Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

07
Dez 17

Outrage after footie star shoves privates into Norwegian FA Cup after stripping down during celebrations (Norwegian defender Aleksander Melgalvis, 28, helped Lillestrom lift the King's Cup, but then shocked the nation)

 

nintchdbpict0003711548171.jpg

 

Num dos muitos CM que proliferam em Inglaterra ‒ neste caso o THE SUN ‒ o jornal diário londrino conhecido pelas suas notícias sensacionalistas (o que não significa que não sejam verdadeiras, mas neste caso sendo interessadamente ampliadas, de forma a serem obviamente divulgadas) especialmente envolvendo acontecimentos de índole sexual (ou sugerindo algo relacionado com SEXO), vem agora publicar fotos consideradas ULTRAJOSAS (pelo menos no momento, não certamente para os seus autores) implicando um jogador de futebol norueguês (Aleksander Melgalvis) da equipa do LILLESTROM:

 

Após a final da Taça da Noruega (que o Lillestrom conquistou derrotando o Sarpsborg 08 por 3-2) e nas cerimónias que se lhe seguiram (na presença de toda a restante equipa), com o defesa norueguês a despir-se (em palco) colocando-se em cuecas, posteriormente retirando-as e completamente nu enfiando o seu PÉNIS na referida Taça.

   

image A.jpgimage B.jpg

 

Um acontecimento eventualmente tendo passado despercebido (logicamente para o exterior) no próprio dia (domingo, 3 de Dezembro) nas cerimónias de consagração da equipa pela vitória alcançada (na Taça da Noruega), mas que extravasando as paredes do recinto rapidamente se espalhou por todos os órgãos de informação noruegueses e internacionais: sabendo-se que a Taça da Noruega ou TAÇA do REI (sendo o país uma Monarquia Constitucional atualmente com o seu rei Haroldo V) seria um troféu de presença e homenagem à Monarquia da Noruega (contando com o apoio da Família Real), com o ato do futebolista a transformar-se num escândalo ao violar o Troféu ‒ REAL.

 

De imediato com o futebolista a começar a ser atacado e ameaçado e com a sua atitude a ser considerada como um insulto à Família Real e ao seu Rei HAROLDO: tendo de um lado alguém tentando acalmar os ânimos ‒ “Winning the cup is something big and of course it should be celebrated/But surely it is possible to do so without showing such little respect to the King's Cup and all it represents” (porta-voz federativo) ‒ e do outro lado o renitente (por não completamente arrependido) futebolista “I don't regret what I did/It was done on the spur of the moment/I've received a lot of positive feedback about it and it was fun” (Aleksander Melgalvis).

 

1181988.jpg

 

Em Portugal e face ao cenário (por alguém) montado para esta época (eventualmente com intenções/repercussões negativas para o seu adversário) ‒ com intervenções inqualificáveis de alguns dirigentes (acabando mesmo que indiretamente por incitar à violência) e um número crescente de agressões a árbitros (físicas e morais) ‒ sendo este caso (o norueguês) um fait-divers (não fosse envolver o tema sexo uma especialidade dos latinos) face às consequências (desportivas e financeiras) de tais atitudes:

 

Como já se vai já verificar desportivamente para o próximo ano com a diminuição de equipas na Liga dos Campeões (de 3 para 2) e como se repercutirá futuramente este clima (interior de guerra) na qualidade, credibilidade e viabilidade financeira deste desporto ‒ em que somos (curiosamente) por nações os atuais Campeões Europeus.

 

Em resumo e voltando ao que interessa com o jogador da bola Melgalvis (um norueguês) a extravasar inconvenientemente as suas emoções (ultrapassando os limites do decoro) e tal como um macho (simbolicamente) penetrando a fêmea (a Taça): só que a fêmea era o Rei e a Família Real. Em Portugal só com insultos, agressões (para já) e de preferência alguns tiros (se nada se fizer dentro em breve).

 

(texto/inglês:thesun.co.uk ‒ imagens: thesun.co.uk/PA e publico.pt)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 12:17

21
Fev 17

Numa demonstração de que o Sol apesar de se encontrar a atravessar um período de baixa atividade ainda se mantem bem-vivo e assaz movimentado, aí temos mais um registo das conhecidas Luzes do Norte iluminando uma região do norte da Noruega.

 

Didier-Van-Hellemojt-20170218_DSC_6548_w2000_Q95_1

As Luzes do Norte e As Montanhas Verdes Geladas

Noruega – Tromsø

18 Fevereiro 2017

 

Confirmando que a nossa estrela continua com a sua atividade normal à sua superfície, emitindo CME em direção ao Espaço exterior e com algumas delas a serem direcionadas para a Terra – e atingindo-a mais ou menos de lado, mais ou menos de frente.

 

Tendo como consequência imediata e sendo bem visível nos céus do norte e a baixas latitudes, as auroras, as luzes do norte, os pilares de luz e muitos outros fenómenos correlacionados: tendo como causa os raios solares e como tela (da sua projeção) a nossa atmosfera.

 

Suscitando o aparecimento no céu e em zonas localizadas a baixas latitudes de extraordinários fenómenos de mistura de tons e de luzes e com estes espetáculos como que sobrenaturais mostrando-nos o que a Vida tem de Bom e de Belo (em momentos particulares).

 

No caso do registo fotográfico do norueguês Didier Van Hellemojt com o mesmo a não querer focar e salientar as luzes do céu, mas o colorido projetado em terra pelo tom verde das auroras – e refletido pelo gelo cobrindo as montanhas em seu redor.

 

Num momento em que se prevê um aumento da intensidade das tempestades geomagnéticas nos próximos três dias (21,22 e 23 Fevereiro); e quando ainda ontem (dia 20) se registou uma grande explosão na coroa solar atirando material a mais de 250.000Km do Sol.

 

Que os especialistas definem como um tornado de plasma magnetizado – mas podendo todos ficarmos descansados por não ir atingir a Terra. Mas com o Sol ainda a apresentar-nos um buraco, virado para nós e com vento solar intenso a ser esperado a 23/24 de Fevereiro.

 

Com as condições registadas hoje (terça-feira) a apontarem para uma velocidade do vento solar de 434.8Km/s, uma densidade de protões de 4.2 protões/cm³ e a possibilidade do aparecimento de chamas solares (Raios-x) ao nível da Categoria B3 (B: nível mais baixo).

 

(dados e imagem: spaceweather.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 16:26

22
Nov 11

Noruega

 

Último pôr-do-sol no ano de 2011, nesta região da Noruega.

Aqui a noite prolonga-se, desde o início da última semana de Novembro, até ao meio do mês de Janeiro.

 

Spaceweather.com

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 01:30

Setembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

16
18

22
23
24
25
26
27
28

29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO