Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

22
Abr 19

[Ou mais tipo Sugestão? Chegando-se a controlar Sujeitos (Homem) com imagens de Objetos (Santinhos de Madeira).]

 

Depois da Morte e Ressurreição de Jesus Cristo − e com a matança recente de Cristãos no Sri Lanka pelo meio − prognosticando-se agora (e de novo) a morte de Donald Trump, esperando-se (neste caso e não sendo cristão, já que este a todos perdoa e oferece a outra face) que não ressuscite.

 

shutterstock_245337616.jpg

Comemoração da Páscoa na Polónia

Gdansk − 10 de Abril de 2009

(alternet.org)

 

Terminada a Semana Santa e as Festividades da Páscoa como uma tradição antiga no Cristianismo Ocidental (caso de Portugal)

 

– Sendo simultaneamente considerada como uma das interrupções oficiais certificadas e permitidas pelo Calendário Político-Religioso aceite (e em curso)

 

E com a vida a retornar de novo à habitual monotonia do nosso quotidiano repetitivo, miserável e sem esperança (para a esmagadora maioria das mais de 7,5 biliões de almas habitando este planeta, limitando-se unicamente a tentar arranjar um emprego para poder comer, dormir, procriar e sobreviver)

 

– Enquanto por cá (Portugal Continental e Ilhas) tudo regressa aparente e ordeiramente à normalidade (apesar da tragédia com um autocarro turístico na Madeira e do fait-divers da falta de combustível no Continente)

 

No Resto do Planeta e como seria lógico (afinal de contas e na melhor das hipóteses apenas cerca de 1/3 serão Cristãos, seguidos de Muçulmanos/24% e Hindus/15% e com os Budistas/7% no fim) o Mundo não para, assim como a intervenção no mesmo (infelizmente existindo uma só Terra) da sua espécie dita dominante (com ações sem benefício visível para o grupo mas benéficas para um só indivíduo, como tal discriminadoras e mortais para a sua própria espécie) o Homem.

 

Como se constata “por consciente e deliberadamente se incentivar o que há de pior no Mundo”, com a prossecução da Guerra Civil na Líbia (depois da Guerra Civil na Síria), com o veto de Donald Trump sobre a Guerra Civil no Iémen (consentindo o prosseguimento do Genocídio às mãos dos Sauditas e seus terroristas associados como a Al-Qaseda e o Exército Islâmico), com o atentado recente no Sri Lanka antigo Ceilão. (tendo religiões como a Cristã como alvo)

 

45392755482_bd5c493322_k-1170x780.jpg

Com Trump a poder colapsar fisicamente

Após a publicação do Relatório Muller

(segundo Tana Ganeva/alternet.org)

 

E até e apesar das milhões de vítimas causados pelos conflitos referidos anteriormente − estando-se aqui a falar de “Sujeitos, Pessoas”, Animais como Nós

 

– Com o choro emotivo e descontrolado da generalidade das pessoas (para tal educados, predispostos e condicionados) face à destruição de simples Objetos, maioritariamente materiais de construção (é certo que apresentando-nos Monumentos majestosos, mas feitos à custa de muito sacrifício Humano) e tendo pelo meio alguma Arte (utilizando materiais semelhantes, mas com outros objetivos e mensagens):

 

Mesmo que tocante e penetrante identificando-se com minorias (poderosas nem se vendo só mesmo nas desgraças, veja-se o exemplo de Macron), apesar de visitada esmagadoramente pelas mais diversificadas maiorias (miseráveis, mas julgando-se superioras, umas sobre as outras, dependendo da retribuição).

 

-  Pelo meio com um português a morrer no Sri Lanka/ex-Ceilão (originário de Vouzela/Viseu e estando no Sri Lanka em turismo/lua-de-mel no instante do atentado/salvando-se por milagre a esposa),

 

-  Com um Comediante (Volodymyr Zelenskiy ligado a outro Oligarca e apoiante da livre prostituição e do jogo como se estivesse num Casino/armas só para os seguranças) a ser eleito Presidente na Ucrânia,

 

-  E com um outro Presidente (dito o Mais Poderoso do Mundo e podendo mesmo sem querer carregar no botão Nuclear) a continuar a ser perseguido ferozmente pelos Média (e logo um milionário, um símbolo do capitalismo norte-americano, um exemplo de sucesso na Terra Prometida, o empresário − REP como poderia ser DEM − Donald Trump):

 

Em mais uma paródia histórica (falando de Reis nunca da plebe) se não se passasse nos EUA (a Terra dos Excecionais pelo menos em Armamento) o Império sucedendo ao Império Romano – mas aos Olhos-do-Mundo  (e do seu novo Eixo Económico-Financeiro Asiático com a Rússia, a China e a Índia) já Decadente e para sua própria sobrevivência necessitando (de uma forma cada vez mais urgente) de mais uma Grande Guerra.

 

Faltando-se apenas saber (pelos Sinais confirmar) não porquê, mas onde e como – com fortes candidatos a perfilharem-se, ligados à produção de Energia e sobretudo ao Petróleo (Venezuela e Irão?).

 

[No caso do atentado brutal registado no Sri Lanka, com as vítimas mortais a estarem já próximas das 300, incluindo um cidadão português de Vouzela/Viseu.]

 

(texto: WEB − imagens: alternet.org)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 19:43

19
Abr 19

[Turismo & Meteorologia]

 

Algo sobre Albufeira, sobre o Tempo e sobre o Sol,

nesta semana santa de Páscoa.

 

SCMA-_PROCISSÃO-2.jpg

Durante a Semana Santa em Albufeira

A tradicional procissão dos painéis da Misericórdia

(imagem: regiao-sul.pt)

 

Com as festividades da Semana Santa da Páscoa a intensificarem-se esta sexta-feira (dia 19 Sexta-Feira Santa) − para acelerarem amanhã com o Sábado de Aleluia (dia 20) e se concluírem domingo com a celebração da PÁSCOA (dia 21) – e ao mesmo tempo definitivamente afastada a preocupação da generalidade da população (residentes e turistas) face ao possível prolongamento da falta de Combustíveis (ontem com uma ou outra exceção com as bombas todas encerradas), eis que por outro lado e só para (nos) contrariar (deixando-nos chateados ou se preferirem marafados) a previsão da Meteorologia nos direciona (relativamente ao Tempo na Terra) para a manutenção de tempo chuvoso e moderadamente frio: para além da previsão do Tempo no Espaço, apontando igualmente para um agravamento − uma Tempestade Solar − para o mesmo período de tempo (aqui utilizando um Relógio) celebrando a ressurreição de Jesus.

 

201904191800_msg4_msg_ir_piber.jpeg

A Península Ibérica a Infravermelho

19.04.2019 18h UTC

(imagem: EUMESAT/IPMA)

 

Em Albufeira notando-se mesmo assim a invasão de nacionais e estrangeiros (entre várias nacionalidades, agora com muitos espanhóis), muitos deles portugueses (vindos em carros ou excursões, sejam crianças ou adultos) oriundos da capital (grande parte benfiquistas) ou de mais longe do Norte (grande parte portistas): maioritariamente fugidos (da monotonia da vida ou então da procissão) e à procura do Sol. Mantendo-se como sempre os ingleses (para já ainda sem Brexit) enchendo e dando vida (muitas vezes com derivações mais extremas) à rua e aos bares de Albufeira bem visíveis na Oura. Vendo-se gente a passear (na rua, em supermercados ou em shoppings), olhando das arribas o mar (como a do Pau da Bandeira, sobre a agora já sem Eles, Praia dos Pescadores), andando pela praia a sentir (a cor do céu e do mar, o cheiro do ar desse mar, a areia sob os pés ao andar) Num Momento tão Desejado como também Diferenciado − usufruindo num espaço de tempo posto à disposição da Preguiça (num elogio obrigatório à virtude da mesma) um pouco da tão necessária (como ausente) Qualidade de Vida − esmagando nem que por instantes a miserável (por doentia e mortal) monotonia urbana − mas pecando por curta e sem relevância no todo (como sentimos no corpo aquando do regresso provavelmente o Inferno).

 

8208a_science_news_1115998.jpg

Com a previsão do Tempo no Espaço a apontar para a chegada

De uma tempestade Solar no domingo dia de Páscoa

(imagem: newslanes.com)

 

Tendo a Terra como destino (da previsão) assim como a sua Meteorologia Interna (previsão do Tempo na Terra), com a previsão do tempo neste caso para Albufeira (Algarve/Portugal/Europa) − aqui e no presente em divulgação/promoção (obviamente turística e antes que chegue o Petróleo e passemos a estaleiros) – a apontar para os próximos 7 dias (de sábado/20 a sexta-feira/26) chuva e/ou aguaceiros (abrandando no domingo e para o próximo fim-de-semana) com céu geralmente pouco nublado, temperaturas oscilando entre os 9°C/12°C de mínima (média de 10°C) e os 17°C/23°C de máxima (média de 20°C) – observando-se um ligeiro arrefecimento durante os próximos 7 dias – e vento geralmente moderado. No fundo não fugindo muito ao cenário (bem satisfatório para Abril Águas Mil) dos últimos dias.

 

hmi1898.jpg

O Sol esta sexta-feira com duas manchas visíveis

AR2378 e AR2379 não apresentando perigo para a Terra

(imagem: SDO/HMI)

 

Já no que diz respeito ao Tempo (Previsto) no Espaço e podendo afetar direta como indiretamente o Tempo Terrestre previsto para os próximos dias, com os prognósticos a apontarem para a chegada à Terra neste fim-de-semana de Páscoa de mais uma Tempestade Solar: através da observação de um buraco (escuro) na coroa solar − devido à rotação do Sol deslocando-se e agora direcionando-se para a Terra – e após registo de uma explosão à sua superfície emitindo chamas solares (raios solares) na nossa direção, com os investigadores a anunciarem a sua chegada e impacto (com a atmosfera) até à Páscoa 22 de Abril. Felizmente com o Campo Magnético Terrestre a proteger-nos da barragem de radiações (cuidado com as viagens de avião a 22, devido ao aumento de radiações, sendo possível a evitar) − tanto as radiações solares como as outras radiações cósmicas – provocando, no entanto, auroras, espetáculos deslumbrantes, mas a altas latitudes (não sendo a de Albufeira ainda distante do Polo/Norte).

 

(imagens: as indicadas)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 22:33

06
Abr 15

“Scott Joseph Kelly (born February 21, 1964) is an American astronaut, engineer and a retired U.S. Navy Captain. A veteran of three previous missions, Kelly was selected in November 2012 for a special year-long mission to the International Space Station, which began in March 2015.” (wikipedia.org)

 

11091483_457333597756900_320099211829139941_n.jpg

O poderoso foguetão de fabrico russo utilizado no transporte dos três astronautas

 

Foguetões russos transportando astronautas para a Estação Espacial Internacional? Mas como é que tal fenómeno seria possível sabendo nós de antemão que tecnologicamente a Rússia já era e que os norte-americanos jamais consentiriam em tal provocação? Era só o que faltava vermos os Estados Unidos da América dependente seja do que for (eles que fornecem os computadores e impõe sanções económicas), ainda por cima sob o comando do autista psicótico e ex-agente do KGB Vladimir Putin. Uma impossibilidade. Mais credível seria os EUA utilizarem por necessidade ou maior eficiência tecnologia alienígena.

 

10906063_457830894373837_2356268102134203949_n.jpg

Lançamento a partir do cosmódromo de Baikonur do foguetão com destino à ISS

 

Todos nós conhecemos o grande avanço científico e tecnológico dos EUA sobre todas as outras potências existentes à superfície da Terra e de como esta grande potência é capaz de um momento para o outro e nas condições mais difíceis de congeminar, de se superar e até de nos surpreender. E até das suas novas teorias de implantação geoestratégica em diversas regiões do globo terrestre, conseguindo conciliar sem nenhum tipo de adversidade, tudo e o seu contrário. Tornando-se pois natural senão mesmo banal que em determinadas circunstâncias se aceite como circunstancial e necessárias, as imperfeições do inimigo.

 

11133803_462547303902196_8522406096096336352_n.jpg

O Coelho da Páscoa comemora a sua data visitando a Estação Espacial Internacional

 

No fundo estávamos na quadra festiva e religiosa da Páscoa e com a alegria da sua chegada ainda vivo e consciente a bordo de um foguetão russo ao interior da estação espacial internacional (ISS), tal facto levou instantânea e naturalmente o astronauta norte-americano Scott Kelly ao lugar mais elevado das nuvens e à noção do seu acto heróico executado no interior de uma nave hostil. O Coelho é aparentemente mais um agradecimento aos seus companheiros de voo e de aventura Mikhail Kornienko e Gennady Padalka, com ele lançados do cosmódromo de Baikonur no passado dia 27 de Março, em direcção ao espaço exterior.

 

Agora (na quadra da Páscoa) comodamente instalados (nas poltronas da ISS) e talvez comendo ovos e conversando com o Espírito Santo.

 

(imagens – facebook.com/pages/NASA-Astronaut-Scott-Kelly)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 01:04

23
Abr 11

O interesse incessante pelo regresso à infância:

 

- Páscoa tardia é culpa da Lua!

 

 Movimento de translação da Terra à volta do Sol

 

Este ano vivemos uma Páscoa invulgarmente tardia porque houve uma Lua cheia antes do equinócio da Primavera. Ora o que têm a ver o equinócio, a Lua e a Páscoa?

 

Em primeiro lugar, o equinócio da Primavera é o dia em que a Terra, na sua movimentação de 365 dias à volta do Sol, se alinha com ele de uma forma que o dia tem as mesmas horas de luz e de escuridão.

 

Esse movimento altera a inclinação dos raios solares em relação à Terra e as novas estações do ano começam, Primavera no hemisfério Norte e Outono no hemisfério Sul.

 

Ora, a Páscoa, que marca a ressurreição de Cristo e que é festejada na maior parte do mundo como um feriado católico, foi marcada em função da astronomia.

 

Quando em 325 d.C. um grupo de bispos cristãos de todo o mundo se juntou para definir os cânones e dogmas fundadores da Igreja Católica, ficou decidido que a ressurreição de Jesus Cristo deveria festejar-se no primeiro domingo depois da Lua Cheia que sobe no céu a seguir ao equinócio da Primavera.

 

Este ano, houve uma Lua Cheia a 19 de Março, ou seja, imediatamente antes do equinócio de dia 20 desse mês. Assim, a celebração da Páscoa atrasou-se até à Lua Cheia seguinte, que só chegou no início desta semana, a 16 de Abril.

 

 

(A partir de notícia do Jornal Público)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 14:09

Junho 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13

19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO