNE

EVANS

ING

2

4-1

NUTCHARUT

W.

TAI

9

 

No seu regresso às competições (época 2018/19) com a inglesa REANNE EVANS (11 X Campeã do Mundo e Vice-Líder do RM) a vencer com grande autoridade o Masters Europeu Feminino, batendo na final a tailandesa Nutcharut (outra das grandes jogadoras da atualidade); aproveitando a eliminação logo na 1ª Ronda da atual Campeã do Mundo e Líder do RM Ng On Yee (Hong Kong) às mãos da outra finalista (Nutcharut).

 

Evolução na Prova

(das Finalistas)

 

Finalistas

REANNE EVANS

ING

2

NUTCHARUT

WONGHARUTHAI

TAI

9

Fase

J

N

F

J

N

F

1ªJN

-

-

-

Frances Eames

Noland

EUA

3-0

2ªJN

-

-

-

Emma

Parker

ING

1-2

R1

Caty

Dehaene

BEL

3-0

Ng On

Yee

HK

3-1

QF

Ho Yi

Kee

HK

3-0

Emma

Parker

ING

3-0

MF

Rebecca

Kenna

ING

4-0

Wendy

Jans

BEL

4-2

(JN: Jornada R: Ronda QF: Quartos-Final MF: Meia-Final)

 

Estando marcada a próxima prova (3ª contando para o RM) para o período de 25/28 de Outubro, com a disputa em SIDNEY do OPEN FEMININO DA AUSTRÁLIA.

 

[Transmissão EUROSPORT: Open de Inglaterra de 15 a 21 de Outubro.]

 

(imagens: World Snooker – FROODL SPORTS – Matt Huart/snookerhq.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 15:04

07
Out 18

Final

2018 European Masters

(Lommel/Bélgica)

 

[Nos 6 encontros anteriormente disputados entre ambos (os finalistas) com 4 vitórias para Joe Perry e 2 para Jimmy Robertson (e com as últimas 3 vitórias a pertencerem a Joe Perry).]

 

Jimmy_Robertson,_Joe_Perry_and_Ingo_Schmidt_at_Sno

Joe Perry/direita e Jimmy Robertson/centro

(Finalistas)

Nesta imagem em 2015 no decurso do Masters da Alemanha

 

Com a presença de apenas dois jogadores integrando o TOP 16 do Ranking Mundial (de Snooker)

 

– Mark Allen/IRLN (11ºRM) e Ryan Day/GAL (13ºRM)

 

Nos Quartos-de-Final do Masters Europeu (oito melhores)

 

– E já desde o início contando ainda com a ausência de jogadores como Mark Williams/GAL (2ºRM e atual Campeão do Mundo), Ronnie O’Sullivan/ING (3ºRM/e ainda ausente esta época de provas contando para o RM) e Ding Junhui/CHI (7ºRM)

 

Chegamos finalmente ao momento da decisão da 5ª prova da época 2018/19 (contando para o RM) a realizar-se este dia 7 de Outubro (domingo) na cidade de Lommel:

 

Com a Final do Masters a decorrer em duas sessões (13/19 horas), à melhor de 17 frames e atribuindo ao vencedor um prémio pecuniário (convertido em pontos para o RM) de 75.000£ (ao vencido 35.000£).

 

Fase

J

N

RM

J

N

RM

FINAL

JOE

PERRY

ING

18

JIMMY

ROBERTSON

ING

30

Fase

J

N

F

J

N

F

RQ

Sean

O’Sullivan

ING

4-0

Andy

Lee

HK

4-3

R1

Oliver

Lines

ING

4-1

Zhang

Yong

CHI

4-3

R2

Andrew

Higginson

ING

4-3

Zhou

Yuelong

CHI

4-3

R3

Kyren

Wilson

ING

4-1

Anthony

McGill

ESC

4-3

QF

Tian

Pengfei

CHI

4-3

Mark

Allen

IRLN

4-2

MF

Anthony

Hamilton

ING

6-3

Mark

King

ING

6-4

(J: Jogador N: Nacionalidade RM: Ranking Mundial F: Frame R: Ronda Q: Qualificação MF: Meia-Final)

 

Atribuindo-se todo o favoritismo ao inglês Joe Perry, não só pelo seu melhor Ranking Mundial (à porta do Top 16) como à sua maior experiência (profissional):

 

Já vencedor de alguns torneios (contando ou não para o RM), por diversas vezes finalista (vencido) ou tendo atingido as MF ou QF;

 

Ao contrário de Jimmy Robertson (cerca de doze anos mais novo) tendo como melhor prestação os QF do Masters da Alemanha (de 2018).

 

E vencendo o Masters Europeu com Jimmy Robertson podendo passar a 26ºRM ou em alternativa (caso o primeiro perca) com Joe Perry a passar a integrar o Top 16 Mundial.

 

Com o inglês Mark Selby (graças à sua vitória na prova anterior – o China Championship) mantendo a liderança do RM assim como o da época.

 

(imagem: wikimedia.org)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 00:20

01
Out 18

[Challenge Tour 5 (Challenge) – EverGrande China Championship (Ranking)]

 

Challenge Tour 5

 

Fase

David

Lilley

ING

F

Brandon

Sargeant

ING

F

R1

Wayne

Townsend

ING

3-0

Ryan

Davies

ING

3-0

R2

Peter

Delaney

ING

3-0

David

Grace

ING

3-0

R3

Joshua

Cooper

ING

3-0

Jake

Nicholson

ING

3-1

QF

Mitchell

Mann

ING

3-2

Saqib

Nasir

ING

3-0

MF

Sydney

Wilson

ING

3-1

Daniel

Womersley

ING

3-2

(F: Frame R: Ronda QF: Quartos-Final MF: Meia-Final)

 

Lilley.jpg

David Lilley

(ING)

Vencedor do CT 5

 

Fase

J

N

F

J

N

Final

David

Lilley

ING

3-1

Brandon

Sargeant

ING

(J: Jogador N: Nacionalidade)

 

Com a vitória do inglês DAVID LILLEY conclui-se a quinta prova do Challenge Tour disputado em Derby-Inglaterra – sucedendo assim aos quatro vencedores (todos diferentes) das provas anteriormente disputadas: Brandon Sargeant (CT1/ING), David Grace (CT2/ING), Barry Pinches (CT3/LET) e Mitchell Mann (CT4/GER) todos ingleses. E ao fim de cinco (das dez) provas disputadas com MITCHELL MAN e BRANDON SARGEANT a liderarem o Ranking do Challenge Tour 2018/19 (apurando os dois primeiros para o Circuito Profissional Principal de 2019/20). Realizando-se o Challenge Tour 6 em 4/5 de Outubro na cidade de Lommel (Bélgica) simultaneamente com a realização do Masters Europeu (prova de Ranking de 1/7 Outubro) a decorrer na mesma cidade. E às duas provas ainda se juntando (uma terceira igualmente disputada na Bélgica/em Neerpelt) o Masters Europeu Feminino (5/7 de Outubro).

 

RCT

J

N

£

V

PF

PMF

PQF

1

Mitchell

Mann

ING

4825

1

1

1

2

2

Brandon

Sargeant

ING

4725

1

1

2

0

3

David

Grace

ING

3650

1

1

1

0

4

Barry

Pinches

ING

2625

1

0

0

1

5

David

Lilley

ING

2200

1

0

0

0

(RCT: Ranking Challenge Tour £: Libras V: Vitória PF: Presença Final PMF: Presença Meia-Final PQF: Presença Quartos-Final)

 

EverGrande China Championship

 

Fase

Mark

Selby

ING

F

John

Higgins

ESC

F

QR1

Jimmy

White

ING

5-2

Duane

Jones

GAL

5-1

R1

Akani

Songsermsawad

TAI

5-3

Allan

Taylor

ING

5-3

R2

Chang

Bingyu

CHI

5-1

Mei

Xiwen

CHI

5-4

R3

Hossein

Vafaei

IRA

5-3

Scott

Donaldson

ESC

5-3

QF

Yuan

Sijun

CHI

5-2

Judd

Trump

ING

5-3

MF

Zhao

Xintong

CHI

6-4

Lu

Haotian

CHI

6-3

 

20180930182748_113.jpg

Mark Selby

(ING)

Vencedor do 2018 China Championship

 

Fase

J

N

F

J

N

Final

Mark

Selby

ING

10-9

John

Higgins

ESC

 

Concluída a 4ª prova do Circuito Mundial de Snooker (época 2018/19) – e ainda com o inglês Ronnie O’Sullivan (The Rocket) ausente – o atual líder do Ranking Mundial o inglês Mark Selby, torna-se no 4ª jogador (diferente) a vencer esta temporada (reforçando a liderança do RM) uma prova contando p/RM: o EverGrande China Championship. Com os jogadores chineses a terem uma boa prestação – especialmente Lu Haotian e Zhao Xintong (eliminando o Campeão do Mundo o galês Mark Williams na 3ª Ronda) ambos presentes nas meias-finais – assim como o vice-Campeão do Mundo de Snooker o escocês John Higgins só batido na negra (e na Final) pelo líder do RM (Mark Selby). Com Mark Selby (1º), Mark Williams (2º) e Ronnie O’Sullivan (3º) a manterem as suas posições no RM e com o líder da época (concluídas 4 provas) a ser Mark Williams (seguido de Martk Selby e David Gilbert).

 

Tendo-se já iniciado (esta segunda-feira) a 5ª prova contando para o RM – o Masters Europeu – decorrendo de 1 a 7 de Outubro na cidade belga de Lommel. Com o inglês Judd Trump a tentar reconquistar o troféu (ganho em 2017), tendo ainda que disputar a pré-qualificação (defrontando o seu compatriota Martin O´Donnel) antes de poder disputar a 1ª ronda (frente a outro inglês Liam Highfield). Com transmissão Eurosport.

 

(imagens: worldsnooker.com – livesnooker.com)

 

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 15:57

18
Set 18

Masters de Xangai – de 10 a 16 de Setembro

(masculino e não contando para o RM)

Campeonato do Reino Unido – de 15 a 16 de Setembro

(feminino e contando para o RM)

 

– Masters de Xangai

(Masculino)

                       

Com a vitória do inglês Ronnie O’Sullivan no seu regresso (esta época) à competição, o vice-Líder do Ranking Mundial (RM) torna-se no primeiro jogador profissional a vencer por 3X o troféu aqui em disputa (2009/2017/2018). E (por curiosidade) com o chinês Ding Junhui a tê-lo feito por 2X (2013/2016). Uma prova este ano não contando para o RM mas atribuindo ao vencedor um prémio de mais de 225.000€.

 

Ronnie-jpg-730204.jpg

Ronnie O’Sullivan

(vencedor do Masters de Xangai)

 

Masters de Xangai

 

Fase

Ronnie

O’Sullivan

ING

F

Barry

Hawkins

ING

F

2ªR

Neil

Robertson

AUS

6-3

Stephen

Maguire

ESC

6-3

QF

Stuart

Bingham

ING

6-2

Mark

Williams

GAL

6-4

MF

Kyren

Wilson

ING

10-6

Ding

Junhui

CHI

10-9

(F: Frame R: Ronda QF: Quartos-Final MF: Meia-Final)

 

Fase

J

N

F

J

N

Final

Ronnie

O’Sullivan

ING

11-9

Barry

Hawkins

ING

(J: Jogador N: Nacionalidade)

 

E assim concluídas as cinco primeiro provas integrando o Circuito Mundial (com 3 provas contando p/RM e outras 2 provas n/contando p/RM) – e com os vencedores a serem Neil Robertson/Masters de Riga, Mark Williams/Open Mundial, Kyren Wilson/Clássico Paul Hunter contando para o RM e Kyren Wilson/6 Red e Ronnie O’Sullivan/Masters de Xangai não contando para o RM destacando-se claramente o inglês Kyren Wilson, nas 5 provas até agora disputadas tendo estado sempre nos 16 finalistas e tendo ganho duas delas (o único esta época e até agora a faze-lo).

 

Ranking Mundial

 

RM

J

N

£ (X 1000)

RM (E)

1

Mark

Selby

ING

1271

20

2

Mark

Williams

GAL

1009

1

3

Ronnie

O’Sullivan

ING

897

131

4

John

Higgins

ESC

732

71

5

Judd

Trump

ING

653

38

6

Barry

Hawkins

ING

560

6

7

Ding

Junhui

CHI

507

63

8

Shaun

Murphy

ING

434

71

(RM: Ranking Mundial £: Libras E: época)

 

Até ao fim do mês de Setembro realizando-se ainda o Challenge Tour 5 (18 e 19 de Setembro) e o EverGrande China Championship (24 a 30 de Setembro) – com esta última competição a contar para o RM (sem Ronnie O’Sullivan mas com transmissão Eurosport).

 

– Campeonato do Reino Unido

(Feminino)

 

No sector feminino concluindo-se a primeira prova oficial da época 2018/19 com a Bicampeã Mundial de Snooker (2016/17 e 2017/18) e Líder do RM Ng On Yee (Hong Kong) a bater na final do UK Championship (revalidando o troféu) a inglesa Rebecca Kenna (3ªRM) – com esta última ainda em destaque eliminando na fase a eliminar a inglesa Reanne Evans (11X Campeã do Mundo e nº 2 do RM).

 

DnPotTHX4AAa-gk.jpg

Ng On Yee

(vencedora do UK Championship)

 

UK Championship

 

Fase

Ng On

Yee

HK

F

Rebecca

Kenna

ING

F

FG 1ªJ

-

-

-

Claire

Edginton

ING

3-0

FG 2ªJ

-

-

-

Ploychompoo

Laokiatphong

TAI

1-2

FG 3ªJ

-

-

-

Emma

Parker

ING

3-0

OF

Suzie

Opacic

ING

3-2

Reanne

Evans

ING

3-2

QF

Ploychompoo

Laokiatphong

 TAI

3-0

Jenny

Poulter

ING

3-0

MF

Jaique

Ip

HK

4-0

Nutcharut

Wongharuthay

TAI

4-3

(FG: Fase Grupos J: Jornada)

 

Fase

J

N

F

J

N

Final

Ng On

Yee

HK

4-1

Rebecca

Kenna

ING

 

E de 5 a 7 de Outubro decorrendo (na Bélgica) o Masters Europeu (2ª prova do RM). Com o Top 8 do Ranking Mundial a ser o seguinte: 1/Ng On Yee (HK), 2/Reanne Evans (ING), 3/Rebecca Kenna (ING), 4/Maria Catalano (ING), 5/Laura Evans (GAL), 6/Katrina Wan (HK), 7/Suzie Opacic (ING) e 8/Diana Schuler (ALE).

 

(imagens: dailystar.co.uk/Getty/Eurosport – scmp.com/Ng On Yee/@Onyee159)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 14:17

06
Set 18

De momento com 4 provas disputadas integrando o Challenge Tour (circuito secundário) e outras 3 provas contando para o Ranking Mundial (circuito principal). Decorrendo ainda (3/8 Setembro) a 1ª prova por convites (integrando o circuito principal mas não contando para o RM).

 

Mark-Williams__51843__15362.jpg       Mark-Selby__57294__23406.jpg

Mark Williams e Mark Selby

(respetivamente Campeão do Mundo e Líder do RM)

 

Concluídas as 4 primeiras provas do Challenge Tour (circuito secundário de Snooker) e as três primeiras provas (do circuito principal de Snooker) contando para o Ranking Mundial, dois jogadores já se destacam no início desta época 2018/19: o inglês Mitchell Mann (Circuito Secundário) e o seu compatriota Kyren Wilson (Circuito Principal). E em cada um dos respetivos circuitos (secundário/principal) com Mitchell Mann e Jack Lisovski (igualmente inglês) a serem os únicos jogadores a terem atingido sempre (no mínimo) os Quartos-de-Final.

 

Resultados das 4 finais realizadas do CT

 

Prova

Jogador

Nacionalidade

Frames

Jogador

Nacionalidade

CT 1

Brandon

Sargeant

ING

3-1

Luke

Simmonds

ING

CT 2

David

Grace

ING

3-0

Mitchell

Mann

ING

CT 3

Barry

Pinches

ING

3-2

Jackson

Page

GAL

CT 4

Mitchell

Mann

ING

3-0

Dylan

Emery

ING

Legendas

(CT: Challenge Tour)

 

Mitchell-Mann-CT4-WPBSA.jpg

Mitchell Mann

(atual líder do Challenge Tour)

 

Após a disputa do Challenge Tour 4

(jogadores tendo atingido uma das quatro finais já realizadas)

 

J

N

CR

V

PF

PMF

PQF

Mitchell

Mann

ING

1

1

1

1

1

Brandon

Sargeant

ING

2

1

 

2

 

David

Grace

ING

3

1

 

1

1

Barry

Pinches

ING

4

1

 

 

 

Luke

Simmonds

ING

8

 

1

 

1

Jackson

Page

GAL

6

 

1

 

1

Dylan

Emery

GAL

9

 

1

 

 

Legendas

(J: Jogador N: Nacionalidade CR: Challenge Ranking V: Vitória PF: Presença Final)

 

Seguindo-se até meados de Setembro a disputa de duas provas por convite (não contando para o Ranking Mundial) – 6 Reds (na Tailândia) e Shangai Masters (na China) – e uma prova para o Mundial Feminino – UK Championship (na Inglaterra) – concluindo-se o mês com a disputa do Challenge Tour 5 (em Inglaterra) e finalmente com o EverGrande China Championship (4ª prova da época contando para o RM) a decorrer em Guangzhou de 24 a 30 de Setembro. No circuito feminino com Ng On Yee (HK) a tentar revalidar o seu título Mundial.

 

Resultados das 3 finais realizadas contando para o RM

 

Prova

Jogador

Nacionalidade

Frames

Jogador

Nacionalidade

Masters

Riga

Neil

Robertson

AUS

5-2

Jack

Lisovsky

ING

World

Open

Mark

Williams

GAL

10-9

David

Gilbert

ING

Paul Hunter Classic

Kyren

Wilson

ING

4-2

Peter

Ebdon

ING

 

Kyren_Wilson_PHC_2018-5.jpg

Kyren Wilson

(vencedor do Paul Hunter Classic)

 

Após a disputa do Paul Hunter Classic

(jogadores tendo atingido uma das três finais já realizadas)

 

J

N

RME

V

PF

PMF

PQF

Kyren

Wilson

ING

5

1

 

 

1

Mark Williams

GAL

1

1

 

 

 

Neil Robertson

AUS

3

1

 

 

 

Jack

Lisovski

ING

4

 

1

 

2

David

Gilbert

ING

2

 

1

 

 

Peter

Ebdon

ING

16

 

1

 

 

Legendas

(RME: Ranking Mundial Época PMF: Presença Meia-Final PQF: Presença Quartos-Final)

 

No início da época 2018/19 e ainda com poucas provas disputadas no circuito principal de Snooker profissional (com muitos dos favoritos primando ainda pela ausência ou em fase de readaptação à nova temporada) – concluído o Masters de Riga (vitória de Neil Robertson/AUS), o Open Mundial (Mark Williams/GAL) e o Paul Hunter Classic (Kyren Wilson/ING) e decorrendo ainda a prova por convites 6 Reds (detentor do troféu Mark Williams) – podendo-se a partir do próximo dia 10 de Setembro (até 16) assistir ao Masters de Xangai (canal EUROSPORT) troféu detido por Ronnie O´Sullivan/ING.

 

(imagens: foxyprinting.co.uk – snookerkq.com – wikipedia.org)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 22:57

31
Jul 18

1-Masters de Riga (Letónia)

 

Snooker-news-Neil-Robertson-996517.jpg

Neil Robertson (à direita)

(AUS – 10ºRM)

Vencedor da 3ª e 5ª edição do MASTERS de RIGA

 

Iniciado o Circuito Mundial de Snooker – Época 2018/19 – com a disputa na Letónia do MASTERS DE RIGA (27/29 Julho), ficou-se a conhecer no passado domingo (dia 29) o nome do vencedor desta 1ª prova do circuito (de SNOOKER) contando para o RANKING MUNDIAL (RM): nesta 5ª edição da prova com o australiano NEIL ROBERTSON a conquistar o troféu em disputa (batendo na final o inglês Jack Lisovski por 5-2) repetindo (o único jpogador a tê-lo feito até agora) o seu êxito de 2016 (aí batendo na final um outro inglês – Michael Holt – também por 5-2). Sucedendo ao galês Ryan Day (vencedor em 2017) eliminado logo na 1ª ronda. E este ano com o Vencedor da Final (NR) a arrecadar 50.000£ e o vencido (JL) 25.000£.

 

Masters de Riga – Meias-Finais e Final

 

Fase

J

N

F

J

N

 

 

 

 

 

 

Meia-Final 1

Neil

Robertson

AUS

5-0

Stuart Carrington

ING

Meia-Final 2

Jack

Lisovski

ING

5-1

Stephen Maguire

ESC

 

 

 

 

 

 

Final

Neil

Robertson

AUS

5-2

Jack

Lisovski

ING

(J: Jogador N: Nacionalidade F: Frame)

 

2-Open Mundial (China)

 

Sucedendo-se a esta prova o OPEN MUNDIAL (aqui com os prémios dos Finalistas a triplicarem – 150.000£ para o Vencedor e 75.000£ para o vencido) a disputar-se na China (cidade de Yushan) de 6/12 Agosto: 2ª prova da época contando igualmente para o RM, tendo como detentor do troféu o chinês DING JUNHUI (derrotando na final de 2017 o inglês Kyren Wilson por 10-3). E nos jogadores presentes nesta 2ª prova de RM ainda não se vislumbrando (entre o TOP 16) Ronnie O’Sullivan e John Higgins (continuando de “férias”), para além de outros jogadores ausentes por eliminados nas Qualificações: como Shaun Murphy (ING), Stuart Bingham (ING) e Anthony McGill (ESC).

 

[E em princípio sendo uma prova do Circuito Profissional de Snooker contando para o Ranking Mundial (RM) – o Open Mundial – tendo transmissão televisiva no canal EUROSPORT: no mínimo (acho eu) a partir dos Quartos-de-Final (se não antes, sendo conveniente confirmar).]

 

(imagem: Getty Image/express.co.uk)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 16:28

28
Jul 18

Riga Masters

(2018)

 

screen-shot-2018-04-16-at-17-45-45.jpg

Chris Wakelin

O Jogador com o “pior” Ranking Mundial (47º)

(presente nos QF do 5º Masters de Riga de 2018)

 

Com a realização da 5ª edição do MASTERS de RIGA (na Letónia) inicia-se a época 2018/19 do Circuito Mundial de Snooker (1ª prova do circuito a contar para o RANKING MUNDIAL): nas 4 edições anteriores com 4 vencedores diferentes – Mark Selby/ING (em 2014), Barry Hawkins/ING (em 2015), Neil Robertson/AUS (em 2016) e Ryan Day/GAL (em 2017 e atual detentor do troféu). Mas notando-se a ausência de alguns jogadores do Top 10 do RM: como Mark Selby/ING (1ºRM), Ronnie O’Sullivan/ING (2ºRM), John Higgins/ESC (4ºRM), Judd Trump/ING (5ºRM) e Ding Junhui/CHI (6ºRM).

 

Challenge Tour 3

(2018)

 

Decorrendo de 27 a 29 de Julho simultaneamente com a disputa do Challenge Tour 3 (a 28 de Julho) – prova integrando o Circuito Mundial de Snooker (Secundário) tipo 2ª Divisão (da modalidade): e com os 2 melhores jogadores do Challenge Tour 2018/19 (incluindo 10 provas) a receberem um cartão de acesso ao Circuito Mundial principal (ou seja à 1ª Divisão da modalidade) época 2019/20. Contando neste CT3 com a presença dos 4 semifinalistas anteriores: David Grace, Brandon Sargeant, Mitchell Mann e Luke Simmonds (todos ingleses) – e com os 2 primeiros a serem os anteriores vencedores (CT2 e CT1).

 

1ª/2ª/3ª Ronda do Masters de Riga

(Apuramento para os Quartos-de-Final)

 

Disputadas as 3 primeiras rondas e encontrados os 8 jogadores apurados para os Quartos-de-Final da prova, destacando-se pela negativa (e falando apenas do Top 16 do RM) Barry Hawkins/ING (7ºRM), Anthony McGill/ESC (14ºRM), Luca Brecel/BEL (15ºRM) e Ryan Day/GAL (16ºRM) logo na 1ª ronda, Mark Williams/GAL (3ºRM), Shaun Murphy/ING (8ºRM) e Allister Carter/ING (11ºRM) na 2ª ronda e finalmente de Mark Allen/IRLN (10ºRM) na 3ª ronda – entretanto todos eles eliminados (no total de uns 8, numa verdadeira razia e eliminando entre outros o atual Campeão do Mundo). Talvez um indício de um início de época.

 

Fase

J

N

RM

J

N

RM

QF 1

Chris Wakelin

ING

47

Stuart Carrington

ING

48

QF 2

Neil Robertson

AUS

12

Ricky

Walden

ING

27

QF 3

Stephen Maguire

ESC

17

Kyren

Wilson

ING

9

QF 4

Graeme

Dott

ESC

22

Jack

Lisovski

ING

26

(J: Jogador N: Nacionalidade RM: Ranking Mundial QF: Quartos-de-Final)

 

E assim do Top 16 (entre não inscritos, desistentes ou eliminados nesta 1ª prova) sobrando apenas 2 jogadores: o inglês Kyren Wilson e o australiano Neil Robertson – e com este último a poder repetir a vitória de 2016 (na 3ª edição da prova). Ambos podendo ser considerados os favoritos, mas nunca arriscando colocar de lado nenhum dos restantes apurados (para estes QF). Amanhã concluindo-se o Masters com os QF, as MF (QF1XQF2 e QF3XQF4) e a Final, com o vencedor a arrecadar 50.000£ e o vencido 25.000£ (transformados em pontos para o RM). Com transmissão na EUROSPORT.

 

3753814028.jpg

Barry Pinches

Vencedor do Challenge Tour 3

(3º nos resultados obtidos nas 3 provas já realizadas)

 

Quartos-de-Final e Meias-Finais do Challenge Tour 3

(E Final)

 

Relativamente ao Challenge Tour e à sua 3ª prova realizada (e referindo-nos aos 3 melhores jogadores nas 2 provas anteriores) com David Grace (antes 1º exe quo) a ficar-se pelos OF, com Brandon Sargeant (antes 1º exe quo) a ficar-se pelas MF e finalmente com Mitchell Mann (antes 3º) a ficar-se pelos QF. E com o CT 3 a revelar um novo vencedor, desta vez o inglês Barry Pinches (batendo na final o galês Jackson Page por 3-2).

 

 

E com a tabela do CT 2018 a ficar (após a CT3) assim ordenada:

                                                                                                                                    

Fase

J

N

F

J

N

QF 1

Barry Pinches

ING

3-0

Mitchell Mann

ING

QF 2

Jamie

Barrett

ING

3-2

Steven Hallworth

ING

QF 3

Jackson Page

GAL

3-2

Jamie O’Neill

ING

QF 4

Brandon Sargeant

ING

3-0

Joshua Cooper

ING

MF 1

Barry Pinches

ING

3-2

Jamie

Barrett

ING

MF 2

Jackson Page

GAL

3-2

Brandon Sargeant

ING

Final

Barry Pinches

ING

3-2

Jackson Page

GAL

(F: Frame MF: Meia-Final)

 

E com a tabela do CT 2018 a ficar (após a CT3) assim ordenada: Brandon Sargeant (BS), David Grace (DG) e Barry Pinches – todos eles com 1 vitória – tendo além disso BS presença em 2 MF e DG presença em 1 MF. Complementarmente com os 15 jogadores tendo já atingido os QF (nos 3 CT já realizados) a serem todos ingleses à exceção de 1: o galês Jackson Page presente nesta última final (e perdendo-a). Próximo Challenge Tour (CT 4) em 27/28 Agosto na Alemanha.

 

Open Mundial

(2018)

 

Regressando de novo o Mundial de Snooker já no início do mês de Agosto (passado cerca de uma semana) com a disputa na China do OPEN MUNDIAL (6/12 Agosto) – 2ª prova da época contando para o Ranking Mundial e já contando com o regresso de muitos dos jogadores (do TOP 10) anteriormente (na 1ª prova) ainda ausentes.

 

(dados: worldsnooker.com e snooker.org – imagens: clusterofreds.com – edp24.co.uk)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 23:04

25
Jul 18

[E já agora o Verão.]

 

Concluindo-se que os BEBEDOLAS se concentram nas ilhas NORFOLK (2141 habitantes) logo seguidos de perto pelos da cidade do VATICANO (1000 habitantes). Mas com o maior Consumidor/Produtor (até pela dimensão e em termos de comparação) – e porque não o Melhor – a ser sem dúvida PORTUGAL.

 

beautiful_vineyard_7.jpg

Itália

(Região da Toscânia)

O Maior Produtor de Vinho em 2017

Suplantando a França

 

Numa análise rápida e interessante (até para análise do seu consumo no nosso país) à produção de VINHO no ano de 2017 e a nível Global (ou seja em todo o planeta Terra), poderemos constatar (tal como seria de esperar) a posição de relevo de PORTUGAL, tanto na EUROPA como em todos os (outros) territórios deste Mundo: face aos tradicionais produtores (europeus) – Itália, França e Espanha – agora complementados pela Alemanha; e aos mercados emergentes cada vez mais seus (da Europa) concorrentes – EUA, Austrália, África do Sul, Argentina e Chile; juntando-se ainda PORTUGAL fechando o TOP 10 Mundial.

 

Os Dez Maiores Produtores Mundiais de Vinho

Indicando Igualmente o RM destes se entre os 20 maiores consumidores

(neste último caso por ano e por pessoa)

 

Países

RM

(Produtores)

Milhões hl

(produzidos)

RM

(Consumidores)

Garrafas/Pessoa (consumidas)

Itália

39,9

10º

45

França

36,7

54,4

Espanha

33,5

-

-

EUA

23,9

-

-

Austrália

13,9

-

-

África Sul

10,8

-

-

Argentina

10,7

19º

31,6

Chile

9,5

-

-

Alemanha

8,1

16º

33,5

Portugal

10º

6,6

61,8

(RM: Ranking Mundial de 2017 hl: hectolitros)

 

beautiful_vineyards_1.jpg

Portugal

(Região do Douro)

Entre os 10 Maiores Produtores de Vinho de 2017

O Maior Consumidor por pessoa

 

E aos quase 40 milhões de hl pela ITÁLIA produzido (Medalha de Ouro da Maior Produção) respondendo PORTUGAL com menos de 7 milhões, num país de área total de 92.256 Km² (área de Itália 301.338 Km²) e com 10.374.822 de habitantes (habitantes em Itália 60.665.551) – menos de 1/3 da área e cerca de 1/6 da população. E no entanto considerando os 10 Maiores Produtores (Mundiais de 2017) com PORTUGAL a ser destacado o Maior Consumidor (por pessoa) – deixando um dos mais famosos produtores – a FRANÇA – a cerca de 7,5 garrafas (anuais) de distância: com o consumo médio (de Vinho) em Portugal no ano de 2017, a andar um pouco acima de 1garrafa/semana/pessoa (1,2). E só sendo suplantado no CONSUMO de VINHO (a nível Mundial) por um Quarteto Europa/Oceânia: na Europa em 4º surgindo a CROÁCIA (63,3G/P), em 3º o Principado de ANDORRA (66G/P) e em 2º a cidade do VATICANO (76G/P) e na Oceânia em 1º (Medalha de Ouro do Maior Consumidor por pessoa) surgindo as ilhas NORFOLK (77,8G/P).

 

vatican-640x480.jpg

Vaticano

(Cidade do Vaticano)

Sendo sem Produção o Vice-Campeão Mundial no consumo/pessoa

Talvez a maior surpresa (ou não) entre os Consumidores de Vinho de 2017

 

Razão pela qual neste época festejando o Verão e as Férias (na Serra ou no Litoral), devendo-se usufruir de tudo tirando-se o máximo prazer (com o tempo envolvente e sempre pronto a ajudar) seja no ato SEXUAL, no ato GASTRONÓMICO ou no ato da DEGUSTAÇÃO de BEBIDAS: com um Maduro, um Verde ou um Rosé (fresquinho e natural) substituindo um (certamente nocivo e ineficaz) refrigerante.

 

Hoje dia 25 de Julho (quarta-feira) pelas 01:00 (da madrugada) em Albufeira e com a temperatura nuns agradáveis 19⁰C – na Grécia devido aos incêndios de ontem com as vítimas mortais para já a caminho das 80 (em tudo fazendo-nos lembrar o ocorrido em Portugal no ano passado) – devendo-nos congratular pela ONDA de INTENSO CALOR varrendo (quase) todo o Hemisfério Norte (Europa/Ásia/América do Norte), não ter felizmente chegado ao extremo da Península Ibérica ou seja a Portugal (graças a uma aragem fresquinha vinda do oceano Atlântico). Convidando-nos a mais um copo (dos Nossos) antes de adormecer.

 

[E neste último mês batendo o record da fatura mais baixa de Eletricidade – nos meses que ainda me lembro (pelo menos nestes últimos anos) – poupando no tempo frio (usando menos o aquecedor) e agora no tempo quente (usando menos o ar condicionado) talvez uns 25%.]

 

(dados: fdfworld.com/movehub.com – imagens: winerist.com/thedrinksbusiness.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 11:04

23
Jul 18

Inicia-se no próximo fim-de-semana o Calendário da próxima época do Mundial de Snooker Individual/Profissional (masculino) com a realização entre 27/29 de Julho do MASTERS de RIGA (na Letónia): 1ª prova a contar para o RANKING MUNDIAL (RM) ‒ realizada a Qualificação (2/5 de Julho) ‒ e contando com a presença de 68 jogadores: entre eles o detentor do troféu o galês RYAN DAY (batendo na final de 2017 o escocês Stephen Maguire por 5-2).

 

bo97_mwilliams2.jpg

Mark J Williams (há 21 anos)

(Hoje) Campeão Mundial de Snooker

(Aqui na sua conquista do 1997 British Open

Vencendo na final o mítico e 7X Campeão do Mundo Stephen Hendry por 9-2)

 

Do TOP 16 do RM notando-se a ausência nesta 1ª prova dos ingleses Mark Selby (1ºRM), Ronnie O’Sullivan (2ºRM) e Judd Trump (5ºRM), do escocês John Higgins (4ºRM e Vice-Campeão Mundial) e do chinês Ding Junhui (5ºRM) ‒ para além do também inglês Stuart Bingham (13ºRM) eliminado na Qualificação (esmagado por uns esclarecedores 4-0) pelo chinês Niu Zhuang (82ºRM). Mas lá estando presente (picando-o-ponto) o atual Campeão do Mundo de Snooker o galês MARK WILLIAMS. E no início da época com a tabela do Ranking Mundial a estar assim estabelecida:

 

RM

J

N

£

(X 1000)

RM

J

N

£

(X 1000)

1

Mark

Selby

ING

1 315

9

Kyren Wilson

ING

416

2

Ronnie O'Sullivan

ING

905

10

Neil Robertson

AUS

356

3

Mark J Williams

GAL

878

11

Allister Carter

ING

333

4

John Higgins

ESC

751

12

Mark

Allen

IRLN

332

5

Judd Trump

ING

660

13

Stuart Bingham

ING

324

6

Ding

Junhui

CHI

590

14

Anthony McGill

ESC

320

7

Barry Hawkins

ING

543

15

Luca

Brecel

BEL

310

8

Shaun Murphy

ING

453

16

Ryan

Day

GAL

303

(RM: Ranking Mundial J: Jogador N: Nacionalidade £: Libras)

 

Com os jogadores presentes a terem que ultrapassar 5 eliminatórias atá atingirem a FINAL (1ª/2ª/3ª Eliminatória e Quartos-de-Final à melhor de 7 frames e Meia-Final e Final à melhor de 9 frames) e com o Vencedor do Troféu a arrecadar um prémio de 50.000£ (o finalista vencido 25.000£). Incluindo esta 1ª eliminatória 32 jogos (antecedidos de outros 4 em atraso) sendo que um deles já está decidido ‒ apurando o inglês Anthony Hamilton por falta de comparência do chinês Yan Bingtao ‒ e destacando-se (pela posição no RM dos jogadores envolvidos) outros três (jogos): Allistair Carter Vs. Ryan Day (se eliminar Jamie Cope), Michael White Vs. David Gilbert e Xiao Guodong Vs. Marco Fu.

 

Mark+Selby+Betfair+World+Championship+Media+t0uoAz

Mark Selby (há 5 anos)

(Hoje) Líder do RM de Snooker

(No lançamento do Campeonato do Mundo de 2013

Onde foi eliminado por Barry Hawkins que se sagraria Vice-Campeão Mundial)

 

Simultaneamente a 28/29 de Julho decorrendo a 3ª etapa do CHALLENGE TOUR (igualmente em Riga na Letónia) contando com uma esmagadora presença de jogadores do Reino Unido (Inglaterra, Gales, Escócia e Irlanda do Norte) e entre estes com os Ingleses a serem largamente maioritários: das duas provas realizadas (com os ingleses) preenchendo todos os lugares das Meias-Finais (5 jogadores para 8 lugares) e com Brandon Sargeant e David Grace a ganharem a 1ª e a 2ª (prova) respetivamente.

 

E durante o mês de Agosto para além de 3 Qualificações e da realização do Challenge Tour 3, disputando-se mais duas provas de Ranking o OPEN MUNDIAL (detentor do troféu Ding Junhui) e o CLÁSSICO PAUL HUNTER (detentor do troféu Michael White).

 

(imagens: snooker.org ‒zimbio.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 14:52

Outubro 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
11
12

14
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO